<ul><li>REINO ANIMAL OU METAZOA </li></ul>
<ul><li>Dois sub  reinos: </li></ul><ul><li>a) Parazoários:  Poríferos </li></ul><ul><li>b) Eumetazoários: </li></ul><ul><...
<ul><li>Sub Reino parazoa (parazoários):  Animais sem tecidos verdadeiros. </li></ul><ul><li>Poríferos  ou esponjas  (poro...
 
<ul><li>As esponjas não possuem tecidos ou órgãos.  </li></ul><ul><li>São aquáticas e vivem fixas nos substratos (sésseis)...
<ul><li>Apresentam um corpo em forma de “vaso”. </li></ul><ul><li>A cavidade interna é o  átrio ou esponjiocele  e a abert...
 
<ul><li>Apresentam poros por onde a água penetra até o átrio e depois sai pelo ósculo (filtração). </li></ul>
<ul><li>células especiais, os COANÓCITOS revestem o átrio e são responsáveis por capturar o alimento (fagocitose e  digest...
 
<ul><li>Além dos coanócitos apresentam: </li></ul><ul><li>A ) amebócitos ou arqueócitos , que se movimentam pelo mesênquim...
Apresentam também: porócitos   que  formam os poros. Pinacócitos   que fazem o revestimento externo do corpo do animal
<ul><li>A reprodução pode ser  assexuada  por: </li></ul><ul><li>A)   brotamento,  B) regeneração ou por... </li></ul>
<ul><li>C) gemulação:  forma de resistência a impactos ambientais, formação da gêmula, que guarda arqueócitos e fica em es...
<ul><li>Reprodução sexuada: podem ser dióicas ou monóicas. O desenvolvimento é indireto (larva ciliada  anfiblástula). </l...
<ul><li>Em função da complexidade das câmaras vibráteis são classificadas como: </li></ul>
<ul><li>Cnidários ou Celenterados </li></ul>
Água viva anêmonas corais caravela
<ul><li>Primeiros  eumetazoários  (com tecidos verdadeiros) </li></ul><ul><li>Todos aquáticos: Águas-vivas são natantes, (...
<ul><li>Pólipos podem formar colônias como as  caravelas e os corais . </li></ul>
<ul><li>Primeiros a apresentarem sistema digestório do tipo  incompleto (só a boca). A digestão começa inicia extracelular...
 
<ul><li>Apresentam  o primeiro sistema nervoso , que é do tipo  difuso , apropriado para o corpo dos cnidários que apresen...
 
<ul><li>Não apresentam outros sistemas. </li></ul><ul><li>A respiração e a excreção (amônia) e feita célula por célula por...
<ul><li>Os  cinócitos ou cnidoblástos  são usados para lança um líquido irritante e venenoso que provoca a sensação  de qu...
<ul><li>A reprodução pode ser assexuada por brotamento e estrobilização (brotamento em gomos). Ex a hidra, cnidário hidroz...
<ul><li>Sexuada com  metagênese  (alternância de gerações) com medusa predominante. Ex Aurélia, sifozoário </li></ul>
<ul><li>Metagênese com pólipo predominante: Ex. Obélia, hidrozoário. </li></ul>
<ul><li>Platelmintos – vermes achatados </li></ul><ul><li>Planárias (turbelários) </li></ul><ul><li>Tênias (cestódeos) </l...
<ul><li>vivem livre na água doce, salgada ou em terra úmida. Também. são parasitas do homem.  </li></ul><ul><li>1ºs  com  ...
<ul><li>Apresentam o 1º. Sistema excretor (amônia): protonefrídios com solenócitos ou  células-flama .  </li></ul>
Possuem órgãos sensoriais: Ocelos (claro e escuro) e aurículas (quimiorreceptoras)
<ul><li>O sistema digestório e incompleto, com digestão intra e extracelular. Planárias são carnívoras. A boca fica no fin...
 
<ul><li>Não possuem sistema respiratório e circulatório. Absorvem oxigênio por difusão pela epiderme. </li></ul><ul><li>Po...
<ul><li>Planárias se reproduzem assexuadamente por regeneração: </li></ul><ul><li>Ou sexuadamente, com fecundação cruzada ...
Classe Cestoda Teníase/Cisticercose “SOLITÁRIA”
Teníase <ul><li>Agente Etiológico:   Taenia saginata   (boi) e  Taenia solium  ( porco) </li></ul><ul><li>Hospedeiro defin...
Escólex T. saginata
Escólex T. solium
 
 
Proglotes crescem por estroblilização e são hemafroditas. Realizam autofecundação.
Realizam autofecundação  (solitárias).
 
 
<ul><li>Profilaxia </li></ul><ul><li>- saneamento básico </li></ul><ul><ul><li>Tratamento dos doentes </li></ul></ul><ul><...
Esquistossomose
<ul><li>Agente Etiológico:  Schistosoma   mansoni. </li></ul><ul><li>Apresentam dimorfismo sexual, machos maiores com cana...
<ul><li>-  Morfologias  </li></ul><ul><ul><li>Verme adulto </li></ul></ul>
<ul><ul><ul><li>Ovo </li></ul></ul></ul>
<ul><ul><ul><ul><li>Miracídio </li></ul></ul></ul></ul>
<ul><ul><ul><ul><li>Cercária </li></ul></ul></ul></ul>
Biomphalaria glabrata  Biomphalaria straminea  Biomphalaria tenagophila  <ul><li>Transmissores </li></ul><ul><ul><li>Famíl...
Vermes imaturos - sistema porta Casal de verme (Adultos) - Veias mesentéricas inferiores
 
<ul><ul><li>Ascite (Barriga d’água) </li></ul></ul>
<ul><li>Profilaxia :  </li></ul><ul><li>Saneamento básico </li></ul><ul><li>Destruir as larvas na água. </li></ul><ul><li>...
Nematelmintos ou Asquelmintos:  (nemato = fio; elminto =verme ) vermes de corpo arredondado e  simetria bilateral.
<ul><li>São vermes de corpo  longo e arredondado com  simetria bilateral. </li></ul><ul><li>Apresentam grande biodiversida...
<ul><li>1º. A apresentarem sistema digestório completo (boca e ânus) e digestão totalmente extracelular. </li></ul><ul><li...
<ul><li>Apresentam a 1ª. Cavidade interna (pseudoceloma, cheia de líquido que forma o 1º. Esqueleto hidrostático.  Possuem...
<ul><li>Não apresentam sistema respiratório e circulatório. Trocam gases por difusão, pela pele.  </li></ul><ul><li>O sist...
<ul><li>São na maioria dióicos com dimorfismo sexual só reprodução sexuada com fecundação cruzada. O desenvolvimento é ind...
ASCARIDÍASE ou LOMBRIGA
<ul><li>Agente Etiológico :  Ascaris lumbricoides </li></ul><ul><li>Verme adulto  Mede  cerca de 20 a 40 centímetros </li>...
<ul><li>A transmissão é do tipo oro-fecal :  ovos com as larvas dentro são expelidos nas fezes e contaminam água e aliment...
 
<ul><li>Ao sair do pulmão sobe pela traquéia e é engolida. No intestino se transforma no adulto, onde fica definitivamente...
<ul><li>Habitat:  Intestino delgado : jejuno e íleo  </li></ul><ul><li>Patogenia :  causa perda nutricional, cólicas e dia...
 
<ul><li>Profilaxia </li></ul><ul><ul><li>Tratamento dos doentes </li></ul></ul><ul><ul><li>Educação sanitária </li></ul></...
Prof. TUBÃO AMARELÃO (ANCILOSTOMOSE Agente Etiológico :  Ancylostoma duodenale   e  Necator americanus
 
A transmissão  é através da pele:  Ao pisar no chão descalço ou ao manipular o solo a larva penetra ativamente pela pele ....
Os parasitas se instalam na mucosa intestinal onde se alimentam do sangue do hospedeiro, que fia anêmico, apático e “amare...
<ul><li>Doença do “Jeca Tatu” (Monetiro Lobato) </li></ul>
<ul><li>O  Ancylostoma  brasiliensis  é resposável pela ancilostomose canina, mas nos humanos provoca o “bicho geográfico....
<ul><li>Profilaxia: </li></ul><ul><ul><li>Tratamento dos doentes </li></ul></ul><ul><ul><li>Saneamento Básico </li></ul></...
<ul><li>Elefantíase ou filariose </li></ul><ul><li>Agente Etiológico:  Wuchereria bancrofti   ou filaria. Parasita de vaso...
<ul><li>È a única verminose transmitida por inseto:  o mosq:uito  Culex: </li></ul>
<ul><li>A obstrução dos vasos linfáticos prova edema (inchaço) da região picada. Geralmente pernas e testículos são bastan...
 
<ul><li>Profilaxia: </li></ul><ul><ul><li>Tratamento dos doentes </li></ul></ul><ul><ul><li>Combate ao vetor: </li></ul></...
Enterobiose  ou Oxiurose
<ul><li>Agente Etiológico:  Enterobius vermicularis ou  Oxiúrus . </li></ul><ul><li>Transmissão indireta:  Quando  os ovos...
 
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Zoo 1 de poríferos a nematelmintos

6.761 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.761
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
199
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Zoo 1 de poríferos a nematelmintos

  1. 1. <ul><li>REINO ANIMAL OU METAZOA </li></ul>
  2. 2. <ul><li>Dois sub reinos: </li></ul><ul><li>a) Parazoários: Poríferos </li></ul><ul><li>b) Eumetazoários: </li></ul><ul><li>Cnidários </li></ul><ul><li>Platelmintos </li></ul><ul><li>Nematelmintos </li></ul><ul><li>Anelídeos </li></ul><ul><li>Moluscos </li></ul><ul><li>Artrópodes </li></ul><ul><li>Equinodermos </li></ul><ul><li>Cordados </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Sub Reino parazoa (parazoários): Animais sem tecidos verdadeiros. </li></ul><ul><li>Poríferos ou esponjas (poros pelo corpo). </li></ul><ul><li>Embora bem adaptados os ambiente são considerados um “fundo cego” evolutivo. </li></ul>
  4. 5. <ul><li>As esponjas não possuem tecidos ou órgãos. </li></ul><ul><li>São aquáticas e vivem fixas nos substratos (sésseis). </li></ul><ul><li>São filtradoras , com simetria radial ou sem simetria. </li></ul>
  5. 6. <ul><li>Apresentam um corpo em forma de “vaso”. </li></ul><ul><li>A cavidade interna é o átrio ou esponjiocele e a abertura superior é o ósculo . </li></ul><ul><li>Entre as paredes do corpo do animal encontra-se uma massa gelatinosa, o mesênquima. </li></ul><ul><li>No mesênquima encontramos células e espículas, estruturas que dão a sustentação do corpo. (endoesqueleto). Podem ser: </li></ul><ul><li>Calcáreas (CaCO 3 ) </li></ul><ul><li>Sílicas (Si O 2 ) </li></ul><ul><li>Protéicas (esponjina). </li></ul>
  6. 8. <ul><li>Apresentam poros por onde a água penetra até o átrio e depois sai pelo ósculo (filtração). </li></ul>
  7. 9. <ul><li>células especiais, os COANÓCITOS revestem o átrio e são responsáveis por capturar o alimento (fagocitose e digestão intracelular ) e pela captação do O 2 por difusão. </li></ul><ul><li>O batimento flagelar mantém o fluxo de água constante (“câmaras vibráteis”) </li></ul>
  8. 11. <ul><li>Além dos coanócitos apresentam: </li></ul><ul><li>A ) amebócitos ou arqueócitos , que se movimentam pelo mesênquima por pseudópodes. </li></ul><ul><li>podem se transformar em qualquer célula do animal. </li></ul><ul><li>Distribuem o alimento e O 2 o capturado pelos coanócitos para as outras células do animal. </li></ul><ul><li>Durante a reprodução sexuada podem se transformar em gametas masculinos ou femininos. </li></ul><ul><li>São as produtoras do endoesqueleto (espículas). </li></ul><ul><li>As excretas nitrogenadas (amônia) são eliminadas por difusão. (isso ocorre em todas as células) </li></ul>
  9. 12. Apresentam também: porócitos que formam os poros. Pinacócitos que fazem o revestimento externo do corpo do animal
  10. 13. <ul><li>A reprodução pode ser assexuada por: </li></ul><ul><li>A) brotamento, B) regeneração ou por... </li></ul>
  11. 14. <ul><li>C) gemulação: forma de resistência a impactos ambientais, formação da gêmula, que guarda arqueócitos e fica em estado de dormência e forma novo porífero após o final do problema). </li></ul>
  12. 15. <ul><li>Reprodução sexuada: podem ser dióicas ou monóicas. O desenvolvimento é indireto (larva ciliada anfiblástula). </li></ul>
  13. 16. <ul><li>Em função da complexidade das câmaras vibráteis são classificadas como: </li></ul>
  14. 17. <ul><li>Cnidários ou Celenterados </li></ul>
  15. 18. Água viva anêmonas corais caravela
  16. 19. <ul><li>Primeiros eumetazoários (com tecidos verdadeiros) </li></ul><ul><li>Todos aquáticos: Águas-vivas são natantes, (forma medusóide ou medusas) e os corais e anêmonas são sésseis (forma polipóide ou pólipos). </li></ul>
  17. 20. <ul><li>Pólipos podem formar colônias como as caravelas e os corais . </li></ul>
  18. 21. <ul><li>Primeiros a apresentarem sistema digestório do tipo incompleto (só a boca). A digestão começa inicia extracelular e termina intracelular (fagocitose) </li></ul>
  19. 23. <ul><li>Apresentam o primeiro sistema nervoso , que é do tipo difuso , apropriado para o corpo dos cnidários que apresentam simetria radial . </li></ul>
  20. 25. <ul><li>Não apresentam outros sistemas. </li></ul><ul><li>A respiração e a excreção (amônia) e feita célula por célula por difusão. </li></ul><ul><li>Apresentam poucas células (97% água). </li></ul><ul><li>O corpo é formado pela epiderme (revestimento), o mesênquima ou mesogléia gelatinoso no meio e a cavidade gástrica interna. </li></ul><ul><li>Na epiderme e nos tentáculos apresentam os cnidócitos ou cnidoblástos. </li></ul><ul><li>Três classes, sifozoa (medusóide predominante), hidrozoa (polipóide predominante) e antozoa (corais e anêmonas, somente polipóides). </li></ul>
  21. 26. <ul><li>Os cinócitos ou cnidoblástos são usados para lança um líquido irritante e venenoso que provoca a sensação de quieimadura. Serve para captura do alimento e para defesa do animal. </li></ul>
  22. 27. <ul><li>A reprodução pode ser assexuada por brotamento e estrobilização (brotamento em gomos). Ex a hidra, cnidário hidrozoário de água doce. </li></ul>
  23. 28. <ul><li>Sexuada com metagênese (alternância de gerações) com medusa predominante. Ex Aurélia, sifozoário </li></ul>
  24. 29. <ul><li>Metagênese com pólipo predominante: Ex. Obélia, hidrozoário. </li></ul>
  25. 30. <ul><li>Platelmintos – vermes achatados </li></ul><ul><li>Planárias (turbelários) </li></ul><ul><li>Tênias (cestódeos) </li></ul><ul><li>Schintosomas (trematódeos) </li></ul>
  26. 31. <ul><li>vivem livre na água doce, salgada ou em terra úmida. Também. são parasitas do homem. </li></ul><ul><li>1ºs com simetrial bilateral e cefalização. (sistema nervoso central, ou “cabeça”). </li></ul>
  27. 32. <ul><li>Apresentam o 1º. Sistema excretor (amônia): protonefrídios com solenócitos ou células-flama . </li></ul>
  28. 33. Possuem órgãos sensoriais: Ocelos (claro e escuro) e aurículas (quimiorreceptoras)
  29. 34. <ul><li>O sistema digestório e incompleto, com digestão intra e extracelular. Planárias são carnívoras. A boca fica no final da faringe (“tromba”) protrátil. </li></ul>
  30. 36. <ul><li>Não possuem sistema respiratório e circulatório. Absorvem oxigênio por difusão pela epiderme. </li></ul><ul><li>Podem ser monóicos ( planárias e Tenias) ou dióicos (Schistosoma mansoni). </li></ul>
  31. 37. <ul><li>Planárias se reproduzem assexuadamente por regeneração: </li></ul><ul><li>Ou sexuadamente, com fecundação cruzada e desenvolvimento direto </li></ul>
  32. 38. Classe Cestoda Teníase/Cisticercose “SOLITÁRIA”
  33. 39. Teníase <ul><li>Agente Etiológico: Taenia saginata (boi) e Taenia solium ( porco) </li></ul><ul><li>Hospedeiro definitivo: Homem </li></ul><ul><li>Hospedeiro intermediário: Bovinos e suínos (o homem pode assumir esta posição) </li></ul><ul><li>Transmissão : </li></ul><ul><li>Em humanos comer carne mal cozida. </li></ul><ul><li>Em bovinos e suínos : ingerir ovos presentes nas fezes humanas. Nestes há formação de cisticercos (larvas) </li></ul>
  34. 40. Escólex T. saginata
  35. 41. Escólex T. solium
  36. 44. Proglotes crescem por estroblilização e são hemafroditas. Realizam autofecundação.
  37. 45. Realizam autofecundação (solitárias).
  38. 48. <ul><li>Profilaxia </li></ul><ul><li>- saneamento básico </li></ul><ul><ul><li>Tratamento dos doentes </li></ul></ul><ul><ul><li>Não comer carne crua ou mal cozida </li></ul></ul><ul><ul><li>Inspeção de matadouros e frigoríficos. </li></ul></ul>
  39. 49. Esquistossomose
  40. 50. <ul><li>Agente Etiológico: Schistosoma mansoni. </li></ul><ul><li>Apresentam dimorfismo sexual, machos maiores com canal ginecóforo. Fêmeas redondas </li></ul><ul><li>Hospedeiros definitivos : homens, parasita de veias mesentéricas(intestinais) e hepáticas. </li></ul><ul><li>Hospedeiro Intermediário : moluscos aquáticos planorbídeos ( Bionphalaria glabrata) . Vivem na e da massa visceral dos moluscos. </li></ul>
  41. 51. <ul><li>- Morfologias </li></ul><ul><ul><li>Verme adulto </li></ul></ul>
  42. 52. <ul><ul><ul><li>Ovo </li></ul></ul></ul>
  43. 53. <ul><ul><ul><ul><li>Miracídio </li></ul></ul></ul></ul>
  44. 54. <ul><ul><ul><ul><li>Cercária </li></ul></ul></ul></ul>
  45. 55. Biomphalaria glabrata Biomphalaria straminea Biomphalaria tenagophila <ul><li>Transmissores </li></ul><ul><ul><li>Família - Planorbidae </li></ul></ul><ul><ul><li>Gênero - Biomphalaria </li></ul></ul><ul><ul><li>Espécies - Biomphalaria glabrata </li></ul></ul><ul><li>Biomphalaria straminea </li></ul><ul><li>Biomphalaria tenagophila </li></ul>
  46. 56. Vermes imaturos - sistema porta Casal de verme (Adultos) - Veias mesentéricas inferiores
  47. 58. <ul><ul><li>Ascite (Barriga d’água) </li></ul></ul>
  48. 59. <ul><li>Profilaxia : </li></ul><ul><li>Saneamento básico </li></ul><ul><li>Destruir as larvas na água. </li></ul><ul><li>Combater os moluscos </li></ul>
  49. 60. Nematelmintos ou Asquelmintos: (nemato = fio; elminto =verme ) vermes de corpo arredondado e simetria bilateral.
  50. 61. <ul><li>São vermes de corpo longo e arredondado com simetria bilateral. </li></ul><ul><li>Apresentam grande biodiversidade. Sobrevivem na água, em terra úmida e são parasitas de plantas e animais. Ex. Lombrigas </li></ul>
  51. 62. <ul><li>1º. A apresentarem sistema digestório completo (boca e ânus) e digestão totalmente extracelular. </li></ul><ul><li>O sistema nervoso consiste de um gânglio em forma de anel, com cordões nervosos ventrais </li></ul>
  52. 63. <ul><li>Apresentam a 1ª. Cavidade interna (pseudoceloma, cheia de líquido que forma o 1º. Esqueleto hidrostático. Possuem músculos desenvolvidos e uma cutícula inelástica (colágeno) muito resistente. </li></ul>
  53. 64. <ul><li>Não apresentam sistema respiratório e circulatório. Trocam gases por difusão, pela pele. </li></ul><ul><li>O sistema excretor (amônia) e composto pro uma célula (célula “H”) e poros excretores. </li></ul>
  54. 65. <ul><li>São na maioria dióicos com dimorfismo sexual só reprodução sexuada com fecundação cruzada. O desenvolvimento é indireto (faze larval). </li></ul><ul><li>Fêmeas são maiores que os machos. </li></ul>
  55. 66. ASCARIDÍASE ou LOMBRIGA
  56. 67. <ul><li>Agente Etiológico : Ascaris lumbricoides </li></ul><ul><li>Verme adulto Mede cerca de 20 a 40 centímetros </li></ul>
  57. 68. <ul><li>A transmissão é do tipo oro-fecal : ovos com as larvas dentro são expelidos nas fezes e contaminam água e alimentos. </li></ul><ul><li>Ao serem ingeridas as larvas perfuram o intestino e caem na corrente sanguínea. Passa pelo pulmão onde causam sintomas de pneumonia . (ciclo pulmonar). </li></ul>
  58. 70. <ul><li>Ao sair do pulmão sobe pela traquéia e é engolida. No intestino se transforma no adulto, onde fica definitivamente. </li></ul>
  59. 71. <ul><li>Habitat: Intestino delgado : jejuno e íleo </li></ul><ul><li>Patogenia : causa perda nutricional, cólicas e diarréia. </li></ul><ul><li>Em casos graves pode causar obstrução intestinal </li></ul>
  60. 73. <ul><li>Profilaxia </li></ul><ul><ul><li>Tratamento dos doentes </li></ul></ul><ul><ul><li>Educação sanitária </li></ul></ul><ul><ul><li>Construção de fossas assépticas </li></ul></ul><ul><ul><li>Lavar as mãos antes de tocar nos alimentos </li></ul></ul><ul><ul><li>Proteção dos alimentos contra os insetos. </li></ul></ul>
  61. 74. Prof. TUBÃO AMARELÃO (ANCILOSTOMOSE Agente Etiológico : Ancylostoma duodenale e Necator americanus
  62. 76. A transmissão é através da pele: Ao pisar no chão descalço ou ao manipular o solo a larva penetra ativamente pela pele . Após isso cai na corrente sanguínea e passa pelo poulmão, causando sintomas de pneumonia (ciclo pulmonar).
  63. 77. Os parasitas se instalam na mucosa intestinal onde se alimentam do sangue do hospedeiro, que fia anêmico, apático e “amarelo”.
  64. 78. <ul><li>Doença do “Jeca Tatu” (Monetiro Lobato) </li></ul>
  65. 79. <ul><li>O Ancylostoma brasiliensis é resposável pela ancilostomose canina, mas nos humanos provoca o “bicho geográfico.” </li></ul>
  66. 80. <ul><li>Profilaxia: </li></ul><ul><ul><li>Tratamento dos doentes </li></ul></ul><ul><ul><li>Saneamento Básico </li></ul></ul><ul><ul><li>Usar calçados e luvas ao manipular o solo </li></ul></ul><ul><ul><li>Incorporar na dieta alimentar proteínas e Ferro. (em casos graves pode ocorrer geofagia). </li></ul></ul>
  67. 81. <ul><li>Elefantíase ou filariose </li></ul><ul><li>Agente Etiológico: Wuchereria bancrofti ou filaria. Parasita de vasos linfáticos (drenagem dos líquidos do corpo. </li></ul>
  68. 82. <ul><li>È a única verminose transmitida por inseto: o mosq:uito Culex: </li></ul>
  69. 83. <ul><li>A obstrução dos vasos linfáticos prova edema (inchaço) da região picada. Geralmente pernas e testículos são bastante afetados. </li></ul>
  70. 85. <ul><li>Profilaxia: </li></ul><ul><ul><li>Tratamento dos doentes </li></ul></ul><ul><ul><li>Combate ao vetor: </li></ul></ul><ul><ul><li>Telas nas janelas </li></ul></ul><ul><ul><li>Mosquiteiros </li></ul></ul><ul><ul><li>inseticidas </li></ul></ul>
  71. 86. Enterobiose ou Oxiurose
  72. 87. <ul><li>Agente Etiológico: Enterobius vermicularis ou Oxiúrus . </li></ul><ul><li>Transmissão indireta: Quando os ovos presentes na poeira ou alimentos atingem os hospedeiros. </li></ul><ul><li>Auto-infecção externa ou direta: Crianças Levam os ovos da região perianal à boca. Este é o principal mecanismo de cronificação da doença. </li></ul><ul><ul><li>O principal sintoma é o “Prurido anal” </li></ul></ul><ul><li>Profilaxia: </li></ul><ul><li>Tratamento dos doentes </li></ul><ul><li>Higiene pessoal. </li></ul><ul><li>Ferver a roupa de dormir e de cama. </li></ul>

×