A Química nos Alimentos                                        (9º Ano “A”)                           http://quimical.word...
são usadas diariamente na agricultura.        Os adubos químicos foram criados para beneficiar o homem na colheita, mais i...
as artificiais, de estrutura química não encontrada na natureza).         As substâncias como corantes naturais, são quase...
sob a fórmula geral de CnH2nOn onde n é no mínimo 3.        Lipídios Os lipídios em alimentos são divididos em dois grupos...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Química dos alimentos 9º A_CNEC

2.155 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.155
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
60
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Química dos alimentos 9º A_CNEC

  1. 1. A Química nos Alimentos (9º Ano “A”) http://quimical.wordpress.com/2%C2%BA-ano/ A química está presente nos alimentos desde a sua plantação até a sua colheita. Quandoplantado, as plantas são adubadas com produtos químicos e colocam alguns agrotóxicos para quenenhuma praga possa acabar com a plantação. (Francisco Thales Rocha Sousa, nº 09) A química também está presente nos alimentos industrializados, além de trazer praticidadeesses alimentos possuem um prazo de validade maior do que os não industrializados e isso tornao armazenamento mais fácil. Esse tipo de alimento é uma solução para a vida corrida das grandescidades. Os produtos químicos encontrados com maior frequência nos alimentos industrializadossão: ○ Corantes ○ Aromatizantes ○ Conservantes ( Tiago Rodrigues Mariano, nº 25) Podemos afirmar que carboidratos, proteínas, óleos e gorduras, são os nossosmacronutrientes, necessários para mantermos a energia que necessitamos no nosso dia-a-dia.Mas, nossas necessidades diárias dependem de outras coisas como, as vitaminas e os minerais,um conjunto que podemos chamar de micro nutrientes: necessitamos só de um pouquinho – 1 gde vitamina C por dia, por exemplo – para mantermos o corpo saudável. Mas, existe ainda outra coisa, os aditivos. O nome já diz tudo: são substânciasadicionadas aos alimentos para torna-los mais aprazíveis, palitáveis, ou mais nutritivos, ou ainda,pela facilidade de fabricação e longevidade da estocagem. Os alimentos que ingerimos diariamente, sejam eles naturais ou artificiais, são compostospor átomos, moléculas, íons, ou seja, a química também existe em alimentos. A química estápresente em nossa alimentação e por essa razão se torna importante o estudo das substâncias que
  2. 2. são usadas diariamente na agricultura. Os adubos químicos foram criados para beneficiar o homem na colheita, mais isso nãoestá acontecendo pois alguns insecticidas são compostos por arsénico, e, algumas partes desteveneno fica nos frutos e nos legumes ou vai para o solo, fazendo que os lençóis freáticos e riosfiquem poluídos. Quando algum animal ingerem esses alimentos eles ficam contaminados, fazendo que ohomem coma essa carne e alguns casos podem ate levar a morte. Se é verdade que os adubos químicos vieram possibilitar maior rendimento das colheitasde modo a satisfazerem em quantidade as necessidades do homem, a verdade é que a qualidadedos alimentos piorou. Cada vez mais entendidos em matéria agronomia e alimentação pensamque estes produtos alteram a qualidade dos alimentos, são incapazes de restaurar integralmenteos solos e contribuem em grande escala para a poluição das águas, quando são arrastados pelaschuvas para os rios.(http://pt.scribd.com/doc/8792947/A-Quimica-Na-Alimentacao-211008 ) Além de adubos, são usados também os inseticidas, que são produtos químicos que sãousados para manter insetos larvas moluscos e pragas em geral, longe das plantações, podem serletal para animais especialmente os de estimação. Os inceticidas, são um tipo de pesticidas que não são usados somente na agricultura, mastambém em casas e indústrias. Ao longo da história, vários tipos de materiais como, por exemplo, o mercúrio, o arsénio,a nicotina e o tabaco, foram utilizados para matar pragas, destruindo principalmente seus ovos esuas larvas. A Química é uma ciência experimental, cujos reflexos se percebem, através de distintasmaneiras em nossa vida cotidiana. Essa grande ciência está presente ativamente em váriossetores de nossa modernidade. São eles: combustíveis, plásticos, tintas, saúde, alimentos,petroquímica, corantes, adesivos, bebidas, materiais de limpeza, etc. Sabendo aproveitá-la domelhor modo possível, nos trará grandes benefícios, como o a aperfeiçoamento dos confortoshumanos, declínio do número de mortes devido a evolução da medicina. Ao contrário, combase na extração inadequada das substâncias químicas existentes na natureza e visando somenteinteresses políticos e econômicos, sem se preocupar com efeitos indesejáveis e prejudiciais,ocasionarão doenças e morte de vidas aquáticas, tendo como principal causadora a poluição. ● A química na alimentação: O uso do sal, do açúcar e das especiarias, (cravo, canela e etc) traduzem a preocupaçãoser humano em acentuar o sabor, odor, cor ou consistência dos alimentos, mas só a partirdo século IX, com o desenvolvimento da química que surgiram as substâncias destinadas aconservar, intensificar ou modificar suas propriedades, sem prejudicar o valor nutritivo. Aprodução industrial de alimentos faz uso de centenas de aditivos naturais e sintéticos. Estima-se que existam quase 1500 substâncias que contenham ou reforcem o gosto e oaroma dos alimentos. Essas substâncias são distribuídas em 3 grupos: naturais (Mauro Sérgio 9°A) natural), as obtidas por síntese ou processo químico (com estrutura semelhante á natural e
  3. 3. as artificiais, de estrutura química não encontrada na natureza). As substâncias como corantes naturais, são quase sempre destruídas durante o processode elaboração dos produtos. Há necessidade comercial de se adicionar corantes que devolvam acor ou confiram ao produto o colorido esperado. Para o consumidor, a ausência de cor está associado a deterioração ou má qualidade,embora isso nem sempre seja verdade. Entre os naturais inclui-se o alçafrão, a beterrabae a páprica, utilizados em balas, gelatinas e etc. Entre os artificiais estão os sintéticos ábase de anilinas, provavelmente os mais usados na indústria de alimentos. http://mari-quimicaalimentos.blogspot.com/ Os alimentos são nossa principal fonte de energia, mas eles não são somente fonte deenergia, eles também são importantes para recebemos todas as substâncias necessárias para amanutenção dos nossos órgãos e para o perfeito funcionamento de cada um deles. Portanto, os alimentos fornecem diversas substâncias que utilizamos nas mais variadassituações durante toda a nossa vida, que são os chamados nutrientes A Química de Alimentos é um campo do conhecimento no qual é estudada química doprocessamento de alimentos e as interações de todos os componentes biológicos e não biológicosdestes. Ela se baseia nos princípios da físico-química, química orgânica, química analíticae bioquímica, enfatizando os conceitos químicos necessários para estabelecer as relaçõesentre composição química e as propriedades funcionais, nutricionais e organolépticas de umalimento.[1] Os componenetes biológicos incluem itens como carne,leite, grãos, açúcares, frutas,legumes, entre outras. Em boa parte é similar à bioquímica, pois os principais componenetesdos alimentos são os carboidratos, as proteínas e os lipídios. No entanto, também são estudadosa água, as vitaminas, os minerais, as enzimas, os aditivos alimentares, como aromas, corantes,emulsificantes, entre outros. Esta área do conhecimento também inclui o estudo do comportamento e da transformaçãodos componenetes dos alimentos durante o processamento e armazenamento. (Manuela Mara 9°B) http://pt.wikipedia.org/wiki/Qu%C3%ADmica_de_alimentos ÁGUA É o mais importante componente dos alimentos, a qual pode passar de 50%em produtos cárneos até 95% em alface, pepino e em tomate e derivados. É um componentefundamental também por sua importância para o desenvolvimento microbiano e para as reaçõesquímicas que ocorre nos alimentos. Uma maneira de medir a água em alimentos é através daatividade de água (Aw), um fator muito importante naconservação de alimentos. demodo geral,quanto menor o Aw, menor a taxa de crescimento microbiano e reações químicas nos alimentos.Alguns dos principais métodos de conservação dos alimentos está baseado na desidratação dosalimentos, ou seja, secagem,concentração e liofilização. Carboidratos Compreende aproximadamente 75% da biomassa terrestre e 80% daalimentação humana, sendo que o mais comum é o amido. A versão simples de um carboidrato éummonossacarídeo os quais possuem uma proporção de carbono, hidrogênio e oxigênio de 1:2:1
  4. 4. sob a fórmula geral de CnH2nOn onde n é no mínimo 3. Lipídios Os lipídios em alimentos são divididos em dois grupos os óleos e as gordura,sendo oas primeiros líquidos e os segundo grupo sólidos à temperatura ambiente. os óleos sãoem geral de origem vegetal como os provenientes de grãos oleaginosos como milho, algodão,girassol,canola, soja, gergelin, etc. Já as gorduras são, em geral, de origem animal como amanteiga, a banha e o sebo, embora algumas também podem ser de origem vegetal como os dococo e cacau. Proteinas As proteínas compõem mais de 50% do peso seco de uma célula e são umgrupo diversificado de complexas macromoléculas cujas unidades formadoras básicas são osaminoácidos. Possuem funções fundamentais na estrutura e no funcionamento das células. Seusconstituintes básicos são o carbono, nitrogênio, oxigênio, hidrogênio e um pouco de enxofre, elastambém podem conter, mas em quantidades bem inferiores, ferro, cobre,fósforo ou zinco. Vitaminas Vitaminas são nutrientes necessários em pequenas porções para um bomfuncionamento do metabolismo. Elas são divididas em dois grupos básicos: as hidrossolúveis, ouseja, solúveis em água, como as vitaminas C e as docomplexo B, e as lipossolúveis, ou solúveisem lipídios, como as vitaminas A, D e E. Uma ingestão adequada de vitaminas pode prevenirdoenças como beribéri, anemia, and escorbuto enquanto uma dose excessiva pode produzi outrosdistúrbios como náuseas, vômitos e até a morte. (Déborah Mendes 9 B ) PROJETO A QUÍMICA EM MINHA VIDA PRODUÇÃO 9º ANO B - CNEC PROFESSOR FABIANO ARAUJO

×