v í r u s
O que   é um  vírus? <ul><li>São estruturas macromoleculares que possuem  material genético  e são  parasitas intracelular...
Parasitam: animais, vegetais, fungos e bactérias. </li></ul>Fora da célula – vírion (forma infectiva) Dentro da célula – v...
Principais características .  São  organismos acelulares; .  São parasitas   intracelulares   obrigatórios ; . Não possuem...
Estrutura típica de um vírus
Vírus com envelope lipoprotéico Ácido nucléico Capsídeo Envelope lipoprotéico Proteína de mambrana
Vírus, ser vivo A   favor : - O fato dos vírus apresentarem  reprodução; embora necessitem da ajuda da célula hospedeira p...
Tipos de vírus:  são classificados de acordo com o tipo de material genético que apresentam. Vírus   de   DNA Desoxivírus ...
Reprodução Viral Fases: <ul><li>Adsorção ou fixação: reconhecimento da célula hospedeira pelo vírus.
Há entrada do material genético do vírus, capsídeo é expelido.
Multiplicação do material genético do vírus.
Síntese das cápsulas protéicas.
Produção das unidades virais.
Lise da bactéria e liberação dos vírus. </li></ul>
Ciclo lítico:  q ue provoca a morte da célula hospedeira .  Sintomas de doenças provocadas por vírus com esse tipo de cicl...
Libração Viral – Ciclo Lítico <ul><li>Onde há a ruptura da célula hospedeira.
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Virus a.1

3.295 visualizações

Publicada em

um bom slide

1 comentário
6 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.295
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
1
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Virus a.1

  1. 1. v í r u s
  2. 2. O que é um vírus? <ul><li>São estruturas macromoleculares que possuem material genético e são parasitas intracelulares obrigatórios .
  3. 3. Parasitam: animais, vegetais, fungos e bactérias. </li></ul>Fora da célula – vírion (forma infectiva) Dentro da célula – vírus (após a infecção)
  4. 4. Principais características . São organismos acelulares; . São parasitas intracelulares obrigatórios ; . Não possuem metabolismo próprio, portanto não fazem síntese protéica nem respiração celular; . Seu material genético pode ser DNA ou RNA; . Seu material genético possui apenas a informação para produzir o RNAm (mensageiro), os outros dois, RNAr (ribossômico) e RNAt (transportador) que participam da construção de proteínas virais, são da própria célula hospedeira.
  5. 5. Estrutura típica de um vírus
  6. 6. Vírus com envelope lipoprotéico Ácido nucléico Capsídeo Envelope lipoprotéico Proteína de mambrana
  7. 7. Vírus, ser vivo A favor : - O fato dos vírus apresentarem reprodução; embora necessitem da ajuda da célula hospedeira para se reproduzirem; - A presença de material genético (DNA ou RNA), e consequentemente a capacidade de sofrerem mutação; - Capacidade de adaptação. Contra: - O fato dos vírus serem acelulares. - A ausência de metabolismo próprio,necessitando portanto, de constituintes celulares de outro org anismo
  8. 8. Tipos de vírus: são classificados de acordo com o tipo de material genético que apresentam. Vírus de DNA Desoxivírus Ex.: Herpes, varicela e sarampo. Vírus de RNA Ribovírus Ex.: HIV, febre amarela, HCV (hepatite C) e poliomielite.
  9. 9. Reprodução Viral Fases: <ul><li>Adsorção ou fixação: reconhecimento da célula hospedeira pelo vírus.
  10. 10. Há entrada do material genético do vírus, capsídeo é expelido.
  11. 11. Multiplicação do material genético do vírus.
  12. 12. Síntese das cápsulas protéicas.
  13. 13. Produção das unidades virais.
  14. 14. Lise da bactéria e liberação dos vírus. </li></ul>
  15. 15. Ciclo lítico: q ue provoca a morte da célula hospedeira . Sintomas de doenças provocadas por vírus com esse tipo de ciclo aparecem imediatamente. Ciclo lisogênico: o material genético do vírus torna-se parte do DNA da célula, que continua suas atividades normais. Doenças causadas por esses vírus tendem a ser incuráveis e seus sintomas d emoram para aparecer. Ciclos:
  16. 16. Libração Viral – Ciclo Lítico <ul><li>Onde há a ruptura da célula hospedeira.
  17. 17. Ex.: ingluenza (gripe) e poliomielite. </li></ul>
  18. 18. Liberação Viral – Ciclo Lisogênico <ul><li>Os vírus podem ser liberados lentamente da célula; ou
  19. 19. Podem esperar divisões celulares.
  20. 20. Podem ficar em estado latente, em estado de “cura” temporária até que algum fator desencadeie a doença. Ex. herpes. </li></ul>
  21. 21. Viroses Causas das doenças: <ul><li>Alteração do material genético da célula hospedeira;
  22. 22. Ruptura da célula – ciclo lítico. </li></ul>
  23. 23. Transmissão:
  24. 24. Transmissão Em animais a entrada se dá: <ul><li>Por lesões na pele;
  25. 25. Por reconhecimento de células de mucosa, como as das vias respiratórias, genitais, digestórias.
  26. 26. Por inoculação por animal transmissor (ex. dengue).
  27. 27. Pela gestação (via placentária) e pela amamentação. </li></ul>
  28. 28. Transmissão As partículas virais podem chegar até o hospedeiro por meio: <ul><li>De alimentos;
  29. 29. Contato sexual;
  30. 30. Através de secreções;
  31. 31. Transportados por outros animais;
  32. 32. Contato físico;
  33. 33. Troca de fluidos corporais;
  34. 34. ......... </li></ul>
  35. 35. Vacinas <ul><li>Vacina : antígenos inoculados no organismo a fim de produzir uma resposta imunológica, com a produção de anticorpos e células de memória contra este antígeno. </li></ul><ul><li>Antígenos: vírus “mortos” (pedaços virais) ou atenuados.
  36. 36. Vírus atenuados: podem causar a doença em pessoas que estejam mais sensíveis imunologicamente.
  37. 37. Vírus podem passar pela placenta! </li></ul>

×