O ano que não terminou...
Estrada Real
O Quinto
A Derrama
Iluminismo
Inconfidência Mineira
Joaquim José da Silva Xavier
Carta Revelação
(1963)
Tiradentes também era dentista, donde lhe
veio o nome... Mas não querendo ajoelhar-se
aos pés dos M...
O poder da Razão
para transformar a Sociedade
França Estados Unidos
Tal dia é o batizado.
O início da revolução foi marcado para o dia
em que fosse decretado o lançamento da
Derrama.
Esperav...
A jornada dos mártires
Vinte e nove réus
“sendo tal a maldade e prevaricação destes
Réus, que sem remorsos faltaram à mais
incomendável obrigação...
O Mártir da Independência do Brasil
Carta Revelação
(1956)
O próprio Tiradentes valia ao mesmo tempo
pelos dois poderes: o temporal, a Justiça e o
espiritual,...
continuação
Copas ou Coração levou-o ao martírio. E
Ouros, representando o Império, ao qual ele
desprezava, além do mais p...
Se todos quisessem, poderíamos fazer
do Brasil uma Grande Nação
O Legado e o Mito
O Brasil que poderia ter sido
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

1799- O ano que não terminou: Tiradentes e a Inconfidência Mineira.

787 visualizações

Publicada em

Apresentação da Palestra de Elcio de Sousa Lopes, promovida na Eubiose Moóca, sobre as influências Iluministas e da Revolução Francesa no episódio da Inconfidência Mineira e do líder Joaquim José da SIlva Xavier- Tiradentes.

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
787
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
21
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

1799- O ano que não terminou: Tiradentes e a Inconfidência Mineira.

  1. 1. O ano que não terminou...
  2. 2. Estrada Real O Quinto A Derrama Iluminismo
  3. 3. Inconfidência Mineira
  4. 4. Joaquim José da Silva Xavier
  5. 5. Carta Revelação (1963) Tiradentes também era dentista, donde lhe veio o nome... Mas não querendo ajoelhar-se aos pés dos Monarquistas.
  6. 6. O poder da Razão para transformar a Sociedade França Estados Unidos
  7. 7. Tal dia é o batizado. O início da revolução foi marcado para o dia em que fosse decretado o lançamento da Derrama. Esperavam que neste momento, com o apoio do povo descontente e das tropas sublevadas, o movimento fosse vitorioso
  8. 8. A jornada dos mártires
  9. 9. Vinte e nove réus “sendo tal a maldade e prevaricação destes Réus, que sem remorsos faltaram à mais incomendável obrigação de vassalos e de católicos, e sem horror contraíram a infâmia de traidores, sempre inerente, e anexa a tão enorme, e detestável delito”. Sentença de Tiradentes (trecho).
  10. 10. O Mártir da Independência do Brasil
  11. 11. Carta Revelação (1956) O próprio Tiradentes valia ao mesmo tempo pelos dois poderes: o temporal, a Justiça e o espiritual, o Amor, ligado à Inteligência... Além de esquartejado, Tiradentes é exposto ao ridículo em diversos paus ou Palos. Paus e Espadas, porque ele era militar.
  12. 12. continuação Copas ou Coração levou-o ao martírio. E Ouros, representando o Império, ao qual ele desprezava, além do mais por ser pobre de riquezas terrenas e rico das espirituais, estava debaixo de seus pés, descalço de carne e ossos.
  13. 13. Se todos quisessem, poderíamos fazer do Brasil uma Grande Nação
  14. 14. O Legado e o Mito O Brasil que poderia ter sido

×