MULTIVERSIDADE NA ESCOLA

1.118 visualizações

Publicada em

Como configurar um ambiente de investigação-aprendizagem openscience em sua escola. Capacitação teórica e opção de programa prático para educadores e gestores escolares e extraescolares.Programa intensivo de aprendizagem para agentes de educação que desejam configurar novos ambientes inovadores de pesquisa ou investigação em escolas e outras organizações. Programa presencial ofertado pelo LABE=R em São Paulo.

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.118
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
34
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
46
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

MULTIVERSIDADE NA ESCOLA

  1. 1. 1 Como configurar um ambiente de investigação- aprendizagem openscience em sua escola. Inscrições https://www.sympla.com.br/multiversidade-na-escola__19750 Capacitação teórica e opção de programa prático para educadores e gestores escolares e extraescolares. Programa intensivo de aprendizagem para agentes de educação que desejam configurar novos ambientes inovadores de pesquisa ou investigação em escolas e outras organizações
  2. 2. 2 CCAAPPAACCIITTAAÇÇÃÃOO -- PPAARRTTEE TTEEÓÓRRIICCAA Turma 2 - Junho: imersão, sábado (09h00-18h30 com executive-luncheon) no dia 28/06/2014 Preço: 670,00 por participante Inscrições https://www.sympla.com.br/multiversidade-na-escola__19750 PPRROOGGRRAAMMAA PPRRÁÁTTIICCOO Depende da agenda da escola interessada: esta parte é realizada na própria escola, com as pessoas que fizeram a parte teórica e os demais agentes envolvidos (professores, funcionários, gestores, inclusive diretores, alunos e pais). É a cocriação de uma solução local e particular. Preço: a combinar PPRROOGGRRAAMMAA DDEE CCAAPPAACCIITTAAÇÇÃÃOO Módulo 1 (2h) | A APRENDIZAGEM NA SOCIEDADE-EM-REDE 09h00-09h15 - Apresentação do Programa 09h15-10h15 - Exposição dialogada: Redes sociais e sociedade-em-rede
  3. 3. 3 10h15-10h45 - Exposição dialogada: Redes Sociais e Aprendizagem, O que é aprendizagem em rede, Aprendizagem e fenomenologia da interação, Visões cognitivistas, behavioristas, construtivistas, conectivistas e autopoiéticas de aprendizagem, Visões interativistas de aprendizagem 10h45-11h00 - Intervalo para o café 11h00-11h15 - Conversação: Ensino x Aprendizagem Módulo 2 (2h) | SCHOOLING E UNSCHOOLING 11h15-11h45 - Conversação em grupos: Qual o futuro da escola? 11h45-12h15 - Exposição dos grupos 12h15-13h00 - Apresentação de história e cases: Quais as experiências que repetem passado e antecipam futuro sobre escolarização e desescolarização? Escola e Educação Não-Formal Complementar à Escola, Escola, Nova Escola, Escolas Experimentais e Revolucionárias, Experiências Extra-Escolares Participativas, Experiências Não-Escolares virtuais, Experiências Não-Escolares P2P, Livre aprendizagem: aberta, distribuída e interativa, Homeschooling, Communityschooling e Communityunschooling 13h00-14h00 - Intervalo para o almoço-executivo 14h00-14h15 - Conversação: Comunidades de aprendizagem em rede, Redes de livre-aprendizagem, A indissolubilidade da investigação- aprendizagem
  4. 4. 4 Módulo 3 (2h) | OPENSCIENCE 14h15-15h15 - Exposição dialogada: Aprendizagem e Ciência, O que é ciência? ClosedScience e OpenScience 15h15-16h15 - Conversação: Ciência é uma propriedade da escola (academia)? Cientista é apenas quem foi autorizado a fazer ciência por algum tribunal epistemológico (universidade)? Existe apenas um método científico? Existe apenas uma ciência? Escola, Universidade, Multiversidade 16h15-16h30 - Intervalo para o café Módulo 4 (2h) | MULTIVERSIDADE NA ESCOLA 16h30-17h30 - Interação em grupos cocriativos: O que é necessário fazer - e não-fazer - para que pessoas investiguem livremente, interagindo com outras pessoas? Como configurar ambientes favoráveis à livre investigação-aprendizagem? Esses ambientes são espaços físicos, conjuntos de equipamentos, reunião de conhecimentos ou são as redes de pessoas envolvidas? É possível configurar tais ambientes dentro de uma escola ou de outra organização hierárquica? Quais as principais oposições e restrições que são (ou serão) encontradas? Quais são os benefícios de criar ambientes favoráveis à livre investigação- aprendizagem? Ou: por que vale a pena para a organização (escola ou qualquer outra) fazer tal esforço? Como avaliar uma investigação livre? Como avaliar se um programa desse tipo está funcionando bem?
  5. 5. 5 17h30-18h15 - Exposição dos grupos e conversação 18h15-18h30 - Conclusões e continuidade. Inscrições https://www.sympla.com.br/multiversidade-na-escola__19750 LLEEIITTUURRAASS IINNDDIISSPPEENNSSÁÁVVEEIISS 1 - Ivan Illich (1970): Sociedade sem escolas [Desescolarizando a sociedade] http://goo.gl/H9kzpg 2 - Humberto Maturana (s./d.): Aprendizaje o deriva ontogénica http://pt.slideshare.net/augustodefranco/aprendizaje-o-deriva-ontognica 3 - George Siemens (2008): Uma breve história da aprendizagem em rede http://goo.gl/L5eC61 4 - Augusto de Franco (2011): É o social, estúpido! http://pt.slideshare.net/augustodefranco/o-social-estpido 5 - Augusto de Franco (2011): Série Fluzz 4 | Não-Escolas: a livre aprendizagem na sociedade em rede http://pt.slideshare.net/augustodefranco/srie-fluzz-volume-4-noescolas
  6. 6. 6 6 - Augusto de Franco & Nilton Lessa (2012): Multiversidade: da Universidade dos anos 1000 à Multiversidade nos anos 2000 http://pt.slideshare.net/augustodefranco/multiversidade-14430153 7 - Augusto de Franco (2013): OpenScience: roteiro para uma investigação aberta http://pt.slideshare.net/augustodefranco/franco-augusto-2014-roteiro- para-uma-investigao-aberta-sobre-open-science LLEEIITTUURRAASS IIMMPPOORRTTAANNTTEESS 1 - George Siemens (2004): Conectivismo: uma teoría da aprendizaje para la era digital http://pt.slideshare.net/augustodefranco/uma-breve-historia-da- aprendizagem-em-rede?from=embed 2 - George Siemens (2006): Conociendo el conocimiento http://www.slideshare.net/augustodefranco/conociendo-el-conocimiento 3 - Stephen Downes (2001-2012): Oito eBooks sobre conectivismo http://escoladeredes.net/group/bibliotecadoconectivismo/page/ebooks- de-stephen-downes 4 - George Siemens, Stephen Downes et al. Textos sobre conectivismo http://escoladeredes.net/group/bibliotecadoconectivismo
  7. 7. 7 5 - Augusto de Franco (2010): AEL (Arranjos Educativos Locais) http://pt.slideshare.net/augustodefranco/ael 6 - Augusto de Franco et al. (2014): Uma visão interativista da aprendizagem (material exclusivo para os inscritos) VVÍÍDDEEOOSS IINNDDIISSPPEENNSSÁÁVVEEIISS 1) TED do Ken Robinson - How schools kill creativity (legendas em português) Sir Ken Robinson propõe de uma forma interessante e profunda a criação de um sistema educativo que acarinhe (em vez de minar) a criatividade. http://www.ted.com/talks/ken_robinson_says_schools_kill_creativity?lan guage=pt 2) Isaac Asimov prevendo o impacto da Internet: Entrevista gravada em 1988 por Bill Moyers no programa de TV World of Ideas. Asimov prevê entre outras coisas as redes sociais e aplicações como a Wikipedia, Yahoo Answers etc. http://youtu.be/CI5NKP1y6Ng 3) Augusto de Franco - Aprendizagem e Sociedade em Rede: "Se houvesse um indicador para medir a 'quantidade' de aprendizagem que hoje o mundo tem, ela seria incomparável com tudo que nós já tivemos no passado..." - Diálogos sobre a Educação, com Maurício Curi, ep. 149, Educartis.com - 29
  8. 8. 8 http://youtu.be/V_erYB4GqBM 4) Sugata Mitra mostra como as crianças ensinam a si mesmas - Kids can teach themselves (legendado em português) Palestrando na LIFT 2007, Sugata Mitra fala sobre seu projeto Buraco na Parede. Jovens crianças nesse projeto descobriram sozinhos como usar um PC — e depois ensinaram a outras crianças. Ele pergunta: o que mais as crianças podem se ensinar? http://www.ted.com/talks/sugata_mitra_shows_how_kids_teach_themse lves?language=pt-br VVÍÍDDEEOOSS IIMMPPOORRTTAANNTTEESS 1) Diálogos Augusto de Franco: Conectivismo, Interacionismo, Aprendizagem "É possível fazer algo em rede usando papel, cavaleiro e cavalo, porque é o padrão de organização, não é a tecnologia..." - Diálogos sobre a Educação, com Maurício Curi, ep. 149, Educartis.com - 29 Ago/2013. http://youtu.be/8-4qhaUrhx0 2) A Educação Proibida - La Educación PROHIBIDA (legendado em português). "A escola já completou mais de 200 anos de existência e ainda é considerada a principal forma de acesso à educação. Hoje, os conceitos de escola e de educação são amplamente discutidos em fóruns acadêmicos, políticas públicas, instituições de ensino, meios de comunicação e espaços da sociedade civil. Desde sua origem, o sistema
  9. 9. 9 escolar tem sido caracterizado por estruturas e práticas que hoje são consideradas completamente obsoletas e ultrapassadas. Dizemos que não acompanham as necessidades do século XXI. Sua principal falha está em um projeto que não leva em consideração a natureza da aprendizagem, a liberdade de escolha ou a importância do amor e relações humanas no desenvolvimento individual e coletivo..." http://youtu.be/-t60Gc00Bt8 3) Escolarizando o Mundo - Schooling the World (legendado em português). "O filme examina o pressuposto escondido da superioridade cultural por trás dos projetos de ajuda educacionais, que, no discurso, procuram ajudar crianças a "escapar" para uma vida 'melhor'. Aponta a falha da educação institucional em cumprir a promessa de retirar as pessoas da pobreza -- tanto nos Estados Unidos quanto no chamado mundo 'em desenvolvimento'..." http://youtu.be/6t_HN95-Urs 4) Capitão Menino (2012): https://www.youtube.com/watch?v=-VdGlZMawn8 5) Logan LaPlante: "Hackschooling makes me happy" (versão legendada em português) http://www.youtube.com/watch?v=rMHXGP8I0XE

×