Tecnologias de monitoramento e rastreabillidade (1)

290 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
290
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tecnologias de monitoramento e rastreabillidade (1)

  1. 1. TECNOLOGIAS DE MONITORAMENTO E RASTREABILIDADE Grupo: Andrei Sampedro Cristiano Hayashi Ivan Nitchepurenco Robson Perreira FATEC – SHUNJI NISHIMURA POMPÉIA/SP
  2. 2. CBA 3200 Auteq O software de gerenciamento de frotas, tem como objetivo a redução de custo através da redução de: • Consumo de combustível • Tempo de veículo parado por baixa produtividade, acidentes ou manutenções • Tempo gasto com registros de informações em campo e com erros nesses registros
  3. 3. Possui: • Central de registros de dados (caixa preta) • Emissão de nota de serviço do trabalhador que serve para condicionar a remuneração variável do funcionário • Rastreamento de máquinas e veículos a longas distâncias • DOR – sinal VHF e UHF para comunicação de voz; • GPRS – sinal comum em celulares (padrão GSM) • Satélite – 66 satélites de baixa órbita • Integração com vários softwares corporativos (Assiste, GAtec...)
  4. 4. Características gerais: • Entrada para 16 sensores • GPS interno de 12 canais • 5 opções de radiocomunicação (wi-fi, bluetooth, GPRS, Dor e Satélite) Certificados: Na entrada da usina, o computador de bordo transmite para a base de rádio na balança o detalhe de quem (operadores de máquinas e motoristas de caminhões), utilizando que máquinas e veículos, onde (GPS) e quando, colheu, carregou, transbordou e transportou a carga sendo pesada nesse momento.
  5. 5. Parceria entre Daiken Automação e JR Consult CBC Config – Software de Configuração do CBC (computador de Bordo do Canavieiro) Análise operacional
  6. 6. COA (Controle de Operações Agrícolas)
  7. 7. Tipos de rastreabilidade: - Descendente (rio abaixo): consiste em encontrar o destino industrial do produto até o ponto de venda; - Ascendente (rio acima): consiste em realizar um levantamento do histórico de um produto desde o cliente até sua origem. Descendente Ascendente
  8. 8. Importância do tema no cenário atual: A GS1 Brasil, entrevistou consumidores brasileiros sobre o que eles buscam em um produto no supermercado. • 94,7% - qualidade e frescor de frutas e verduras • 98,3% - qualidade e frescor de carnes O QR Code, não é uma tecnologia tão nova, porém, é capaz de armazenar uma URL que direciona á um site contendo informações de rastreio do produto.
  9. 9. No dia 12/11/12, foi promovido o primeiro jantar rastreado do mundo durante o evento Prêmio Automação realizado pela GS1 Brasil. "Primeiro foi escolhido um cardápio e, a partir desse cardápio, as pessoas que estão ligadas ao projeto foram em busca das informações sobre quais eram os ingredientes de cada prato e de onde vinham. Tivemos, por exemplo, a entrada e no código dessa entrada, os convidados podiam encontrar informações dos ingredientes e até um pouco da história do produtor. E nós também tivemos a opção de visualizar mapas da localização dos produtores e fazendas com a ajuda do Google Maps", disse Flávia. Matéria completa: http://corporate.canaltech.com.br/noticia/mercado/Rastreabilidade-sistema- permite-que-voce-saiba-a-origem-de-seus-alimentos/#ixzz2v8uuLuTQ O conteúdo do Canaltech é protegido sob a licença Creative Commons (CC BY-NC- ND). Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.
  10. 10.  IV Seminário Monitoramento e Rastreabilidade na Indústria de Alimento (realizado em 13/11/2013)  Imensa preocupação com a utilização de agrotóxicos proibidos e sua utilização errada  Redes de supermercados começam a fornecer aos clientes o rastreio dos produtos através do QR CODE
  11. 11. Exemplo prático: O rastreio de pêssegos no sul do Brasil foi realizado com o mapeamento das plantas desde o cultivo até a embalagem do produto com código de barras que possibilitasse a identificação do lote no campo. Todas as informações foram armazenadas em banco de dados e disponibilizadas pela internet.
  12. 12. Link de vídeo: http://videos.ruralbr.com.br/canalrural/video/rural- noticias/2014/01/setor-cafeeiro-acredita-melhora-cenario-para- 2014/61642 Com a crise do café, os cafeicultores tem se especializados na rastreabilidade do café e com isso conquistado o exigente mercado japonês.
  13. 13. BIBLIOGRAFIA: • http://foodsafetybrazil.com/panorama-sobre-iv-seminario-monitoramento-e- rastreabilidade-na-industria-de-alimentos/ • http://www.infobibos.com/Artigos/2010_2/AgriculturaPrecisao/Index.htm • http://corporate.canaltech.com.br/noticia/mercado/Rastreabilidade-sistema- permite-que-voce-saiba-a-origem-de-seus-alimentos/ • http://agricultura.ruralbr.com.br/noticia/2014/01/cafeicultores-apostam-na- rastreabilidade-para-ganhar-mercado-internacional-4403649.html • http://www.deere.com.br/wps/dcom/pt_BR/products/equipment/agriculture_m anagement_solutions/fleet_management/fleet_management.page? • http://www.ceisebr.com/download/20120827165242NikY3oO8L1.pdf/ • Fig.1- http://villalvafrutas.com.br/rastreabilidade/ • Fig.2 - http://cavet.com.br/envio-do-comprovante-semevet-2013/ • Fig.3 - http://www.marriconsultoria.com.br/site/portfolio-item/gs1-brasil/

×