Catástrofes Naturais Terramotos Trabalho realizado por  : Ana Pessoa Nº1 João Deodato Nº11 Liliana Francisco Nº12 Professo...
Introdução  <ul><li>Neste trabalho vamos falar sobre:  </li></ul><ul><ul><li>O que é um terramoto </li></ul></ul><ul><ul><...
O que é um terramoto ? <ul><li>É um fenómeno de vibração brusca e passageira da superfície da Terra, resultante de movimen...
Áreas de risco onde ocorre os Terramotos: <ul><li>As regiões que apresentam o maior número de falhas e onde podem ocorrer ...
Formas de prevenção  <ul><li>Antes de um sismo : </li></ul><ul><li>Informe-se sobre os desastres sísmicos que poderão ocor...
<ul><li>Durante um sismo: </li></ul><ul><li>- Normalmente é melhor não tentar sair de casa a fim de evitar o risco de ser ...
<ul><li>Depois de um sismo: </li></ul><ul><li>Caso o local tenha ficado em condições de pré-colapso tente sair e ajudar os...
Em que o homem agrava o risco <ul><li>Construções nas áreas de risco . </li></ul><ul><li>Construção de barragens nas  área...
O que origina estas catástrofes  <ul><li>Movimento das placas tectónicas </li></ul><ul><li>Explosões de minas ou pedreiras...
Imagens
<ul><li>Terramoto de 1980   </li></ul><ul><ul><li>foi um sismo de grande intensidade ocorrido a 1 de Janeiro de 1980 no Gr...
Exemplos no mundo <ul><li>No Brasil registaram-se poucos abalos sísmicos. Em média ocorrem a cada ano um sismo de magnitud...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

CatáStrofes Naturais

2.046 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios, Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.046
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
143
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
43
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

CatáStrofes Naturais

  1. 1. Catástrofes Naturais Terramotos Trabalho realizado por : Ana Pessoa Nº1 João Deodato Nº11 Liliana Francisco Nº12 Professor : Pedro Francisco Escola Básica 2º e 3º ciclos José Maria Dos Santos Área de Projecto
  2. 2. Introdução <ul><li>Neste trabalho vamos falar sobre: </li></ul><ul><ul><li>O que é um terramoto </li></ul></ul><ul><ul><li>Áreas de risco onde ocorrem os terramotos </li></ul></ul><ul><ul><li>Formas de prevenção </li></ul></ul><ul><ul><li>O que origina estas catástrofes </li></ul></ul>
  3. 3. O que é um terramoto ? <ul><li>É um fenómeno de vibração brusca e passageira da superfície da Terra, resultante de movimentos subterrâneos de placas rochosas, de actividade vulcânica, ou por deslocamentos de gases no interior da Terra, principalmente metano. </li></ul><ul><li>O movimento é causado pela liberação rápida de grandes quantidades de energia sob a forma de ondas sísmicas. </li></ul>
  4. 4. Áreas de risco onde ocorre os Terramotos: <ul><li>As regiões que apresentam o maior número de falhas e onde podem ocorrer novos tremores são: </li></ul><ul><li>Sudoeste e Nordeste, seguido por Norte e Centro-Oeste e por último Sul </li></ul>
  5. 5. Formas de prevenção <ul><li>Antes de um sismo : </li></ul><ul><li>Informe-se sobre os desastres sísmicos que poderão ocorrer na região onde vive. </li></ul><ul><li>Assegure-se que existem planos de emergência no seu local de trabalho e na escola dos seus filhos </li></ul><ul><li>Se vive num edifício de apartamentos ensine os seus familiares a localização das saídas de emergência e mostre como se liga o alarme de incêndios. </li></ul><ul><li>Informe-se sobre ele e exija aos responsáveis a realização de exercícios de emergência. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>Durante um sismo: </li></ul><ul><li>- Normalmente é melhor não tentar sair de casa a fim de evitar o risco de ser atingido, na fuga, pela queda de objectos. </li></ul><ul><li>Permaneça calmo e preste atenção ao estuque, tijolos, prateleiras ou outras estruturas ou objectos que possam cair. </li></ul><ul><li>Afaste-se de janelas, vidros, varandas ou chaminés. </li></ul><ul><li>Se estiver num edifício alto, não procure sair imediatamente pois as escadas podem estar cheias de pessoas em pânico e/ou haver troços de escada que ruíram. </li></ul><ul><li>Não utilize o elevador pois a electricidade pode faltar e provocar a sua paragem. </li></ul><ul><li>Abrigue-se debaixo de uma mesa, de uma secretária ou no vão de uma porta. </li></ul>
  7. 7. <ul><li>Depois de um sismo: </li></ul><ul><li>Caso o local tenha ficado em condições de pré-colapso tente sair e ajudar os outros a sair com o maior cuidado possível. </li></ul><ul><li>Desligue assim que possível o gás, electricidade e água. </li></ul><ul><li>Não utilize fósforos, isqueiros ou qualquer outro instrumento de chama descoberta e não use interruptores de electricidade sem se ter assegurado primeiro que não há e que não houve fuga de gás; utilize antes uma lanterna eléctrica. </li></ul><ul><li>Posteriormente verifique cuidadosamente as condições de abastecimento. </li></ul><ul><li>Limpe produtos tóxicos ou inflamáveis que tenham sido derramados. </li></ul><ul><li>Verifique se os canos de esgoto estão em bom estado. Peça ajuda a técnicos especializados se necessário. </li></ul>
  8. 8. Em que o homem agrava o risco <ul><li>Construções nas áreas de risco . </li></ul><ul><li>Construção de barragens nas áreas sísmicas. </li></ul>
  9. 9. O que origina estas catástrofes <ul><li>Movimento das placas tectónicas </li></ul><ul><li>Explosões de minas ou pedreiras </li></ul><ul><li>Erupções vulcânicas </li></ul><ul><li>Abatimento de cavidades no interior da crosta terrestre </li></ul><ul><li>Rotura ou fragmentos das rochas no interior das placas litosféricas </li></ul><ul><li>Pressão no interior de uma placa que origina fracturas ou falhas </li></ul>
  10. 10. Imagens
  11. 11. <ul><li>Terramoto de 1980 </li></ul><ul><ul><li>foi um sismo de grande intensidade ocorrido a 1 de Janeiro de 1980 no Grupo Central do arquipélago dos Açores, que destruiu cerca de 80% dos edifícios da cidade de Angra do Heroísmo e causou grandes danos nas ilhas Terceira ,São Jorge e na Graciosa. </li></ul></ul><ul><li>O evento </li></ul><ul><ul><li>O sismo ocorreu pelas 15:42 (hora local) e teve intensidade 7.2 na escala de Richter </li></ul></ul><ul><ul><li>Morreram 71 pessoas (51 na Terceira e 20 em São Jorge) e ficaram mais de 400 com ferimentos. Ficaram danificadas mais de 15 500 edifícios, causando cerca de 15 000 desalojados </li></ul></ul>Exemplo em Portugal
  12. 12. Exemplos no mundo <ul><li>No Brasil registaram-se poucos abalos sísmicos. Em média ocorrem a cada ano um sismo de magnitude 1 a 3 na Escala Richter e a cada cinco anos podem ocorrer abalos de magnitude 4 ou mais. </li></ul><ul><li>O local onde frequentemente são registados tremores é na cidade de Bebedouro em São Paulo, ocorrendo tremores de magnitude 2 a 3 quase todos os anos. </li></ul><ul><li>O maior tremor registado no Brasil atingindo magnitude 6,6 na Escala Richter foi na Serra do Tombador no Mato Grosso em 31 de Janeiro de 1955. </li></ul><ul><li>Exemplo de um sismo VER VIDEO </li></ul>

×