Salas ambiente

4.317 visualizações

Publicada em

Vantagens e características das salas ambiente (rodízio de alunos, salas de aula especializadas por disciplina).

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.317
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
43
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Salas ambiente

  1. 1. Salas-ambiente: repensando espaços e tempos da escola Equipe diretiva da E.E. Antônio Carlos Natalino Prof. Daniel Roberto (rede estadual) Prof. André Fonseca (UERR/PIBID) Boa Vista (RR) – 2011
  2. 2. Nessa forma de organização da escola, em cada sala especializada, professores e alunos vão produzindo e organizando os subsídios materiais necessários para a ilustração e enriquecimento das aulas. <ul><li>Conjuntos de mapas, fotos e gravuras nas salas de geografia; microscópios, substâncias químicas, órgãos e animais conservados em formol na sala de ciências, e assim por diante (MENEZES. SANTOS, 2002). </li></ul>
  3. 3. “ Ninguém pode viver de boa vontade numa casa onde tudo já estava arrumado antes, onde a mobília não pode mudar de lugar nunca. A não ser que o seu endereço agora seja o de um hotel... ou motel! Da mesma forma que você faz de sua casa uma extensão de seu ser, o que podemos concluir sobre o nosso local de trabalho? Ele deve se moldar às nossas necessidades ou nós é que devemos nos moldar a ele?” (PUCCI).
  4. 4. A configuração do ambiente depende do objetivo a alcançar
  5. 5. <ul><li>“ Se a sala  for um ambiente fixo dos alunos  (e não  fixa do professor  e de sua área ou disciplina de atuação) estaremos de novo na mesma situação: &quot;pregamos&quot; o aluno no chão da sala, no mesmo lugar durante 5 ou 6 horas seguidas, num ambiente que não formataremos nunca ao gosto de todos. </li></ul><ul><li>Tentaremos então adequar todo o resto em função deste fato. Daremos sempre um mesmo tipo de aula, pobre, desconfortável e por fim ineficiente, pois deixamos uma situação física mandar numa ação. Cada professor que entrar ali estará preso na mesma armadilha, seja você ou qualquer um de seus colegas. </li></ul><ul><li>Não age você, não agem eles (os alunos), não age o grupo, não age a escola – enfim não há ação das pessoas sobre o espaço mas sim do espaço sobre as pessoas .” (PUCCI). </li></ul>
  6. 6. A escola fica com outra cara...
  7. 7. Professores trocam ideias sobre como criar um ambiente estimulante. Relógios com diferentes fusos horários na sala de Geografia, por exemplo.
  8. 8. Depoimentos de professores <ul><li>“ Após algumas semanas de implantação do sistema de rodízio dos alunos, constatou-se redução na quantidade de lixo e pichações nas salas de aula, o que era de se esperar, afinal de contas sempre haveria um professor em sala e quando ele não estivesse presente as salas estariam trancadas.” </li></ul><ul><li>“ Um dos problemas levantados durante a reunião foi de que ficaria uma ‘baderna’ nos corredores com a quantidade de alunos transitando; no entanto, com o tempo, percebemos justamente o contrário: os alunos se mostraram organizados e animados com a novidade, o que, a meu ver, criou senso de responsabilidade” (Pedro Ziller Nasser, prof. Educação Física no estado do RJ). </li></ul>
  9. 9. Depoimentos de professores <ul><li>“ Como construir com os alunos senso de responsabilidade? Talvez atribuir responsabilidade seja a melhor forma de ensinar a tê-la.” </li></ul><ul><li>“ Todos que me conhecem ou pelo menos já me viram pelos corredores do colégio sabem que sempre estou carregado de materiais... </li></ul><ul><li>... logo, fica inviável montar, desmontar e remontar todo o meu material em cada turma em que dou aula. Por esse e pelos motivos já citados, sou a favor do rodízio dos alunos; assim, cada professor pode fazer de sua sala uma sala ambiente, com todos os materiais e recursos que serão utilizados durante um mesmo dia, acarretando economia de tempo”. </li></ul>
  10. 10. Depoimentos de professores <ul><li>“ Às vezes acontecem alguns imprevistos: o professor se esquece de devolver a chave ao final de seu turno, perde a chave etc. Mas a direção tem sempre uma cópia de reserva e tudo acaba se resolvendo bem. Os alunos adoraram a novidade, e isso permitiu a muitas equipes se organizar e montar a tal sala ambiente: mapas, elementos de decoração apropriados”. </li></ul><ul><li>“ Alguns alunos até dizem que o rodízio faz com que se sintam já na faculdade, além de lhes dar maior responsabilidade e fazer com que tenham mais atenção para não entrar em sala errada. Eu, que sou da área de Língua Estrangeira e a-do-ro inventar, sofria ao ter que carregar laptop  (quando a sala não tem computador), dicionários, apostilas, revistas e som. Agora fico bem mais estimulada para criar em sala de aula” (Iacy Nunes, professora de Inglês, RJ). </li></ul>
  11. 12. Indicações – bom senso <ul><li>“ A implementação do sistema de sala ambiente deve ser feita de preferência no início do ano letivo, desde o primeiro dia de aula com os alunos. </li></ul><ul><li>Providenciar a numeração das salas, com placas, adesivos ou pintura. </li></ul><ul><li>Providenciar um painel de chaves, com uma cópia de cada chave de porta, seguindo a numeração adotada. Os professores usarão estas chaves para abrir e fechar suas salas (inclusive nos intervalos – recreio). No final do período, os professores devolvem suas chaves para a posição correta no painel (PUCCI). </li></ul>
  12. 13. Indicações – bom senso <ul><li>A E.E. Natalino dispõe de um espaço fantástico, que pode ser melhorado aos poucos para ser melhor aproveitado: jardins experimentais de biologia, com briófitas, pteridófitas, angiospermas.... </li></ul><ul><li>A realização de um projeto de recreio orientado (com uso da quadra, construção de novas quadras, pingue-pongue, xadrez, leitura no recreio) diminuiria a indisciplina e o vandalismo e criaria um ambiente social mais amado e respeitado pelos alunos. </li></ul>
  13. 14. Indicações – bom senso <ul><li>Há potencial para envolver cada vez mais a comunidade, unindo alunos, pais e professores para exigir, por exemplo, um auditório , um depósito e uma sala multiuso para os projetos no turno contrário. </li></ul><ul><li>Uma escola com cerca de 1200 alunos/dia tem que exigir um bom auditório. </li></ul><ul><li>Projetos externos não podem monopolizar laboratórios, sala de vídeo e outros espaços, pois isso desestimula os professores da escola. </li></ul><ul><li>Uma escola com banda merece um depósito para armazenar os instrumentos adequadamente. </li></ul>
  14. 15. Indicações – bom senso <ul><li>“ Procurar transferir (ou comprar, quando necessário) o material pedagógico disponível de cada disciplina para dentro das salas ambientes correspondentes. Isso inclui, entre outras coisas: mapas, livros, dicionários, livros do PNLD, armários, estantes, murais, kits de experimentos, etc. Essa tarefa pode ser combinada entre os colegas de cada disciplina e a coordenação. Lembrar que a sala não é propriedade de um determinado professor apenas” (PUCCI). </li></ul>
  15. 16. Indicações – bom senso <ul><li>“ A participação dos alunos no planejamento também é indicada pois possibilita o maior envolvimento deles no dia-a-dia da escola”(MENEZES. SANTOS). É visível seu entusiasmo quando demonstramos que acreditamos da capacidade deles de produzir uma pintura mural, um móbile, um mapa, com nossa orientação. </li></ul>
  16. 17. Os próprios alunos podem ajudar a fazer um levantamento das necessidades da escola... [exemplo] Sala 1 Sala 2 Sala 3 Sala 4 Armários 0 2 em bom estado 0 1 em mau estado Estantes 0 1 0 0 Tomadas 1 boa 1 estragada 2 estragadas 2 boas 2 boas Ventiladores 3 estragados 4 bons 2 bons 1 bom Lâmpadas ok ok ok Ok Quadro Branco 1 caído 1 bom 1 bom 1 bom Porta Sem trinco, sem fechadura Sem porta Sem porta ok
  17. 18. Referências <ul><li>CRUZ, Mariana. NASSER, Pedro Zille. NUNES, Iacy. Sala ambiente (permanência dos professores em sala de aula e o rodízio dos alunos): uma alternativa que pode dar certo. http://www.educacaopublica.rj.gov.br/biblioteca/educacao/0284.html , visitado em 19/12/2011. </li></ul>
  18. 19. Referências <ul><li>MENEZES, Ebenezer Takuno de; SANTOS, Thais Helena dos. &quot;Sala ambiente&quot; (verbete).  Dicionário Interativo da Educação Brasileira  - EducaBrasil. São Paulo: Midiamix Editora, 2002, http://www.educabrasil.com.br/eb/dic/dicionario.asp?id=62, visitado em 19/12/2011. </li></ul><ul><li>PUCCI, Luís Fábio. &quot;Sala Ambiente II , O Espaço do Ensino Médio“. http:// www.luisfabio.com/sala_ambiente1_22.html , visitado em 19/12/2011. </li></ul>

×