Uma experiência prática da utilização do Moodle

772 visualizações

Publicada em

Trabalho apresentado por Ana Paula Bernardo Mendonça e Rosane Mendes durante o Primer Congreso Internacional de Educación en Línea y Cultura Libre "Moodlemoot/moodlesalud 09" em Buenos Aires, Argentina no dia 14 de agosto de 2009.

Publicada em: Saúde e medicina, Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
772
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Uma experiência prática da utilização do Moodle

  1. 1. Uma experiência prática da utilização do Moodle para Comunidades Virtuais na Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca – Fiocruz
  2. 2. Informação e tecnologia reforçando a cidadania  Capacitação e formação de recursos humanos para o SUS e para o sistema de ciência e tecnologia,  Produção científica e tecnológica  Prestação de serviços de referência no campo da saúde pública.
  3. 3. Objetivo Oferecer aos pesquisadores, professores, profissionais e estudantes de saúde pública, localizados geograficamente distantes, um ambiente virtual para  comunicação e  compartilhamento de experiências para o início ou continuação dos trabalhos iniciados em encontros presenciais. 
  4. 4. Motivação As comunidades virtuais são de relevância estratégica na área da saúde:  Ampliam a capacidade argumentativa no processo de negociação, interlocução e disseminação do conhecimento em saúde, sejam para os gestores de saúde, gestores de informações e/ou cidadãos.  Favorece o compartilhamento de saberes e práticas entre profissionais médicos, entre médicos e estudantes de medicina e entre estes últimos, proporcionando uma melhor qualidade em sua atuação.
  5. 5. Metodologia  Entrevistas com os potenciais participantes para compreender como se organizavam trocavam informações;  Identificação dos aplicativos necessários para promover a comunicação e interação no ambiente virtual; Análise de softwares disponíveis no mercado.
  6. 6. Aplicativos  Fórum  Messenger  Download e Upload de arquivos  Perfil  Pesquisa de opinião  Grupos  Arquivos  Avaliação
  7. 7. Por que ?  Software livre  Facilidade de instalação, operação e customização  Recursos para comunicação e interação  Grande comunidade brasileira de usuários e desenvolvedores
  8. 8. Início Em janeiro de 2006, iniciamos as 3 primeiras comunidades Virtuais, utilizando Moodle. Rede de Informação e Práticas em Plano diretor da Informática em Monitoramento e pós-graduação Saúde Avaliação em da ENSP DST/HIV/Aids
  9. 9. Rede de Práticas e Avaliação em DST/HIV/AIDS
  10. 10. Cenário Atual Atualmente, as Comunidades Virtuais ENSP-FIOCRUZ possuem distribuídos em 10 comunidades temáticas. Participantes ativos 1.994 Potenciais participantes 5.350 Professores registrados 26 Logins diários diferentes 100 ~ 300 Moderadores por comunidades 2a4
  11. 11. Cenário Atual A comunidade mais ativa em 2009 é de formulação do Curso Nacional de Qualificação de Gestores do SUS, da Rede de Escolas e Cento formadores em Saúde Pública
  12. 12. Resultados Moderadores Participantes + ativos Ativos e (animadores) colaborativos Moderadores Participantes passivos observadores (mediadores)
  13. 13. Resultados Dos quase mil participantes cadastrados,  menos de 100 solicitaram suporte devido à dificuldade de  inscrição na comunidade, 63 participantes solicitaram suporte quanto a utilização do sistema.
  14. 14. Conclusão Fator Principal para o sucesso: A participação ativa do moderador fomentando discussões, delimitando propósitos específicos, desenvolvendo argumentos, explorando idéias é essencial como estímulo à participação dos membros. Mudança cultural
  15. 15. Contatos http://www.ensp.fiocruz.br/comunidades http://www.ensp.fiocruz.br/rede anapaula@ensp.fiocruz.br rosane.mendes@ensp.fiocruz.br
  16. 16. Gracias! Obrigada!

×