1Atendimento Pedagógico2ª série E. M. (Aula #3)
2ConectoresOs conectores são aqueles elementos que auxiliam na tessitura,ou seja, ligam os elos formando um encadeamento d...
3Coerência e CoesãoCOERÊNCIAIdeiaSequência lógicaPrincípio de interpretabilidadeCOESÃOElementos linguísticos (conectores)E...
4CoesãoCoesão textual trata-se da ligação, da conexão entre as palavrasde um texto, por meio de elementos formais, que ass...
5Pronomes pessoaisPronomes pessoais são termos que substituem ou acompanhamo substantivo. Servem para representar os nomes...
6Pronomes pessoaisOs pronomes pessoais classificam-se em retos e oblíquos:São pronomes retos, quando atuam como sujeito da...
7Pronomes de tratamentoPronomes de tratamento são nomes que constituem formascorteses de tratamento, expressões de reverên...
8Pronomes de tratamento
9Pronomes possessivosOs pronomes possessivos indicam posse, estabelecem relaçãoda pessoa do discurso com algo que lhe pert...
10Pronomes demonstrativosOs pronomes demonstrativos são palavras que têm por função:Indicar o posicionamento de um ser no ...
11Pronomes indefinidosOs pronomes indefinidos são imprecisos, vagos. Se referem à 3ªpessoa do discurso.Podem ser variáveis...
12Pronomes interrogativosOs pronomes interrogativos são empregados para formularperguntas diretas ou indiretas.Podem ser v...
13Pronomes relativosOs pronomes relativos são os que relacionam uma oração a umsubstantivo que representa.Também se classi...
14VerboÉ a palavra que, por si só, exprime um fato - em geral, ação,estado ou fenômeno - e localiza-se no tempo.andar, cor...
15Linha do Tempo – Modo Indicativo
16Linha do Tempo – Modo Subjuntivo
17Correlação VerbalOs verbos mantêm entre si correlações de modo (indicativo esubjuntivo) e de tempo (pretérito, presente ...
18Correlação VerbalVejamos um caso em que as formas verbais se combinam:Se eu fosse você, compraria aquela casa.Tudo bem c...
19Correlação VerbalAgora um exemplo em que não existe correlação:Ele pediu que mantenham os investimentos.Existe algo estr...
20Correlação VerbalFazer a correlação modo-temporal certa não é difícil.O bom leitor percebe logo quando a correlação não ...
21Correlação Verbal1. presente do indicativo + presente do subjuntivoExemplo:É fundamental que ela esteja aqui amanhã.
22Correlação Verbal2. pretérito perfeito do indicativo + pretérito imperfeito do indicativoExemplo:Quando eu conheci sua m...
23Correlação Verbal3. pretérito perfeito do indicativo + pretérito imperfeito do subjuntivoExemplo:Critiquei antes para qu...
24Correlação Verbal4. futuro do presente do indicativo + futuro do subjuntivoExemplo:Darei o recado a meu marido quando el...
25Correlação Verbal5. futuro do pretérito do indicativo + pretérito imperfeito do subjuntivoExemplo:Eu confiaria mais na s...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

2ª série E. M. - Conectores, Pronomes, Verbos, Correlação Verbal

2.692 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.692
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
54
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Percebam como a fala fica truncada, causa estranheza. Tentem reescrever o texto acrescentando as conjunções que acharem necessárias.
  • 2ª série E. M. - Conectores, Pronomes, Verbos, Correlação Verbal

    1. 1. 1Atendimento Pedagógico2ª série E. M. (Aula #3)
    2. 2. 2ConectoresOs conectores são aqueles elementos que auxiliam na tessitura,ou seja, ligam os elos formando um encadeamento das ideias,dando coesão ao texto.Vejam este exemplo de texto do qual foram extraídos osconectores:"Nunca me esqueço de um consórcio de moto que eu fiz quandotinha 17 anos. Estava começando a ganhar dinheiro. Acabeigastando mais do que podia. A cada mês o valor aumentava.Fui sorteada. Tirei a moto. As parcelas nunca mais acabavam.Hoje os consórcios podem ter mudado. Eu nunca mais fiz um."(Meu dinheiro, maio 2001. p.11)
    3. 3. 3Coerência e CoesãoCOERÊNCIAIdeiaSequência lógicaPrincípio de interpretabilidadeCOESÃOElementos linguísticos (conectores)Encadeamento de ideias
    4. 4. 4CoesãoCoesão textual trata-se da ligação, da conexão entre as palavrasde um texto, por meio de elementos formais, que assinalam ovínculo entre os seus componentes.A coesão textual pode se estabelecer por meio de diversoselementos linguísticos.Dentre esses elementos, os pronomes assumem granderelevância, principalmente, pelo fato de ser por meio deles quese faz a retomada do referente.
    5. 5. 5Pronomes pessoaisPronomes pessoais são termos que substituem ou acompanhamo substantivo. Servem para representar os nomes dos seres edeterminar as pessoas do discurso, que são:1ª pessoa............a que fala2ª pessoa............com quem se fala3ª pessoa............de quem se falaEu aprecio tua dedicação aos estudos. Será que ela aprecia também?
    6. 6. 6Pronomes pessoaisOs pronomes pessoais classificam-se em retos e oblíquos:São pronomes retos, quando atuam como sujeito da oração.São pronomes oblíquos, quando atuam como complemento(objeto direto ou indireto):Desejo-te boa sorte...Faça-me o favor...Singular Plural Exemplo1ª pessoa eu nós Eu estudo todos os dias2ª pessoa tu vós Tu também tens estudado?3ª pessoa ele/ela eles/elas Será que ela estuda também?
    7. 7. 7Pronomes de tratamentoPronomes de tratamento são nomes que constituem formascorteses de tratamento, expressões de reverência, títuloshonoríficos etc.São pronomes como outros quaisquer, inclusive empregados damesma forma que os pronomes pessoais, porém são utilizadosem situações formais específicas, antepondo-se adeterminadas palavras que designam cargos ou posiçõessociais de prestígio.
    8. 8. 8Pronomes de tratamento
    9. 9. 9Pronomes possessivosOs pronomes possessivos indicam posse, estabelecem relaçãoda pessoa do discurso com algo que lhe pertence.Singular Plural1ª pessoa meu(s), minha(s) nosso(s), nossas(s)2ª pessoa teu(s), tua(s) vosso(s), vossa(s)3ª pessoa seu(s), sua(s) dele(s), dela(s)
    10. 10. 10Pronomes demonstrativosOs pronomes demonstrativos são palavras que têm por função:Indicar o posicionamento de um ser no espaço.Indicar a posição de elementos citados no próprio texto.Localizar no tempo, um fato ou uma informação.esse ≠ este ≠ aqueleessa ≠ esta ≠ aquelaisso ≠ isto ≠ aquilo
    11. 11. 11Pronomes indefinidosOs pronomes indefinidos são imprecisos, vagos. Se referem à 3ªpessoa do discurso.Podem ser variáveis (se flexionando em gênero e número) ouinvariáveis.Variáveis:algum(s), alguma(s), nenhum(s),nenhuma(s), todo(s), toda(s),muito(s), muita(s), pouco(s), pouca(s), tanto(s), tanta(s), certo(s),certa(s), vário(s), vária(s), outro(s), outra(s), certo(s), certa(s),quanto(s), quanta(s), tal, tais, qual, quais, qualquer, quaisquer...Invariáveis:quem, alguém, ninguém, outrem, cada, algo, tudo, nada...Algumas pessoas estudam diariamente. Ninguém estuda diariamente.
    12. 12. 12Pronomes interrogativosOs pronomes interrogativos são empregados para formularperguntas diretas ou indiretas.Podem ser variáveis ou invariáveis.Variáveis:qual, quais, quanto(s), quanta(s).Invariáveis:que, onde, quemQuantos de vocês estudam diariamente? Quem de vocês estudadiariamente?
    13. 13. 13Pronomes relativosOs pronomes relativos são os que relacionam uma oração a umsubstantivo que representa.Também se classificam em variáveis e invariáveis.Variáveis:o(a) qual, os(as) quais, quanto(s), quanta(s), cujo(s), cuja(s)Invariáveis:que, quem, ondeConseguiu o emprego que tanto queria.
    14. 14. 14VerboÉ a palavra que, por si só, exprime um fato - em geral, ação,estado ou fenômeno - e localiza-se no tempo.andar, correr, crescer, chover, adoecer, plantar, nadar, nevar...
    15. 15. 15Linha do Tempo – Modo Indicativo
    16. 16. 16Linha do Tempo – Modo Subjuntivo
    17. 17. 17Correlação VerbalOs verbos mantêm entre si correlações de modo (indicativo esubjuntivo) e de tempo (pretérito, presente e futuro).Ou seja, algumas formas verbais se combinam, enquanto outrasnão.
    18. 18. 18Correlação VerbalVejamos um caso em que as formas verbais se combinam:Se eu fosse você, compraria aquela casa.Tudo bem com essa frase, certo?É porque a correlação modo-temporal está adequada: o imperfeitodo subjuntivo (fosse) combina com o futuro do pretérito doindicativo (compraria).
    19. 19. 19Correlação VerbalAgora um exemplo em que não existe correlação:Ele pediu que mantenham os investimentos.Existe algo estranho nessa frase, não há correspondência modo-temporal: o pretérito perfeito do indicativo não combina com opresente do subjuntivo.Estaria certo se fosse “Ele pediu que mantivessem osinvestimentos.”, porque o pretérito perfeito do indicativocombina com o imperfeito do subjuntivo.
    20. 20. 20Correlação VerbalFazer a correlação modo-temporal certa não é difícil.O bom leitor percebe logo quando a correlação não estáadequada, pois a sonoridade é ruim.Por isso é importante ler bastante, para não ficarmos indiferentesàs frases que soam mal.
    21. 21. 21Correlação Verbal1. presente do indicativo + presente do subjuntivoExemplo:É fundamental que ela esteja aqui amanhã.
    22. 22. 22Correlação Verbal2. pretérito perfeito do indicativo + pretérito imperfeito do indicativoExemplo:Quando eu conheci sua mãe, ela trabalhava demais.
    23. 23. 23Correlação Verbal3. pretérito perfeito do indicativo + pretérito imperfeito do subjuntivoExemplo:Critiquei antes para que os diretores evitassem o pior.
    24. 24. 24Correlação Verbal4. futuro do presente do indicativo + futuro do subjuntivoExemplo:Darei o recado a meu marido quando ele chegar.
    25. 25. 25Correlação Verbal5. futuro do pretérito do indicativo + pretérito imperfeito do subjuntivoExemplo:Eu confiaria mais na sua tia se ela fofocasse menos.

    ×