A Imprensa de Oeiras nos últimos anos da Monarquia Constitucional e nos primeiros  anos da I República
<ul><li>A  arte de imprimir  começou por revolucionar as letras, passando depois a revolucionar o mundo, sendo um poderoso...
<ul><li>Em  Portugal , a imprensa tem um maior crescimento na época </li></ul><ul><li>do constitucionalismo, quando pairav...
A Imprensa Regional <ul><li>A imprensa regional torna-se um importante elo de ligação entre os membros de uma comunidade. ...
A Imprensa regional do concelho de Oeiras
A principal fonte deste trabalho
 
<ul><li>Data de fundação:  30/4/1893 </li></ul><ul><li>Conotação:  Independente </li></ul><ul><li>(monárquico/Progressista...
11/6/1893 Defesa da Monarquia e elogio do Rei D. Carlos
19/4/1896
<ul><li>Data de fundação : 5/1/1908 </li></ul><ul><li>Conotação:  Independente </li></ul><ul><li>(republicano/socialista) ...
26/1/1908
<ul><li>Data de Fundação : 9/2/1908 </li></ul><ul><li>(continuação de “ A Praia”) </li></ul><ul><li>Conotação:  Órgão dos ...
<ul><li>Jornal contestatário face ao regime monárquico </li></ul>
<ul><li>Data de fundação : 18/10/1908 </li></ul><ul><li>Conotação:  Órgão dos republicanos do concelho de Oeiras </li></ul...
<ul><li>O  Povo d’Oeiras  critica a forma como era feito o recenseamento eleitoral, marcado por muitas irregularidades. Vi...
<ul><li>Data de fundação : 20/2/1910 </li></ul><ul><li>Conotação:  Monárquico </li></ul><ul><li>Locais de venda:  Algés </...
26/7/1910
“  Regionalmente o jornal pratica uma campanha de defesa e bajulação do administrador do concelho e da Câmara Municipal de...
<ul><li>Data de fundação : 3/7/1910 </li></ul><ul><li>Conotação:  Republicano </li></ul><ul><li>(sucede ao  Povo d’Oeiras ...
<ul><li>“ Sucedendo ao Povo d’ Oeiras inaugura hoje a sua publicação a Voz do Povo que vai dedicar-se a defesa dos concelh...
17/10/1910
Extractos do jornal que revelam a preocupação pela unidade de todos os republicanos. 1 2 3 4 30/4/1911
1912 <ul><li>Deu-se a divisão do  P.R.P.  em três grandes partidos, o que contribuiu para o agudizar da instabilidade poli...
<ul><li>Data de fundação:  4/7/1912 </li></ul><ul><li>Conotação:  Republicano democrático </li></ul><ul><li>Locais de vend...
<ul><li>“…  O Concelho de Oeiras foi um dos que, dentro da pútrida monarchia mais terríveis golpes vibrou n’este carcomido...
<ul><li>Data de fundação:  7/11/1915 </li></ul><ul><li>Conotação:  Republicana </li></ul><ul><li>Locais de venda:  Não con...
<ul><li>“  Não temos praça assente em nenhum dos grupos em que se dividiu o partido republicano. Muito propositadamente no...
<ul><li>Data de fundação : 16/11/1919 </li></ul><ul><li>Conotação:  Republicano Liberal, defensor dos interesses do concel...
<ul><li>Data de fundação:  5/11/1922 </li></ul><ul><li>Conotação:  Republicano; órgão das comissões politicas do P.R.P. e ...
<ul><li>Data de fundação : 4/11/1925 </li></ul><ul><li>Divisa:  Pela República, pela Verdade, pela Moral </li></ul><ul><li...
Conclusão <ul><li>Com este trabalho, podemos concluir que a imprensa de Oeiras foi particularmente activa nos tempos contu...
Bibliografia <ul><li>Nobre, Maria da Conceição Baptista,  Imprensa do Concelho de Oeiras (1883-1991) , Câmara Municipal de...
André Fortunato Trabalho realizado por
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A imprensa do concelho de oeiras

1.090 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.090
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
238
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A imprensa do concelho de oeiras

  1. 1. A Imprensa de Oeiras nos últimos anos da Monarquia Constitucional e nos primeiros anos da I República
  2. 2. <ul><li>A arte de imprimir começou por revolucionar as letras, passando depois a revolucionar o mundo, sendo um poderoso instrumento de veiculação de cultura, valores, ensinamentos, para além de permitir a divulgação de informações sobre um vasto leque de assuntos. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Em Portugal , a imprensa tem um maior crescimento na época </li></ul><ul><li>do constitucionalismo, quando pairava um sentimento de maior </li></ul><ul><li>liberdade e respeito pelas opiniões dos outros. </li></ul><ul><li>O jornal torna-se um meio de divulgação de ideologias e de </li></ul><ul><li>princípios ligados aos governantes e aos seus opositores. </li></ul>
  4. 4. A Imprensa Regional <ul><li>A imprensa regional torna-se um importante elo de ligação entre os membros de uma comunidade. </li></ul><ul><li>Grande parte das notícias refere-se a acontecimentos sociais, políticos ou económicos, ligados ao interesse das populações. </li></ul>
  5. 5. A Imprensa regional do concelho de Oeiras
  6. 6. A principal fonte deste trabalho
  7. 8. <ul><li>Data de fundação: 30/4/1893 </li></ul><ul><li>Conotação: Independente </li></ul><ul><li>(monárquico/Progressista) </li></ul>A Gazeta d’Oeiras “ Sae hoje pela primeira vez A Gazeta d’Oeiras que vem juntar-se aos que pugnam pelo aperfeiçoamento moral e politico da sociedade portugueza. (…) Para a implantação de uma boa politica em Portugal trabalhará pois, esta Gazeta quando em si couber”. É o primeiro periódico regional publicado no concelho de Oeiras.
  8. 9. 11/6/1893 Defesa da Monarquia e elogio do Rei D. Carlos
  9. 10. 19/4/1896
  10. 11. <ul><li>Data de fundação : 5/1/1908 </li></ul><ul><li>Conotação: Independente </li></ul><ul><li>(republicano/socialista) </li></ul><ul><li>Locais de venda: Algés, Dafundo, Linda a Pastora, Tercena e Paço de Arcos. </li></ul>A Praia
  11. 12. 26/1/1908
  12. 13. <ul><li>Data de Fundação : 9/2/1908 </li></ul><ul><li>(continuação de “ A Praia”) </li></ul><ul><li>Conotação: Órgão dos republicanos do concelho de Oeiras </li></ul><ul><li>Locais de venda: Algés, Dafundo, Linda a Pastora, Tercena, Paço de Arcos, Oeiras, e Barcarena. </li></ul>PÁTRIA NOVA
  13. 14. <ul><li>Jornal contestatário face ao regime monárquico </li></ul>
  14. 15. <ul><li>Data de fundação : 18/10/1908 </li></ul><ul><li>Conotação: Órgão dos republicanos do concelho de Oeiras </li></ul><ul><li>Locais de venda: Algés, Dafundo, Linda a Pastora, Tercena, Paço de Arcos, Oeiras e Barcarena. </li></ul>O Povo d’ Oeiras
  15. 16. <ul><li>O Povo d’Oeiras critica a forma como era feito o recenseamento eleitoral, marcado por muitas irregularidades. Visava-se a caça ao voto e, para isso, até se punham os mortos a votar. </li></ul><ul><li>O Povo d’Oeiras toma posição contra as notícias do seu rival, o periódico monárquico O Progresso de Oeiras , considerado “órgão dos barriguistas”. </li></ul>
  16. 17. <ul><li>Data de fundação : 20/2/1910 </li></ul><ul><li>Conotação: Monárquico </li></ul><ul><li>Locais de venda: Algés </li></ul>Progresso d’Oeiras
  17. 18. 26/7/1910
  18. 19. “ Regionalmente o jornal pratica uma campanha de defesa e bajulação do administrador do concelho e da Câmara Municipal de Oeiras, considerando “ chulo palavreado ”, todas as criticas feitas no jornal A Voz do Povo , órgão republicano no concelho” Maria da Conceição Baptista Nobre
  19. 20. <ul><li>Data de fundação : 3/7/1910 </li></ul><ul><li>Conotação: Republicano </li></ul><ul><li>(sucede ao Povo d’Oeiras ) </li></ul><ul><li>Locais de venda: Algés, Dafundo, Paço de Arcos, Oeiras, Barcarena, Linda a Pastora. </li></ul>A Voz do Povo
  20. 21. <ul><li>“ Sucedendo ao Povo d’ Oeiras inaugura hoje a sua publicação a Voz do Povo que vai dedicar-se a defesa dos concelhos de Cintra, Cascaes e Oeiras. Será um jornal politico (…). Como politico seguirá a orientação do seu antecessor de verdadeira intransigência com a monarchia e seus adeptos”. </li></ul>In A Voz do Povo, citado por Maria da Conceição Baptista Nobre
  21. 22. 17/10/1910
  22. 23. Extractos do jornal que revelam a preocupação pela unidade de todos os republicanos. 1 2 3 4 30/4/1911
  23. 24. 1912 <ul><li>Deu-se a divisão do P.R.P. em três grandes partidos, o que contribuiu para o agudizar da instabilidade politica que marcou o regime, até ao golpe militar de 1926. </li></ul><ul><li>Partido Democrático , liderado por Afonso Costa </li></ul><ul><li>Partido Evolucionista , liderado por </li></ul><ul><li>António José de Almeida </li></ul><ul><li>União Republicana , liderada por Brito Camacho </li></ul>
  24. 25. <ul><li>Data de fundação: 4/7/1912 </li></ul><ul><li>Conotação: Republicano democrático </li></ul><ul><li>Locais de venda: Oeiras, Paço de Arcos, Algés, Linda a Velha, Linda a Pastora, Carnaxide, Barcarena, Tercena. </li></ul>O Povo d’ Oeiras
  25. 26. <ul><li>“… O Concelho de Oeiras foi um dos que, dentro da pútrida monarchia mais terríveis golpes vibrou n’este carcomido e impuro trono. (…) o povo de Oeiras caminhou sempre na vanguarda do partido republicano, e agora dentro da República necessário se torna que esse glorioso lugar, conquistado com tanto esforço se não affunde.” </li></ul>In O Povo d’ Oeiras, citado por Maria da Conceição Baptista Nobre
  26. 27. <ul><li>Data de fundação: 7/11/1915 </li></ul><ul><li>Conotação: Republicana </li></ul><ul><li>Locais de venda: Não consta </li></ul><ul><li>Programa: “ … A Gazeta de Oeiras não tem filiação partidária - É republicana na acepção pura do termo (…). A Gazeta de Oeiras aplaudirá todos aqueles que nos seus actos dignificarem a Republica .” </li></ul>A Gazeta de Oeiras
  27. 28. <ul><li>“ Não temos praça assente em nenhum dos grupos em que se dividiu o partido republicano. Muito propositadamente nos temos conservado independentes de qualquer facção e (…) é com o desinteresse no nosso futuro pessoal que vimos à liça jornalística lutar pela democracia no concelho de Oeiras…” </li></ul>In A Gazeta de Oeiras, citado por Maria da Conceição Baptista Nobre
  28. 29. <ul><li>Data de fundação : 16/11/1919 </li></ul><ul><li>Conotação: Republicano Liberal, defensor dos interesses do concelho. </li></ul><ul><li>Programa: «… Será (...) o órgão do partido republicano liberal de Oeiras e um estreito defensor dos interesses do Concelho ». </li></ul><ul><li>Locais de venda: Algés, Dafundo </li></ul>O Debate
  29. 30. <ul><li>Data de fundação: 5/11/1922 </li></ul><ul><li>Conotação: Republicano; órgão das comissões politicas do P.R.P. e defensor dos interesses do concelho </li></ul><ul><li>Locais de venda: Algés </li></ul><ul><li>Programa: «… O seu programa é o programa do Partido Republicano Português, como vêem o seu raio de acção ira além do concelho é para os interesses destes que irão todas as maiores atenções». </li></ul>O Oeirense
  30. 31. <ul><li>Data de fundação : 4/11/1925 </li></ul><ul><li>Divisa: Pela República, pela Verdade, pela Moral </li></ul><ul><li>Conotação: Republicano democrático. defensor dos humildes e explorados </li></ul><ul><li>Programa: “…A sua orientação será retintamente republicana. O seu programa é o da propaganda do velho P.R.P. A sua missão, (…) malhar sem tréguas sobre seja quem for que pretenda, de qualquer modo, ofuscar o bom nome da Republica” </li></ul>O Malho
  31. 32. Conclusão <ul><li>Com este trabalho, podemos concluir que a imprensa de Oeiras foi particularmente activa nos tempos conturbados que se viveram em Portugal nos fins da monarquia e durante a I República. </li></ul><ul><li>Os vários jornais do concelho de Oeiras tiveram uma importante intervenção na vida política do país, participando no debate de ideias, em campanhas eleitorais e na discussão dos assuntos concelhios. </li></ul><ul><li>Foi, por isso, um concelho particularmente atento e participativo nas mudanças e acontecimentos que marcavam, então, o país. </li></ul>
  32. 33. Bibliografia <ul><li>Nobre, Maria da Conceição Baptista, Imprensa do Concelho de Oeiras (1883-1991) , Câmara Municipal de Oeiras </li></ul><ul><li>Periódicos do concelho de Oeiras: </li></ul><ul><li>A Gazeta d’Oeiras </li></ul><ul><li>A Praia </li></ul><ul><li>A Voz do Povo </li></ul><ul><li>Pátria Nova </li></ul><ul><li>Progresso d’Oeiras </li></ul>
  33. 34. André Fortunato Trabalho realizado por

×