Energias RenováVeis E NãO RenováVeis 3

1.641 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.641
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
66
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
32
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Energias RenováVeis E NãO RenováVeis 3

  1. 1. Escola Básica 2,3 ciclos José Maria dos Santos <br />Energia das ondas<br />Área de Projecto<br />Professor: Pedro Francisco<br />Trabalho realizado por:<br /> João Moura nº 6<br /> Rosa Fragoso nº 19 <br />Energias renováveis e não renováveis<br />
  2. 2. O que é a energia das ondas?<br /> A energia das ondas, provém do aproveitamento das ondas oceânicas. É uma energia &quot;limpa&quot;, isto é, sem quaisquer consequência para o ambiente.<br /> Utilizar a energia das ondas implica em recolher o imenso poder das ondas oceânicas. As ondas produzem uma grande quantidade de energia e apenas uma pequena parte dela poderia ser utilizada para fornecer uma parcela da electricidade que o mundo consome a cada dia.<br />
  3. 3. Como funciona?<br />Onde a onda pressiona um corpo oco, comprimindo o ar ou um líquido, ou seja, a energia cinética do movimento ondular move uma turbina ligada a um gerador. A energia mecânica da turbina é transformada em energia eléctrica através do gerador. Quando a onda se desfaz e a água recua o ar desloca-se em sentido contrário passando novamente pela turbina entrando na câmara por comportas especiais normalmente fechadas. <br />
  4. 4. Vantagens e desvantagens<br />Vantagens: <br />Não polui.<br />É útil para ilhas isoladas e regiões costeiras.<br />Desvantagens:<br />Custos de exploração elevados.<br />Só em sítios específicos é que se consegue aproveitar a energia.<br />
  5. 5. Exemplos no mundo<br />Na Noruega, foi construída em 1985 uma minicentral numa ilha perto da cidade de Bergen, na costa Oeste. <br /> Ao contrário do sistema japonês, o equipamento não flutua no mar, mas está encravado numa encosta. <br /> Produz 0,5 MW, o suficiente para abastecer uma vila de cinquenta casas.<br />
  6. 6. Exemplos em Portugal<br /> A instalação de equipamentos técnicos capazes de gerar este tipo de energia ocorreu pela primeira vez em Portugal no ano de 2008, no Parque de Ondas da Aguçadoura, a cerca de três milhas náuticas da Póvoa de Varzim. <br /> Portugal vai ser o primeiro país a nível mundial a desenvolver uma plataforma comercial de aproveitamento das ondas do mar para produzir energia. <br />
  7. 7. FIM<br />

×