C O N M A R F E L - B R A S I L , L T D A
I n v e s t im e n t o e m H o r iz o n t e , C e a r á
Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico – CEDE
M.D. Presidente do Conselho
Fortaleza - CE
Senhor presidente,
CONMAR...
Demonstração da pontuação
Critério Discriminação Pontuação
P1. Geração de empregos 100 a 199 15
P2. Custo transação 51 a 6...
Nome Empresarial: Conmarfel, Brasil, Ltda
Nome de Fantasia: CONMARFEL. Technology, Productivity & Confort
Endereço: Distri...
Capital Social
Capital a registrar e a integralizar: R$ 3.675.000,00
Linha de Produção
1. Janelas e portas em alumínio, co...
1. Com as recentes homologações e regulamentações da Legislação
Brasileira,
sobre “Eficiência e certificação energética do...
2. A Conmarfel industria, vem, ao longo dos últimos 25 anos, desenvolvendo e
aplicando tecnologias, na Europa, sobretudo e...
4. Quando a tecnologia das esquadrias em vidro duplo, com vácuo,
desenvolvida pela universidade alemã de Frankfurt, começo...
5. A Conmarfel vai instalar na sua fábrica de Horizonte a tecnologia de ponta,
consubstanciada nos melhores e mais produti...
6. Muito embora o possa fazer, em casos especiais, os objetivos da Conmarfel,
não são o de aplicar os materiais em obra, m...
7. As casas fabricadas pela Conmarfel, que vão desde o popular ao
luxo, são fornecidas em Kits às construtoras que, por su...
CONCLUSÃO: A Conmarfel vem aportar ao mercado, tecnologia,
economia, conforto, modernidade, envolvendo nestes objetivos os...
2.1. Terrenos e modificações
Área do Terreno
30.000 M2
Área para expansão Área Total
30.000M2
Àrea edificada Inicial
5.000...
2.4. Matéria Prima – Consumo mensal
Esgoto Tratamento Previsto
10
10
Volume
Inicial
Final
Unidade
M3/dia
O aumento de cons...
2.5. Combustível utilizado no processo produtivo (mensal)
Tipo
Diesel
Quantidade
2.000
Unidade
Litros
Origem
CE
Transporte...
2.7. Fontes de financiamento - Investimento
Fontes de Recursos Fase Inicial Fase de
expansão
Total R$
Próprios 3.675.000,0...
2.8. Projeção de faturamento anual em velocidade de cruzeiro (3° ano)
R$ 158.400.000,00 – Cento e cinquenta e oito milhões...
2.9. Prospeção do mercado
Empresa Visitada Nome Telefone
Guramiranga Imóveis José Valdo 85-3321.1480
Total Imóveis Menezes...
2.9. Prospeção do mercado
A a c e ita ç ã o d a s e s q u a d r ia s fo i a b s o lu ta m e n te e n tu s iá s tic a . T o...
P R A N C H A E M B E T Ã O L E V E , T E R M O A C Ú S T IC A
P A R A P A R E D E S E X T E R IO R E S E IN T E R I O R E...
C O N M A R F E L - J a n e la s e p o r t a d a s c o m c o r t e t é r m ic o e a c ú s t ic o
A s ja n e la s e p o r t...
7 - C o m b in a ç õ e s .
A s ja n e la s e p o r t a d a s p o d e m c o m b in a r m ó d u lo s f ix o s c o m m ó d u ...
C A S A S T E R M O . A C Ú S T IC A S – S U P E R L U X O A S U P E R P R E Ç O .
S U P E R Q U A L ID A D E
P a re d e s...
S U P E R P R E Ç O
P r e ç o à s a íd a d a fá b r ic a :
C a s a s d e u m s ó p is o : E n tre R $ 8 5 0 ,0 0 e 9 5 0 ,...
Apresentação.
Apresentação.
Apresentação.
Apresentação.
Apresentação.
Apresentação.
Apresentação.
Apresentação.
Apresentação.
Apresentação.
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação.

488 visualizações

Publicada em

Publicada em: Vendas
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
488
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação.

  1. 1. C O N M A R F E L - B R A S I L , L T D A I n v e s t im e n t o e m H o r iz o n t e , C e a r á
  2. 2. Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico – CEDE M.D. Presidente do Conselho Fortaleza - CE Senhor presidente, CONMARFEL, BRASIL LTDA, sociedade em constituição, empresa industrial dedicada a desenvolver e fabricar o seguinte: Fabricação de insumos, termo acústicos para edifícios, a saber: 1. Janelas e portas em alumínio com vidro duplo e corte termo acústico. 2. Painéis termo acústicos em chapa de aço para a construção de moradias e revestimento de fachadas. 3. Painéis termo acústicos em betão leve para paredes exteriores e divisões interiores dos edifícios de grande e pequeno porte. 4. Outras tecnologias e insumos destinados à simplificação, melhoria de conforto, redução de consumo de energia, redução de peso e aumento de velocidade de construção, logo rentabilidade do trabalho na construção de edifícios interessada em implantar uma unidade industrial, no Estado do Ceará, no Município de Horizonte, vem pleitear, junto a esse Conselho na forma da legislação atual os incentivos abaixo relacionados: ITEM Descriminação dos incentivos Assegurado pela: 01 Incentivo Fiscal no âmbito do FDI/PROVIN de 75% do ICMS, devido, a ser concedido pelo Estado pelo prazo de 10 anos, com 03 anos de carência. Estado 02 Diferimento de 100% do ICMS incidente nas operações de importação de insumos, máquinas e equipamentos para compor o ativo fixo da empresa. Estado 03 Qualquer outro incentivo, legalmente contemplado que seja aplicável a este investimento. Estado e autarquias Anexo, fornecemos os dados relativos à implantação do empreendimento para a formalização do competente protocolo de Intenções. Sem outro assunto, colocamo-nos à disposição de V. Srª, para quaisquer esclarecimento esclarecimentos adicionais que se Façam necessários. Atenciosamente, CONMARFEL, BRASIL LTDA.
  3. 3. Demonstração da pontuação Critério Discriminação Pontuação P1. Geração de empregos 100 a 199 15 P2. Custo transação 51 a 60 20 P3. Localização 50 a 100 5 P4. Responsabilidade Social, Cultural e Ambiental A negociar 5 P5. Pesquisa e Desenvolvimento A negociar 5 PE. Setor estratégico para a base de desenvolvimento estadual Descrito abaixo 10 Pontuação total 75 Porcentagem de incentivo do financiamento ICMS 75% Valor do retorno do financiamento ? P4. Responsabilidade Social, Cultural e Ambiental 1. - As matérias-primas e insumos a consumir são: vidro, alumínio, PVC, aço, cimento, poliestireno expandido (isopor). - Todas as matérias-primas, são recicláveis a 100%, mesmo as pequenas limalhas, produzidas pelos cortes, são reenviadas às fundições para novas produções. - A energia é, exclusivamente, elétrica. Não existem combustões. - Não há consumo de água no processo de transformação industrial no que respeita às janelas em alumínio, e sandwiches térmicas em aço. - Na fabricação dos painéis em betão leve, existe a mistura de cimento com granulado de poliestireno expandido, conhecido como isopor, e na Europa pelo nome de esferovite.
  4. 4. Nome Empresarial: Conmarfel, Brasil, Ltda Nome de Fantasia: CONMARFEL. Technology, Productivity & Confort Endereço: Distrito industrial de Horizonte, Horizonte CE, Bairro: Distrito Industrial de Horizonte CEP: 62880-000 Município: Horizonte CE Estado: Ceará Tel. 9855-9800 e 9634-4432 Data da Fundação: Em constituição. Objeto Social: Fabricação de insumos termo acústicos para edifícios. Tipo de sociedade: Empresarial Limitada. Origem: Europa. Portugal Atividade: Em atividade em Portugal, França e Cabo Verde. Em constituição no Brasil 1. Empresa – Informação básica da Empresa V e r n a n e t a tr a v é s d o G o o g le : w w w .c o n m a r f e l. c o m w w w .v id r e ir a id e a ld o f u n d a o .p t w w w . m o d u - la r .c o m . M u ito e m b o r a e m P o r tu g a l e F r a n ç a a e m p r e s a p a r a a lé m d a p r o d u ç ã o in d u s tr ia l, d e s e n v o lv a ta m b é m a a tiv id a d e d e c o n s tr u to r a , n o B r a s il, n o q u e a e s te p r o je to , c o n c e r n e , a e m p r e s a v a i in s ta la r a p e n a s a s u a v e r te n te in d u s tr ia l.
  5. 5. Capital Social Capital a registrar e a integralizar: R$ 3.675.000,00 Linha de Produção 1. Janelas e portas em alumínio, com vidro duplo e corte termo acústico 2. Painéis Termo acústicos em chapa de aço, para a construção de moradias e revestimento de fachadas. 3. Painéis termo acústicos, em betão leve, para paredes exteriores e divisões interiores dos edifícios de grande e pequeno porte. 4. Outras tecnologias e insumos destinados à simplificação, melhoria de conforto, redução de consumo de energia, redução de peso e aumento da velocidade de construção, logo rentabilidade do trabalho, na construção de edifícios Diretoria Nome CPF Cargo Mandato Ana Régia Campos Oliveira. 31614914320 brasileira Administradora. Indeterminado. Mário Fernando Caetano Reis 705.911.821-73 Português Sócio.administrador. Indeterminado Aires Martins dos Santos 705.911.891-86 português Sócio administrador indeterminado Sr…(a indicar) XX ( a indicar) Sócio administrador indeterminado
  6. 6. 1. Com as recentes homologações e regulamentações da Legislação Brasileira, sobre “Eficiência e certificação energética dos edifícios” e “Redução da poluição sonora 40 decibéis”, a tecnologia construtiva tradicional usada até agora no Brasil, dificilmente, ou, impossivelmente, conseguirá atingir tais objetivos legais. Mas, não menos importante que o aspeto legal, o ruido exterior, entra quase livremente dentro dos edifícios, provocando uma sonoridade, muito incomodativa e com efeitos maléficos no equilíbrio psico/nervoso, social e profissional dos seus usuários. 2.0. Projeto Descrição e objetivos. Experiência tecnológica na Europa.
  7. 7. 2. A Conmarfel industria, vem, ao longo dos últimos 25 anos, desenvolvendo e aplicando tecnologias, na Europa, sobretudo em Portugal e França, que objetivam a redução do ruido exterior até 100% e a redução no consumo de energia até 80%, principalmente em edifícios equipados com climatizações mecânicas, vulgo, ar condicionado. 3. A Conmarfel produz ainda os insumos térmicos modulares que, aplicados aos edifícios, reduzem o seu peso de carga, em cerca de 30% e aumentam a produtividade, em mais de 300%, pela velocidade de aplicação. 2.0. Projeto Descrição e objetivos. Experiência tecnológica na Europa.
  8. 8. 4. Quando a tecnologia das esquadrias em vidro duplo, com vácuo, desenvolvida pela universidade alemã de Frankfurt, começou a ser aplicada na Europa, 25 anos atrás, muitos edifícios em fase de conclusão tiveram que substituir as suas esquadrias, porque, o cliente exigia o vidro duplo com caixa de vácuo. Este impôs-se rapidamente no mercado, não por imposição legal, mas por exigência dos clientes. Hoje, praticamente todos os edifícios na Europa, já substituíram as esquadrias tradicionais, pelas, em vidro duplo, mesmo nos edifícios antigos. Hoje, sobretudo nos países do Norte, já estamos aplicando vidro triplo e mesmo vidro triplo com caixa de gás, que atinge reduções energéticas superiores a 80% e sonoras a 100%. Muito embora na primeira fase, não cheguemos a esta performance, porque as condições climatéricas do Brasil em geral e do Nordeste em especial, o não justificam, estaremos todavia equipados para satisfazer esta demanda, em casos especiais ou em regiões do Mercosul que o justifiquem. 2.0. Projeto Descrição e objetivos. Experiência tecnológica na Europa.
  9. 9. 5. A Conmarfel vai instalar na sua fábrica de Horizonte a tecnologia de ponta, consubstanciada nos melhores e mais produtivos equipamentos, na aplicação maciça do seu Know-how e na formação profissional dos seus colaboradores e dos colaboradores dos seus clientes. 2.0. Projeto Descrição e objetivos. Experiência tecnológica na Europa.
  10. 10. 6. Muito embora o possa fazer, em casos especiais, os objetivos da Conmarfel, não são o de aplicar os materiais em obra, mas sim, atuar como indústria de base, ou seja, produzir a tecnologia, disponibilizar o Know-how e abastecer os atuais agentes do mercado, com novas tecnologias. Deste modo, a Conmarfel não vem para o mercado para concorrênciar com as empresas já existentes, mas sim, aportar tecnologia que permita às mesmas continuarem o seu trabalho em moldes mais eficientes e velozes. Uma vez que, com esta estratégia, as empresas atuais vão receber não somente produtos, como também suporte técnico, irá haver uma revolução generalizada da tenologia e um aumento de produtividade que será visível a médio prazo no Ceará e em todo o Nordeste, mercado alvo da fábrica do Ceará. De igual modo, com base nesta unidade, iremos extravasando para outras regiões económicas do Brasil e para o Mercosul. Como exemplo, neste momento, a Conmarfel Europa, está a concluir um tratado com o Governo do Suriname para instalação de 2.000 casas naquele país. Uma das possibilidades a estudar, é que as mesmas venham a ser já fabricadas na fábrica de Horizonte. 2.0. Projeto Descrição e objetivos. Experiência tecnológica na Europa.
  11. 11. 7. As casas fabricadas pela Conmarfel, que vão desde o popular ao luxo, são fornecidas em Kits às construtoras que, por sua vez, procedem à sua montagem em obra. Uma casa é montada e completamente concluída, por uma equipa de 3 ou 4 pessoas em menos de uma semana. A Conmarfel aportará a cada empresa a “expertise” para a implantação. Ou seja, o mercado continua a funcionar, sem turbulências, ao mesmo tempo que se moderniza e, aumenta a produtividade. Não menos importante são os insumos para as grandes obras em altura, que como já dissemos, aumentam a velocidade de execução em mais de 300% e aportam, redução do ruido externo e interno, economia energética e, tornam os edifícios mais leves e mais funcionais. 2.0. Projeto Descrição e objetivos. Experiência tecnológica na Europa.
  12. 12. CONCLUSÃO: A Conmarfel vem aportar ao mercado, tecnologia, economia, conforto, modernidade, envolvendo nestes objetivos os parceiros já instados no mercado, o que permitirá uma divulgação rápida e generalizada destes propósitos. A Conmarfel não se assume como um concorrente de ninguém. Outrossim, como um parceiro de desenvolvimento generalizado. TRATA-SE POR ISSO DE UM INDUSTRIA TECNOLÓGICA DE BASE, com 25 anos de experiência na Europa. Vimos para participar no desenvolvimento económico do Brasil integrando-nos em cooperação com as autoridades locais, nas estratégias de desenvolvimento e aporte social, nomeadamente formação tecnológica. 2.0. Projeto Descrição e objetivos. Experiência tecnológica na Europa.
  13. 13. 2.1. Terrenos e modificações Área do Terreno 30.000 M2 Área para expansão Área Total 30.000M2 Àrea edificada Inicial 5.000M2 Já existente 15.000 M2 A Construir em 2 anos 20.000 M2 Localização: Município de Horizonte CE. 2.2. Consumo de Energia Elétrica Energia Elétrica Potência Instalada: 100 Fase Inicial: 100 Fase Final: 200 Unidade KVA 2.3. Consumo de água e esgoto Água Tipo Tratada Bruta Consumo Inicial 10M3 Consumo Final 150M3 Unidad e M3/dia Já existe captação própria de água. Toda a água usada no projeto será de captação interna e recolhida das chuvas. As águas industriais são usadas sem tratamento. As águas de consumo humano, serão tratadas por sistemas próprios. Não existe consumo de águas tratadas pelo Município ou Cª pública de águas
  14. 14. 2.4. Matéria Prima – Consumo mensal Esgoto Tratamento Previsto 10 10 Volume Inicial Final Unidade M3/dia O aumento de consumo resulta da entrada em funcionamento do equipamento de construção das paredes modulares em betão leve. (Cimento + Isopor). Todavia a tecnologia usada faz a mistura de água, na quantidade exata. Não existe desperdício ou encaminhamento de águas para fora do sistema produtivo. Por isso o tratamento inicial e final é igual, ou seja, correspondente ao consumo doméstico humano, que será encaminhado para fossas próprias. Se, mais tarde se vier a justificar, o que se não prevê, será construída uma ETAR próprio. Especificação Quant. Unid. Origem Transporte Preço R$ Barra alumínio 60,00 T. CE Rodoviário 800.000,00 Vidro 120,00 T CE Rodoviário 500.000,00 Pranchas térmicas em aço 60,00 T Europa ou SP Marítimo 1.200.000,00 Borracha PVC 1,20 T Europa ou SP Marítimo 10.000,00 Polist.Expand.Isopor 5,00 T CE ou SP Marítimo 10.000,00 Cimento 50,00 T CE Rodoviário 1.500,00 Acessórios janelas 0,5 T Europa Marítimo 150.000,00 Prancha alta densid. 20,00 T China Marítimo 200.000,00 Total 2.871.500,00
  15. 15. 2.5. Combustível utilizado no processo produtivo (mensal) Tipo Diesel Quantidade 2.000 Unidade Litros Origem CE Transporte Rodoviário 2.6. Pessoal Áreas Fase Inicial Fase expensão-24 meses Total Administração 4 4 Comercial 2 10 12 Administrativo 2 4 6 Técnico 2 8 10 Produção 40 40 80 TOTAL 50 62 112
  16. 16. 2.7. Fontes de financiamento - Investimento Fontes de Recursos Fase Inicial Fase de expansão Total R$ Próprios 3.675.000,00 3.675.000,00 A captar 8.575.000,00 5.000.000,00 13.575.000,00 Liberação de recursos da fase Inicial 6.000.000,00 6.000.000,00 Financiamentos 8.575.000,00 5.000.000,00 13.575.000,00 A-BND (FNE-Industria) ? ? Total 12.250.000,00 23.250.000,00 Uso dos Recursos: Construção Civil. Galpões 4.000.000,00 9.000.000,00 13.000.000,00 Máquinas e equipamentos 5.500.000,00 1.500.000,00 7.000.000,00 Viaturas 750.000,00 750.000,00 Stock Matérias-primas 1.500.000,00 1.500.000,00 Instalação e giro 500.000,00 500.000,00 1.000.000,00 Total dos usos 12.250.000,00 11.000.000,00 23.250.000,00 A e m p r e s a v a i im p la n ta r a s u a a tiv id a d e e m 3 fa s e s , a o lo n g o d e 2 4 m e s e s : 1 ª fa s e . P r o d u ç ã o d e ja n e la s te r m o a c ú s tic a s 2 ª fa s e . P r o d u ç ã o d e p r a n c h a s e in s u m o s p a r a c a s a s te r m o a c ú s tic a s d e lu x o 3 ª fa s e . P r o d u ç ã o d e p r a n c h a s e m b e tã o le v e , te r m o a c ú s tic o p a r a fe c h o e d iv is ã o d e g r a n d e s e d ifíc io s , e m o r a d ia s p o p u la r e s .
  17. 17. 2.8. Projeção de faturamento anual em velocidade de cruzeiro (3° ano) R$ 158.400.000,00 – Cento e cinquenta e oito milhões e quatrocentos mil de reais = R$ 13.200.000,00/mês A capacidade instalada da empresa com o investimento referido é o seguinte: Insumos para até 288.000 janelas/ano x R$ 600,00 Insumos para até 480 casas prefabricadas de luxo/ano,200m2.5 suites x R$ 200.000,00 Insumos para 480.000 pranchas de fecho e divisão de edifícios e casas populares/ano x R$ 100,00. Para efeitos de faturação considerámos 50%: Insumos para 144.000 janelas Insumos para 240 casas de luxo Insumos, pranchas termo acústicas, para fecho e divisão de grandes edifícios e casas populares 240.000.
  18. 18. 2.9. Prospeção do mercado Empresa Visitada Nome Telefone Guramiranga Imóveis José Valdo 85-3321.1480 Total Imóveis Menezes 85-8747.4708 Paroma Paulo Guimarães e Expedito Fernandes 85-8874.1188 Scopa Clarissa Magalhães e Wesson Nóbrega 85-8874.0033 85-3091.6174 Mota Machado João Batista do Carmo 85-3208.1111 Construções SAD António Cardoso Linhares 85-3264.9356 Farias Imóveis Francisco Farias 85-9684.1020 Americano Imóveis José Americano de Brito 85-9164.9947 Diagonal Carlos Fiuza 85-4006.1400 Marte Construtora Etevaldo Nogueira Filho 85-3133.0003 CMM-Engenharia Júnior Nery e Raimundo Costa 85-3266.1100 J. Simões Engenharia José Simões Filho 85-3133.4050 C. Rolin Engenharia Edilson Estevam 85-3455.8015 Engexata Dr. Enrico Coopercon Yves Mourão e Patricia Oliveira 85-3433.2273 85-3433.2272
  19. 19. 2.9. Prospeção do mercado A a c e ita ç ã o d a s e s q u a d r ia s fo i a b s o lu ta m e n te e n tu s iá s tic a . T o d a s a s e m p r e s a s e m e x c e ç ã o p e d ir a m c o ta ç õ e s p a r a a s o b r a s fu tu r a s . V á r io s c o n d o m ín io s e s tã o p e d id o c o ta ç ã o p a r a s u b s titu iç ã o d a s ja n e la s . D e ig u a l m o d o , o p r im e ir o h o te l a s u b s titu ir a s e s q u a d r ia s s e r á o H o te l V e la M a r . Q u a n d o o p r im e ir o s u b s titu ir , to d o s o s o u tr o s v ã o s e r “ o b r ig a d o s ” a s e g u ir e s s e c a m in h o , p e la e c o n o m ia d e e n e r g ia e p e lo c o n fo r to a p o r ta d o a o s c lie n te s q u e o p a s s a r ã o a e x ig ir . F o i a s s im n a E u r o p a , n ã o v e m o s r a z ã o p a r a q u e n ã o s e ja a s s im n o B r a s il. A té p o r q u e a n o v a le i d o r u íd o a is s o o b r ig a . N o q u e à s c a s a s , c o n c e r n e , já a p r o v á m o s u m m o d e lo p a r a a u r b a n iz a ç ã o d a P a r o m a e m M o d u b im . V e r n a s p la n ta s e d e s e n h o s d a s c a s a s , a n e x o s . E s ta m o s a fa z e r o c o n tr a to . M a s to d a s a s u r b a n iz a ç õ e s v is ita d a s m o s tr a r a m a m a io r a c e ita ç ã o . C a s o d a F a tto r e d o S r . M o r a ta , e m E u s é b io . D e ig u a l m o d o , a p r e fe itu r a d e G u a r a m ir a n g a , a tr a v é s d o S r . J o s é V a le , in fo r m o u d o s e u e n o r m e in te r e s s e n o p r o je to , p o r s e tr a ta r e m d e c a s a s , e c o ló g ic a s , d e s m o n tá v e is , c o n s tr u ív e is p o r d e b a ix o d a s á r v o r e s , q u a s e s e m im p a c to n a n a tu r e z a . P o r d e b a ix o d a p la c a d e a s s e n ta m e n to , e m m u ito s c a s o s , c o n tin u a m a d e s e n v o lv e r - s e a s p la n ta s a u tó c to n e s . A s á g u a s s e r ã o a q u e c id a s , e x c lu s iv a m e n te p o r p a in é is s o la r e s . O S r . C a r d o s o L in h a r e s d a S A D , e n c o m e n d o u u m a c a s a c o m 4 5 0 m 2 p a r a s i p r ó p r io . O n o s s o a r q u ite to , b r a s ile ir o , e s tá d e s e n h a n d o o p r o je to e m c o la b o r a ç ã o c o m a e n g e n h a r ia e a r q u ite tu r a d a fá b r ic a .
  20. 20. P R A N C H A E M B E T Ã O L E V E , T E R M O A C Ú S T IC A P A R A P A R E D E S E X T E R IO R E S E IN T E R I O R E S F A B R IC A Ç Ã O À M E D ID A A T É 2 7 0 X 1 2 0 C M . P O S S IV E L M E D I D A S E S P E C IA IS . E S P E S S U R A : D E 6 a 6 0 C M C O N F O R T O E E C O N O M I A D E E N E R G I A R E D U Ç Ã O D E P E S O N O S E D IF ÍC I O S A P L IC A Ç Ã O , 3 a 5 V E Z E S , M A IS R Á P ID A . É S Ó A P L IC A R E P I N T A R O U R E V E S T IR E L E V A D A D ÍS S IM A R E S IS T Ê N C I A E D U R A B I L I D A D E .
  21. 21. C O N M A R F E L - J a n e la s e p o r t a d a s c o m c o r t e t é r m ic o e a c ú s t ic o A s ja n e la s e p o r ta d a s C o n m a r f e l, a t é a g o r a , fa b r ic a d a s a p e n a s n a E u r o p a , v ã o p a s s a r a s e r fa b r ic a d a s n o B r a s il. A p r e s e n t a m q u a lid a d e s e c a r a c te r í s tic a s e x c e c io n a is , q u e c u m p r e m d e s d e já , to d a a n o v a le g is la ç ã o , b r a s ile ir a , s o b r e p r iv a c id a d e e e c o n o m ia d e e n e r g ia . 1 - C o r t e t é r m ic o O c a lo r é r e f le t id o p e lo v id r o e x te r io r, r e d u z in d o o a q u e c im e n to d o s e s p a ç o s q u e p r o t e g e . A t e c n o lo g ia d e fa b r ic a ç ã o p r o d u z v á c u o n o in t e r io r d o v id r o d u p lo , e lim in a n d o o a r e p o r c o n s e g u in t e , e s t e im p o r t a n t e a g e n t e d e p r o p a g a ç ã o té r m ic a . F u n c io n a t a m b é m n o s e n t id o in v e r s o , o u s e ja , p r o t e g e o s e s p a ç o s in t e r io r e s d a e n t r a d a d e fr io . R e s u lt a d o : A m b ie n t e a g r a d á v e l e r e d u ç ã o d e e n e r g ia a t é 6 0 % . 2 - C o r t e a c ú s t ic o o u s o n o r o Q u e p o d e r e d u z ir o r u id o e x te r io r a té 9 5 % . R e s u lt a d o : T r a n q u ilid a d e , R e la x e q u a lid a d e d e v id a , c o m e f e it o s s u r p r e e n d e n t e s n o b e m e s t a r f ís ic o e m e n t a l d o s s e u s u s u á r io s . 3 - A lt a t e c n o lo g ia A s d u a s c a r a te r ís tic a s , a n te r io r e s , d a m a io r im p o r tâ n c ia h u m a n a e e c o n ó m ic a , p a r a a lé m d o s m a t e r ia is e t e c n o lo g ia s a p lic a d a s , s ó s ã o p o s s í v e is , g r a ç a s à p r e c is ã o r n ilir n é tr ic a d e e n c a ix e d o s d iv e r s o s c o m p o n e n t e s c o m ju n ta s e b a te n te s e m b o r r a c h a a p r o p r ia d a . A s ja n e la s C o n m a r fe l, s ã o s ile n c io s a s , n ã o tr e m e m , n ã o p r o v o c a m r u íd o s m e s m o e m c o n d iç õ e s d e v e n to s fo r te s . A te c n o lo g ia d e a p lic a ç ã o d o v id r o d u p lo é v a r iá v e l e m f u n ç ã o d a s c a r a c t e r í s t ic a s c lim á tic a s d a c id a d e o u E s ta d o , le v a n d o e m c o n s id e r a ç ã o a s r e s p e tiv a s a m p litu d e s té r m ic a s 4 - P r e ç o A S ja n e la s e p o r t a d a s s t a n d a r d d a C o n m a r fe l, r e p r e s e n t a u m a u m e n to d e c u s to m u it o r e d u z id o , r e la t iv a m e n t e à s ja n e la s d e v id r o s im p le s e d e m á q u a lid a d e . P o d e m o s c o n s id e r a r e n t r e 1 0 e 2 0 % e m fu n ç ã o d o m o d e lo e d a q u a n tid a d e . T e n d o u m a h a b it a ç ã o 4 a 8 ja n e la s , ta l d if e r e n c ia l n ã o t e m s ig n ific a d o n o p r e ç o fin a l d e u m a p a r t a m e n to , u n id a d e h o t e le ir a , e d if í c io s a d m in is tr a t iv o s , h o s p it a is , e s c o la s e tc . P e lo c o n t r á r io , o im p a c t o e c o n ó m ic o é p o s it iv o p o r q u e , e s t e d if e r e n c ia l é r e c u p e r a d o , e m p u c o s m e s e s , n a e c o n o m ia d e e n e r g ia e n a p r o d u t iv id a d e d o t r a b a lh o d e s e n v o lv id o e m a m b ie n t e s a u d á v e l. 5 - T ip o s d e ja n e la s T ip o d e J a n e la s e p o r ta d a s d is p o n ív e is " s t a n d a r d " : 1 ª d e c o r r e r. 1 0 % m a is d o q u e u m a ja n e la d e v id r o s im p le s . 2 ª d e a b r i r . 1 0 % m a is q u e u m a ja n e la d e v id r o s im p le s . 3 ª d e a b r ir c o m o s c ilo b a t e n t e , o u s e ja , c o m a b e r tu r a to ta l, o u p a r c ia l, p o r in c lin a ç ã o n o to p o s u p e r io r. C u s t o a d ic io n a l d o O s c ilo b a t e n t e : R $ 1 5 0 , 0 0
  22. 22. 7 - C o m b in a ç õ e s . A s ja n e la s e p o r t a d a s p o d e m c o m b in a r m ó d u lo s f ix o s c o m m ó d u lo s d e a b e r t u r a e f e c h o , p r in c ip a lm e n t e e m e s p a ç o s d e d im e n s õ e s g e n e r o s a s . 8 - O r ç a m e n t o s S ã o d a d o s c a s o a c a s o , e m f u n ç ã o d a s c a r a c t e r í s t ic a s , m o d e lo s e , q u a n t id a d e s . C O N T A T O : o r b is p a r k .b r a s il@ g m a il.c o m
  23. 23. C A S A S T E R M O . A C Ú S T IC A S – S U P E R L U X O A S U P E R P R E Ç O . S U P E R Q U A L ID A D E P a re d e s e c o b e rtu ra e m p ra n c h a té rm ic o -a c ú s t ic a e m a ç o c a rb o n a d o c o m la c a g e m s u p e r re s is te n te . S U P E R B O N IT A , S E M P R E B O N IT A C o m p a re d e s e m a ç o la c a d o , la v á v e l. A o f im d e d e z e n a s d e a n o s , a c a s a , e s ta rá tã o b o n ita , p o r f o ra e p o r d e n tro , c o m o n o d ia d a m o n ta g e m . S U P E R C O N F O R T O A s p a re d e s in te rio re s e s tã o s e m p re f re s c a s , m e s m o e m d ia s d e c a lo r in te n s o s o b re o e x te rio r. C o m re v e s t im e n to , a n ti ru íd o , n o in te rio r d a s p a re d e s . S U P E R A C A B A M E N T O Ja n e la s / p o rta d a s c o m v id ro d u p lo , e q u ip a d a s c o m o s c ilo b a te n te s , p a ra a b e rtu ra to ta l o u s im p le s v e n t ila ç ã o . S U P E R S E G U R A N Ç A P o rta d a s e x te rio re s m e tá lic a s , n a s ja n e la s . P a re d e s , s u p e r re s is te n te s , in d e s tru t ív e is , p o r p ro c e s s o s d e a rro m b a m e n to h u m a n o . S U P E R R A P ID E Z M o n ta g e m c o m p le ta d a c a s a , e m o b ra , c h a v e n a m ã o : U m a s e m a n a . 3 a 4 té c n ic o s . S U P E R E C O L Ó G IC A E F L E X IV E L P o d e s e r d e s m o n ta d a , 2 d ia s , e re m o n ta d a e m o u tro lo c a l, 6 d ia s . P o d e s e r a u m e n ta d a s e o te rre n o o p e rm it ir. N ã o p ro d u z , p ó n e m a c u m u la ç ã o d e m a te ria is d u ra n te a c o n s tru ç ã o e , a ra p id e z d e im p la n ta ç ã o , n ã o in c o m o d a o s vizinhos.
  24. 24. S U P E R P R E Ç O P r e ç o à s a íd a d a fá b r ic a : C a s a s d e u m s ó p is o : E n tre R $ 8 5 0 ,0 0 e 9 5 0 ,0 0 / m 2 . C a s a s d e p is o d u p lo o u d e u m s ó p is o p re p a ra d o p a ra re c e b e r o 2 º P is o : E n tre R $ 1 .0 0 0 e 1 .1 0 0 ,0 0 / m 2 . O s K its à s a íd a d a fá b ric a in c lu e m s is te m a e lé tric o e c a n a liz a ç õ e s , p a ra á g u a s fria s e m to d a s a s to rn e ira s e á g u a s q u e n te s , n a p ia la v a lo u ç a e , n o s c h u v e iro s d e b a n h o . T o rn e ira s m is tu ra d o ra s . O s is te m a f ic a p ro n to p a ra lig a ç ã o a u m p a in e l s o la r ( n ã o in c lu íd o ) d e a q u e c im e n to d e á g u a s . A c a s a f ic a c o m p ré -in s ta la ç ã o p a ra a r c o n d ic io n a d o e m to d a s a s d iv is õ e s : Q u a rto s e s E x c lu íd o s d o p r e ç o : P la c a d e a s s e n ta m e n to d a c a s a . L o u ç a s e re v e s t im e n to s s a n itá rio s M ó v e is e ro u p e iro s , e x c e to a s b a n c a d a s d e c o z in h a e d o s b a n h e iro s q u e v ã o in c lu íd a s . T a x a s m u n ic ip a is , p ro je to s e s p e c ia is e le g a liz a ç ã o . P R O D U Z ID A S N O B R A S IL C O M T E C N O L O G IA E U R O P E IA O R B IS P A R K .B R A S IL @ G M A IL .C O

×