19
QUESTÃO 31
Segundo a LDBEN 9.394/96, o Ensino Fundamental, com duração mínima de oito
anos, obrigatório e gratuito na e...
20
QUESTÃO 33
“As questões e considerações sobre a avaliação da aprendizagem pretendem,
justamente, delinear uma investiga...
21
QUESTÃO 35
A perspectiva de avaliação mediadora é considerada pelos professores uma prática
impossível, ou difícil,
POR...
22
QUESTÃO 38
Na elaboração do Projeto de Ensino-Aprendizagem, é preciso considerar algumas
finalidades básicas:
I. Possib...
23
QUESTÃO 41
Considerando os PCN (1998) sobre a mudança de enfoque em relação aos
conteúdos curriculares, podemos afirmar...
24
QUESTÃO 44
Sobre currículo, podemos afirmar que:
a) é uma questão política, não “neutra”, uma vez que toda proposta sup...
25
QUESTÃO 46
Tendo como base a Resolução CNE/CEB nº 2, de 11 de fevereiro de 2001, sobre as
Diretrizes Nacionais para a E...
26
QUESTÃO 48
A professora “Rita” trabalha com crianças nos anos iniciais do Ensino Fundamental.
Freqüentemente, ela afirm...
27
ATENÇÃO
COM SUA ESCRITA HABITUAL, TRANSCREVA, PARA O ESPAÇO
RESERVADO PELA COMISSÃO, NA FOLHA DE RESPOSTAS, A SEGUINTE
...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Questoes da ldb para imprimir

333 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
333
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Questoes da ldb para imprimir

  1. 1. 19 QUESTÃO 31 Segundo a LDBEN 9.394/96, o Ensino Fundamental, com duração mínima de oito anos, obrigatório e gratuito na escola pública, terá por objetivo a formação básica do cidadão mediante: I. orientação para o trabalho, por meio de educação profissional, integrada às diferentes formas de educação, à ciência e à tecnologia; II. desenvolvimento da capacidade de aprender, tendo como meios básicos o pleno domínio da leitura, da escrita e do cálculo; III. a compreensão do ambiente natural e social, do sistema político, da tecnologia, das artes e dos valores em que se fundamenta a sociedade; IV. o fortalecimento de vínculos de família, dos laços de solidariedade humana e de tolerância recíproca em que se assenta a vida social. A opção CORRETA é: a) Os itens I e II estão errados. b) Os itens I, II e III estão errados. c) Somente o item I está errado. d) Somente os itens II e IV estão errados. QUESTÃO 32 A Lei nº 9.394/96, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, estabelece no inciso I do § 3º do art. 87 que “cada município e, supletivamente, o Estado e a União deverão matricular todos os educandos a partir dos seis anos de idade, no Ensino Fundamental, atendidas as condições, no âmbito de cada sistema de ensino”. NÃO faz parte dessas condições a alternativa: a) Plena observância das condições de oferta fixadas por essa Lei, no caso de todas as redes escolares. b) Crescimento do número de alunos matriculados a cada ano na rede pública, mediante as condições econômicas de cada região. c) Não redução média de recursos por aluno do ensino fundamental na respectiva rede pública, resultante da incorporação dos alunos de seis anos de idade. d) Atingimento de taxa líquida de escolarização de pelo menos 95% (noventa e cinco por cento) da faixa etária de sete a quatorze anos, no caso das redes escolares públicas. PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS – Cargo 89
  2. 2. 20 QUESTÃO 33 “As questões e considerações sobre a avaliação da aprendizagem pretendem, justamente, delinear uma investigação que julgo necessária. Uma relação que ainda não percebo em sua total complexidade, mas que se refere essencialmente ao descrédito que se estabelece quanto a uma perspectiva de avaliação mediadora devido à postura conservadora dos educadores” (HOFFMANN, 1991, p. 67). A partir da abordagem da autora, podemos considerar que a avaliação mediadora diz respeito à concepção de que: a) o erro é fecundo e positivo, um elemento fundamental à produção de conhecimento pelo ser humano. b) a opção epistemológica está em corrigir ou refletir sobre a tarefa do aluno; corrigir para ver se ele aprendeu. c) a correção da produção de conhecimento do aluno o leva à superação da dificuldade, ao enriquecimento do saber. d) o aluno é considerado um receptor passivo dos conteúdos que o docente sistematiza; suas falhas, seus argumentos incompletos e inconsistentes não são considerados senão algo indesejável e digno de um dado de reprovação. QUESTÃO 34 Ao caracterizar a perspectiva da ação avaliativa como uma das mediações pelas quais o professor encoraja a reorganização do saber, Hoffmann (1991) destaca a importância da reciprocidade intelectual entre os elementos da ação educativa. Ou seja, professor e aluno buscando coordenar seus pontos de vista. Nesse sentido, podemos afirmar que a avaliação mediadora pressupõe: a) conversar com os alunos, despertando o interesse e a atenção pelo conteúdo a ser transmitido. b) acompanhar os alunos, em todos os momentos possíveis, para observar passo a passo seus resultados individuais. c) organizar os estímulos com os quais o aluno entrará em contato para aprender, uma vez que seu conhecimento vem dos objetos. d) dialogar, que é refletir em conjunto sobre o objeto de conhecimento. Exige aprofundamento em teorias do conhecimento e nas diferentes áreas do saber.
  3. 3. 21 QUESTÃO 35 A perspectiva de avaliação mediadora é considerada pelos professores uma prática impossível, ou difícil, PORQUE tal perspectiva exigiria deles uma relação intensa em tempo com seus alunos e direta, a partir de um atendimento que se processaria individualmente e através de uma comunicação verbal por meio de explicações, orientações e encaminhamentos. A opção CORRETA é: a) A primeira afirmação é verdadeira e a segunda é falsa. b) A primeira afirmação é falsa e a segunda é verdadeira. c) As duas afirmações são verdadeiras e a segunda justifica a primeira. d) As duas afirmações são verdadeiras e a segunda não justifica a primeira. QUESTÃO 36 Segundo a LDBEN 9.394/96, as incumbências dos docentes são, EXCETO: a) participar da elaboração da proposta pedagógica do estabelecimento de ensino. b) participar integralmente dos períodos dedicados ao planejamento, à avaliação e ao desenvolvimento profissional. c) zelar pela aprendizagem dos alunos e auxiliar no processo de transferências entre estabelecimentos, tendo como base as normas curriculares gerais. d) elaborar e cumprir plano de trabalho, segundo a proposta pedagógica do estabelecimento de ensino. QUESTÃO 37 “Projeto Político-Pedagógico é um instrumento teórico-metodológico para a intervenção e mudança da realidade. É um elemento de organização e integração da atividade prática da instituição nesse processo de transformação” (VASCONCELLOS, 2000, p. 169). Para Vasconcellos, as três grandes partes que compõem o Projeto Político- Pedagógico são: a) marco referencial, diagnóstico e programação. b) marco referencial, diagnóstico e realização interativa. c) marco referencial, programação e avaliação de conjunto. d) diagnóstico, avaliação de conjunto e realização interativa.
  4. 4. 22 QUESTÃO 38 Na elaboração do Projeto de Ensino-Aprendizagem, é preciso considerar algumas finalidades básicas: I. Possibilitar a reflexão e a (re) significação do trabalho; II. Resgatar o espaço de criatividade do educador; III. Favorecer a pesquisa sobre a própria teoria; IV. Estabelecer a comunicação com outros professores e alunos. Estão CORRETOS os itens: a) I e III, apenas. b) I, III, IV, apenas. c) I, II e IV, apenas. d) II, III, IV, apenas. QUESTÃO 39 Sobre os ciclos de formação, podemos considerar corretas as seguintes idéias, EXCETO: a) Os ciclos constituem uma mera “solução pedagógica”, visando superar a seriação. b) Os ciclos devem planejar suas vivências sociais com forte vínculo com a realidade social. c) Os ciclos não devem ser implantados como política pública que determine em massa sua adoção. d) Os ciclos são instrumentos de desenvolvimento de novas relações sociais em antagonismo com as relações sociais vigentes. QUESTÃO 40 Baseado no livro A Prática do Planejamento Participativo, de Danilo Gandin (1994), podem ser feitas as seguintes afirmações, EXCETO: a) O planejamento perde-se e torna-se ridículo sempre que se burocratiza em preencher quadros, sem justificativa teórica e sem procedimentos técnicos claramente fundamentados. b) O planejamento não tem que se tornar para as pessoas (para os grupos) tão simples como o andar. c) O planejamento apresenta claramente duas dimensões que devem ser levadas em conta, conjuntamente, para que se possam alcançar resultados e, até, para que se possa conversar sobre ele. d) O planejamento, muitas vezes, transforma-se em formalismo, engodo, mistificação e instrumento de domínio sobre as pessoas.
  5. 5. 23 QUESTÃO 41 Considerando os PCN (1998) sobre a mudança de enfoque em relação aos conteúdos curriculares, podemos afirmar: I. O conteúdo deve ser visto como meio para que os alunos desenvolvam as capacidades que lhes permitam produzir e usufruir dos bens culturais, sociais e econômicos. II. Os conteúdos na educação escolar se assentam no binômio transmissão- incorporação. III. Os conteúdos se constituem como suporte ao desenvolvimento cognitivo dos alunos. Estão CORRETAS as afirmativas: a) I e II, apenas. b) I e III, apenas. c) II e III, apenas. d) I, II e III. QUESTÃO 42 Segundo Vasconcellos (2002, p. 57), “para favorecer a mudança, basicamente, o papel da equipe de direção é criar um clima de confiança, pautada numa ética libertadora e no autêntico diálogo. Isto se reflete em algumas práticas”. São elas, EXCETO: a) Pesquisar a própria prática. b) Ajudar a trabalhar o medo. c) Apoio às iniciativas de mudanças dos professores. d) A mudança do professor e da prática se fazem por determinações legais. QUESTÃO 43 Na reunião pedagógica, é fundamental despertar e/ou enraizar a nova postura educativa, possibilitando a unidade entre o sujeito da ação e o da reflexão PORQUE dessa forma há condições para se criar na escola uma nova prática pedagógica e um novo relacionamento. A opção CORRETA é: a) A primeira afirmação é verdadeira e a segunda é falsa. b) A primeira afirmação é falsa e a segunda é verdadeira. c) As duas afirmações são verdadeiras e a segunda justifica a primeira. d) As duas afirmações são verdadeiras e a segunda não justifica a primeira.
  6. 6. 24 QUESTÃO 44 Sobre currículo, podemos afirmar que: a) é uma questão política, não “neutra”, uma vez que toda proposta supõe escolhas que não estão presentes nas atitudes de poder. b) é um meio de atribuição de sentido às diversas atividades realizadas no interior da escola; tomadas isoladamente, essas atividades poderiam parecer aleatórias, mas vistas na relação com o todo, com a intencionalidade educativa, ganham significação. c) é aquilo que efetivamente acontece dentro e fora da escola, embora não tenha sido planejado. d) é um caminho, uma jornada que tem referências, mapas, mas nem sempre admite mudanças. QUESTÃO 45 Se o papel da escola é propiciar o encontro de gerações, se o que está em jogo é a formação humana integral, se cabe à escola possibilitar à criança a convivência com seus contemporâneos, se o que importa, de fato, é o desenvolvimento humano, do que esses sujeitos precisam para se desenvolver plenamente? a) De ciclo de formação e fluxo da experiência. b) De ciclo de formação e classificação. c) De ciclo de formação e reprovação. d) De seriação e reprovação.
  7. 7. 25 QUESTÃO 46 Tendo como base a Resolução CNE/CEB nº 2, de 11 de fevereiro de 2001, sobre as Diretrizes Nacionais para a Educação Especial na Educação Básica, são considerados educandos com necessidades educacionais especiais os que, durante o processo educacional, apresentarem: I. dificuldades acentuadas de aprendizagem ou limitações no processo de desenvolvimento que dificultem o acompanhamento das atividades curriculares, não vinculadas a uma causa orgânica específica e/ou as relacionadas a condições, disfunções, limitações ou deficiências; II. dificuldades especiais relacionadas às condições financeiras de seus familiares; III. dificuldades de comunicação e sinalização diferenciadas dos demais alunos, demandando a utilização de linguagens e códigos aplicáveis; IV. altas habilidades/superdotação, grande facilidade de aprendizagem que os leve a dominar rapidamente conceitos, procedimentos e atitudes. Estão CORRETOS apenas os itens: a) I, II e III. b) I, II e IV. c) I, III e IV. d) II, III e IV. QUESTÃO 47 A Declaração de Salamanca, proclamada na Espanha, em 10 de junho de 1994, estabelece como princípio fundamental da escola inclusiva: a) A escola deve promover arranjos organizacionais, estratégias de ensino e formação de professores para trabalhar em tempo integral. b) Todas as crianças devem aprender juntas, sempre que possível, independentemente de quaisquer dificuldades ou diferenças que elas possam ter. c) A escola deve utilizar recursos tecnológicos para desenvolver a comunidade estudantil, proporcionando bem estar a todas as crianças. d) A escola deve reconhecer e responder às necessidades diversas de seus alunos, acomodando ambos os estilos e ritmos de aprendizagem e assegurando uma educação de qualidade a todos através de um currículo fixo.
  8. 8. 26 QUESTÃO 48 A professora “Rita” trabalha com crianças nos anos iniciais do Ensino Fundamental. Freqüentemente, ela afirma que tem “muitos problemas” com relação ao tema da sexualidade. Ela se queixa dos palavrões, jogos e desenhos. Segundo ela, “antigamente os alunos não eram assim, havia maior respeito”. Confusa, ela atribui essa “permissividade”, com plenas certezas, à desagregação moral do nosso tempo, lançando abstratamente uma culpa ideal sem sujeito sobre toda a sociedade. Sobre essa professora, podemos afirmar: a) Para ela, a expressão sexualidade infantil é entendida com o ato de “indisciplina e sem-vergonhice”. b) Para ela, se deveria discutir a sexualidade humana, a conveniência e sua adequação numa dimensão pedagógica. c) Ela não percebe que o apelo à sexualidade deveria ser tratado num nível meramente moral. d) Ela não compreende o apelo à sexualidade como falta de respeito. QUESTÃO 49 São dimensões que orientam nossa compreensão de ciclos, EXCETO: a) Desenvolvimento multilateral, baseado nas experiências de vida e na prática social. b) Unidade curricular e metodológica de estudos em torno de aspectos da vida, respeitando as experiências significativas para a idade. c) Favorece a auto-organização do aluno, o trabalho coletivo e a cooperação no processo, criando mecanismos de horizontalização do poder na escola. d) Projeto histórico transformador das bases de organização da escola e da sociedade, de curto prazo, que atua como resistência e fator de conscientização, articulado aos movimentos sociais. QUESTÃO 50 “As dimensões da educação correspondem a funções da atividade humana, consideradas prioritárias no processo educativo” (LIBÂNEO, 1999, p. 78). São dimensões da educação: a) social, afetiva, física, estética, ética e sexual. b) intelectual, social, afetiva, física, estética e ética. c) intelectual, afetiva, física, estética, ética e holística. d) intelectual, social, afetiva, física, estética e holística.
  9. 9. 27 ATENÇÃO COM SUA ESCRITA HABITUAL, TRANSCREVA, PARA O ESPAÇO RESERVADO PELA COMISSÃO, NA FOLHA DE RESPOSTAS, A SEGUINTE FRASE: Responsabilidade social: é prioritário que todas as empresas sejam responsáveis pelo bem-estar de sua comunidade.

×