CRIATIVIDADE em Sternberg Mestranda: Anita Rink   Prof.: Marsyl Mettrau  2010 Universidade Salgado de Oliveira Mestrado em...
Criatividade e a Capacidade de Solucionar problemas <ul><li>A capacidade de Solucionar Problemas e a capacidade criativa s...
Etapas da Solução de Problemas <ul><li>identificação do problema,  </li></ul><ul><li>definição e representação do problema...
Necessário ainda: <ul><li>flexibilidade,  </li></ul><ul><li>uma certa capacidade de tolerar ambigüidades, para descobrir a...
Para a formulação de uma estratégia: <ul><li>Análise  –decomposição da totalidade do problema em elementos mensuráveis. </...
Dicas para a solução de problemas <ul><ul><li>Organização das informações.  </li></ul></ul><ul><ul><li>perceber as informa...
Criatividade <ul><li>“ ... envolve uma produção de algo que seja original e tenha valor” (Sternberg, 2000: p.406). </li></...
Abordagens sobre a criatividade <ul><li>Psicométrica </li></ul><ul><li>Cognitivas </li></ul><ul><li>Da Personalidade e Mot...
Tipos de motivação: <ul><li>motivação intrínseca:  interna ao indivíduo, pode estar ligada ao prazer e ao desejo pessoal. ...
Processo Criativo:  de “ domínio ” e de “ campo ” <ul><li>O  domínio  é composto do conhecimento existente de uma determin...
Referência Bibliográfica <ul><li>STERNBERG, R. J. (2000).  Psicologia Cognitiva . Porto Alegre: Artmed. </li></ul>
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

CRIATIVIDADE em Sternberg

3.497 visualizações

Publicada em

Criatividade e a Capacidade de Solucionar problemas em Sternberg

Publicada em: Esportes, Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.497
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
48
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

CRIATIVIDADE em Sternberg

  1. 1. CRIATIVIDADE em Sternberg Mestranda: Anita Rink Prof.: Marsyl Mettrau 2010 Universidade Salgado de Oliveira Mestrado em Psicologia
  2. 2. Criatividade e a Capacidade de Solucionar problemas <ul><li>A capacidade de Solucionar Problemas e a capacidade criativa são partes de um sistema interligado. </li></ul><ul><li>É possível desenvolver a capacidade criativa na resolução de um problema. </li></ul>Rink, 2010
  3. 3. Etapas da Solução de Problemas <ul><li>identificação do problema, </li></ul><ul><li>definição e representação do problema, </li></ul><ul><li>construção/formulação de uma estratégia, </li></ul><ul><li>Processo continuo de organização da informação sobre o problema, </li></ul><ul><li>alocação dos recursos, </li></ul><ul><li>monetarização da solução, </li></ul><ul><li>avaliação da solução. </li></ul>Rink, 2010
  4. 4. Necessário ainda: <ul><li>flexibilidade, </li></ul><ul><li>uma certa capacidade de tolerar ambigüidades, para descobrir a melhor forma de proceder. </li></ul><ul><li>O individuo deve considerar o caso de ser necessário desenvolver de novas táticas. </li></ul><ul><li>Talvez deva-se alterar, pular ou acrescentar passos para além do esquema descrito de solução de problemas. </li></ul>Rink, 2010
  5. 5. Para a formulação de uma estratégia: <ul><li>Análise –decomposição da totalidade do problema em elementos mensuráveis. </li></ul><ul><li>Sintaxe – reunião de vários elementos para torná-lo útil. </li></ul><ul><li>Usar um pensamento divergente </li></ul><ul><ul><li>importante em um momento inicial para que se possa ampliar o espectro de respostas. </li></ul></ul><ul><li>Usar um pensamento convergente </li></ul><ul><ul><li>para focar em uma determinada resposta, sem medo de errar e de voltar atrás. </li></ul></ul>Rink, 2010
  6. 6. Dicas para a solução de problemas <ul><ul><li>Organização das informações. </li></ul></ul><ul><ul><li>perceber as informações que já existem em nós, </li></ul></ul><ul><ul><li>tentar descobrir como alguns fragmentos de conhecimento prévio podem se encaixar ao problema e funcionar na sua solução. </li></ul></ul><ul><ul><li>as emoções também participam da elaboração do ciclo de soluções criativas. </li></ul></ul><ul><ul><li>Insight - incubação </li></ul></ul>Rink, 2010
  7. 7. Criatividade <ul><li>“ ... envolve uma produção de algo que seja original e tenha valor” (Sternberg, 2000: p.406). </li></ul><ul><li>Para ser criativo individualmente, deve existir motivação de criar. </li></ul>Rink, 2010
  8. 8. Abordagens sobre a criatividade <ul><li>Psicométrica </li></ul><ul><li>Cognitivas </li></ul><ul><li>Da Personalidade e Motivacionais </li></ul><ul><li>Sociais, Societárias e Históricas </li></ul><ul><li>Integrativa </li></ul>
  9. 9. Tipos de motivação: <ul><li>motivação intrínseca: interna ao indivíduo, pode estar ligada ao prazer e ao desejo pessoal. </li></ul><ul><li>motivação extrínseca: externa,esta também pode ser inibidora da criatividade, por estar muito referida ao meio e às expectativas externas. </li></ul>Rink, 2010
  10. 10. Processo Criativo: de “ domínio ” e de “ campo ” <ul><li>O domínio é composto do conhecimento existente de uma determinada área do empreendimento criativo, como a física de partículas ou a pintura. </li></ul><ul><li>O campo é formado pelo contexto social que cerca a criatividade... </li></ul>
  11. 11. Referência Bibliográfica <ul><li>STERNBERG, R. J. (2000). Psicologia Cognitiva . Porto Alegre: Artmed. </li></ul>

×