Trabalho Individual

9.314 visualizações

Publicada em

1 comentário
3 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.314
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
54
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
190
Comentários
1
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalho Individual

  1. 1. História e Cultura das Artes<br />Monumento Gótico<br />Catedral de Léon<br />Índice<br />Página(s):<br />Introdução………………………………………………………………………. 3<br />Estilo Gótico……………………………………………………………….....4-10<br /> Arquitectura……………………………………………………………...4<br />Características gerais…………………………………………………….4<br /> Elementos Arquitectónicos…………………………………………...5-10<br />Arcada…………………………………………………………………...5<br />Tramo……………………………………………………………………5<br />Abóbada…………………………………………………………………6<br />Clerestório……………………………………………………………….6<br />Rosácea………………………………………………………………….7<br />Trifório…………………………………………………………………..7<br />Vitrais……………………………………………………………………8<br />Arquivoltas………………………………………………………………8<br />Cogulho……………………………………………………………….....9<br />Arcobotante……………………………………………………………...9<br />Gárgulas………………………………………………………………...10<br />Florão…………………………………………………………………...10<br />Catedral de Léon………………………………………………………………..11<br /> A Catedral………………………………………………………………….11<br /> Planta………………………………………………………………………12<br />Anexos………………………………………………………………………13-15<br />Conclusão………………………………………………………………………16<br />Bibliografia……………………………………………………………………..17<br />Introdução<br />Este foi realizado no âmbito da disciplina de História e Cultura das Artes, para tomar lugar a um teste sumativo, que tem como prazo de entrega dia 27 de Novembro de 2009.<br />Em primeiro lugar irei falar do Estilo Gótico, incluindo os Elementos Arquitectónicos.<br />Mas o tema principal é um Monumento Gótico, que será a Catedral de Lyon, este tema foi pedido como conselho e indicado pelo próprio professor da disciplina, Aurélio Gonçalves.<br />2. Estilo Gótico<br />O gótico designa uma fase da história da arte ocidental, identificável por características muito próprias de contexto social, político e religioso em conjugação com valores estéticos e filosóficos e que surge como resposta à integridade do estilo românico<br />Este movimento cultural e artístico desenvolveu-se durante a Idade Média, no contexto do Renascimento do Século XII e prolonga-se até à ingressão do Renascimento Italiano em Florença, quando a inspiração clássica quebra a linguagem artística até então difundida.<br />Os primeiros passos são dados a meados do século XII em França no campo da arquitectura (mais especificamente na construção de catedrais) e, acabando por abranger outras disciplinas estéticas, estende-se pela Europa até ao início do século XVI, já não apresentando então uma uniformidade geográfica.<br />A arquitectura, em uniformidade com a religião, vai formar o eixo de maior relevo deste movimento e vai salientar profundamente todo o desenvolvimento estético.<br />O novo estilo difundiu-se rapidamente pela Europa.<br />2.1. Arquitectura:<br />A arquitectura gótica foi considerada, pelo menos desde o século XIX, como a mais espectacular de toda a Idade Média, cujo espírito de cavalaria e de espiritualidade tão bem simboliza. Esta arquitectura religiosa, foi construída em louvor de Deus e dos homens. Contudo, a arquitectura gótica não representa um estilo inteiramente novo, mas um ponto de chegada de aperfeiçoamentos técnicos e estéticos, feitos ainda pelos construtores românicos, cujas descobertas se harmonizaram de um modo inovador e original. <br />Isso verificou-se principalmente na região do noroeste de França, onde está provado ter nascido a arte gótica.<br />Características gerais<br />Verticalismo dos edifícios substitui o horizontalismo do Românico;<br />Paredes mais leves e finas;<br />Contrafortes em menor número;<br />Janelas predominantes;<br />Torres ornadas por rosáceas;<br />Utilização do arco de volta quebrada;<br />Consolidação dos arcos feita por abóbadas de arcos cruzados ou de ogivas;<br />Nas torres (principalmente nas torres sineiras) os telhados são em forma de pirâmide.<br />2.2. Elementos Arquitectónicos<br />a) Arcada - uma arcada é formada por uma sequência de arcos, em geral formado por um plano divisor de espaços, os quais assentam em colunas. São tradicionalmente encontrados em claustros.<br />Fig. 1 - Arcadas Góticas - Parque Guell – Barcelona<br />b) Tramo – o tramo é uma unidade rítmica, formada por uma abóbada e seus elementos de descarga de força. É definido transversalmente por dois arcos torais ou dobrados; longitudinalmente, por dois arcos formeiros, que separam a nave principal das laterais, e por arcos cruzeiros, que formam as arestas ou nervuras da abóbada.<br />Fig. 2 - Abóbadas sobre a nave da Cathedral St-Jean, Lyon<br />c) Abóbada – a abóbada é uma cobertura côncava. Caracteriza-se por um tecto arqueado, usualmente constituído por pedras aparelhadas, tijolos ou betão. É um elemento pesado e que gera vários impulsos, em diversas direcções, que devem ser equilibradas ou apoiadas. Assim, enquanto que as forças verticais se distribuem pelas paredes ou pelos arcos e pilares, os impulsos horizontais são contidos através do uso de contrafortes ou arcobotantes.<br />Fig. 3 –A abóbada, Catedral de Notredame, Paris.<br />d) Clerestório – em arquitectura clerestório é o nome que se dá à parte da parede de uma nave, iluminada naturalmente por um conjunto de janelas laterais do andar superior das igrejas medievais do estilo gótico. De uma forma geral, refere-se à fiada de janelas altas, dispostas sobre um telhado adjacente. O seu uso remonta às basílicas romanas.<br />Fig. 4 - Catedral de Malmesbury, Inglaterra: o clerestório (nível superior).<br /> <br />e) Rosácea – a rosácea é um elemento arquitectónico ornamental usado no seu auge em catedrais durante o período gótico. Dentro do eixo condutor deste período artístico, a rosácea transmite, através da luz e da cor, o contacto com a espiritualidade e a ascensão ao sagrado. Trata-se de uma abertura circular onde um desenho geométrico de bandas de pedra é preenchido com vidro colorido, vitral. As cores são fortes, acentuando o realismo da representação pela representação pela combinação de variados tons da mesma cor. A rosácea apresenta-se sobre o portal da fachada principal a Oeste ou no transepto. A decoração é feita no sentido radial, estilizando a representação das pétalas de uma rosa, e relata a história bíblica de uma figura que surge ao centro da composição.<br />Fig. 5 - Rosácea de Sainte-Chapelle em Paris.<br />1729740669925f) Trifório – o termo arquitectónico trifório refere-se a uma galeria estreita, aberta sobre o andar das arcadas e sob o clerestório nas paredes laterais que separam a nave principal das colaterais nas igrejas ou catedrais medievais.<br />Fig. 6 - Catedral de Malmesbury, Inglaterra: o trifório (nível intermédio).<br />g) Vitrais – os vitrais são constituídos de pedaços de vidro, geralmente coloridos, combinados para formar desenhos. Amplamente utilizados na ornamentação de catedrais e igrejas, o efeito de luz solar que por estes, atravessava, conferia uma maior imponência e espiritualidade ao ambiente.<br />Fig. 7 - Vitral gótico do início do século XIV, Catedral da Colônia.<br />h) Arquivoltas – arquivolta, termo de origem latina – arco + volta, é um elemento arquitectónico decorativo utilizado em conjunto (várias arquivoltas) a emoldurar uma abertura em arco, referindo-se geralmente à sua aplicação em portais de entrada de igrejas ou catedrais em estilo românico ou gótico.<br />Fig. 8 - Porta do Sarmental, Catedral de Burgos<br />i) Cogulho – o elemento arquitectónico cogulho, também crochet, colchete ou cogoilo, designa um pequeno elemento decorativo em pedra representando folhas estilizadas, de uso comum na arquitectura do estilo gótico.<br />Fig. 9 - Convento de Cristo em Tomar<br />j) Arcobotante – o arcobotante é uma construção em forma de meio arco, erguida na parte exterior dos edifícios góticos para apoiar as paredes e colunas. Só assim se conseguiu aumentar as alturas das edificações.<br />Fig. 10 - Abadia de Bath, Inglaterra.<br />k) Gárgulas – na arquitectura, as gárgulas são desaguadouros, ou seja, são a parte saliente das calhas de telhados que se destina a escoar águas pluviais a certa distância da parede e que, especialmente na Idade Média, eram ornadas com figuras monstruosas, humanas ou animalescas, conjuntamente presentes na arquitectura gótica.<br />Fig. 11 – Catedral Notredame, Paris.<br />l) Florão – o elemento arquitectónico florão, também crista, designa um pequeno elemento decorativo em pedra difundido em edifícios da Idade Média, especialmente durante o estilo gótico. Geralmente situado em locais altos como parte integrante de elementos de acentuação de verticalidade, o florão surge como remate isolado no topo de pináculos, gabletes, etc. Este elemento é a representação estilizada de uma flor (por exemplo a Flor-de-Lis).<br />Fig. 12 - Aachen, Alemanha.<br />3. Catedral de Léon<br />A actual Catedral de Léon, construída no século XIII, apresenta um desenho do mais depurado estilo gótico clássico francês. Conhecida como a pulcra leonina.<br />Está localizada em Léon, Espanha; Construída em 1205 até 1301.<br />3.1. A Catedral<br />-41910727075Destaca a fachada principal (virada para Oeste) com cinco arcos finamente esculpidos no século XII, com três portas e uma rosácea central, protegida por duas torres góticas, respectivamente, com 65 e 68 metros.<br />Dividida em três naves, de entrada em transepto, e cinco naves do transepto ao altar maior. A catedral apresenta macrocefalia, ou seja, expõe uma cabeça de maior tamanho do comum (o caso do transepto).<br />Nos seus muros apresenta 125 grandes janelas, com 1.800 m2 de vitrais policromados de origem medieval, sendo consideradas as melhores do mundo neste género.<br />Fig.13 - Interior da Catedral destacando os vitrais.Deles, enfatizam a grande rosácea central situada no patamar central situada no patamar central, entre as duas torres de agulha, assim como aqueles da capela maior, do transepto norte e da Capela de Santiago. A capela maior é fechada por uma porta de ferro do estilo pitoresco, da prata do século XVI e das pinturas no alpendre do altar maior do francês Nicholas.<br />O claustro do século XIV, tem um formulário da formação em esquadrão a regular, com seis arcos ogivais em cada lado. <br />No museu da Catedral Um, conserva um marfim Christ do século XIII, algumas esculturas de Juan de Juni e seus discípulos, um missal do século XVI e diversos ornamentos litúrgicos do mesmo tempo.<br />Na biblioteca há diversos manuscritos de visigodos e um exemplar de Lex Romana Visigothorum.<br />3.2. Planta <br /> Fig.14 – Planta da Catedral<br />23. Capela de San Francisco24. Porta dos Mortos25. Porta de San Froilan26. Porta de ReinaA planta é um caso de uma réplica da Catedral de Reims ainda que seja num formato menor. Tem umas dimensões de 90 m de largura, 30 metros de altura e 29 de ancha.<br />Patamar da Nossa Sra. O Branco<br />Patamar de San Juan de Regla<br />Patamar de San Francisco<br />Capela de San Juan de Regla<br />Deambulatório<br />Coro<br />Altar maior e Altarpiece<br />Porta da Nossa Sra. Dos Dados<br />Capela de Santa Teresa<br />Claustro<br />Capela de San Nicholas<br />Capela da Contagem do Alvoredo do Carvalho<br />Capela de San Andres<br />Capela de Santiago<br />Capela de Nossa Sra. Os Dados<br />Capela do trânsito<br />Capela de Asuncion<br />Capela da Concepção<br />Capela de El Salvador<br />Capela da Consolação<br />Capela do Christ<br />Capela de Carmen<br />4. Anexos<br />Fig.15 - Interior da Catedral de León <br />.<br />Fig.16 – Catedral de Léon, fachada sul.<br />Fig.17 – Interior da Catedral de Léon.<br />Fig. 18 - Espanha - Catedral gótica de León.<br /> <br />Fig. 19 – Nave central, Catedral de Léon.<br />Fig. 20 – Rosácea Central, Léon.<br />5.Conclusão<br />O que posso concluir deste trabalho é que o Estilo Gótico designa uma fase da história da arte ocidental, este movimento cultural e artístico desenvolveu-se durante a Idade Média, no contexto do Renascimento do século XII.<br />Este novo estilo difundiu-se rapidamente pela Europa.<br />A arquitectura gótica foi considerada pelo menos desde o século XIX, como a mais espectacular de toda a Idade Média. Esta arquitectura tem como referências, 7 elementos arquitectónicos: arcada, tramo, abóbada, clerestório, rosácea, trifório, vitrais, arquivoltas; cogulho; arcobotante; gárgulas; florão.<br />A Catedral de Léon, construída no século XIII, nos anos 1205 a 1301, apresenta um desenho do mais depurado estilo gótico clássico francês. <br />A catedral destaca a fachada principal com cinco arcos finamente esculpidos, com três portas e uma rosácea central, protegida por duas torres góticas. Esta dividida em três naves, os seus muros apresentam 125 grandes janelas com 1.800 m 2 de vitrais policromados, são consideradas as melhores do mundo neste género.<br />A planta é um caso de uma réplica da Catedral de Reims em formato menor.<br />No entanto, a Catedral de Léon é uma dos principais referentes exemplares históricos que apresentam a beleza, a potencialidade, a espectacularidade e particularidade do Estilo Gótico, este teve origem no Noroeste de França. <br />6.Bibliografia<br />Corpo do Trabalho:<br />- Estilo Gótico (incluindo a arquitectura) http://pt.wikipedia.org/wiki/Estilo_g%C3%B3tico<br />- História e Cultura das Artes, 2ª parte, 10º ano – Porto Editora, 2008<br />- Elementos arquitectónicos - http://www.slideshare.net/kierk/gtico-elementos-arquitectonicos<br />- Catedral de Leon - http://es.wikipedia.org/wiki/Catedral_de_Le%C3%B3n<br />Imagens:<br />- Arcada - http://tempo-de-viajar.blogspot.com/<br />- Tramo - www.estudosobre.com/Tramo<br />-Abobada - kikipedia.wordpress.com/2008/03/<br />-Clerestório - umolharsobreaarte.blogs.sapo.pt/<br />-Rosácea - www.artigosobre.com/Rosácea_(arquitectura)<br />-Trifório umolharsobreaarte.blogs.sapo.pt/<br />-Vitrais - ecoviagem.uol.com.br/blogs/eurotrip/dicas-de-...<br />-Arquivoltas - goticocristao.blogspot.com/<br />-Cogulho - saber.sapo.ao/wiki/Cogulho<br />-Arcobotante - www.artigosobre.com/Arcobotante<br />-Gárgulas - postal.blogs.sapo.pt/arquivo/1081993.html<br />-Florão - pt.wikipedia.org/wiki/Florão_(arquitetura)<br />-Catedral de Leon - http://es.wikipedia.org/wiki/Catedral_de_Le%C3%B3n<br />-www.zooomr.com/z/photos/zoom/7482136/size-32/<br />-iris.fotosblogue.com/.../<br />-joelcleto.blogspot.com/<br />-www.medievalum.com/index.php/tag/gotico/<br />-commons.wikimedia.org/wiki/File:Rosetón_de_l...<br />

×