CLIPPING_DISSEMINANDO A INFORMAÇÃO

249 visualizações

Publicada em

Apresenta-se o serviço de clipping como ferramenta de selecionar informação, pois este produto, ao ser finalizado, transforma-se em uma fonte secundária implicando nos processos de seleção, classificação, indexação e recuperação da informação, segundo critérios previamente determinados por um usuário, a partir de suas necessidades de informação.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
249
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

CLIPPING_DISSEMINANDO A INFORMAÇÃO

  1. 1. XIXSemináriodePesquisa–CCSA/UFRN 12 a 16 de maio 2014 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS XIX SEMINÁRIO DE PESQUISA Ana Célida de Souza Cristiane França Bezerra de Melo Edileide da Silva Fernandes Rita de Cássia Almeida Renata Passos Filgueira de Carvalho
  2. 2. XIXSemináriodePesquisa–CCSA/UFRN 12 a 16 de maio 2014  Duas patentes  SAMUEL FAY/EUA – 1867 (anexar etiquetas às roupas e prender papéis)  JOHAN VAALER/NORUEGA – 1899 (patenteado na Alemanha, país de origem não possuía leis de patente)  II Guerra Mundial, invasão nazista na Noruega, proibiu o uso de símbolos nacionais  Os noruegueses usaram o clip na lapela  De ferramenta simples a libelo de resistência de um país, o clip é um pequeno triunfo do design. CLIP – A INVENÇÃO
  3. 3. XIXSemináriodePesquisa–CCSA/UFRN 12 a 16 de maio 2014 Aborda a explosão informacional provocada pelo desenvolvimento de diversas e avançadas tecnologias, principalmente a Internet e documentos digitais, que ocasionou novas formas de difusão do conhecimento. Clipping, por exemplo.
  4. 4. XIXSemináriodePesquisa–CCSA/UFRN 12 a 16 de maio 2014  Colaborar para o entendimento do sistema de clipping  Descrever os modelos adotados e a funcionalidade de Bibliotecas digitais que utilizam este serviço  Estabelecer relações com outros recursos tecnológicos como o Rich Site Summary (RSS) OBJETIVOS
  5. 5. XIXSemináriodePesquisa–CCSA/UFRN 12 a 16 de maio 2014 Trata-se de pesquisa bibliográfica com abordagem qualitativa, através de busca eletrônica do termo clipping, resultando em 22 achados, com a escolha e categorização de três Bibliotecas digitais, que nortearam o desenvolvimento deste trabalho. METODOLOGIA
  6. 6. XIXSemináriodePesquisa–CCSA/UFRN 12 a 16 de maio 2014 A explosão informacional provocada pelo desenvolvimento de diversas e avançadas tecnologias, principalmente a Internet e documentos digitais, ocasionou novas formas de disseminação do conhecimento entre os profissionais bibliotecários especialmente em relação aos processos de filtrar, selecionar e direcionar a informação desejada, a partir da necessidade específica de cada usuário. Para que tais processos ocorram linearmente, torna-se imprescindível a criação de mecanismos que auxiliem no tratamento da informação, ao oferecer serviços de qualidade que atendam e interajam com o usuário.
  7. 7. XIXSemináriodePesquisa–CCSA/UFRN 12 a 16 de maio 2014  Intenciona atualizar os usuários por meio de informações compatíveis e adequadas ao perfil dos mesmos;  Aproxima os pesquisadores das bibliotecas, personaliza e valoriza os serviços, buscando a excelência, confiabilidade e competitividade, fatores essenciais e imperativos na otimização de recursos gerenciais de uma biblioteca. DISSEMINAÇÃO SELETIVA DA INFORMAÇÃO (DSI)
  8. 8. XIXSemináriodePesquisa–CCSA/UFRN 12 a 16 de maio 2014  Recurso tecnológico que permite a notificação automática dos usuários de sites de Internet sobre novos conteúdos na Web, simplificando o tráfego das informações;  Criado em 1999, desenvolvido inicialmente pela Netscape e UserLand, empresas americanas de sistemas para computadores;  No ano 2000, o uso de RSS difundiu-se para as maiores agências de notícias estadunidenses e britânicas como a CNN, Reuters e a BBC. RICH SITE SUMMARY (RSS)
  9. 9. XIXSemináriodePesquisa–CCSA/UFRN 12 a 16 de maio 2014  Pela característica de “alimentar” os usuários de notícias, os documentos RSS também são chamados de feeds;  Tornou-se desnecessário navegar até o site para descobrir quando seria atualizado determinado conteúdo;  Feeds executam este trabalho, selecionam os endereços previamente escolhidos pelo usuário e trazem até a área de trabalho o vídeo, música ou texto desejados. RSS OU FEEDS
  10. 10. XIXSemináriodePesquisa–CCSA/UFRN 12 a 16 de maio 2014  Clipping é uma expressão idiomática da língua inglesa, espécie de gíria que define o processo de selecionar notícias de jornais, revistas, sites e outros meios de comunicação, geralmente impressos, tendo como resultado um apanhado de recortes de assuntos interessantes ao público alvo;  No auge do surgimento da imprensa como se conhece atualmente, o termo clipping era utilizado como referência às notícias de jornais ou clipping de imprensa. CLIPPING → ORIGEM
  11. 11. XIXSemináriodePesquisa–CCSA/UFRN 12 a 16 de maio 2014 Ferramenta de seleção, transforma-se em uma fonte secundária de classificação, indexação e recuperação da informação, segundo critérios previamente determinados por um usuário, a partir de suas necessidades de informação. CLIPPING → SERVIÇO
  12. 12. XIXSemináriodePesquisa–CCSA/UFRN 12 a 16 de maio 2014  A rede de computadores é o meio de comunicação mais diversificado e, provavelmente, o mais procurado pelo usuário de informação;  É possível encontrar sites especializados em qualquer tipo de conteúdo, dos portais de notícias generalizadas a outros extremamente específicos;  Assim, como o usuário escolherá dentre tantas opções aquela que realmente facilitará encontrar a informação?
  13. 13. XIXSemináriodePesquisa–CCSA/UFRN 12 a 16 de maio 2014 Considerada tarefa que exige muita atenção e paciência de quem o desenvolve, o clipping tem sido adotado como ferramenta de disseminação da informação por diversas bibliotecas digitais.
  14. 14. XIXSemináriodePesquisa–CCSA/UFRN 12 a 16 de maio 2014 CENÁRIOS BIBLIOTECA SENAC/SP BIBLIOTECA SENADO FEDERAL BIBLIOTECA UFSCAR/SP
  15. 15. XIXSemináriodePesquisa–CCSA/UFRN 12 a 16 de maio 2014  Em 2011, a Bibliotecária Daniela Pereira de Sousa desenvolveu e implantou um projeto de clipping como ferramenta de DSI destinado, inicialmente, aos alunos de pós-graduação dos cursos de Gerenciamento de Projetos, Gestão Social, Gestão Estratégica de Pessoas, Gestão de Saúde e Marketing;  Foram elaborados treze clippings, com assuntos multidisciplinares direcionados ao público alvo e áreas de interesse;  Durante o processo de implantação do projeto, mostrou-se necessária a padronização de informações e a consequente criação da Política de Implantação do clipping;  O sucesso da implantação do clipping instigou os gestores da Biblioteca SENAC Nove de julho ao estudo de implantação do projeto em todos os cursos de pós- graduação do SENAC em São Paulo;  Em janeiro de 2014, a Biblioteca foi integrada às unidades da Aclimação, Consolação, 24 de Maio, Tiradentes e Lapa. BIBLIOTECA SENAC NOVE DE JULHO
  16. 16. XIXSemináriodePesquisa–CCSA/UFRN 12 a 16 de maio 2014  Desde 1974 seleciona e indexa artigos de jornal;  Antes de implantar o clipping digital, a Biblioteca já fazia o clipping de jornais impressos com artigos selecionados de jornais de grande circulação no país: Jornal do Brasil, Folha de São Paulo, O Estado de São Paulo, O Globo, Valor Econômico, Correio Braziliense, Gazeta Mercantil, contando com 60 mil exemplares de jornais e três milhões de recortes de jornais, jornais, selecionados, incluindo coleções históricas e biográficas sobre a Constituinte, política e políticos brasileiros;  Desde 2004, adotou o clipping digital em Bibliotecas e criou o Banco de notícias digital levando em consideração os diversos tipos de informação jornalística disponíveis na Internet, além de realizar a clipagem eletrônica de alguns jornais, reunindo em um banco de notícias o conteúdo disponível diariamente na Internet; BIBLIOTECA DIGITAL DO SENADO FEDERAL
  17. 17. XIXSemináriodePesquisa–CCSA/UFRN 12 a 16 de maio 2014  O Banco de Notícias digitais já conta com quase 132 mil notícias, que podem ser recuperadas por título, autor, assunto e data;  A Biblioteca Digital foi implantada em maio de 2006 e tem prestado imensurável contribuição à difusão do conhecimento;  As pesquisas contabilizam mais de um milhão e meio de acessos e são feitas anualmente em livros, revistas, artigos, legislação, relatórios, notícias, trabalhos acadêmicos, áudios e vídeos;  Entretanto, o importante acervo da Biblioteca Digital não é composto apenas dos suportes mencionados, disponibilizando diversas obras raras que abordam temas históricos relevantes da Nação, tais como a Abolição da Escravatura e a mudança da capital federal. BIBLIOTECA DIGITAL DO SENADO FEDERAL
  18. 18. XIXSemináriodePesquisa–CCSA/UFRN 12 a 16 de maio 2014  Fundada em 1968, a UFSCar, única Instituição federal de ensino superior localizada no interior do Estado de São Paulo, destaca-se pelo alto nível de qualificação de seu corpo docente: 98,92% são doutores e mestres. Em sua maioria, os professores desenvolvem atividades de ensino, pesquisa e extensão em regime de dedicação exclusiva;  Visando o acesso e a recuperação da informação jornalística pelos usuários internos (discentes de graduação e pós-graduação, docentes, pesquisadores, técnicos administrativos) e usuários externos da Universidade em sistemas automatizados, a gestão, organização e representação de clippings serve como instrumento de preservação da memória da Universidade;  Inicialmente, todo material era armazenado no formato físico por meio de uma base de dados própria e posteriormente disponibilizado no meio eletrônico a partir de 2008. BIBLIOTECA DIGITAL DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS (UFSCAR)
  19. 19. XIXSemináriodePesquisa–CCSA/UFRN 12 a 16 de maio 2014  A disseminação da informação se insere em um conceito mais amplo que é o da gestão de informação;  Redefinir a atividade de produção de clipping não requer apenas uma mudança de nome, mas compreender a sociedade como um organismo que desenvolve rapidamente outros mecanismos de busca do conhecimento;  Os “recortes” de informação têm abrangência praticamente ilimitada e podem ser ressignificados através dos processos pesquisar, buscar, filtrar e acessar conteúdos específicos;  Neste contexto, a informação desejada é atualizada através de análises quantitativas e qualitativas e pode se tornar rapidamente obsoleta. CLIPPING → REFLEXÃO
  20. 20. XIXSemináriodePesquisa–CCSA/UFRN 12 a 16 de maio 2014  Clipping oportuniza uma visão clara não só do volume, mas da representatividade junto ao público alvo;  A agilidade e a confiabilidade aliadas à distribuição on line são as marcas do clipping do século XXI e, consequentemente, farão parte do novo perfil do profissional de informação, notadamente o bibliotecário.  O controle eficaz dos temas que interessam ao usuário é vital para a tomada de decisões e definição de novas estratégias de comunicação. Não basta somente a diversificação do conteúdo;
  21. 21. XIXSemináriodePesquisa–CCSA/UFRN 12 a 16 de maio 2014  O “fazer bibliotecário” sofreu impacto considerável com o desenvolvimento da informática e das telecomunicações, que ocasionou mudanças exponenciais dos serviços de informação;  Novas técnicas de produção, captação, classificação, armazenamento e difusão da informação transformaram o perfil do mercado de trabalho;  Comprometido com a disseminação de saberes, deverá se inteirar dos novos serviços de controle da informação, sua constante atualização e completude. DISCUTINDO...SEM BRIGAR
  22. 22. XIXSemináriodePesquisa–CCSA/UFRN 12 a 16 de maio 2014 As novas tecnologias de informação como o clipping, por exemplo nada acrescentariam sem os meios de localizar, filtrar, organizar e resumir os seus produtos; Para atender estas e outras necessidades, um novo profissional da informação surge: o gerente de informações; Inserido atualmente nas mais diversificadas atividades relacionadas à gestão de informações, o bibliotecário deverá capacitar-se para lidar com análise, disseminação e produção de todo tipo de informação, a fim de atingir o maior número de pessoas de forma satisfatória, participando igualmente na organização dos fluxos de informação, pesquisas e levantamento de dados estratégicos além de subsidiar inovações tecnológicas com informações constantemente atualizadas. CONSIDERAÇÕES FINAIS
  23. 23. XIXSemináriodePesquisa–CCSA/UFRN 12 a 16 de maio 2014 Este estudo revelou-se extremamente importante no sentido de explorar, mesmo que de forma sintetizada, o serviço de clipping; Ainda que não esteja amplamente desenvolvido e utilizado por bibliotecas, poderá se tornar um diferencial diante da crescente necessidade de informação qualificada dos usuários. Sobretudo desafiador, proporcionou informações inestimáveis sobre as novas tecnologias direcionadas à DSI e a reflexão sobre importância da capacitação dos profissionais de informação, diante das demandas e desafios do atendimento de qualidade aos usuários e a premência de informação cada vez mais ágil e fundamentalmente confiável.
  24. 24. XIXSemináriodePesquisa–CCSA/UFRN 12 a 16 de maio 2014 Saber muito não nos torna inteligentes... A inteligência se traduz na forma de recolher, julgar, manejar e, sobretudo, onde e como aplicar esta informação. Carl Sagan Escritor e astrônomo estadunidense
  25. 25. XIXSemináriodePesquisa–CCSA/UFRN 12 a 16 de maio 2014 ABEMO. Site. O que é clipping? Disponível em: <http://www.abemo.org/index.php/o_que_e_clipping> Acesso: 08 fev.2014. BAX, Marcelo Peixoto; ALVARENGA, Lídia; PARREIRAS, Fernando Silva; BRANDÃO, Wladmir Cardoso. Sistema Automático de Disseminação Seletiva. In: IFLA M&M, 2004, São Paulo, Anais... São Paulo: USP. 2004. Disponível em < http://www.fernando.parreiras.nom.br/publicacoes/dsi_ifla.pdf> Acesso em: 08 jan. 2014. BOCCATO, Vera Regina Casari. Organização e gestão da inovação em processos e produtos informacionais para a comunicação na UFSCar: conhecendo uma atividade de extensão. Biblionline, João Pessoa, v. 8, n. 2, p. 74-89, 2012. BRASIL. Senado Federal. A Biblioteca Digital do Senado Federal e o DSpace.Disponível em: <http://www2.senado.leg.br/bdsf/bitstream/handle/id/242986/Apresentacao_BDSF_DSPACE-SNDIJ.pdf?sequence=2> Acesso: 18 jan.2014. CASA E JARDIM. Site. Onde foram parar os clipes de papel? Disponível em: <http://revistacasaejardim.globo.com/Revista/Common/0,,EMI284121-17699,00-ONDE+FORAM+PARAR+OS+CLIPES+DE+PAPEL.html> Acesso: 12 abr.2014. LUCAS, Elaine R. de Oliveira; SOUZA, Nicole Amboni de. Disseminação seletiva da informação em bibliotecas universitárias sobre o prisma do customer relationship management. Informação e Informação, v. 12, n. 1, jan./jun. 2007. Disponível em: <http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/viewFile/1745/1494>. Acesso em: 22 mar. 2014. MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Fundamentos de metodologia científica. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2010. MILANESI, Luiz Augusto. A formação do informador. Informação & Informação, Londrina, v. 7, n. 1, p. 7-40, jan./jun. 2002. Disponível em: <http://www.brapci.ufpr.br/documento.php?odd0=0000001519&dd1=78269> Acesso: 28 fev. 2014. REFERÊNCIAS
  26. 26. XIXSemináriodePesquisa–CCSA/UFRN 12 a 16 de maio 2014 MYRRHA, Vânia. Clipes, um símbolo de resistência nacional. Disponível em:< http://coresematizes.wordpress.com/2009/06/25/clipes-um-simbolo-de- resistencia-nacional/> Acesso: 17 mar.2014. PINTO, Adilson Luiz; MOREIRO-GONZÁLEZ, José Antonio. O profissional bibliotecário como gestor de pessoas.Encontros Bibli: Revista Eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação, v. 15, n. 29, 2010. Disponível em: <http://www.brapci.ufpr.br/documento.php?dd0=0000008889&dd1=f5adc> Acesso: 22 jan.2014. ROCHA, Francisco das Chagas, BEZERRA, Porto. Um mecanismo de notificação para usuários de bibliotecas digitais. Revista F@Pciência, v. 6, n. 11, p.87- 94, 2010. Disponível em: <http://www.fap.com.br/fapciencia/006/edicao_2010/011.pdf> Acesso em: 08 jan.2014. SOUSA, Daniela Pereira de. Projeto clipping, como ferramenta de disseminação da informação da Biblioteca SENAC Nove de julho. Anais...XXIV Congresso Brasileiro de Biblioteconomia, Documentação e Ciência da Informação.Sistemas de Informação, Multiculturalidade e Inclusão Social. Maceió. 2011. Disponível em: <http://www.febab.org.br/congressos/index.php/cbbd/xxiv/paper/.../203/715%E2%80%8E> Acesso: 12 jan.2014. TECHGURU. Site. Pendrives da Elecom tem formato de clipe de papel <http://www.techguru.com.br/pendrives-da-elecom-tem-formato-de-clipe-de-papel/> Acesso:16 mar.2014. VELOSO, Paula Roberta Queiroz. Estilo e expressividade em títulos de notícias do Jornal Paraibano Já: uma abordagem discursiva. João Pessoa, 2013.46 f. Monografia (Graduação em Letras) – Universidade Federal da Paraíba - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes. Disponível em: <http://www.cchla.ufpb.br/ccl/images/PAULA_ROBERTA_QUEROZ_VELOSO_Estilo_e_expressividade_em_t%C3%ADtulos_de_not%C3%ADcias.pdf> Acesso: 18 jan.2014. REFERÊNCIAS

×