Scrummi: Um processo de Gestão Ágil baseado no Scrum e Aderente ao CMMI

1.745 visualizações

Publicada em

Apresentação da dissertação de mestrado de Ana Sofia Cysneiros Marçal realizada em 10/07/2009 na UNIFOR.

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.745
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
27
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
94
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Scrummi: Um processo de Gestão Ágil baseado no Scrum e Aderente ao CMMI

  1. 1. SCRUMMIUm processo de gestãoágilbaseado no SCRUM e aderenteao CMMI<br />Autora: Ana Sofia Cysneiros Marçal<br />Orientadora: Elizabeth Furtado, D. Sc. <br />Co-orientador: Arnaldo Dias Belchior, D.Sc. (in memorian)<br />1<br />
  2. 2. Agenda<br />Motivação e Objetivo<br />Metodologia de trabalho<br />O SCRUMMI <br />Estudo de Caso<br />Considerações finais<br />2<br />
  3. 3. Motivação: CMMI x Agilidade<br />3<br />
  4. 4. Motivação<br />4<br />
  5. 5. Objetivo<br />Definir um processopara a gestãoágil de projetos<br />5<br />
  6. 6. Para<br />6<br />
  7. 7. Metodologia de Trabalho<br />7<br />2006<br />2007<br />2008<br />2008/2009<br />
  8. 8. Scrum<br />8<br />Gloger, B., The Zen of Scrum, http://www.glogerconsulting.de<br />
  9. 9. Mapeamento Scrum x CMMI<br /> Não Satisfeito: não há evidências da prática no Scrum<br />Parcialmente Satisfeito: há evidências da prática no Scrum, embora a prática não esteja plenamente atendida<br /> Satisfeito: a prática está totalmente atendida no Scrum<br />9<br />
  10. 10. Principais lacunas Scrum x CMMI<br />SCRUMMI<br />10<br />
  11. 11. Pesquisa de interesse<br />11<br />O processo da sua empresa é aderente aos níveis de maturidade do CMMI?<br />Aplica práticas de métodos ágeis em seus processos?<br />
  12. 12. SCRUMMI<br />12<br />
  13. 13. SCRUMMIPapéis e responsabilidades<br />13<br />GERENTE DO PRODUTO<br />GERENTE DE PROJETO<br />STAKEHOLDERS<br />GERENTE SÊNIOR DE PROJETOS<br />TIME DO PROJETO<br />
  14. 14. Scrummi: Artefatos<br />14<br />
  15. 15. SCRUMMIFramework de Atividades<br />15<br />Plano do Projeto<br />Backlog do Projeto<br />
  16. 16. SCRUMMIFramework de Atividades<br />16<br />Plano do Projeto<br />Backlog do Projeto<br />Backlog do Projeto<br />Backlog da Sprint<br />Lista de Riscos<br />Backlog do Projeto<br />Backlog da Sprint<br />Lista de Riscos<br />Lista de Impedimentos<br />Backlog do Projeto<br />Lista de Riscos<br />Base Histórica de Projetos<br />
  17. 17. SCRUMMIFramework de Atividades<br />17<br />Backlog do Projeto<br />Base Histórica de Projetos<br />Plano do Projeto<br />Backlog do Projeto<br />Backlog do Projeto<br />Backlog da Sprint<br />Lista de Riscos<br />Backlog do Projeto<br />Backlog da Sprint<br />Lista de Riscos<br />Lista de Impedimentos<br />Backlog do Projeto<br />Lista de Riscos<br />Base Histórica de Projetos<br />
  18. 18. Estudo de Caso<br />18<br />
  19. 19. Ciclo de VidaVisão geral – linha do tempo<br />19<br />Visão + Especulação<br /><ul><li> Iniciar Projeto
  20. 20. Estabelecer comunidade e abordagem de execução
  21. 21. Planejar Projeto</li></ul>Atualizar e priorizar Backlog<br /> Definir Plano de Entregas<br />Exploração<br />Adaptação<br />Especulação<br /><ul><li>Planejar Projeto</li></ul> Atualizar Backlog<br />Priorizar Backlog<br /><ul><li> Planejar Sprint
  22. 22. Identificar analisar riscos
  23. 23. Revisar Sprint
  24. 24. Retrospectiva
  25. 25. Monitorar Projeto
  26. 26. Monitorar Sprint
  27. 27. Desenvolver Time</li></li></ul><li>Backlog do Projeto<br />20<br />Casos de uso classificados em aplicações e módulos de acordo com o negócio/arquitetura do sistema<br />VN e estimativas em SP apenas para requisitos funcionais(casos de uso). <br />Criado atributo para acompanhar o status dos casos de uso do sistema (proposto, especificado, homologado, implementado, entregue, aceito)<br />
  28. 28. Backlog da Sprint<br />21<br />
  29. 29. Uso do JIRA<br />22<br />
  30. 30. Uso do QuadroÁgil<br />23<br />
  31. 31. ResultadosAlcançados<br />Maior clareza e visibilidade do planejamento realizado a cada sprint<br />Implantação de uma cultura participativa no planejamento e gestão do projeto impondo credibilidade, transparência e comprometimento sobre o que se faz<br />Maior integração do time do projeto<br />Uso de estimativas rápidas em SP proporcionando maior agilidade no processo de planejamento<br />Avaliações e adaptações constantes do processo ao longo do projeto gerando aumento de produtividade a cada sprint.<br />24<br />
  32. 32. Liçõesaprendidas<br />A mudança de paradigma é grande na gestão de projetos<br />A entrega constante de software funcionando é muito importante para a credibilidade do cliente<br />O tamanho da sprint deve ser bem avaliado, de forma que acomode a realidade do projeto<br />O auto-gerenciamento do time depende muito da sua maturidade<br />A colaboração e comprometimento do cliente são fundamentais para o sucesso de um projeto que aplica práticas de gerenciamento ágil e participativo<br />25<br />
  33. 33. Contribuições e Publicações<br />26<br />NASA Journal 2008<br />SEW 2007<br />
  34. 34. Próximospassos<br />www.scrummi.com.br<br />
  35. 35. Obrigada!<br />Ana Sofia Marçal<br />28<br />

×