Entrevista de Desligamento

19.408 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Negócios
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
19.408
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
18
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
410
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Entrevista de Desligamento

  1. 1. Práticas de Entrevista de desligamento Maria Carolina Linhares Paula Galvão de Barba Autoras do blog Mundo RH e sócias da Kombo ©2009 Kombo - Todos os direitos reservados
  2. 2. O que é entrevista de desligamento? A entrevista de desligamento é um procedimento de investigação que muitas empresas utilizam para descobrir os reais motivos da saída dos colaboradores da empresa. O objetivo da entrevista de desligamento é altamente produtivo: construir planos de ação para retenção de talentos. Muitas empresas evitam a realização da entrevista por falta de pessoal capacitado ou de tempo . ? Empresa Ex-colaboradores Práticas de Entrevista de Desligamento | Maria Carolina Linhares e Paula Galvão de Barba Pág. 2 Visite o blog: http://mundorh.wordpress.com e o site www.kombo.com.br
  3. 3. Planejando o desligamento Como qualquer outro procedimento, existem diversas maneiras de fazer o desligamento de um colaborador. Ao ficar sabendo que um desligamento precisa ser feito, a pessoa responsável deve atuar em parceria com os responsáveis pelo colaborador que será desligado. Algumas ações podem ser planejadas para diminuir a ansiedade de todos os envolvidos: Escolha o melhor momento Escolha bem o momento de comunicar o desligamento para o colaborador. Informar no começo da semana dá diversos dias úteis para a pessoa ir atrás de novas oportunidades e absorver bem a notícia. Muito perto do final de semana (última hora de sexta-feira) aumenta a ansiedade da pessoa por não poder entrar em contato com outras empresas em busca de novas oportunidades. Práticas de Entrevista de Desligamento | Maria Carolina Linhares e Paula Galvão de Barba Pág. 3 Visite o blog: http://mundorh.wordpress.com e o site www.kombo.com.br
  4. 4. Escolha a pessoa mais adequada A pessoa mais aconselhada a dar a notícia é o líder do colaborador, ou seja, quem tinha contato direto com seu desempenho e conseguirá explicar as reais razões do desligamento. O RH entra com coaching e orientações com técnicas de desligamento para o líder. Já a entrevista de desligamento deve ser conduzida por alguém neutro, geralmente o próprio RH, permitindo que a pessoa se sinta à vontade o suficiente para falar a verdade. Esclareça tudo para todos É comum o rádio corredor começar assim que alguém é demitido. As confabulações das pessoas só aumentam a ansiedade de todos que ficam: “Se ele saiu, será que vão me demitir também?”. O líder da equipe deve informar oficialmente qual o motivo (quando possível) da saída do colaborador e tirar eventuais dúvidas. O quanto antes for feito e da forma mais transparente possível, melhor. Práticas de Entrevista de Desligamento | Maria Carolina Linhares e Paula Galvão de Barba Pág. 4 Visite o blog: http://mundorh.wordpress.com e o site www.kombo.com.br
  5. 5. Fazendo a entrevista de desligamento Chegou a hora de fazer a entrevista de desligamento. Como falamos anteriormente, a entrevista de desligamento é um procedimento e tem seus objetivos a serem atingidos. Uma entrevista de desligamento, basicamente, tem três objetivos a serem atingidos: Imagem da Suporte Investigação empresa Na próximas páginas vamos explorar cada um destes tópicos. Práticas de Entrevista de Desligamento | Maria Carolina Linhares e Paula Galvão de Barba Pág. 5 Visite o blog: http://mundorh.wordpress.com e o site www.kombo.com.br
  6. 6. Suporte Oferecer suporte para a pessoa que está sendo desligada é uma questão de ética e responsabilidade social da empresa. Algumas empresas oferecem serviços de outplacement, que é auxiliar ativamente através do próprio RH ou de empresas terceirizadas a pessoa a conseguir novas oportunidades. Neste pacote geralmente estão alguns treinamentos como marketing pessoal, elaboração de currículo e preparação para entrevistas. A indicação de sites de cadastro gratuito de currículo, como no site da Kombo (www.kombo.com.br) já é uma boa ajuda para muitas pessoas que não sabem por onde começar a procurar novas oportunidades. Ainda como suporte está a carta de recomendação, que é uma ferramenta importantíssima quando a pessoa sairá a busca de um novo emprego. A carta de recomendação pode ser padrão da empresa ou personalizada, dependendo da cultura da empresa e da natureza do desligamento. Veja na próxima página alguns modelos de carta de recomendação. Práticas de Entrevista de Desligamento | Maria Carolina Linhares e Paula Galvão de Barba Pág. 6 Visite o blog: http://mundorh.wordpress.com e o site www.kombo.com.br
  7. 7. Modelo 1: A quem possa interessar, FULANO DE TAL participou do nosso quadro de colaboradores de xx/xx/2008 a xx/xx/2009, exercendo suas funções de forma competente, ética e satisfatória. Sentimo-nos privilegiados por ter contado com sua presença durante este período em nossa equipe e é com satisfação que o(a) recomendamos à vossa empresa. Colocamo-nos à disposição para maiores detalhes. Atenciosamente, Modelo 2: A quem possa interessar, FULANO DE TAL fez parte de nossa equipe de funcionários no período de xx/xx/2008 à xx/xx/2009. Quais eram as atividades realizadas pelo colaborador? Como você qualificaria o desempenho do candidato na(s) atividade(s) descrita(s) acima? Comente sobre o relacionamento dele(a) com outros colaboradores. Descreva os pontos positivos e o potencial do colaborador. Coloco-me à disposição para maiores detalhes. Atenciosamente, Práticas de Entrevista de Desligamento | Maria Carolina Linhares e Paula Galvão de Barba Pág. 7 Visite o blog: http://mundorh.wordpress.com e o site www.kombo.com.br
  8. 8. Investigação Saber o motivo de desligamento dos colaboradores possibilita que a empresa faça mudanças visando retenção de talentos. No seu livro “As 7 razões secretas porque o colaboradores saem da sua empresa” (The 7 hidden reasons employees leave”) , o autor norte-americano Leigh Branham fez uma pesquisa com milhares de entrevista de desligamento e encontrou os seguintes motivos principais: • O lugar de trabalho ou o cargo não era o que a pessoa esperava • Incompatibilidade entre a pessoa e o cargo executado • Coaching ou feedback não suficiente • Poucas oportunidades de crescimento • Falta de reconhecimento • Estresse devido à falta de equilíbrio entre vida pessoal e profissional Apesar destes dados serem da cultura americana, servem como exemplo do tipo de informação que devemos buscar. O ideal é a empresa ter um questionário com perguntas padrão para que possamos gerar um relatório de tempos em tempos. No software da Kombo isto é feito automaticamente, mas isto pode ser controlado pelo Excel também. O ideal é misturar perguntas fechadas e abertas, com dados quantitativos e qualitativos. Práticas de Entrevista de Desligamento | Maria Carolina Linhares e Paula Galvão de Barba Pág. 8 Visite o blog: http://mundorh.wordpress.com e o site www.kombo.com.br
  9. 9. Ao montar o questionário primeiro definimos as principais temáticas a serem abordadas, eis aqui algumas como exemplo: Liderança Treinamento e Desenvolvimento Ambiente de trabalho ? Atividades executadas Remuneração e Benefícios Para escolher, analise a natureza do negócio da empresa. Quanto mais você conseguir abranger, melhor. Práticas de Entrevista de Desligamento | Maria Carolina Linhares e Paula Galvão de Barba Pág. 9 Visite o blog: http://mundorh.wordpress.com e o site www.kombo.com.br
  10. 10. Segue abaixo um exemplo de entrevista de desligamento: • As instalações da empresa eram adequadas para o correto desempenho das suas atividades? (ambiente de trabalho) • Você tinha um bom relacionamento com seus colegas? (ambiente de trabalho) • Você tinha um bom relacionamento com seu líder? (liderança) • Sua experiência era condizente com o cargo ocupado? (atividades executadas) • Quais treinamentos você acha que seria interessante a empresa oferecer? (treinamento e desenvolvimento) • O que falta no pacote de benefícios oferecido pela empresa? (benefícios) • Que processos você acha que poderiam ser melhorados na empresa? (gestão da empresa) • Como você avaliaria a política salarial da empresa em comparação com o mercado? (remuneração) Este é apenas um modelo. Adapte para a realidade da sua empresa mas lembre-se: o ideal é manter as mesmas perguntas por pelo menos 6 meses para poder gerar relatórios consistentes. Práticas de Entrevista de Desligamento | Maria Carolina Linhares e Paula Galvão de Barba Pág. 10 Visite o blog: http://mundorh.wordpress.com e o site www.kombo.com.br
  11. 11. Imagem da empresa Um objetivo da entrevista de desligamento que raramente é abordado é trabalhar a imagem da empresa. Isto acontece provavelmente pelo tabu de se tocar em questões tão ‘capitalistas’ num momento tão delicado. Sabemos que pode ser difícil para alguns profissionais de RH entender esta questão por ter um foco muito maior em RH. Mas, no momento da entrevista de desligamento, estamos representando a empresa e seus objetivos, tendo que cumprir tanto o papel de fornecer suporte à pessoa desligada quanto o papel de trazer mais resultados para a empresa. A nossa sorte é que somos multi e, com técnica e planejamento da entrevista, conseguimos atingir ambos os objetivos de forma não conflitante. Então, como trabalhamos a imagem da empresa na entrevista de desligamento? Práticas de Entrevista de Desligamento | Maria Carolina Linhares e Paula Galvão de Barba Pág. 11 Visite o blog: http://mundorh.wordpress.com e o site www.kombo.com.br
  12. 12. Na entrevista de desligamento a pessoa está numa situação em que se sente autorizada a falar coisas que estando dentro da empresa poderiam não ser adequadas. Geralmente impressões sobre produtos, processos e até posicionamento da empresa. As vezes colaboradores nos surpreendem com o conhecimento de mercado e produtos, sabendo de informações devido à contato com cliente e vivência nos processos desconhecidas de cargos táticos e estratégicos. Atenção redobrada para colaboradores que trabalham com atendimento à clientes! Uma boa pergunta nesta hora é : “Se você fosse dono da empresa, o que mudaria?” Enquanto isto vai sendo trabalhado, especialmente em casos de desligamentos ! turbulentos, é importante diferenciar a marca das questões da empresa que levaram ao desligamento. Se o motivo foi a baixa remuneração, um líder ineficiente ou ambiente de trabalho desfavorável, deve-se evidenciar que estes são problemas de gestão que podem ser resolvidos (se for verdade, afirme que realmente serão), sendo que a marca/empresa continuará, sempre buscando a melhoria. Práticas de Entrevista de Desligamento | Maria Carolina Linhares e Paula Galvão de Barba Pág. 12 Visite o blog: http://mundorh.wordpress.com e o site www.kombo.com.br
  13. 13. No final da entrevista, busque junto com o colaborador desligado aspectos que foram positivos durante a sua passagem pela empresa: ‘O que ele aprendeu enquanto estava na empresa?’ Explore tanto questões técnicas quanto comportamentais. Por pior que tenha sido a experiência de uma pessoa, sempre há algo positivo, mesmo que seja “não agir desta forma”. Isto possibilita não apenas a associação da passagem pela empresa como algo positivo mas também permite que a pessoa se aproprie / tome consciência do que aprendeu para utilizar em novas oportunidades. Concluindo... O procedimento de desligamento de colaboradores é algo que exige dedicação, mas que pode trazer muitos resultados positivos para a empresa. Enfatizamos o PODE na frase anterior, pois este tipo de processo só trará resultados para a empresa caso sirva como um propulsor de mudanças. Assim como a pesquisa de clima, a entrevista de desligamento deve influenciar todos os outros projetos de RH. Práticas de Entrevista de Desligamento | Maria Carolina Linhares e Paula Galvão de Barba Pág. 13 Visite o blog: http://mundorh.wordpress.com e o site www.kombo.com.br
  14. 14. Sobre as autoras Maria Carolina Linhares Paula Galvão de Barba Psicóloga com mais de 12 anos no ramo de Também psicóloga, com mais de 3 anos de consultoria de Recursos Humanos para empresas de experiência em consultoria de Recursos humanos. pequeno, médio e grande porte. Atualmente é Atualmente é responsável pela pesquisa e diretora de negócios da Kombo, consultora e desenvolvimento de software de gestão de pessoas palestrante na área de RH e capacitação empresarial. na Kombo. Email: paula@kombo.com.br Email:carolina@kombo.com.br Juntas, Paula e Maria Carolina escrevem um blog de RH: http://mundorh.wordpress.com Sobre a Kombo A Kombo tem como missão criar tecnologias de gestão de pessoas, resultando em mais resultados e satisfação de empresas e pessoas. Ela foi criada em 2006 com o intuito de ser uma solução intuitiva, com conteúdos e metodologia integrados com os módulos do software. Conheça mais em: www.kombo.com.br Práticas de Entrevista de Desligamento | Maria Carolina Linhares e Paula Galvão de Barba Pág. 14 Visite o blog: http://mundorh.wordpress.com e o site www.kombo.com.br

×