O IMPÉRIO BIZANTINO

522 visualizações

Publicada em

Seminário História I Império Bizantino
CURSO TÉCNICO INTEGRADO EM Petroquímica - s1
Professor: Me. Márcio monteiro cunha
Grupo:
Anderson sena
Jackson sena
René descartes
Robson nonato
Luciano neto

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
522
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O IMPÉRIO BIZANTINO

  1. 1. Seminário História I Império Bizantino CURSO TÉCNICO INTEGRADO EM PETROQUÍMICA - S1 PROFESSOR: MÁRCIO MONTEIRO CUNHA GRUPO: ANDERSON SENA JACKSON SENA RENÉ DESCARTES ROBSON NONATO LUCIANO NETO 1
  2. 2. 2
  3. 3. Constantinopla: Uma cidade entre dois continentes Foi a capital de vários impérios na antiguidade. O imperador romano Constantino I, no decorrer das expedições com seu exército, tomou conta de uma região estrategicamente posicionada entre o Corno de Ouro e o Mar de Mármara, localizada no ponto de encontro entre Europa e Ásia. 3
  4. 4. A formação de Constantinopla: Constantinopla foi formada Para estabelecer a presença do Império Romano e o controle de uma importante localização para o mundo antigo, foi fundada a cidade de Constantinopla, cujo nome faz referência ao já citado imperador romano. 4
  5. 5. O que tem a vê o império romano com Constantinopla No dia 11 de maio de 330, o imperador Constantino I tornou a cidade de Constantinopla a capital do Império Romano. Com o passar do tempo, a cidade cresceu territorialmente e em importância, sendo respeitada e cobiçada por vários povos. Até 395, permaneceu como capital do Império Romano, passando, então, a ser a capital do Império Bizantino. 5
  6. 6. Demarcações geográficas de Constantinopla antigamente Estrategicamente localizada entre o Corno de Ouro e o Mar de Mármara no ponto em que a Europa encontra a Ásia, a Constantinopla Bizantina havia sido a capital da Cristandade, sucessora das antigas Grécia e Roma. No decorrer da Idade Média, Constantinopla foi a maior e mais rica cidade da Europa. 6
  7. 7. A Nova York daqueles tempos De certo modo, Constantinopla foi no seu tempo uma espécie de mistura de Nova York com Jerusalém. Isto é, uma metrópole que conciliava perfeitamente os negócios e um intenso comércio com os assuntos da fé e da religião. 7
  8. 8. Atual Constantinopla Istambul, a antigo Bizâncio e Constantinopla, é a maior cidade da Turquia, a quinta maior do mundo, rivalizando com Londres como a mais populosa da Europa, com 13 120 596 de habitantes na sua área metropolitana A grande maioria da população é muçulmana, mas também há um grande número de laicos e uma ínfima minoria de cristãos e judeus. 8
  9. 9. Expansão e esplendor do Império Bizantino  Desde a divisão do Império Romano, os imperadores do Oriente e do Ocidente encontravam dificuldades para governar. ERA DE JUSTINIANO 9
  10. 10. Quem foi Justiniano ? Flávio Pedro Sabácio Justiniano nasce em Tauresium, na atual Macedônia, em uma família pobre. É adotado pelo tio Justino, ex-guarda analfabeto. Vai ainda jovem para Constantinopla, base do comando militar em que servia seu tio, e recebe educação aprimorada. 10
  11. 11.  Durante o governo de Justiniano, o Império Bizantino se desenvolveu. Ao longo de seu reinado, Justiniano conseguiu conter o avanço militar dos persas e búlgaros sob a região balcânica. Logo depois, empreendeu a expulsão dos vândalos do Norte da África. Mais tarde, deu fim à dominação gótica na Península Itálica e tomou a Península Ibérica dos visigodos. 11
  12. 12. ERA DE JUSTINIANO  O maior apogeu do Império Bizantino ocorreu durante o período de 527 à 565, quando Justiniano estava governando o Império. 12
  13. 13. ERA DE JUSTINIANO  Condições Sociais  Como em Roma a População era Pobre  Alimentos gratuitos  Diversões gratuitas  Corridas de cavalos  Alívio de tensões 13
  14. 14.  Trabalhadores Livres  Mal remunerados  Pobres  Constantinopla melhor condição de vida do Império 14
  15. 15. Revolta da Nika  532 (6 dias)  Insatisfação Popular  Opressão  Tributos elevados  Começou no hipódromo e se tornou uma rebelião contra o governo  35 mil pessoas mortas 15
  16. 16. Código de Justiniano  Código “civil” Corpus juris civilis Conjunto de: (leis, decretos, normas e códigos)  Entre eles o código de Justiniano 16
  17. 17.  O Código de Justiniano serviu para inúmeros códigos civis de outras nações, nos séculos seguintes.  No Ocidente: França, Alemanha, Portugal e Brasil. 17
  18. 18. Código de Justiniano  Algumas normas do Código de Justiniano:  Ninguém é forçado a defender uma causa contra a própria vontade.  Ninguém sofrerá penalidade pelo que pensa.  Ninguém pode ser retirado à força de sua própria casa.  Nada que não se permita ao acusado deve ser permitido ao acusador.  A gravidade de uma ofensa passada não aumenta a do fato exposto.  Na aplicação de penalidades, deve ser levada em conta a idade e a inexperiência da parte culpada. 18
  19. 19.  Campanhas para reconquistar terras 19
  20. 20. Cesaropapismo e ruptura cristã  Justiniano e seus sucessores procuraram por meio da religião impor sua autoridade e firmar a unidade política do Império. 20
  21. 21.  Conflitos entre Igreja Católica Apostólica Romana e Estado Bizantino. 21
  22. 22. Economia e Sociedade  População das cidades  Vida urbana no Império (Dinâmica)  Principal cidade Constantinopla – 1 milhão de habitantes  Tessalônica, Niceia, Edessa e Tarso. 22
  23. 23.  Nessas cidades moravam: (Tessalônica, Niceia, Edessa e Tarso)  Grandes comerciantes (donos de oficinas artesanais)  Clero  Funcionários do governo (luxo) – tapetes, vasos, roupas finas de lã e seda.  Artesãos  Funcionários de médio e baixo escalão  Pequenos comerciantes  Maior parte da população do Império Bizantino era composta de trabalhadores pobres do campo. 23
  24. 24. 24 Localização
  25. 25. Comércio  O comércio foi uma atividade muito lucrativa para Constantinopla que centralizava grande parte das atividades comerciais no período medieval.  O comercio bizantino era muito superior ao do ocidente. 25
  26. 26. Funil Gigante 26
  27. 27. 27
  28. 28. Rotas comerciais 28
  29. 29. Religião e Cultura  Integração do oriente com o ocidente; A língua predominante em Constantinopla era o grego. Mas o império agrupava povos de diferentes origens, como egípcios, gregos, persas, eslavos e judeus. 29 Moeda da segunda metade do século II d. C. com a efígie do Rei Bizas. Mosaico com imagem do Imperador Justiniano na Basílica de São Vital em Ravena.
  30. 30. Religião; O Império Bizantino teve uma história religiosa agitada, onde as disputas doutrinárias casualmente atingiam o extremo da guerra civil. Justiniano protegia de forma indomável a ortodoxia cristã. 30
  31. 31. 31
  32. 32. Cristianismo  No império Bizantino, a religião oficial era o cristianismo. A igreja Cristã do Oriente exercia influência sobre diversos setores da sociedade: fundamentava o poder imperial, absorvia boa parte dos recursos econômicos e estava presente em grande parte da vida cotidiana. 32
  33. 33.  O monofisismo- Doutrina que afirmava que Cristo tinha somente natureza divina. Não tinha natureza humana.  A iconoclastia- Doutrina que repudiava imagens de santos, condenando sua exposição nos templos. 33
  34. 34. Cultura;  O Império Bizantino deixou como legado cultural grandes obras, sobretudo mosaicos e construções arquitetônicas. 34 Basílica de Santa Sofia, em Istambul (antiga Constantinopla), na atual Turquia.
  35. 35.  Essas obras tinham como fonte principal, além da cultura romana – haja vista que o Império Bizantino era considerado o Império Romano do Oriente – e das culturas propriamente orientais, tais como o helenismo (cultura grega) da região da Anatólia (onde hoje se encontra a atual Turquia), o cristianismo primitivo. 35 Os bizantinos preservaram a cultura greco-romana. Na corte bizantina discutia-se filosofia grega e recitavam-se os poemas de Homero.
  36. 36. Crise do Império 36
  37. 37.  Ataques Externos  Recuperação de Territórios 37
  38. 38. A Conquista de Constantinopla pelos turcos 38
  39. 39. Principais consequências 39
  40. 40. Pensar é o trabalho mais difícil que existe. Talvez por isso tão poucos se dediquem a ele. Henry Ford 40

×