Tendências pedagógicas

4.222 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
2 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • A diferença entre tendência pedagógica liberal e progressista;
    Liberal- É uma tendência em que o ensino visa o lucro em o aluno possa trazer para o sistema capitalista.
    Progressista_ Se preocupa com as realidades sociais dos alunos e a melhor forma de aprendizado dos alunos paraque se tornem pessoas críticas transformadores da sociedade.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Parabéns pela pesquisa e criatividade na elaboração.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.222
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.603
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
101
Comentários
2
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tendências pedagógicas

  1. 1. entreiconcursos.com
  2. 2. entreiconcursos.com
  3. 3. entreiconcursos.com
  4. 4. entreiconcursos.com
  5. 5.  É uma justificação do sistema capitalista. Difunde a ideia de igualdades de condições. Os procedimentos didáticos, as relações professor/aluno não têm nenhuma relação com o cotidiano deste e muito menos com as realidades sociais, ainda segundo Libâneo, a pedagogia liberal sustenta a ideia de que a escola tem por função preparar os indivíduos para o desempenho de papéis sociais, de acordo com as aptidões de cada um. Isso pressupõe que o indivíduo precisa adaptar-se aos valores e normas vigentes da sociedade de classe, através do desenvolvimento da cultura individual. Devido a esta ênfase no aspecto cultural , as diferenças entre as classes sociais não são consideradas, pois, embora a escola passe a difundir a ideia de igualdade de oportunidades, não leva em conta a desigualdade de condições. Surgem na França no século XIX. No Brasil Desde os Jesuítas, Pe Manoel de Nóbrega através da compainha de Jesus, até a Ditadura militar, quando esta começa a perder espaço para as teorias progressistas, ainda que tenhamos tido no período liberal alguns momentos de flexibilidade, ainda assim, a efetiva ruptura com este modelo só se daria a partir da abertura política que ocorreria mais adiante, na década de 80 com o surgimento das teorias progressistas. entreiconcursos.com
  6. 6. Liberal Tradicional ; Liberal Renovada;  Carl Rogers, Jean Jacques Rousseau, e a escola de ‘’Summerhill” Escola de A.Neill  Montessori , Decroly, Dewey , Claperede, Lauro de Oliveira Lima, Anísio Teixeira, Lourenço Filho, Fernando de Azevedo ... Jesuítas; P. M. Nóbrega Liberal Renovadora não diretiva; Liberal Tecnicista; Skinner, Robert Gagné, Beijamin Bloom, Cosete Ramos. Lei nº : 5.540/68 e 5.692/ 71; entreiconcursos.com
  7. 7. entreiconcursos.com
  8. 8. As Tendências Progressistas surgem, também na França a partir de 1968, e no Brasil coincide com o início da abertura política e com a efervescência cultural. Nesta concepção a escola passa a ser vista não mais como redentora, mas como reprodutora da classe dominante(portanto passível de mudança). Em nível mundial, três teorias em especial deram a base para a superação da concepção ingênua e nada crítica da escola; No Brasil; Final da década de 70 e inicio de 80, quando as teorias liberais perdem seu espaço para o então surgimento destas teorias progressistas, como fora dito anteriormente, ainda que percebamos que no período liberal tivéssemos alguns momentos de flexibilidade, ainda assim, a ruptura com este modelo liberal só se daria a partir da abertura política e a consolidação da democracia, pós ditadura, então emergem figuras que rediscutem o papel conservador da escola; dentre elas; Freire, Florestan Fernandes, Darcy Ribeiro...
  9. 9.  Louis Althusser (1968) com a teoria da escola enquanto Aparelho Ideológico do Estado;  Bourdieu e Passeron (1970) com a teoria do Sistema enquanto Violência Simbólica;  Baudelot e Establet (1971) com a teoria da Escola Dualista. Todas elas classificadas como “crítico - reprodutivistas”, porém nenhuma delas apresenta uma proposta pedagógica explicita, buscam apenas, explicar as razões do fracasso escolar e da marginalização da classe trabalhadora. Defendem a necessidade de superação, tanto da “ilusão da escola redentora, como da impotência e o imobilismo da escola reprodutora” (Saviani, 2003a). Libâneo (1994), divide a Pedagogia Progressista em três tendências: A Libertadora, a Libertária e a Progressista Crítico- Social dos conteúdos. entreiconcursos.com
  10. 10. Progressista Libertadora; Progressista Libertária;  Makarenko  B. Charlot  Suchodoski  Manacorda  G. Snyders  Demerval Saviani Celestin Freinet Miguel Gonzales Arroyo. PROGRESSISTA CRÍTICO-SOCIAL DOS CONTEÚDOS Paulo Freire entreiconcursos.com
  11. 11. Voltando as Liberais;
  12. 12.  Defesa e Justificação do Sistema capitalista;  Ênfase na defesa da liberdade e dos interesses individuais;  Forma de organização social baseada na propriedade privada e nos meios de produção;  Objetiva formar sujeitos obedientes, cumpridores dos papeis sociais e acríticos;  Manutenção do Status quo. Liberal Tradicional Liberal Renovada - Progressiva ou Progressivista; Liberal Renovada não diretiva; Liberal Tecnicista . Só para Lembrar...
  13. 13.  Acentua o ensino humanístico, de cultura geral. De acordo com esta escola tradicional, o aluno é educado para atingir sua plena realização através de seu próprio esforço, sendo assim, as diferenças de classe social não são consideradas e toda a prática escolar não tem nenhuma relação com o cotidiano do(a) aluno(a).  Quanto aos pressupostos da aprendizagem, a ideia de que o ensino consiste em repassar os conhecimentos para o espírito da criança é acompanhada de outra; a de que a capacidade de assimilação da criança é idêntica à do adulto, sem levar em contas as características próprias de cada idade. A criança é vista assim como um adulto em miniatura, apenas menos desenvolvida.  No Brasil,  Jesuítica – Até 1759 e a Leiga – de 1759 a 1930.  Metodologicamente;  Exposição e análise do conteúdo feita pelo Professor, exercício, lições, deveres de casa...  Marco divisório entre Educação Jesuítica e a Leiga;  Reforma Pombalina em 28 de Junho de 1759. entreiconcursos.com
  14. 14.  A tendência liberal renovada manifesta-se por várias versões; a renovada progressista ou pragmática, que tem em John Dewey e Anísio Teixeira seus representantes mais significativos; a renovada não- diretiva, fortemente inspirada em Carl Rogers, o qual enfatiza também a igualdade e o sentimento de cultura como desenvolvimento de aptidões individuais; a culturalista; a piagetiana; a montessoriana; todas relacionadas com os fundamentos da escola Nova escola ativa. No Brasil 1934 – Constituição 1940 – Psicologismo Pedagógico 1950 – Sociologismo Pedagógico 1960 - Ecnomicismo Pedagógico Surge a Figura do Orientador Educacional. entreiconcursos.com
  15. 15. Formação de atitudes, busca do conhecimento do próprio aluno, o Professor é o facilitador da aprendizagem e o método é centrado no aluno, Aprender a modificar as percepções da realidade e aqui a aprendizagem é significativa. O papel da escola é promover o auto desenvolvimento pessoal, os alunos buscam por si mesmo os conhecimentos. O professor é o próprio método, é facilitador. A educação é centrada no aluno, o professor é especialista em relações humanas.  Por volta dos anos 20 e 30, o pensamento democrático liberal chega ao Brasil e à Escola Nova defende a escola pública para todas as camadas as Sociedade. Manifesto dos Pioneiros da Educação., datado de 1932, Redigido por Fernando e Azevedo , dentre 26 intelectuais, entre os quais destacava-se Anísio Teixeira, este movimento se tornou o marco inaugural do projeto de renovação educacional do país. Propunha que o Estado organizasse um plano geral de educação e defendia a bandeira de uma escola única, pública, laica, obrigatória e gratuita. No Brasil, entreiconcursos.com
  16. 16.  Começa a se destacar no final dos anos 60, com o desprestígio da escola renovada, momento em que mais uma vez sob a força d regime militar no país, as elites dão destaque a outro tipo de educação direcionada as grandes massas, a fim de se manterem na posição de dominação, aqui o papel da escola é produzir indivíduos competentes para o mercado de trabalho. Os conteúdos de ensino são por princípio científicos. Os métodos de ensino são através de procedimentos que assegurem a transmissão e recepção de informações. O professor é o elo entre a verdade científica e o aluno.  No Brasil; Início do Regime militar , marcou fortemente as décadas de 70 e 80 e possuí forte influências até hoje. entreiconcursos.com
  17. 17. Agora as Progressistas
  18. 18. Conceitualmente ;  Designa as tendências que, partindo de uma análise crítica das realidades sociais , sustentam implicitamente as finalidades sociopolíticas da Educação;  A Educação é um agente transformador da sociedade e não um mero reprodutor. Didaticamente;  Leva em conta a temporalidade, a realidade e história dos sujeitos;  Explicita a criticidade do sujeito transformador;  Sustenta a finalidade sociopolítica da Educação.entreiconcursos.com
  19. 19.  Final dos anos 70 e inicio da década de 80, a abertura política e o fim do regime militar impulsiona a mobilização dos educadores, a luta por democracia e uma Educação crítica, neste momento de nossa história a escola não é mais vista como a redentora, e sim é denunciada como reprodutora da classe dominante, cresce a crítica ao papel da escola. Agora não cabe a escola que concorda com o que está posto, a escola deve transformar o educando e este transformar a sociedade. Portanto, os movimentos populares sustentam e estimulam o surgimento de uma nova tendência que é a Progressista Libertadora. Nesta tendência a atividade escolar deveria centrar-se em discussões de temas sociais e políticos e em ações sociais de cunho imediato, ou seja, a formação do educando para intervir em sua realidade. Não consolida uma proposta pedagógica explícita, pois objetivava ampliar o nível de consciência crítica de alunos e Professores. entreiconcursos.com
  20. 20.  Cresce interesse por uma escola verdadeiramente democrática e inclusiva e solidifica-se o projeto de escola que corresponda aos anseios da classe trabalhadora, respeitando as diferenças e os interesses locais e regionais, objetivando uma Educação de qualidade e garantida a todos os cidadãos, não é antagônica ou opositora à libertadora,porém tem sua ação mais focada na prática pedagógica. Tem inspiração no pensamento de Celestin Freinet, buscam a aplicação concreta de suas técnicas, na qual os próprios alunos organizam seu trabalho escolar. A metodologia vivenciada é a própria autogestão, tornando o interesse pedagógico intrínseco às necessidades e interesses do grupo. Entende que não basta repassar conteúdo escolar que aborde as questões sociais, pois é importante que os alunos tenham domínio dos conhecimentos, das capacidades para interpretar suas experiências de vida e defender seus interesses de classe. entreiconcursos.com
  21. 21.  Esta coloca-se frontalmente em oposição a Pedagogia Libertadora, pois entende que esta, por sua vez, não da o verdadeiro valor ao chamado ‘saber científico’, historicamente acumulado e que constitui de fato o nosso acervo cultural e consequentemente nossa identidade. Defende que o papel da escola é garantir, através do trabalho com conhecimento sistematizado, a inserção das classes populares nas escolas com qualidade para que esta possa efetivamente disputar a sociedade em condição de igualdade com a elite. Sendo assim, prioriza o domínio dos conteúdos científicos, a prática dos métodos de estudo, a construção de habilidades e raciocínio científicos, como modo de formar uma consciência crítica para fazer frente a realidade social injusta e desigual. Instrumentalizar os sujeitos históricos, ou seja, não basta repassar conteúdos que aborde as questões sociais, ressalta que se faz necessário que os alunos tenham o domínio dos conhecimentos, das habilidades e capacidades para interpretar suas experiências de vida e então estarem aptos a defenderem seus interesses de classe. entreiconcursos.com
  22. 22. Acesse nossos arquivos, provas de concursos anteriores, simulados, questões de concursos anteriores, videoaula, apostilas... E prepare- se para disputar uma vaga no serviço público. entreiconcursos.com

×