Métodos e técnicas do ensino de história

13.566 visualizações

Publicada em

Dicas e reflexões sobre o planejamento das aulas de História.

Publicada em: Educação
0 comentários
10 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
13.566
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
718
Comentários
0
Gostaram
10
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Métodos e técnicas do ensino de história

  1. 1. Professor André Augusto da Fonseca andreaugfonseca@gmail.com lavrado.wordpress.com
  2. 2.  Considere qualquer conteúdo que possa lembrar da disciplina de História. Você conseguiria responder a um aluno que perguntasse por que estudar isso?
  3. 3.  “Ser membro de uma comunidade humana é situar-se em relação ao seu passado (ou da comunidade), ainda que apenas para rejeitá-lo. O passado é, portanto, uma dimensão permanente da consciência humana” (Hobsbawm, 1998, p. 22).
  4. 4.  “Oconhecimento do passado parece inútil, pois o atual não repete o acontecido. Por outro lado, o conhecimento do acontecido é uma „referência‟ para” o presente: a história permite a nós, homens e mulheres do presente, o diálogo com os homens e mulheres do passado, seus conflitos e soluções, aumentando “o número de participantes no debate e o das capacidades inventivas” (José Carlos Reis, comentando Marc Bloch. 2006, p. 109).
  5. 5.  Reis, comentando Georges Duby: • “O discurso histórico é útil porque aguça o olhar sobre o presente, comparando o atual e alteridade do passado. […] ensina a dúvida metódica, a crítica da informação, a perspicácia no juízo, a liberdade de pensamento, a análise lúcida da informação tendenciosa. A história ensina a complexidade do real, sua diversidade, suas especificidades”.
  6. 6.  Lucien Febvre (apud REIS, 2006, p. 110): • “O historiador faz a história que o presente tem necessidade […]. Organizar o passado em função do presente: é o que se poderia chamar a função social da história”.
  7. 7.  Art. 246 da CFRB, § 1.º “O ensino da História do Brasil levará em conta as contribuições das diferentes culturas e etnias para a formação do povo brasileiro.” Art. 26 da LDBEN: § 4º O ensino da História do Brasil levará em conta as contribuições das diferentes culturas e etnias para a formação do povo brasileiro, especialmente das matrizes indígena, africana e europeia.
  8. 8.  Art. 26-A. Nos estabelecimentos de ensino fundamental e médio, oficiais e particulares, torna-se obrigatório o ensino sobre História e Cultura Afro- Brasileira. § 1º O conteúdo programático a que se refere o caput deste artigo incluirá o estudo da História da África e dos Africanos, a luta dos negros no Brasil, a cultura negra brasileira e o negro na formação da sociedade nacional, resgatando a contribuição do povo negro nas áreas social, econômica e política pertinentes à História do Brasil. § 2º Os conteúdos referentes à História e Cultura Afro- Brasileira serão ministrados no âmbito de todo o currículo escolar, em especial nas áreas de Educação Artística e de Literatura e História Brasileiras. (Incluído pela Lei nº 10.639, de 9.1.2003)
  9. 9.  Problematizar = questionar, promover a reflexão, desafiar a saber mais e melhor. Problematizar = desnaturalizar a realidade social; HISTORICIZAR o meio social; desequilibrar pré-noções e pré-conceitos.
  10. 10. atitudeexemplo Problematização método hábito
  11. 11. O trabalho inicial do educador sempre é a MOBILIZAÇÃO: transformar o assunto em objeto de conhecimento do sujeito/ educando (Celso Vasconcellos). Educador: conhecer e discutir a prática social imediata e mediata dos alunos sobre o conteúdo. Educando: compreender que o que se estuda tem a finalidade de ajudá-lo a compreender e transformar a realidade.
  12. 12. Prática socialPensamento Problematização conceitual Instrumentalização
  13. 13. Necessidades daProblematização turma do presente Concepção de sociedade OBJETIVOS de aprendizagem
  14. 14.  Conceituais Atitudinais Procedimentais
  15. 15.  Procedimentais: • Realizar as ações (aprende-se na prática) • Exercitação constante • Reflexão sobre a ação
  16. 16.  Atitudinais: • Valores (princípios ou ideias éticas como solidariedade, respeito aos outros, responsabilidade, liberdade etc.) • Atitudes (tendências ou prediposições mais ou menos estáveis das pessoas para atuar de determinada maneira, como cooperar com o grupo, preservar o meio ambiente, cuidar do patrimônio coletivo etc.) • Normas (padrões ou regras de comportamento, forma pactuada de realizar certos valores compartilhados)
  17. 17. A partir da problematização e dos objetivos, quais conteúdos, temas, processos históricos, conceitos serão estudados para compreender o problema do presente?
  18. 18. ProblematizaçãoEx.: Alunos manifestam Objetivospreconceito contraafrodescendentes e contra Valorizar a diversidade étnica Conteúdosreligiões de matriz africana. e cultural de Roraima e do Brasil Escravidão antiga: Grécia e Repudiar atitudes Roma. discriminatórias de cunho Reinos medievais africanos. étnico, cultural ou religioso As grandes navegações e a volta da escravidão nos séculos XV-XIX. A economia da Plantation, a sociedade colonial e a resistência dos escravizados.
  19. 19.  Detalhar o que será feito a cada dia, a cada aula. Mostrar que tipo de orientação será dada aos alunos em cada atividade. O número de aulas necessárias depende dos objetivos e de como você vai ajudar os alunos a atingi-los. Se utilizar textos, questionários ou filmes, referencie-os e/ou remeta aos anexos do plano!
  20. 20.  Aula expositiva Júri simulado Seminário Telejornal RPG Estudo do meio Assembleia de turma Atividades com mapas Mesa redonda, entrevistas com autoridades
  21. 21.  Mapa conceitual Interpretação de documento escrito Interpretação de gráfico, tabela ou quadro Elaboração de quadros comparativos Elaboração de linhas de tempo Interpretar fontes iconográficas Interpretar filme Produzir vídeos Elaborar conceitos O uso da internet

×