Redes sociais em anestesia

1.883 visualizações

Publicada em

Aula do 58º CBA

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.883
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
971
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Esse comparativo dos tablets é muito interessante, e permite uma ideia das diferenças e semelhanças entre eles. O  maior e mais pesad o deles é o Moto Xoom com dimensões de 24,9 x 16,7 x, 1,2 cm e peso de 730 g, enquanto o  menor e mais leve  é o LG Optimus com 11,3x5,9x1,3cm e 129 g, que inclusive possui  câmera 3D. O moto Xoom e o Galaxy Tab 10 tem as  maiores telas , 10 polegadas,  e a melhor resolução com 1280 x800 com 160 dpi. Além de tablets, são  telefones celulares  o Galaxy Tab 10, LG Optimus Pad e o HP touch Pad. O Samsumg Galaxy Tab tem a bateria de maior duração. A  maior quantidade de aplicativos médicos  encontra-se na Apple Store, seguida pela App Android Market.
  • Perhaps it is in the middle of Grand Rounds, during a conversation with colleagues, or maybebetween seeing patients – there are times when a quick scan of the most recent medical literature would be helpful. PubMed Mobile  (Free) is an app for Android that allows the user to search  PubMed , save articles and searches, view abstracts, and export selected abstracts and citations for future use. The developer CRinUS also makes the similar apps: PubChem Mobile, and Entrez Sequence.  All three apps are free. Here, I review PubMed Mobile, developed by CRinUS . SEARCH PubMed Mobile app searches are actually quite similar to those of PubMed online.  The Main Menu  is intuitive and easy to use.  Drop down menus allow the user to narrow the search using up to 3 fields at one time.  Search  Fields  include author, journal title, article title, mesh terms, and numerous others.  The only search  Limits  are humans, animals, males, and females.  Limiting to “Core Clinical Journals” and “English” language – the two that I use most often – are not included in this app. A nice feature for Android users who prefer landscape orientation or have a slide-out keyboard is the full functionality in  both orientations .  One annoyance, though, is that text entered into textboxes in landscape are lost when flipping to portrait.  The issue, though, is avoidable by simply clicking “search” before flipping.
  • SEARCH RESULTS AND ABSTRACTS Search results appear almost instantly on Wi-Fi and 3G.  The search results are very similar or identical to the test searches I ran on a computer for comparison.  After searching, articles can be  sorted  alphabetically by author, journal, or title, or sorted by publication date.   Each article has a  checkbox , so that multiple citations can be sent at once, or saved for later (see below). Abstracts  and citations, not full articles nor pdf files, are available for reading.  Despite the hyperlink look, there are no direct links to the browser. SAVING ARTICLES AND SEARCHES Searches can also be saved for later perusal in “ My Searches .”  Articles can be saved using the checkboxes and menu key.  All checked articles are put directly into “ My Articles .”  The ability to organize articles into subfolders would be a nice feature, but is not present.
  • SENDING ARTICLES Articles can be exported on Android via  email,  shared on  GoogleReader  or another RSS catcher, sent to the  printer  (using  PrinterShare ), or shared on one of the many  social networking  accounts.  The whole process is quick, familiar for Android users, and requires only a few clicks.
  • O  Flickr  é um  site  da  web  de  hospedagem  e partilha de imagens fotográficas (e eventualmente de outros tipos de documentos gráficos, como  desenhos e  ilustrações ), caracterizado também como  rede social . O  Flickr  permite a seus usuários criarem álbuns para armazenamento de suas  fotografias  e entrarem em contato com fotógrafos variados e de diferentes locais do mundo. No começo de  2005  o site foi adquirido pela  Yahoo! Inc. O  Flickr  é considerado um dos componentes mais exemplares daquilo que ficou conhecido como  Web 2.0 , devido ao nível de interatividade permitido aos usuários. O site adota o popular sistema de categorização de arquivos por meio de  tags  (expressão em inglês que poderia ser traduzida como etiquetas ). O  Flickr  também pode ser considerado um  flog . História O site do Flickr foi desenvolvido pela  Ludicorp  em  Vancouver ,  Canadá , onde a empresa foi fundada em  2002 . A empresa lançou o Flickr em fevereiro de 2004 . Em março de  2005 , a  Yahoo! Inc.  adquire a Ludicorp e, consequentemente, o Flickr. Durante a semana de  28 de junho  todo o conteúdo do site foi migrado dos servidores do  Canadá  para os  Estados Unidos , resultando a partir daí a que todo o conteúdo seja sujeito às leis federais dos  Estados Unidos [2] . Em  16 de maio  de  2006 , o Flickr alterou a classificação de seu site de  Beta  para  Gamma : tal mudança reflete um vocabulário comum para designar atualizações de versões de  software , refletindo um novo desenho e estrutura para o site. [ editar ]Organização O Flickr organiza e classifica as fotos predominantemente por meio de categorias - apelidadas de  tags  (ou etiquetas) no contexto do sítio. Tais  tags  (os quais são considerados uma forma de metadata) são atribuídas às respectivas fotografias pelos próprios usuários que as carregaram no sítio. Com isso, a busca de imagens se torna um processo fácil e ágil. O Flickr também provê uma lista das "tags" mais utilizadas nas fotos. O Flickr também permite que os usuários organizem suas próprias fotos através de álbuns (em inglês "set"), e os agrupe em coleções. O  Organizr  é uma ferramenta para organização de fotos, grupos, coleções e suporte a localização no mapa do Yahoo! Maps (chamado de Geotagging, ou Georreferência), semelhante ao Google Maps. Esta aplicação foi feita em programação AJAX (programação), de fácil manuseio e com uma grande rapidez é possível organizar as fotos e adicioná-las ao mapa global.
  • Twitter  é uma  rede social  e  servidor  para  microblogging , que permite aos  usuários  enviar e receber atualizações pessoais de outros contatos (em textos de até 140  caracteres , conhecidos como " tweets "), por meio do  website  do serviço, por  SMS  e por  softwares  específicos de gerenciamento. As atualizações são exibidas no  perfil  de um usuário em  tempo real  e também enviadas a outros usuários seguidores que tenham assinado para recebê-las. As atualizações de um perfil ocorrem por meio do  site  do Twitter, por  RSS , por  SMS  ou programa especializado para gerenciamento. O serviço é gratuito pela  internet , entretanto, usando o recurso de SMS pode ocorrer a cobrança pela operadora telefônica. Desde sua criação em  2006  por  Jack Dorsey , o Twitter ganhou extensa notabilidade e popularidade por todo mundo. Algumas vezes é descrito como o "SMS da Internet". [2]
  • História da empresa O LinkedIn começou na sala de estar do cofundador Reid Hoffman no outono americano de 2002. O lançamento oficial do site aconteceu no dia 5 de maio de 2003. Ao final do primeiro mês de operação, o LinkedIn conquistou um total de 4.500 usuários. Com base nos dados de 30 de setembro de 2011 (final do terceiro trimestre), o LinkedIn conta com uma média de cadastro de profissionais superior a dois usuários por segundo. O LinkedIn é uma empresa de capital aberto e tem um modelo de negócios bem diversificado, onde a receita provém de soluções de recrutamento, assinaturas Premium e soluções de marketing. Fatos sobre o LinkedIn Com base nos dados de 3 de novembro de 2011, o LinkedIn é a maior rede profissional do mundo na internet, com mais de 135 milhões de usuários em mais de 200 países e territórios. 59% dos usuários do LinkedIn são de fora dos Estados Unidos. Tivemos aproximadamente dois bilhões de pesquisas de pessoas no LinkedIn durante o ano de 2010. Com base nas métricas do terceiro trimestre de 2011, tivemos mais de quatro bilhões de pesquisas realizadas no LinkedIn naquele ano.  Com sede em Mountain View, Califórnia, o LinkedIn conta com filiais nas seguintes cidades dos Estados Unidos: São Francisco, Chicago, Nova Iorque e Omaha, Nebraska. O LinkedIn também marca a sua presença internacional e opera em Amsterdã, Bangalore, Nova Déli, Dublin, Londres, Melbourne, Mumbai, Munique, Paris, Singapura, Estocolmo, Sydney, Tóquio e Toronto. A equipe de gestão da empresa é composta por executivos experientes vindos de companhias como Yahoo!, Google, Microsoft, TiVo, PayPal e Electronic Arts. O presidente do LinkedIn é Jeff Weiner. O LinkedIn está disponível em dez idiomas: português, inglês, espanhol, francês, italiano, romeno, alemão, russo, turco e japonês. Com base nos dados de 30 de setembro de 2011 (final do terceiro trimestre), o LinkedIn possui 1.797 funcionários efetivos de tempo integral localizados ao redor do mundo. O LinkedIn iniciou o ano de 2011 com cerca de 1.000 funcionários espalhados pelo mundo, comparados com 500 funcionários no mesmo período de 2010. Cadastros no mundo Mais de 135 milhões de profissionais ao redor do mundo com base nos dados de 3 de novembro de 2011 Mais de 26 milhões de usuários na Europa Mais de 6 milhões de usuários no Reino Unido Mais de 2 milhões de usuários na França Mais de 2 milhões de usuários na Holanda Mais de 2 milhões de usuários na Itália Mais de 2 milhões de usuários nos países de língua alemã (Alemanha, Áustria e Suíça) Mais de 1 milhão de usuários na Espanha Mais de 1 milhão de usuários na Bélgica Mais de 11 milhões de usuários na Índia Mais de 4 milhões de usuários no Canadá Mais de 4 milhões de usuários no Brasil Mais de 2 milhões de usuários na Austrália Com base nos dados de outubro de 2011, o LinkedIn conta com mais de 14 milhões de usuários estudantes e recém-formados* em todo o mundo. O LinkedIn e os negócios Com base nos dados de 30 de setembro de 2011 (final do terceiro trimestre), o LinkedIn conta com a presença de usuários que são executivos de todas as empresas no ranking da Fortune 500 em 2011. As nossas soluções de recrutamento são utilizadas por 75 empresas no ranking da Fortune 100. Mais de 2 milhões de empresas possuem páginas de empresas no LinkedIn. O LinkedIn representa um grupo demográfico valioso para profissionais de marketing, devido a seus usuários afluentes e influentes. Mais de 40.000 programadores estão utilizando as interfaces de programação de aplicativos (APIs) do LinkedIn para criar ferramentas e serviços inovadores para profissionais, gerando dois bilhões de chamadas API por mês. Existem mais de 180.000 domínios únicos utilizando o botão Compartilhar do LinkedIn, que permite que usuários enviem conteúdo destes sites através da plataforma do LinkedIn. Entre 30 de junho e 30 de setembro de 2011, o compartilhamento de notícias dos sites de publishers na web através do LinkedIn aumentou mais de 75%. Os usuários do LinkedIn estão compartilhando ideias e conhecimentos em mais de um milhão de grupos. Com base nos dados de 30 de setembro de 2011, as visualizações de páginas através do aplicativo para celular são responsáveis por 11% do total de visitas de usuários do LinkedIn. Com base nos dados de 30 de setembro de 2011, milhares de candidaturas de emprego foram enviadas pelo botão Candidatar-se através do LinkedIn. Métrica financeira do LinkedIn 3º trimestre de 2011 A receita total aumentou em 126% no decorrer dos anos, alcançando 139 milhões de dólares. Este é o nosso oitavo trimestre consecutivo de crescimento acelerado e nosso quinto trimestre consecutivo obteve um crescimento de mais de 100%. A receita proveniente de nossas Soluções de recrutamento foi de 71 milhões de dólares, um aumento de 160% comparado com o mesmo período anterior àquele ano. No trimestre, as soluções de recrutamento representaram 51% da receita total, comparados com 44% do ano passado. A receita proveniente de nossas Soluções de marketing foi de 40,1 milhões de dólares, um aumento de 113% comparado com o ano anterior.  A receita de assinaturas de contas Premium terminaram o trimestre em 28,4 milhões de dólares, um aumento de 81% no decorrer dos anos. De acordo com a comScore, obtivemos uma média de 87,6 milhões de visitantes únicos (inclusive usuários e não-usuários) no trimestre. Em setembro, o LinkedIn ficou em 34º lugar na lista de sites mais visitados do mundo, subindo do 54º lugar no ano passado, baseado nos dados fornecidos pela comScore. A ComScore analisou 7,6 bilhões de visualizações de páginas no terceiro trimestre.
  • História da empresa O LinkedIn começou na sala de estar do cofundador Reid Hoffman no outono americano de 2002. O lançamento oficial do site aconteceu no dia 5 de maio de 2003. Ao final do primeiro mês de operação, o LinkedIn conquistou um total de 4.500 usuários. Com base nos dados de 30 de setembro de 2011 (final do terceiro trimestre), o LinkedIn conta com uma média de cadastro de profissionais superior a dois usuários por segundo. O LinkedIn é uma empresa de capital aberto e tem um modelo de negócios bem diversificado, onde a receita provém de soluções de recrutamento, assinaturas Premium e soluções de marketing. Fatos sobre o LinkedIn Com base nos dados de 3 de novembro de 2011, o LinkedIn é a maior rede profissional do mundo na internet, com mais de 135 milhões de usuários em mais de 200 países e territórios. 59% dos usuários do LinkedIn são de fora dos Estados Unidos. Tivemos aproximadamente dois bilhões de pesquisas de pessoas no LinkedIn durante o ano de 2010. Com base nas métricas do terceiro trimestre de 2011, tivemos mais de quatro bilhões de pesquisas realizadas no LinkedIn naquele ano.  Com sede em Mountain View, Califórnia, o LinkedIn conta com filiais nas seguintes cidades dos Estados Unidos: São Francisco, Chicago, Nova Iorque e Omaha, Nebraska. O LinkedIn também marca a sua presença internacional e opera em Amsterdã, Bangalore, Nova Déli, Dublin, Londres, Melbourne, Mumbai, Munique, Paris, Singapura, Estocolmo, Sydney, Tóquio e Toronto. A equipe de gestão da empresa é composta por executivos experientes vindos de companhias como Yahoo!, Google, Microsoft, TiVo, PayPal e Electronic Arts. O presidente do LinkedIn é Jeff Weiner. O LinkedIn está disponível em dez idiomas: português, inglês, espanhol, francês, italiano, romeno, alemão, russo, turco e japonês. Com base nos dados de 30 de setembro de 2011 (final do terceiro trimestre), o LinkedIn possui 1.797 funcionários efetivos de tempo integral localizados ao redor do mundo. O LinkedIn iniciou o ano de 2011 com cerca de 1.000 funcionários espalhados pelo mundo, comparados com 500 funcionários no mesmo período de 2010. Cadastros no mundo Mais de 135 milhões de profissionais ao redor do mundo com base nos dados de 3 de novembro de 2011 Mais de 26 milhões de usuários na Europa Mais de 6 milhões de usuários no Reino Unido Mais de 2 milhões de usuários na França Mais de 2 milhões de usuários na Holanda Mais de 2 milhões de usuários na Itália Mais de 2 milhões de usuários nos países de língua alemã (Alemanha, Áustria e Suíça) Mais de 1 milhão de usuários na Espanha Mais de 1 milhão de usuários na Bélgica Mais de 11 milhões de usuários na Índia Mais de 4 milhões de usuários no Canadá Mais de 4 milhões de usuários no Brasil Mais de 2 milhões de usuários na Austrália Com base nos dados de outubro de 2011, o LinkedIn conta com mais de 14 milhões de usuários estudantes e recém-formados* em todo o mundo. O LinkedIn e os negócios Com base nos dados de 30 de setembro de 2011 (final do terceiro trimestre), o LinkedIn conta com a presença de usuários que são executivos de todas as empresas no ranking da Fortune 500 em 2011. As nossas soluções de recrutamento são utilizadas por 75 empresas no ranking da Fortune 100. Mais de 2 milhões de empresas possuem páginas de empresas no LinkedIn. O LinkedIn representa um grupo demográfico valioso para profissionais de marketing, devido a seus usuários afluentes e influentes. Mais de 40.000 programadores estão utilizando as interfaces de programação de aplicativos (APIs) do LinkedIn para criar ferramentas e serviços inovadores para profissionais, gerando dois bilhões de chamadas API por mês. Existem mais de 180.000 domínios únicos utilizando o botão Compartilhar do LinkedIn, que permite que usuários enviem conteúdo destes sites através da plataforma do LinkedIn. Entre 30 de junho e 30 de setembro de 2011, o compartilhamento de notícias dos sites de publishers na web através do LinkedIn aumentou mais de 75%. Os usuários do LinkedIn estão compartilhando ideias e conhecimentos em mais de um milhão de grupos. Com base nos dados de 30 de setembro de 2011, as visualizações de páginas através do aplicativo para celular são responsáveis por 11% do total de visitas de usuários do LinkedIn. Com base nos dados de 30 de setembro de 2011, milhares de candidaturas de emprego foram enviadas pelo botão Candidatar-se através do LinkedIn. Métrica financeira do LinkedIn 3º trimestre de 2011 A receita total aumentou em 126% no decorrer dos anos, alcançando 139 milhões de dólares. Este é o nosso oitavo trimestre consecutivo de crescimento acelerado e nosso quinto trimestre consecutivo obteve um crescimento de mais de 100%. A receita proveniente de nossas Soluções de recrutamento foi de 71 milhões de dólares, um aumento de 160% comparado com o mesmo período anterior àquele ano. No trimestre, as soluções de recrutamento representaram 51% da receita total, comparados com 44% do ano passado. A receita proveniente de nossas Soluções de marketing foi de 40,1 milhões de dólares, um aumento de 113% comparado com o ano anterior.  A receita de assinaturas de contas Premium terminaram o trimestre em 28,4 milhões de dólares, um aumento de 81% no decorrer dos anos. De acordo com a comScore, obtivemos uma média de 87,6 milhões de visitantes únicos (inclusive usuários e não-usuários) no trimestre. Em setembro, o LinkedIn ficou em 34º lugar na lista de sites mais visitados do mundo, subindo do 54º lugar no ano passado, baseado nos dados fornecidos pela comScore. A ComScore analisou 7,6 bilhões de visualizações de páginas no terceiro trimestre.
  • História da empresa O LinkedIn começou na sala de estar do cofundador Reid Hoffman no outono americano de 2002. O lançamento oficial do site aconteceu no dia 5 de maio de 2003. Ao final do primeiro mês de operação, o LinkedIn conquistou um total de 4.500 usuários. Com base nos dados de 30 de setembro de 2011 (final do terceiro trimestre), o LinkedIn conta com uma média de cadastro de profissionais superior a dois usuários por segundo. O LinkedIn é uma empresa de capital aberto e tem um modelo de negócios bem diversificado, onde a receita provém de soluções de recrutamento, assinaturas Premium e soluções de marketing. Fatos sobre o LinkedIn Com base nos dados de 3 de novembro de 2011, o LinkedIn é a maior rede profissional do mundo na internet, com mais de 135 milhões de usuários em mais de 200 países e territórios. 59% dos usuários do LinkedIn são de fora dos Estados Unidos. Tivemos aproximadamente dois bilhões de pesquisas de pessoas no LinkedIn durante o ano de 2010. Com base nas métricas do terceiro trimestre de 2011, tivemos mais de quatro bilhões de pesquisas realizadas no LinkedIn naquele ano.  Com sede em Mountain View, Califórnia, o LinkedIn conta com filiais nas seguintes cidades dos Estados Unidos: São Francisco, Chicago, Nova Iorque e Omaha, Nebraska. O LinkedIn também marca a sua presença internacional e opera em Amsterdã, Bangalore, Nova Déli, Dublin, Londres, Melbourne, Mumbai, Munique, Paris, Singapura, Estocolmo, Sydney, Tóquio e Toronto. A equipe de gestão da empresa é composta por executivos experientes vindos de companhias como Yahoo!, Google, Microsoft, TiVo, PayPal e Electronic Arts. O presidente do LinkedIn é Jeff Weiner. O LinkedIn está disponível em dez idiomas: português, inglês, espanhol, francês, italiano, romeno, alemão, russo, turco e japonês. Com base nos dados de 30 de setembro de 2011 (final do terceiro trimestre), o LinkedIn possui 1.797 funcionários efetivos de tempo integral localizados ao redor do mundo. O LinkedIn iniciou o ano de 2011 com cerca de 1.000 funcionários espalhados pelo mundo, comparados com 500 funcionários no mesmo período de 2010. Cadastros no mundo Mais de 135 milhões de profissionais ao redor do mundo com base nos dados de 3 de novembro de 2011 Mais de 26 milhões de usuários na Europa Mais de 6 milhões de usuários no Reino Unido Mais de 2 milhões de usuários na França Mais de 2 milhões de usuários na Holanda Mais de 2 milhões de usuários na Itália Mais de 2 milhões de usuários nos países de língua alemã (Alemanha, Áustria e Suíça) Mais de 1 milhão de usuários na Espanha Mais de 1 milhão de usuários na Bélgica Mais de 11 milhões de usuários na Índia Mais de 4 milhões de usuários no Canadá Mais de 4 milhões de usuários no Brasil Mais de 2 milhões de usuários na Austrália Com base nos dados de outubro de 2011, o LinkedIn conta com mais de 14 milhões de usuários estudantes e recém-formados* em todo o mundo. O LinkedIn e os negócios Com base nos dados de 30 de setembro de 2011 (final do terceiro trimestre), o LinkedIn conta com a presença de usuários que são executivos de todas as empresas no ranking da Fortune 500 em 2011. As nossas soluções de recrutamento são utilizadas por 75 empresas no ranking da Fortune 100. Mais de 2 milhões de empresas possuem páginas de empresas no LinkedIn. O LinkedIn representa um grupo demográfico valioso para profissionais de marketing, devido a seus usuários afluentes e influentes. Mais de 40.000 programadores estão utilizando as interfaces de programação de aplicativos (APIs) do LinkedIn para criar ferramentas e serviços inovadores para profissionais, gerando dois bilhões de chamadas API por mês. Existem mais de 180.000 domínios únicos utilizando o botão Compartilhar do LinkedIn, que permite que usuários enviem conteúdo destes sites através da plataforma do LinkedIn. Entre 30 de junho e 30 de setembro de 2011, o compartilhamento de notícias dos sites de publishers na web através do LinkedIn aumentou mais de 75%. Os usuários do LinkedIn estão compartilhando ideias e conhecimentos em mais de um milhão de grupos. Com base nos dados de 30 de setembro de 2011, as visualizações de páginas através do aplicativo para celular são responsáveis por 11% do total de visitas de usuários do LinkedIn. Com base nos dados de 30 de setembro de 2011, milhares de candidaturas de emprego foram enviadas pelo botão Candidatar-se através do LinkedIn. Métrica financeira do LinkedIn 3º trimestre de 2011 A receita total aumentou em 126% no decorrer dos anos, alcançando 139 milhões de dólares. Este é o nosso oitavo trimestre consecutivo de crescimento acelerado e nosso quinto trimestre consecutivo obteve um crescimento de mais de 100%. A receita proveniente de nossas Soluções de recrutamento foi de 71 milhões de dólares, um aumento de 160% comparado com o mesmo período anterior àquele ano. No trimestre, as soluções de recrutamento representaram 51% da receita total, comparados com 44% do ano passado. A receita proveniente de nossas Soluções de marketing foi de 40,1 milhões de dólares, um aumento de 113% comparado com o ano anterior.  A receita de assinaturas de contas Premium terminaram o trimestre em 28,4 milhões de dólares, um aumento de 81% no decorrer dos anos. De acordo com a comScore, obtivemos uma média de 87,6 milhões de visitantes únicos (inclusive usuários e não-usuários) no trimestre. Em setembro, o LinkedIn ficou em 34º lugar na lista de sites mais visitados do mundo, subindo do 54º lugar no ano passado, baseado nos dados fornecidos pela comScore. A ComScore analisou 7,6 bilhões de visualizações de páginas no terceiro trimestre.
  • História da empresa O LinkedIn começou na sala de estar do cofundador Reid Hoffman no outono americano de 2002. O lançamento oficial do site aconteceu no dia 5 de maio de 2003. Ao final do primeiro mês de operação, o LinkedIn conquistou um total de 4.500 usuários. Com base nos dados de 30 de setembro de 2011 (final do terceiro trimestre), o LinkedIn conta com uma média de cadastro de profissionais superior a dois usuários por segundo. O LinkedIn é uma empresa de capital aberto e tem um modelo de negócios bem diversificado, onde a receita provém de soluções de recrutamento, assinaturas Premium e soluções de marketing. Fatos sobre o LinkedIn Com base nos dados de 3 de novembro de 2011, o LinkedIn é a maior rede profissional do mundo na internet, com mais de 135 milhões de usuários em mais de 200 países e territórios. 59% dos usuários do LinkedIn são de fora dos Estados Unidos. Tivemos aproximadamente dois bilhões de pesquisas de pessoas no LinkedIn durante o ano de 2010. Com base nas métricas do terceiro trimestre de 2011, tivemos mais de quatro bilhões de pesquisas realizadas no LinkedIn naquele ano.  Com sede em Mountain View, Califórnia, o LinkedIn conta com filiais nas seguintes cidades dos Estados Unidos: São Francisco, Chicago, Nova Iorque e Omaha, Nebraska. O LinkedIn também marca a sua presença internacional e opera em Amsterdã, Bangalore, Nova Déli, Dublin, Londres, Melbourne, Mumbai, Munique, Paris, Singapura, Estocolmo, Sydney, Tóquio e Toronto. A equipe de gestão da empresa é composta por executivos experientes vindos de companhias como Yahoo!, Google, Microsoft, TiVo, PayPal e Electronic Arts. O presidente do LinkedIn é Jeff Weiner. O LinkedIn está disponível em dez idiomas: português, inglês, espanhol, francês, italiano, romeno, alemão, russo, turco e japonês. Com base nos dados de 30 de setembro de 2011 (final do terceiro trimestre), o LinkedIn possui 1.797 funcionários efetivos de tempo integral localizados ao redor do mundo. O LinkedIn iniciou o ano de 2011 com cerca de 1.000 funcionários espalhados pelo mundo, comparados com 500 funcionários no mesmo período de 2010. Cadastros no mundo Mais de 135 milhões de profissionais ao redor do mundo com base nos dados de 3 de novembro de 2011 Mais de 26 milhões de usuários na Europa Mais de 6 milhões de usuários no Reino Unido Mais de 2 milhões de usuários na França Mais de 2 milhões de usuários na Holanda Mais de 2 milhões de usuários na Itália Mais de 2 milhões de usuários nos países de língua alemã (Alemanha, Áustria e Suíça) Mais de 1 milhão de usuários na Espanha Mais de 1 milhão de usuários na Bélgica Mais de 11 milhões de usuários na Índia Mais de 4 milhões de usuários no Canadá Mais de 4 milhões de usuários no Brasil Mais de 2 milhões de usuários na Austrália Com base nos dados de outubro de 2011, o LinkedIn conta com mais de 14 milhões de usuários estudantes e recém-formados* em todo o mundo. O LinkedIn e os negócios Com base nos dados de 30 de setembro de 2011 (final do terceiro trimestre), o LinkedIn conta com a presença de usuários que são executivos de todas as empresas no ranking da Fortune 500 em 2011. As nossas soluções de recrutamento são utilizadas por 75 empresas no ranking da Fortune 100. Mais de 2 milhões de empresas possuem páginas de empresas no LinkedIn. O LinkedIn representa um grupo demográfico valioso para profissionais de marketing, devido a seus usuários afluentes e influentes. Mais de 40.000 programadores estão utilizando as interfaces de programação de aplicativos (APIs) do LinkedIn para criar ferramentas e serviços inovadores para profissionais, gerando dois bilhões de chamadas API por mês. Existem mais de 180.000 domínios únicos utilizando o botão Compartilhar do LinkedIn, que permite que usuários enviem conteúdo destes sites através da plataforma do LinkedIn. Entre 30 de junho e 30 de setembro de 2011, o compartilhamento de notícias dos sites de publishers na web através do LinkedIn aumentou mais de 75%. Os usuários do LinkedIn estão compartilhando ideias e conhecimentos em mais de um milhão de grupos. Com base nos dados de 30 de setembro de 2011, as visualizações de páginas através do aplicativo para celular são responsáveis por 11% do total de visitas de usuários do LinkedIn. Com base nos dados de 30 de setembro de 2011, milhares de candidaturas de emprego foram enviadas pelo botão Candidatar-se através do LinkedIn. Métrica financeira do LinkedIn 3º trimestre de 2011 A receita total aumentou em 126% no decorrer dos anos, alcançando 139 milhões de dólares. Este é o nosso oitavo trimestre consecutivo de crescimento acelerado e nosso quinto trimestre consecutivo obteve um crescimento de mais de 100%. A receita proveniente de nossas Soluções de recrutamento foi de 71 milhões de dólares, um aumento de 160% comparado com o mesmo período anterior àquele ano. No trimestre, as soluções de recrutamento representaram 51% da receita total, comparados com 44% do ano passado. A receita proveniente de nossas Soluções de marketing foi de 40,1 milhões de dólares, um aumento de 113% comparado com o ano anterior.  A receita de assinaturas de contas Premium terminaram o trimestre em 28,4 milhões de dólares, um aumento de 81% no decorrer dos anos. De acordo com a comScore, obtivemos uma média de 87,6 milhões de visitantes únicos (inclusive usuários e não-usuários) no trimestre. Em setembro, o LinkedIn ficou em 34º lugar na lista de sites mais visitados do mundo, subindo do 54º lugar no ano passado, baseado nos dados fornecidos pela comScore. A ComScore analisou 7,6 bilhões de visualizações de páginas no terceiro trimestre.
  • Ok, esta dica pode parecer “boba”, mas tenho certeza que muita gente não conhece o poder do  Google Alertas  (isso quando conhece a ferramenta). Eu vejo isso na prática, pois muitas vezes quando converso sobre o assunto poucas pessoas conhecem o  Google Alertas  (ou sabem como usá-lo). Você pode acessar o serviço através do  www.google.com.br/alerts . O que é o Google Alertas?  Segundo a empresa: “ Alertas do Google são atualizações por e-mail sobre os resultados relevantes mais recentes do Google (web, notícias, etc.) com base nos termos ou tópicos “. Ou seja,  serviço tem como objetivo lhe manter atualizado sobre determinado tópico que possa ser pesquisado no  Google  lhe enviando email periódicos com o que surgiu de novo para aquela pesquisa. O controle deste alerta pode ser feito através de três opções base: Primeiro você define o  tipo de pesquisa . Pesquisa em  Todo ,  Notícias, Blogs, Vídeos, Discussões  e  Livros; O segundo passo é definir a  frequência de envios . Você pode receber emails Sempre que  houver um novo resultado, diariamente ou semanalmente ; E o terceiro passo é definir o  volume de resultados . Esta opção é divida entre  todos os resultados  e  somente os melhores resultados ; Você pode criar quantos alertas quiser e definir as “ configurações ” de cada um separadamente. Crie diversos alertas, esteja sempre por dentro dos assuntos que interessam a sua empresa e seu mercado. Para o que posso utilizar esta ferramenta? Alguns exemplos de uso são para monitorar os nomes de seus produtos, serviços, marcas e até de pessoas públicas que fazem parte de sua empresa. Por exemplo, a Coca-Cola deveria estar monitorando toda a sua linha de produtos e nomes ligados a empresa. Uma empresa pode também monitorar o seu mercado, como por exemplo, alguém que trabalhe com  vinhos  pode cadastrar diversos nomes de produtos e serviços e estar sempre por dentro das novidades, podendo inclusive prever algumas tendências de procura. #ficadica -  Depende da quantidade de alertas que você criar, pode ser interessante que você crie uma conta de email separada para este ou crie um filtro em seu email para evitar com que lote sua caixa de email com alertas. Leia mais sobre em:  http://www.midiatismo.com.br/o-marketing-digital/web-analytics/fique-alerta-sobre-uma-pesquisa-ou-topico-usando-o-google-alertas#ixzz1cHc5JrtI
  • Redes sociais em anestesia

    1. 1. Redes Sociais e Conectividade: Como utilizá-las como ferramenta de aprendizado Pablo Braga Gusman MD, MSc, PhD
    2. 2. AUSÊNCIA DE DECLARAÇÃO DE POTENCIAL CONFLITO DE INTERESSE De acordo com as normas: CFM: 1595/2000 e RDC 102/2000
    3. 3. Quem é essa tal de internet? <ul><li>Estados Unidos, 1969 </li></ul><ul><li>ARPA Advanced Research Projects Agency: uma rede do Departamento de Defesa norte-americano que interligava laboratórios de pesquisa. </li></ul>Criar uma rede que não pudesse ser destruída por bombardeios e fosse capaz de ligar pontos estratégicos, como centros de pesquisa e tecnologia!
    4. 4. Histórico da internet Universidades Anos 70 <ul><ul><li>Ligaram-se em rede para partilhar a informação de âmbito científico </li></ul></ul>Nacional Science Foundation Network Anos 80 <ul><ul><li>Liga centros localizados em pontos estratégicos e dotados de redes de alto débito em fibra óptica </li></ul></ul>Linguagem web Anos 90 Expansão de uma nova infra-estrutura global de comunicações, browsers Conectividade Século 21 <ul><ul><li>Anytime </li></ul></ul><ul><ul><li>Anywhere </li></ul></ul>
    5. 5. Quem controla a internet? <ul><li>A organização desenvolve-se a partir de redes particulares e dos seus utilizadores </li></ul><ul><ul><li>Registro br - www.registro.br </li></ul></ul><ul><ul><li>Domínio de registro eletrônico </li></ul></ul><ul><ul><li>Internet Society </li></ul></ul><ul><ul><li>Define padrões técnicos </li></ul></ul><ul><ul><li>World Wide Web Consortium </li></ul></ul><ul><ul><li>Linguagens de programação </li></ul></ul>
    6. 8. Mídias Sociais As Mídias Sociais fazem parte de um grupo de aplicações para Internet construídas com base nos fundamentos ideológicos e tecnológicos da Web2.0 e que permitem a criação e troca de Conteúdo Gerado pelo Usuário
    7. 9. Mídias Sociais <ul><li>Construir um perfil público ou semipúblico dentro de um sistema conectado, </li></ul><ul><li>(2) Articular uma lista de outros usuários com os quais eles compartilham uma conexão e </li></ul><ul><li>(3) Ver e mover-se pela sua lista de conexões e pela dos outros usuários. </li></ul>Anestesiador
    8. 10. Mídias Sociais: Por que tão comuns? Custos: Câmeras fotográficas, videos e computadores, notebooks, smartphones e tablets. Capazes de editar áudio e imagem e compartilhar ao vivo. Acesso à Internet: acesso discado, banda larga, 2G, 3G, 4G Para se criar um jornal impresso, revista, emissora de rádio ou televisão são necessários grandes investimentos e obter concessões públicas.
    9. 11. Computadores... Onde vamos parar? ILLIAC, University of Illinois at Champaign-Urban IBM 5150 personal computer
    10. 12. Computadores... Onde vamos parar? IMAC Desktop IMAC
    11. 13. Computadores... Onde vamos parar? IMAC IPhone Macbook
    12. 14. Computadores... Onde vamos parar? IMAC Smartphones Ultrabook
    13. 15. IMAC Smartphones Ultrabook
    14. 17. Tablets Blackberry Playbook Motorola Xoom Samsung Galaxy IPAD 2
    15. 20. Aplicativos que podem melhorar sua vida . Pocket Informant : agenda  para iPhone, iPad e Android com visualização e edição do calendário, gestão de tarefas, sinalização de tarefas como, por exemplo, contas a pagar e compromissos. Ideal para quem prefere sincronismo off-line, através do iTunes, com o Outlook.
    16. 21. Aplicativos que podem melhorar sua vida . Note2Self: Note2Self allows you to quickly record a voice note and have it sent as an email to your email address of choice with just two button presses: start/stop! Just drive/walk/whatever and start recording - instant voice mail! Record and email notes
    17. 22. Aplicativos que podem melhorar sua vida . Calengoo :  Agenda , para quem usa Google Calendar e Google Tasks, e deseja um gerenciamento básico, descomplicado. Maneira rápida e fácil de acessar e modificar consultas e compromissos, integrando inclusive eventos de mídias sociais, como Facebook.
    18. 23. Aplicativos que podem melhorar sua vida . Google Docs : Serviço on-line e off-line para salvar ou criar e ter à disposição arquivos para editar e imprimir (documentos, planilhas e apresentações) em mais 45 idiomas, tirar uma foto com seu smartphone ou tablet e inseri-la diretamente em um documento gerado com a ferramenta do Google. Ver documentos PDF e imagens e partilhas arquivos com sua lista telefônica.
    19. 24. Aplicativos que podem melhorar sua vida . DropBox : Disco virtual (fotos, documentos e vídeos) na web , funciona sincronizando pastas do seu computador com seu netbook, smartphone ou iPad. Pode-se compartilhar os arquivos ou pastas com seus contatos de e-mail.
    20. 25. . DropBox : Disco virtual (fotos, documentos e vídeos) na web , funciona sincronizando pastas do seu computador com seu netbook, smartphone ou iPad. Pode-se compartilhar os arquivos ou pastas com seus contatos de e-mail.
    21. 26. Aplicativos que podem melhorar sua vida . CamScanner : Phone PDF Creator: transforme seu smartphone ou tablet em um scanner. A câmera tira uma foto e a transforma em um documento PDF que pode ser compartilhado por e-mail ou mídias sociais, ou mesmo Dropbox, Google Doc, Box.net.
    22. 27. Apps médicos grátis para Android http://www.imedicalapps.com/2010/05/medscape-iphone-medical-app-review/
    23. 28. Apps médicos grátis para Android http://www.imedicalapps.com/2010/02/epocrates-app-review-iphone-medical-app-ipod-touc/
    24. 29. Apps médicos grátis para Android
    25. 30. Apps médicos grátis para Android
    26. 31. Apps médicos grátis para Android
    27. 32. Apps médicos grátis para Android http://www.imedicalapps.com/2010/03/pubmed-mobile-android-medical-app-review/
    28. 37. Facebook
    29. 39. Mapa de notificações de doenças... http://www.healthmap.org/pt/ de 28 a 31 outubro 2011 E se o facebook fosse uma doença... https://blog.facebook.com/
    30. 40. O Facebook como instrumento de educação médica continuada Maria Cristina de Azambuja Molina¹; Raphael Rosa² 1.Hospital da Restauração, Recife – PE; 2. Serviço de Anestestesiologia de Maracaju.Maracaju – MS 2004 (fevereiro) – O facebook foi criado por Mark Zuckerberg, com a ajuda de Eduardo Saverin, Dustin Moskovitz e Chris Hughes, da Universidade de Harvard, EUA. 2011 (março): O grupo Anestesistas é criado pela Dra. Ana Paola Morais Arruda.
    31. 41. Dinâmica: <ul><li>O grupo é fechado: qualquer pessoa pode ver quem é membro do grupo, mas somente os membros podem ver as publicações.Possue moderador. </li></ul><ul><li>Obrigatório ser médico, anestesiologista ou médico em especialização. </li></ul><ul><li>Duas formas de ser aceito: convite de um membro ou pedir para ser adicionado, mediante aprovação do moderador. </li></ul>
    32. 49. www.flickr.com   partilha de imagens fotográficas e permite a seus usuários criarem álbuns e o contato com fotógrafos variados e de diferentes locais do mundo. Adquirido pela  Yahoo! Inc. em 2005
    33. 52. Grupos de discussão
    34. 53. Anestesiador
    35. 54. Anestesiador
    36. 55. Anestesiador
    37. 56. Anestesiador
    38. 57. Anestesiador
    39. 58. AMIB Lista
    40. 59. Anesthideas
    41. 69. Análise de Conexões – Ferramentas e Aplicativos que permitem criar representações gráficas das estruturas fluídas e mutáveis das redes sociais em torno de determinados atores .
    42. 70. Na  Ásia , 75%  dos recrutadores analisam os perfis de seus futuros empregados no  Facebook , já o  LinkedIn  é utilizado por  32%  dos recrutadores.   Na  Europa  a  preferência  pelo  Facebook  se repete, onde a análise na rede social é utilizado por  62%  dos recrutadores, já o  LinkedIn  é utilizado em  42% . http://www.midiatismo.com.br/
    43. 76. Blogs
    44. 81. Análise de Conexões – Ferramentas e Aplicativos que permitem criar representações gráficas das estruturas fluídas e mutáveis das redes sociais em torno de determinados atores . Mentionmapp
    45. 83. › Ferramenta prática para quem deseja realizar análises quantitativas para mensuração no Twitter e Facebook, além de obter informações importante para a otimização do conteúdo publicado nesses sites.
    46. 84. O Klout é um dos diversos aplicativos que se propõem a “rankear” os usuários de mídias sociais. Atualmente analisa Twitter e Facebook Avalia: • Alcance Real – é o tamanho de sua audiência, com base em seus seguidores/amigos que de fato ouvem e reagem às suas mensagens • Probabilidade de Amplificação - é o nível potencial de suas mensagens gerarem ações (replies, RTs, curtir e comentários) • Rede de Relacionamento - mostra o quão influente sua audiência é.
    47. 85. True Reach is the  number of people you influence , both within your immediate network and across their extended networks. Influencers like Justin Bieber have high True Reach because their content spreads to a large audience. Network Impact measures  the influence of your audience . For example, Justin Timberlake has a high Network Impact because he interacts with other very influential people.
    48. 86. Redes Sociais e Conectividade: Como utilizá-las como ferramenta de aprendizado
    49. 87. Twitter: @anestesiador Facebook: pablo.gusman Email: anestesiador@gmail.com http://br.groups.yahoo.com/group/anestesiador/

    ×