Audio

2.763 visualizações

Publicada em

Aula Teórica de Áudio - TECAV

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.763
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
145
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
258
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Audio

  1. 1. Comunicação Social / Jornalismo FAMECOS-PUCRS Áudio Tecnologias Audiovisuais Profª. Me. Andréia Mallmann amallmann@pucrs.br
  2. 2. Som • O som é o ar em movimento. • As partículas se movem da caixa de som até o seu ouvido. •O sistema auditivo registra a vibração e tudo termina com a interpretação do cérebro. • ex: festa
  3. 3. - Tudo o que chamamos de som são vibrações dos meios físicos, como o ar. Uma corda de violão ou nossas cordas vocais movimentam-se e pressionam o ar em vaivém. - Uma vibração ou um ciclo ocorre quando o ar é comprimido e rarefeito, voltando depois ao estado original. -Quando estas vibrações ocorrem entre 20 e 20 mil vezes por segundo ouvimos um ou mais sons. - O físico Hertz deu seu nome à medida ‘ciclos por segundo’. Ouvimos então, do grave pro agudo, vibrações nas freqüências de 20 Hz até 20 kHz, aproximadamente.
  4. 4. Desenho de ondas sonoras ou Oscilograma • Mostra a compressão e a descompressão do ar ao longo do tempo. Na vertical, a variação na pressão do ar determina os volumes do som. Na horizontal, o tempo decorrido. volume do som tempo decorrido
  5. 5. Som Analógico
  6. 6. Um microfone tem uma membrana que acompanha as vibrações do ar e um circuito que gera uma corrente elétrica. A tensão ou voltagem dessa corrente varia, oscilando junto com as vibrações da membrana. Todas as vibrações sonoras que o microfone consegue captar do ar com sua membrana são transformadas em oscilações na voltagem da corrente que ele manda pelo cabo até o amplificador. De lá até o alto-falante, trabalhamos com variações de tensão elétrica. Quando o sinal elétrico do áudio chega ao alto-falante, este faz o movimento inverso ao do microfone: seu cone vibra acionado pelas variações elétricas e, assim, põe o ar em movimento, produzindo novamente som mecânico. Entre a membrana do microfone e o cone do alto-falante temos o sinal elétrico do áudio ou o som analógico.
  7. 7. ÁUDIO som mecânico som mecânico som elétrico oscilações elétricas microfone caixa de som
  8. 8. ÁUDIO som mecânico som mecânico som elétrico oscilações elétricas microfone caixa de som
  9. 9. ÁUDIO som mecânico som mecânico som elétrico oscilações elétricas microfone caixa de som SOM ANALÓGICO
  10. 10. ÁUDIO som mecânico som mecânico som elétrico oscilações elétricas microfone caixa de som SOM ANALÓGICO Por que se chama analógico? Analógico por se basear numa analogia ou semelhança, no caso entre as vibrações do ar e as oscilações da voltagem.
  11. 11. O som analógico (oscilações elétricas) é gravado magneticamente na fita K7
  12. 12. + cópias - qualidade
  13. 13. Som Digital • Primeiras definições de som no computador nascem na década de 80. • Se música é a variação da pressão do ar, o som digitalizado é um gráfico da mudança da pressão do ar em um determinado tempo, marcado em 0 e 1.
  14. 14. Quando mandamos o som analógico para uma placa de som de computador ou para uma mesa digital, o sinal elétrico terá que ser digitalizado, ou convertido em informações expressas em números. Na entrada do aparelho onde plugamos o cabo há um conversor analógico/digital, ou AD. Na saída do aparelho, existe um respectivo conversor DA, digital/analógico. O AD precisa transformar voltagens em números. O DA faz o contrário, recriando o som analógico depois dele ter sido processado pelo computador para que o alto-falante possa nos mostrar o resultado.
  15. 15. (não-linear) (linear) Som digital Som analógico DIGITALIZAÇÃO (linear) (linear) Som elétrico/ Som elétrico/ analógico analógico Som mecânico Som mecânico
  16. 16. @udio Napter Audio chat 1995 Information Internet Common P2P Internet mp3 1999 Convergence Internet... BitTorrent 2007... • Som começa a aparecer na web a partir de 1995, ganhando espaço com a criação do Real Player e com a difusão do formato MP3. • Formato BASE para o som digital no PC é o WAV, abreviação de WAVE (onda). No MAC, o AIFF é o correspondente. • WAV e AIFF são arquivos que têm variação de qualidade e são grandes (pesados) quando possuem boa qualidade.
  17. 17. Bill Gates Windows - áudio em .wav Apple/Macintosh - áudio em .aiff Steve Jobs
  18. 18. LEI BÁSICA • Quanto maior a qualidade sonora, maior o arquivo. Cada vez que você diminui o tamanho do arquivo, deixa ele com o som pior. Exemplos práticos
  19. 19. Formatos Sem Compressão Comprimidos (lossless) (lossy) aiff Real Audio (CD original) wav aiff rm wav Quicktime (.mov) shn mp3 flac mp4
  20. 20. Compressão k=1.000 Real Audio (CD original) 20 kHz 20 Hz MP3
  21. 21. MP3 (MPEG-1 Audio Layer-3) • Som do disco ou outra fonte é digitalizado pelo computador, que depois “dobra” em MP3 • Como MP3 dá pra “desdobrar”, é possível fazer CDs para ouvir no carro e aparelhos - dependendo da qualidade.
  22. 22. • MP3 consegue pegar um arquivo de som bruto e diminuir ele cerca de 10 vezes no seu tamanho com leve perda de qualidade. Com as redes mais rápidas, as pessoas passaram a trocar músicas em rede. • MP3 é um formato aberto. • É possível transformar MP3 em som WAV ou AIFF (editável).
  23. 23. Normalização Processo de tratamento do som efetuado após a sua compressão. O processo de compressão torna o volume geral do som mais baixo do que no original, uma vez que os picos de volume são atenuados (juntamente com o aumento das partes mais baixas). A normalização promove o aumento do som como um todo. O resultado final do processo compressão + normalização pode ser excelente, desde que o som original esteja bem gravado. Caso contrário, ruídos indesejados de fundo serão também ampliados durante a modificação. Se isto ocorrer, é ainda melhor permanecer com o som original do que o modificado. A figura abaixo ilustra o que ocorre com o som após passar pelos processos de compressão e normalização.
  24. 24. Cópia passagem de informação não é digitalização “Queima”
  25. 25. Captação Gravador K7 Gravador Digital cabo USB cabo digitalizador (tempo: de acordo com o peso do arquivo - bytes) (tempo: real)
  26. 26. Canais de áudio Left Right
  27. 27. Canais de áudio Left Right
  28. 28. Canais de áudio Left Áudio Mono Right
  29. 29. Canais de áudio Left Áudio Mono Right
  30. 30. Canais de áudio Left Áudio Mono Áudio Stereo Right
  31. 31. Edição de Áudio
  32. 32. SOUND STUDIO EDITANDO ÁUDIO... JORNALISMO tecnologia entretenimento cultura informação conhecimento

×