Fungos e algas

1.532 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.532
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
49
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fungos e algas

  1. 1. Fungos e Algas Tubão
  2. 2. <ul><li>Reino Fungi </li></ul><ul><li>Cogumelos, orelhas de pau, mofos, bolores e leveduras </li></ul><ul><li>Eucariotos uni ou pluricelulares </li></ul><ul><li>Heterótrofos Decompositores, com digestão extracorpórea. </li></ul><ul><li>Causam doenças em animais (micoses) e em plantas (ferrugens). </li></ul>
  3. 4. <ul><li>Por serem fixos no solo, foram inicialmente classificados como vegetais. aclorofilados </li></ul><ul><li>Mas por seres heterótrofos e apresentarem: </li></ul><ul><li>Parede celular com quitina (polissacarídeo presente no exoesqueleto de artrópodes) e </li></ul><ul><li>Glicogênio como reserva de energia celular, como animais, foram colocados, nos anos sessenta em um novo reino, o Fungi. </li></ul>
  4. 5. <ul><li>São formados por células multinucleadas chamadas, as hifas que estão intimamente ligadas uma às outras, formando uma massa emaranhada chamada micélio (falso tecido). </li></ul>
  5. 6. <ul><li>A reprodução dos fungos pode ser sexuada ou assexuada. Na reprodução sexuada ocorre a união de hifas de fungos diferentes, que trocam seus núcleos. </li></ul>
  6. 8. <ul><li>Na reprodução assexuada podem realizar brotamento ou divisão binária (leveduras unicelulares). </li></ul>
  7. 9. <ul><li>Podem também gerar esporos (dispersão dos fungos). </li></ul>
  8. 10. <ul><li>Os esporos são produzidos em hifas especiais chamadas esporângios: </li></ul>
  9. 11. <ul><li>Em mofos e bolores os esporângios são também chamados conídios, que produzem conidiósporos (esporos). </li></ul>
  10. 12. <ul><li>Em cogumelos os esporângios estão organizados em corpos de frutificação ou “carpos” </li></ul>
  11. 13. <ul><li>basidiocarpo </li></ul>
  12. 14. <ul><li>ascocarpo </li></ul>
  13. 15. <ul><li>CLASSIFICAÇÃO DOS FUNGOS: O Reino Fungi é dividido em quatro diviisões: </li></ul>
  14. 16. <ul><li>divisão zygomycota ou zigomicetos (bolores) com esporângios </li></ul>
  15. 17. <ul><li>divisão ascomycota (ascomicetos): carpos em forma </li></ul><ul><li>de saco ou bolsa, onde são produzidos os ascosporos, </li></ul>
  16. 18. <ul><li>divisão basidiomycota (basidiomicetos): cogumelos e orelhas de pau,onde são produzidos os basidiosporos, </li></ul>
  17. 19. <ul><li>dlvisão deuteromycota (deuteromicetos ou fungos imperfeitos) maior parte causa micoses. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>  </li></ul>
  18. 20. <ul><li>Importância dos fungos: </li></ul><ul><li>A) decompositores (digestão extracorpórea) </li></ul>
  19. 21. <ul><li>Líquens (associação de algas + fungos). Espécies pioneiras: </li></ul>
  20. 22. <ul><li>Micorrizas (associação de fungos com raizes de plantas). </li></ul>
  21. 23. <ul><li>Indústria de pães, bebidas e alcooleira: leveduras ou fermento biológico (saccharomyces cerevisiae) </li></ul>
  22. 24. <ul><li>Fabricação de queijos: Penicillium camenberti ou roquefortti </li></ul>
  23. 25. <ul><li>Industria farmacêutica: antibióticos como a penicilina ( Penicillium notatun, Alexander. Fleming) ou a ciclosporina (transplantes). </li></ul>
  24. 26. <ul><li>Podem ser usados na alimentação humana como o champignon , o shitake e o shimeji. </li></ul>
  25. 27. <ul><li>Também podem ser alucinágonos como o Claviceps pupurea (LSD) ou o Psilocibes mexicana e venenosos (Amanita muscaria).. </li></ul>
  26. 28. <ul><li>Reino Protista (protoctista) </li></ul><ul><li>A) Algas (protistas autótrofos e aquáticos) </li></ul><ul><li>Eucariotos </li></ul><ul><li>Unicelulares ou pluricelulares </li></ul><ul><li>Fotossintetizantes: possuem cloroplastos com clorofila A e B e diversos pigmentos auxiliares. </li></ul><ul><li>Armazenam amido. </li></ul><ul><li>Parede celular celulósica </li></ul><ul><li>Não tem tecidos verdadeiros (Talófitas). </li></ul><ul><li>As unicelulares são componentes do fitoplancton produtoras de glicose e O 2 no ambiente aquático. </li></ul><ul><li>“ pastagens aquáticas” e o “pulmão do mundo” </li></ul>
  27. 29. <ul><li>Reino Protista (protoctista) </li></ul><ul><li>A) Algas (protistas autótrofos e aquáticos) </li></ul><ul><li>Eucariotos </li></ul><ul><li>Unicelulares ou pluricelulares </li></ul><ul><li>Fotossintetizantes: possuem cloroplastos com clorofila A e B e diversos pigmentos auxiliares. </li></ul><ul><li>Armazenam amidos </li></ul><ul><li>Parede celular celulósica </li></ul><ul><li>Não tem tecidos verdadeiros (Talófitas). </li></ul><ul><li>As unicelulares são componentes do fitoplancton produtoras de glicose e O 2 no ambiente aquático. </li></ul><ul><li>“ pastagens aquáticas” e o “pulmão do mundo” </li></ul>
  28. 30. <ul><li>Reino Protista (protoctista) </li></ul><ul><li>A) Algas (protistas autótrofos e aquáticos) </li></ul><ul><li>Eucariotos </li></ul><ul><li>Unicelulares ou pluricelulares </li></ul><ul><li>Fotossintetizantes: possuem cloroplastos com clorofila A e B e diversos pigmentos auxiliares. </li></ul><ul><li>Armazenam amido </li></ul><ul><li>Parede celular celulósica </li></ul><ul><li>Não tem tecidos verdadeiros (Talófitas). </li></ul><ul><li>As unicelulares são componentes do fitoplancton produtoras de glicose e O 2 no ambiente aquático. </li></ul><ul><li>“ pastagens aquáticas” e o “pulmão do mundo” </li></ul>
  29. 31. <ul><li>Reino Protista (protoctista) </li></ul><ul><li>A) Algas (protistas autótrofos e aquáticos) </li></ul><ul><li>Eucariotos </li></ul><ul><li>Unicelulares ou pluricelulares </li></ul><ul><li>Fotossintetizantes: possuem cloroplastos com clorofila A e B e diversos pigmentos auxiliares. </li></ul><ul><li>Armazenam amidos </li></ul><ul><li>Parede celular celulósica </li></ul><ul><li>Não tem tecidos verdadeiros (Talófitas). </li></ul><ul><li>As unicelulares são componentes do fitoplancton produtoras de glicose e O 2 no ambiente aquático. </li></ul><ul><li>“ pastagens aquáticas” e o “pulmão do mundo” </li></ul>
  30. 32. <ul><li>Reino Protista (protoctista) </li></ul><ul><li>A) Algas (protistas autótrofos e aquáticos) </li></ul><ul><li>Eucariotos </li></ul><ul><li>Unicelulares ou pluricelulares </li></ul><ul><li>Fotossintetizantes: possuem cloroplastos com clorofila A e B e diversos pigmentos auxiliares. </li></ul><ul><li>Armazenam amidos </li></ul><ul><li>Parede celular celulósica </li></ul><ul><li>Não tem tecidos verdadeiros (Talófitas). </li></ul><ul><li>As unicelulares são componentes do fitoplancton produtoras de glicose e O 2 no ambiente aquático. </li></ul><ul><li>“ pastagens aquáticas” e o “pulmão do mundo” </li></ul>
  31. 33. <ul><li>Fitoplâncton (algas unicelulares + cianobactérias): base das cadeias alimentares aquáticas: </li></ul>
  32. 35. <ul><li>Algas Unicelulares : </li></ul><ul><li>1- Euglenofíceas (euglenas): Na luz são autótrofas (fazem fotossíntese) , sem luz se comportam como heterótrofos (fazem fagocitose). Não possuem parede celular. </li></ul>
  33. 36. <ul><li>2 Pirrofíceas (dinoflageladas). Desequilíbrios ambientais pode provocar explosões populacionais dessas algas que liberam neurotoxinas na água ( marés vermelhas ) </li></ul>
  34. 37. <ul><li>Diatomáceas ou crisofíceas (algas douradas): possuem carapaça de silício, que se deposita no fundo formando rochas diatomitos. Usados a construção de casas e fabricação de abrasivos. </li></ul>
  35. 38. <ul><li>Clorofíceas : algas verdes . Mais abundantes do fitoplancton: </li></ul>
  36. 39. <ul><li>Algas pluricelulares: Talófitas (sem tecidos verdadeiros (maioria bentônica, vivem no fundo). </li></ul>
  37. 40. <ul><li>Rodofíceas ou algas vermelhas : Possuem pigmentos acessórios: ficoeritrina (vermelho) ficocianina (azul). Produzem o ágar-agar, usado na fabricação de bolos, sorvetes e meios de cultura de bactérias: </li></ul>
  38. 41. <ul><li>Usada também como alimento (sushi nori) </li></ul>
  39. 42. <ul><li>Feofíceas ou algas pardas: Possuem ficoxantinas (marrom) como pigmento acessório. Usada para produção do alginato (similar ao ágar) e na alimentação (kombu). Formam Florestas de sargassum </li></ul>
  40. 43. <ul><li>kombu </li></ul>
  41. 44. <ul><li>Clorofíceas pluricelulares (algas verdes). Alimentação de seres aquáticos </li></ul>

×