Oficina de Matemática

3.330 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.330
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
43
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Oficina de Matemática

  1. 1. Prefeitura Municipal de Rio das Flôres Secretaria Municipal de Educação Departamento de Assistência Pedagógica Assessora: Suzana Silva Santos Um bom professor, um bom começoA base de toda conquista é o professorA fonte de sabedoria, o professorEm cada descoberta, cada invençãoTodo bom começo tem um bom professorNo trilho de uma ferrovia(um bom professor)No bisturi da cirurgia(um bom professor)No tijolo, na olaria, no arranque do motorTudo que se cria tem um bom professorNo sonho que se realiza(um bom professor)Cada nova ideia tem um professorO que se aprende, o que se ensina(um professor)Uma lição de vida, uma lição de amorNa nota de uma partitura, no projeto de arquiteturaEm toda teoria, tudo que se iniciaTodo bom começo tem um bom professorTem um bom professor Eu acredito nisso... Eu acredito em você, professor!! Um abraço forte e mãos à obra!! Suzana
  2. 2. Prefeitura Municipal de Rio das Flôres Secretaria Municipal de Educação Departamento de Assistência Pedagógica Assessora: Suzana Silva Santos CONTANDO DE 10 EM 101ª ETAPAOrganize a turma em duplas e proponha que todas resolvam o seguinte problema:“Calcule quantos reais cada criança possui e anote ao lado do nome de cada uma”. Vitor – três notas de 10 reais:_____________________ Adriele – sete notas de 10 reais:___________________ Gabriele – cinco notas de 10 reais:__________________ Yuri – duas notas de 10 reais:______________________ Letícia – oito notas de 10 reais:_____________________ Evely – quatro notas de 10 reais:___________________ Vinícius – seis notas de 10 reais:_______________________ Rafael – nove notas de 10 reais:____________________2ª ETAPAUtilização do dado, as crianças lançam o dado e registram o resultado, cada ponto do dado vale10. Quando saem 4 pontos, o que vocês marcam? Registre no quadro 4 e 40. Eles são iguais? Se não? Qual a diferença? Fazer a representação através de desenho e concretamente. Eles representam a mesma quantidade? O que representa o algarismo 4 no 40?3ª ETAPA“Uma loja de artigos esportivos aumentou todos os seus preços em 10 reais. Veja a lista dospreços antigos e coloque ao lado os novos preços”. PRODUTO PREÇO ANTIGO PREÇO NOVOBola de futebol 62Chuteira de futebol de salão 35Camisa oficial 84Meião 15Óculos de natação 23Calção de futebol 42Caneleira 21Chuteira de fut. de campo 73Bola de basquete 53Luva de goleiro 27AVALIAÇÃORetome com as crianças a conclusões a que eles chegaram a etapa anterior e proponha outroproblema: “Paulo estava lendo um artigo na página 25 do jornal. Quando chegou ao final dapágina, encontrou uma nota que dizia: Continua na página 35. Quantas páginas Paulo teve depular para chagar à continuação? Como você descobriu isso? Quantos outros números vocêpoderia colocar no problema sem mudar a quantidade de páginas que Paulo teve de pular?
  3. 3. A última pergunta distingue esta atividade das anteriores: agora as crianças precisam produzirpares de números cuja diferença seja 10. Prefeitura Municipal de Rio das Flôres Secretaria Municipal de Educação Departamento de Assistência Pedagógica Assessora: Suzana Silva Santos DIVISÕES EQUITATIVAS E NÃO EQUITATIVAS1ª ETAPAProponha o seguinte problema para ser resolvido individualmente: “Maria ganhou um buquê de12 flores e colocou-as em dois vasos. Quantas flores ela colocou em cada vaso?”Entregue uma folha para cada criança faze registros e resolver o problema. Em seguida, diga quecompartilhem os resultados.Discutir os resultados. A Discussão deve mostrar que não há necessidade de se colocar o mesmonúmero de flores, já que não foi solicitado que se faça a divisão equitativa. A finalidade dessetrabalho é que diante das propostas as crianças analisem se há ou não uma restrição de divisãoequitativa.2ª ETAPAAinda com a finalidade de promover reflexões sobre divisões equitativas e não equitativas,proponha um novo problema; “Maria ganhou um buquê com 12 flores e quer colocar três floresem cada vaso. Quantos vasos Maria precisará?3ª ETAPAProponha outras propostas: “Tenho 45 reais e gasto 5 reais por dia com transporte. Para quantosdias o meu dinheiro será suficiente?”AVALIAÇÃOFaça a tabulação das estratégias usadas na resolução dos problemas observando os avanços dosestudantes e verifique quais passaram a utilizar procedimentos numéricos.
  4. 4. Prefeitura Municipal de Rio das Flôres Secretaria Municipal de Educação Departamento de Assistência Pedagógica Assessora: Suzana Silva Santos VALOR POSICIONAL E DECOMPOSIÇÃO1ª etapaUm caixa eletrônico entrega notas de 1 real, 10 reais e 100 reais quando os clientes fazem umsaque. O caixa sempre entrega a menor quantidade possível de notas. Complete o seguintequadro para saber quantas cédulas de cada tipo o caixa entregou em cada um dos casos:Valor solicitado Notas de R$ 100,00 Notas de R$ 10,00 Notas de R$ 1,00R$ 398,00R$ 204,00R4 360,00Depois que o quadro tiver sido preenchido, analise com os alunos as respostas dadas. Eles repararque os algarismos usados são os mesmos que compõem os valores (3, 9 e 8 por exemplo). Umasegunda questão para discutir com as crianças é como interpretar a informação que uma escritanumérica oferece. Exemplo: 398 é 3 x 100 + 9 x 10 + 8.2ª etapaPeça que os estudantes resolvam um problema envolvendo números maiores, como o exemplo aseguir: o caixa eletrônico entrega de 1 real, 10 reais e 100 reais quando os clientes fazem umsaque, sempre entrega a menor quantidade possível de notas. Completem o seguinte quadro parasaber quantas cédulas de cada tipo o caixa entregou em cada um dos casos:Valor solicitado Notas de R$ 100,00 Notas de R$ 10,00 Notas de R$ 1,00R$ 1 538,00R$ 3 207,00R$ 7 203,00R$ 2 730,00R$ 3 270,00No problema 1, as crianças puderam discutir que em nosso sistema de numeração, o valor dasdezenas representa 10 unidades e as centenas, 100 unidades. Com base no problema 2, elas vãocolocar em jogo as relações entre as diferentes posições: 1 de 1.000 é igual a 10 de 100; 1 de 100equivale a 10 de 10, e assim por diante.Flexibilização para deficiência intelectualProponha novos desafios de acordo com as conquistas de cada grupo.3ª etapaO terceiro problema desta sequência retoma as relações analisadas no problema 2 e as estendeao restringir o uso de notas, obrigando os alunos a explorar outras possibilidades dedecomposição. Veja o exemplo:a) Um caixa eletrônico só entrega notas de R$1 e de R$100, porque acabaram as notas de R$10. Ocaixa sempre entrega a menor quantidade de notas possível. Como poderia pagar as seguintesquantidades?
  5. 5. R$ 3.241 - R$ 8.097 - R$ 1.045b) Agora, o caixa só tem notas de R$1 e de R$10. Ele sempre entrega a menor quantidade denotas possível. Como poderia pagar as seguintes quantidades?R$ 1.475 - R$ 30.038 - R$ 42.125Na prática, é possível que as crianças descubram que, nos três casos, os dois algarismos daesquerda indicam quantas notas de R$100 são necessárias para obter a quantidade desejada e osdois da direita, quantas de R$1. A relação entre essas propriedades e a multiplicação (dizer que 32de 100 é equivalente a dizer 32x100=3.200) não é evidente para muitos alunos. Aprendendo aexpressar em um cálculo a decomposição do dinheiro, o aluno poderá aprender esse conteúdo.Observação: para que cada problema ofereça elementos para abordar a questão seguinte, oprofessor deve explicitar as relações em jogo dentro de cada um deles.AvaliaçãoNeste problema, os alunos podem analisar que existem diferentes decomposições possíveis paraum mesmo número, nos problemas anteriores há apenas uma decomposição para cada número.O desenvolvimento desta atividade retoma as relações estabelecidas na atividade anterior e asaprofunda.Circule qual ou quais das opções que aparecem para cada número são corretas.Proposta adaptada do documento Plan Plurianual para el Mejoramiento de la Enseñanza - Cálculo Mentalcon Números Naturales
  6. 6. 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9.10. 11. 12. 13. 14. 15. 16. 17. 18. 19.20. 21. 22. 23. 24. 25. 26. 27. 28. 29.30. 31. 32. 33. 34. 35. 36. 37. 38. 39.40. 41. 42. 43. 44. 45. 46. 47. 48. 49.50. 51. 52. 53. 54. 55. 56. 57. 58. 59.60. 61. 62. 63. 64. 65. 66. 67. 68. 69.70. 71. 72. 73. 74. 75. 76. 77. 78. 79.80. 81. 82. 83. 84. 85. 86. 87. 88. 89.90. 91. 92. 93. 94. 95. 96. 97. 98. 99.
  7. 7. Contato: e-mail: suzanasantosrf@yahoo.com.brObrigada pela participação.Um grande abraço!Suzana

×