Métodos contraceptivos naturais

6.461 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Saúde e medicina
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.461
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
36
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Métodos contraceptivos naturais

  1. 1. Métodos Contraceptivos Naturais <br />Trabalho elaborado por:<br /><ul><li>Ana Rita Rodrigues Nº2
  2. 2. Daniel Castro Nº3
  3. 3. Daniela Oliveira Nº4
  4. 4. Vânia Magalhães Nº20
  5. 5. Vera Fernandes Nº21</li></li></ul><li>Índice<br />Capa;<br />Índice;<br />Introdução;<br />Métodos Naturais;<br />Método do Calendário;<br />Método do Muco Cervical;<br />Método da Temperatura;<br />Conclusão;<br />Bibliografia;<br />Fim.<br />
  6. 6. Introdução<br /> <br />Realizamos este trabalho a pedido da professora Tânia Pinto, para a disciplina de Área de Projecto.<br />Neste trabalho vamos abordar o tema “Métodos Contraceptivos Naturais”, bem como alguns dos seus principais métodos.<br />Esperemos que gostem, pois foi feito com muito empenho da nossa parte!<br />
  7. 7. Métodos Naturais<br />Existem métodos de falta periódica (por vezes chamados de métodos naturais), que podem ser usados como métodos contraceptivos, exigindo uma aprendizagem durante algum tempo e o acordo dos parceiros. São também aconselhados para determinar a melhor altura para a compreensão.<br />Os métodos de limitação periódica implicam uma observação diária (excepto o calendário). Mesmo assim, a sua taxa de eficácia, em jovens e adolescentes é relativamente baixa.<br />
  8. 8. Método do Calendário<br /><ul><li>Este método consiste em anotar durante mais ou menos 1 ano a duração dos ciclos menstruais. Uma vez feita esta contagem, tem de se subtrair ao ciclo mais curto (18 dias) e ao ciclo mais longo (11 dias). A partir do momento em que estes resultados estão encontrados, o intervalo entre ambos, do menor para o maior, indica o espaço de tempo no qual a mulher se encontra no período mais fértil dos seus ciclos, onde ocorre a ovulação e é mais provável que aconteça uma gravidez.
  9. 9. Isto quer dizer que os dias mais férteis da mulher , dias em que não deve ter relações sexuais ou, querendo-o, terá de utilizar um outro método contraceptivo. Convém não esquecer que o primeiro dia do ciclo é o primeiro dia em que aparece a menstruação.</li></li></ul><li>Método do calendário<br />
  10. 10. Método do Muco Cervical<br />O muco é uma substância gelatinosa, produzida pelas glândulas do colo do útero que sofre alterações ao longo do ciclo menstrual. Na altura da ovulação adquire uma aparência de clara de ovo com grande elasticidade. Este muco facilita a entrada de espermatozóides no útero. <br />Se uma mulher quiser utilizar este método para contracepção deverá, todas as manhãs, observar se tem muco na vulva e como é a sua aparência. A aprendizagem pode demorar algum tempo, porque pode ser difícil distinguir o muco de sémen ou algum corrimento. <br />Convém ser acompanhada por um médico ou alguém que seja um bom conhecedor deste método. Para aumentar a eficácia contraceptiva deste método, a mulher / rapariga só deverá ter relações sexuais 3 dias depois da ocorrência do ponto máximo de elasticidade do muco.<br />
  11. 11. Método do Muco Cervical<br />
  12. 12. Método da Temperatura<br />A temperatura básica do corpo de uma mulher (medida logo ao acordar, sempre à mesma hora, antes de comer e sem ter feito esforço muscular tirando a temperatura na boca, no recto ou na vagina, usando sempre o mesmo termómetro), é variável durante o seu ciclo. Assim, a temperatura nos dias entre a ovulação e a menstruação seguinte sobe cerca de 2 a 5 décimos de grau. Então, só três dias depois desta subida de temperatura ter acontecido, é que é menor o risco da mulher engravidar.<br />Não podemos esquecer de uma situação importante, que são as variações de temperatura que o nosso corpo pode ter, como por exemplo, no caso de ter febre ou de alterarmos a hora de dormir. Também não devemos esquecer que para usar este método como contracepção, temos de conhecer bem o funcionamento do nosso corpo.<br />
  13. 13. Método da temperatura<br />
  14. 14. Conclusão<br />Este trabalho foi deveras divertido, pois adquirimos muitos conhecimentos sobre os métodos contraceptivos naturais.<br />Esforçamo-nos para o realizar e para que ficasse interessante e informativo, pois queremos obter uma boa nota. <br />Esperemos que tenham gostado e que ficado com mais informações sobre o tema tratado!<br />
  15. 15. Bibliografia<br />http://www.google.pt/images?hl=pt-br&biw=1280&bih=619&gbv=2&tbs=isch%3A1&sa=1&q=m%C3%A9todo+dA+TEMPERATURA&aq=f&aqi=g1&aql=&oq=<br />Livros<br />

×