America do-sul-1

2.530 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.530
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
475
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
64
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

America do-sul-1

  1. 1. América do sulPolítico Físico
  2. 2. América AndinaCaracterísticas geográficas• A região é composta por seis países (Venezuela / Colômbia / Equador / Peru / Chile / Bolívia) .• Apresentam forte presença do elemento indígena na população;.• São exportadores de gêneros primários importante fonte de capacitação de recursos.• São instáveis do ponto de vista geológico e social, sendo marcados por vulcões e terremotos, graves instabilidades sociais e presença de grupos guerrilheiros e de grupos ligados ao narcotráfico.
  3. 3. Área de Integração Profunda (AIP)- bloco do pacífico.• A hegemonia política do Brasil na América Latina ganhará um contra- ponto de peso no dia 2 de maio, quando os presidentes de Peru, Chile, México e Colômbia vão oficializar a criação de um novo bloco econômico: A Área de Integração Profunda (AIP), ou "bloco do Pacífico“.• O bloco terá uma agenda mais “liberal” e surge para disputar poder político e econômico com o Brasil e o MERCOSUL.• O governo brasileiro acredita que a iniciativa pode encontrar problemas com a mudança da condução política da Colômbia, com o presidente Juan Manuel Santos, que reaproximou-se da Venezuela e também tem se distanciado um pouco dos EUA• Todos deste novo bloco têm tratados com os EUA, exceto a Colômbia.• A AIP reúne os países "liberais" da região, em oposição à Aliança Bolivariana para as Américas (Alba), mais à esquerda, cria do venezuelano Hugo Chávez.
  4. 4. Venezuela Relações com a Rússia . Acordo nuclear – geração de energia; . Acordo armamentista – compra de armas da Rússia; . Acordo petrolífero – empresa mista para explorar petróleo na faixa do R. Orinoco.
  5. 5. Venezuela
  6. 6. COP 10 – Conferência sobre Diversidade Biológica.• Protocolo de Nagoya (Japão), COP 10: Acordo sobre Biodiversidade – definição dos pontos de ABS, uma sigla em inglês para “acesso e repartição de benefícios”.• As nações concordaram em reconhecer o direito dos países sobre a sua biodiversidade. Isso significa que países que desejarem explorar a diversidade natural (como plantas, animais ou micro-organismos) em territórios que não sejam seus terão de pedir autorização para as nações donas dos recursos.Se estudo da fauna e da flora alheia resultar em novos produtos, como fármacos ou cosméticos, os lucros terão de ser repartidos entre quem os desenvolveu e o país de origem do recurso, conforme contrato prévio.• Se houver comunidades que utilizem os recursos genéticos tradicionalmente, como tribos indígenas, elas também terão direito de receber royalties pela exploração comercial da biodiversidade.
  7. 7. Colômbia
  8. 8. Colômbia
  9. 9. Equador
  10. 10. PERU Sendero luminoso • Após anos inativo, Sendero Luminoso se volta para o narcotráfico no Peru • o Sendero voltou com mais dinheiro e pretende direcionar suas ações para garantir o tráfico de drogas.
  11. 11. Peru x Chile• Peru entrou no tribunal de Haia para resolver a disputa marítima.
  12. 12. Bolívia Meia lua da Bolívia • Querem autonomia política e econômica; • Não aceitam dividir riquezas geradas pela soja e hidrocarbonetos com os indígenas da região da serra. • A questão é étnica, política e econômica.
  13. 13. Lítio: na Bolívia, o combustível do futuro• O lítio é a matéria-prima das baterias que equipam os carros híbridos e elétricos, a grande aposta da indústria automobilística. O problema: mais da metade das reservas está na Bolívia de Evo Morales• A Corporação Mineira da Bolívia (COMIBOL), empresa pública, informou que concluiu 70 por cento da construção da fábrica de produção de carbonato de lítio.• A fábrica em construção situa-se nas imediações do Salar de Uyuni, uma superfície de dez mil quilômetros quadrados na região boliviana de Potosí, onde se encontra a maior reserva de lítio do mundo.
  14. 14. Chile Características; • Situa- se entre a Cordilheira dos Andes e o Pacífico e possui o mais estreito território do mundo: 175 km de largura e 4,3 mil km de extensão. • Apresenta clima desértico ao norte e temperado no centro-sul e grande instabilidade geológica.
  15. 15. Vulcão no Chile.
  16. 16. América Platina• A América Platina é uma região da América do Sul formada por três nações: Argentina (2,7 milhões de km²), Paraguai (406,7 mil km²) e Uruguai (177,4 mil km²). Esses três países são banhados pelos principais rios que compõem a Bacia Hidrográfica do Rio Prata – Paraná, Paraguai e Uruguai. O clima e o relevo da América Platina variam de acordo com cada região. Na porção oeste, na fronteira da Argentina com o Chile, está localizada a Cordilheira dos Andes. Nas regiões próximas ao Brasil, prevalecem as áreas de planícies. Ao norte, o clima predominante é o tropical; ao sul, o clima é temperado.• Na região e também em território brasileiro encontra-se o aquífero Guarani – um dos maiores reservatórios de água subterrânea do mundo.
  17. 17. Aquífero Guarani
  18. 18. Argentina Regiões geoeconômicas • Região Andina – produção de vinhas; • Chaco – clima tropical – algodão • Mesopotâmia – subtropical – arroz e erva-mate. • Pampa – temperado – trigo, milho, soja e pecuária. • Patagônia – planalto frio e seco – cultura irrigada, ovinos e exploração de carvão e outros combustíveis fósseis.
  19. 19. Ilhas Malvinas ou Falklands. • As Ilhas Malvinas foram colonizadas pela Inglaterra em 1833. A Argentina contestou a soberania sobre o arquipélago em 1982 – guerra seguida de derrota argentina. • Agosto de 2010 – a companhia britânica de petróleo anunciou o início da exploração do hidrocarboneto – estimativa: 60 bilhões de barris em águas das ilhas. • A Argentina protestou e impôs restrições á navegação na região e iniciou uma ofensiva diplomática nos países da região e, por isso vem recebendo o apoio do MERCOSUL nesse contencioso. • Fonte: O Estado de S.Paulo –
  20. 20. Ilhas Malvinas• Posição estratégica das ilhas próximas ao Estreito ou passagem de Drake entre Pacífico Sul e o Atlântico Sul.
  21. 21. Atlântico Sul – Ilhas inglesas.• Fonte – Ministério da Defesa – dezembro/2009
  22. 22. ParaguaiPaís interior Economia • Oeste do Rio Paraguai – gran chaco – pecuária extensiva. • Leste do Rio Paraguai- cultivo de soja e café (NE) e região comercial – zona franca. • Turismo e renda da venda de energia de Itaipu para o Brasil.
  23. 23. Paraguai e BrasilBrasiguaios Tratado de Itaipu • O Senado brasileiro aprovou em 11/05/2011 o texto que eleva de US$ 120 milhões para US$ 360 milhões anuais a quantia paga pelo Brasil aos paraguaios pela cessão de energia da Hidrelétrica de Itaipu Binacional.
  24. 24. Crise no Paraguai
  25. 25. Crise no Paraguai
  26. 26. Uruguai Economia • A economia do Uruguai é baseada principalmente no setor agropecuário. • Pecuária - criação de bovinos e ovinos. • Agricultura -trigo, o arroz e a soja. • 90% da população é urbana.
  27. 27. UNASUL• A Unasul (União das Nações Sul-Americanas) reúne os doze países da América do Sul e visa aprofundar a integração da região.• Por suas riquezas naturais, a América do Sul é importante internacionalmente como um dos principais centros produtores de energia e de alimentos do planeta. Chile e Peru são ainda dois dos principais endereços da indústria mineradora no mundo.• Os principais objetivos serão a coordenação política, econômica e social da região.• Com a Unasul, espera-se avançar na integração física, energética, de telecomunicações e ainda nas áreas de ciência e de educação, além da adoção de mecanismos financeiros conjuntos.
  28. 28. COP 15 – 2010 (Copenhague, Dinamarca)• A Conferência do Clima de Copenhague (COP 15) terminou sem grandes avanços em torno de um acordo climático global, porém:• deixou abertos os caminhos de negociação e ainda conseguiu evoluir em temas de importância para os países em desenvolvimento, como a discussão sobre um mecanismo de Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação (REDD).• Reconheceu a necessidade de limitar o aumento da temperatura global para não subir mais de 2º C.• Financiamento - os países desenvolvidos se comprometeram a fornecer US$ 30 bilhões entre 2010 e 2012 e que tem como objetivo mobilizar US$ 100 bilhões por ano em 2020, ambos os recursos para ações de mitigação e adaptação em países em desenvolvimento.
  29. 29. COP – 16 - MÉXICO• Iniciada em 29 de novembro de 2010, a 16ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças do Clima (COP 16) chegou ao seu último dia, 11 de dezembro, com uma série de acordos fechados.• Um deles foi a criação do Fundo Verde do Clima, para administrar o dinheiro que os países desenvolvidos se comprometeram a contribuir para deter as mudanças climáticas. São previstos US$ 30 bilhões para o período 2010-2012 e mais US$ 100 bilhões anuais a partir de 2020.• Os participantes deixaram para decidir no encontro em Durban (África do Sul), no final de 2011, o futuro do Protocolo de Kyoto, documento que expira em 2012 e obriga 37 países ricos a reduzirem suas emissões de dióxido de carbono (CO2) e outros gases.• Apenas a Bolívia, entre os 194 países presentes na COP 16, foi contra a aprovação dos acordos por considerá-los insuficientes.
  30. 30. 2011- ANO INTERNACIONAL DAS FLORESTAS• Preservar todos os tipos de florestas;
  31. 31. Cima mediterrâneo

×