Flexão de Grau dos Adjetivos
Próximos SlideShare
Carregando em...5
×

Curtiu isso? Compartilhe com sua rede

Compartilhar

Flexão de Grau dos Adjetivos

  • 15,337 visualizações
Uploaded on

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Tem certeza que quer?
    Sua mensagem vai aqui
    Be the first to comment
No Downloads

Visualizações

Visualizações totais
15,337
No Slideshare
15,310
A partir de incorporações
27
Número de incorporações
1

Ações

Compartilhamentos
Downloads
230
Comentários
0
Curtidas
3

Incorporar 27

http://lipsre-d.blogspot.com.br 27

Conteúdo do relatório

Sinalizado como impróprio Sinalizar como impróprio
Sinalizar como impróprio

Selecione a razão para sinalizar essa apresentação como imprópria.

Cancelar
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Definição: Adjetivo é a palavra variável em gênero,número e grau que caracteriza o substantivo,indicando-lhe qualidade, estado, modo de ser ouaspecto. Homem - bom Pessoa - doente Mulher - honesta Dia - chuvoso Carro - sujo
  • 2. Flexão de Grau:O adjetivo apresenta-se no grau comparativo quando aqualidade que ele expressa está em comparação coma de outrosseres, e no grau superlativo quando essa qualidade seapresenta em grau elevado.A mudança de grau pode ser obtida por dois processos: sintéticoou analítico.a) sintético: a alteração de grau é feita pelo acréscimo desufixos. Ex: Esta casa é agradabilíssima.b) analítico: a alteração de grau é feita pelo acréscimo dealguma palavra que modifique o adjetivo. Ex: Esta casa é muito agradável.
  • 3. Grau comparativo:O comparativo pode ser de igualdade, de inferioridadeou de superioridade.a) de igualdade: a qualidade expressa pelo adjetivo aparece com a mesma intensidade nos elementos que se comparam. O comparativo de igualdade apresenta, geralmente, a seguinte forma: Ex: Esta casa é tão ________ _______ ___ arejada quanto aquela. tão + adjetivo + quanto(ou como)
  • 4. b) superioridade: a qualidade expressa pelo adjetivo aparece mais intensificada no primeiro elemento da relação de comparação. O comparativo de superioridade apresenta, geralmente, a seguinte forma: Ex: Esta casa é mais arejada (do) que aquela. _____ _______ ________ mais + adjetivo + (do) quec) de inferioridade: a qualidade expressa pelo adjetivo aparece menos intensificada no primeiro elemento da relação de comparação. O comparativo de inferioridade apresenta, geralmente, a seguinte forma: Ex: Esta casa é menos _______ _______que aquela. _____ arejada (do) menos + adjetivo + (do) que
  • 5. Comparativos Sintéticos:Normalmente, o grau comparativo é obtido pelo processoanalítico. Há, no entanto, alguns poucos adjetivos que formam ocomparativo de superioridade pelo processo sintético. Adjetivo Analítico Sintético bom mais bom melhor mau mais mau pior grande mais grande maior pequeno mais pequeno menor
  • 6. Nesses casos, deve-se preferir a forma sintética nacomparação entre dois seres. Só se deve usar a formaanalítica se comparam duas qualidades do mesmo ser. Ex: Esta sala é mais grande que arejada. (comparação de duas qualidades do mesmo ser)As formas mais pequeno e menor podem ser usadasindiferentemente, mas na linguagem moderna tem-sedado preferência à forma sintética. Ex: Esta sala é menor que a outra. Ex²: Esta sala é mais pequena que a outra.
  • 7. Grau SuperlativoO superlativo pode ser absoluto ou relativo.a) absoluto: a qualidade atribuída pelo adjetivo não é expressa em relação a outros elementos.Ex: Este exercício é muito fácil. (superlativo absoluto analítico)Ex²: Este exercício é facílimo. (superlativo absoluto sintético)b) relativo: a qualidade atribuída pelo adjetivo é expressa em relação a outros elementos. (superlativo relativo deEx: Este exercício é o mais fácil do capítulo. superioridade)Ex²: Este exercício é o menos fácil do capítulo. (superlativo relativo de inferioridade)
  • 8. O superlativo absoluto sintético é feito pelo acréscimo dos sufixos superlativos: -íssimo, -ílimo ou -érrimo. Segue uma lista de superlativos absolutossintéticos. Quando o adjetivo apresenta mais deuma forma para o superlativo absoluto sintético, a primeira é erudita; as demais são formas populares consagradas pelo uso.
  • 9. Adjetivo Superlativo Absoluto Sintético acre acérrimo, acríssimo ágil agílimo, agilíssimoagradável agradabilíssimo agudo acutíssimo, agudíssimo amargo amaríssimo amável amabilíssimo amigo amicíssimo antigo antiqüíssimo, antiguíssimo áspero aspérrimo, asperíssimo atroz atrocíssimo audaz audacíssimo
  • 10. Adjetivo Superlativo Absoluto Sintético belo belíssimobenéfico beneficentíssimobenévolo benevolentíssimo capaz capacíssimocélebre celebérrimo, celebríssimo claro claríssimo comum contumacíssimocontumaz cristianíssimo cristão cruíssimo cru crudelíssimo, cruelíssimo
  • 11. Superlativos Irregulares:Adjetivo Forma regular Forma irregular bom boníssimo ótimo mau malíssimo péssimogrande grandíssimo ou máximopequen grandessíssimo mínimo o pequeníssimo
  • 12. Em resumo:Podemos esquematizar o estudo dos graus do adjetivoda seguinte maneira:1. comparativo a) de igualdade: tão + adjetivo + como (ou quanto) b) de superioridade: mais + adjetivo + (do) que c) de inferioridade: menos + adjetivo + (do) que2. superlativo a) absoluto: • sintético & • analítico b) relativo: • de superioridade & • de inferioridade
  • 13. AdjetivosMoisés AugustoMuito me alegra ao te ver, meu corpoestremece na sua presençaFoi a escolhida, és rainhaO teu grande amor é incomparável a tuabeleza é inconfundívelTe amo minha mãe MariaAs vezes me faltam palavras paraexpressar o que eu sintopor ti querida Mãe Rainha da paz.
  • 14. Garota de IpanemaTom Jobim e Vinícius de MoraesOlha que coisa mais lindaMais cheia de graçaÉ ela meninaQue vem e que passaNo doce balanço, a caminho do mar.Moça do corpo douradoDo sol de IpanemaO teu balançado é mais que um poemaÉ a coisa mais linda que eu já vi passar.Ah, por que estou tão sozinho?Ah, por que tudo é tão triste?Ah, a beleza que existeA beleza que não é só minhaQue também passa sozinha.