Puduanobi Quixito Istanshun dada uaid Shubu

547 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
547
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Puduanobi Quixito Istanshun dada uaid Shubu

  1. 1. Puduanobi Quixito Istanshun dada uaid Shubu
  2. 2. Ministério da Justiça Fundação Nacional do Índio Coordenação Geral de Índios Isolados Puduanobi Quixito Istanshun dada uaid Shubu Ananda Conde Organizadora Posto de Vigilância e Proteção do rio Quixito Frente de Proteção etno-Ambiental do Vale do Javari Vale do Javari—2007
  3. 3. O Posto de Vigilância e Proteção do rio Quixito, criado em 2000, faz parte da Frente de Proteção Etno-Ambiental do Vale do Javari, assim como a Base Ituí/Itaquaí e o Posto de Vigilância e Proteção do rio Jandiatuba. Tem por objetivo defender e proteger a cultura e o território dos índios isolados do rio Quixito. Os indígenas Mayoruna ( Matsés ) e Kanamary são colaboradores das atividades do Posto Quixito. Para saber mais sobre o Posto Quixito e o trabalho da Frente de Proteção Etno-Ambiental do Vale do Javari: Avenida da Amizade, 789, Centro. Tabatinga – Amazonas CEP: 69.640-000 ( 9 7 ) 3412-2450 Fundação Nacional do Índio – FUNAI Coordenação Geral de Índios Isolados – CGII SRTVS Quadra 902 Bloco A – Edifício Lex Téreo Plano Piloto – Brasília – Distrito Federal CEP: 79.340-904 www.funai.gov.br
  4. 4. Puduanobi Quixito Istanshun dada uaid Shubu
  5. 5. Este material foi elaborado pelos indígenas colaboradores Mayoruna, do Posto de Vigilância e Proteção do rio Quixito. Autoria dos textos e desenhos: Benê Dunu Mayoruna Gerson Binan Gomes Mayoruna Manoel Manini Mayoruna Modesto Ëpë Mayoruna Pelé Bay Mayoruna Sabino Nacua Mayoruna
  6. 6. Conscientizar. Basta uma palavra para explicar o objetivo deste livro. Depois de um convívio direto com representantes da maioria das etnias do Vale do Javari, por meio do trabalho com indígenas colaboradores na Frente de Proteção Etno-Ambiental do Vale do Javari (FPEVJ), percebe - se a importância de um diálogo constante com os grupos já contatados acerca dos grupos isolados, para ampliação do raio de proteção desses últimos. Sabe-se que as etnias contatadas são personagens essenciais na dinâmica de preservação dos “parentes” isolados, já que são vizinhos territoriais e possuem uma ligação cultural histórica. Basta que os grupos reflitam sobre as conseqüências de um possível contato, lembrando suas próprias experiências, para se avançar na dinâmica de proteção. Aí vem, novamente, a já citada conscientização. Recordar o passado, os costumes, os fatos peculiares e relatar as atividades dos postos, são os recursos adotados por esta iniciativa. Tudo elaborado por meio da expressão peculiar de cada grupo, ou seja, a língua tradicional indígena. Uma ferramenta informativa e didática de proteção de longo alcance, que tende a ultrapassar o dia-a-dia da FPEVJ, atualmente limitado ao contexto de trabalho nos postos, ainda desconhecido por muitos indígenas e pessoas envolvidas com o Vale do Javari. Enfim, ampliar horizontes, propagar a proteção nas aldeias e criar um espaço informativo, capaz de explicar o trabalho da Frente e estimular o fortalecimento cultural dos grupos. Audacioso?! Pode ser, mas só saberemos se tentarmos. Enquanto isso... Testemos.
  7. 7. Bëiuc Badiad, 26 de agosto de 2007. Istanshun dada uaid – Quixito acte Puduanobi Quixito Yacnoësh. Nidobi podquiedën nidquinbi shubu istuidonbi. Quatro( 4 ) q uilometros caid tion shubu istuidombi. Curubon shubu aid istuidshun bedcaombi. Con matsesën shububinboec quid istuidtanquin bedcaonbi. Aden bedcabidanec nidobi udictsëc uatuidec ushë cuenbo icnuc shubu uatuidonbi.
  8. 8. Aden shubu uashumbic nainshun nuëcquid ansemec nidobi adshun ansemionbi inchishchoedtapa. Ansemeshun pionbi ëbitedishun. Ambo ushash badiadash nidobi capuec. Adec nidshun isaquien podquied dadpen iquec. Chështen antiaid icnubi mëdanten poquënbenaid iccosh. Con matses tsidanbo icquidën naid. Aid istuidshun bedcaonbi 3 tedec ushquin nibënonbi abadiad shunbic uquë cuenadquin tsen isombi. Adec podquënec capuaidi bedcaombi. Podquënaid dadpen icsho aidtedi bedcaombi. Nëidtedshun naombi bedcaquin nëidic. Ananda nëidic Egipson Nunes nëidic Raminho Kanamary nëidic ëbi Gerson Gomes
  9. 9. Segunda-feira, 26 de agosto de 2007. Eu fui ver a maloca – rio Quixito Sai do Posto Quixito. Eu fui andar até a maloca. Encontrei a maloca a quatro quilômetros de distância. Maloca de Korubo, igual a da foto. Também igual maloca de Matsés. Tiramos foto, andei mais e encontrei lugar para fazer acampamento. Terminei de fazer acampamento, fui pescar e pesquei matrinxã. Ananda Conde
  10. 10. Depois de pescar, eu comi assado e cozido. Dormi e fui caçar no outro dia. Encontrei muito caminho e quebrada junto caminho com cortado de terçado. Encontrei e tirei fotos do caminho, andei ao redor procurando mais e passei 3 dias acampado. Depois achei lugar que só havia quebrada, sem corte de terçado, e tiramos mais fotos. Ananda Conde Tiramos fotos todos juntos. Ananda, Egipson Nunes e Raminho Kanamary e eu, Gerson Gomes Binan Mayuruna.
  11. 11. Ëbi chiec cuëdenaid nec... Bëdi chiec uëdënaid nec Dada aton chidobëd nidpanëdash Adec nidshun shubu uatuidpanëdash. Adash capuec nidpac cadennec Ambo aton bacuëtac tsëc nianec nidpac cadennec. Adec caputanec choquinbi bëdibëta aton chido istuidpac cadennec.Aden istuidaqui ada chaua acco mado quepac cadennec. Chaua nibëntanombi quepondash choec matses adoac chaua ubi ushtosh quepanëdash bëdi. Badiadshun chaua ushtoshe aquecnid quepanëdash adanec nidquianec nid- shobi bëdin acpanëdash. Adash choquin aton chido pucu menetuid panëdash aden meniac tëchicquin isnubi aton bacuë sidquepanëdash.
  12. 12. Adsho tantianec auëshquiobi cuenpanëdash adec cuenash titinquequinbi on cuëdsho chuipanëdash adash puedpanëdash. Sabino Nacua Mayoruna
  13. 13. Puduanobi Quixito Chonuartemaid, 11 de setembro de 2007 Bëiuc Badiad uëshën chonoadquin bedanonbi quixito yacno uësh chonoadquin. Nëmbo choash sëuëcnecquio chonoadquiobi icsapanbo yacnonbo sëuënec. Aidnainshunbic uesin tsen macuesonbi cinco icnuc ëmbudnec Quixito yacno uësh chonoadebi. Aidnainbic tied tacuesonbi aid nainshunbic cute cuëshcuëshaid tsen bëbëbiec chonoadobi.
  14. 14. Aidnashunbic motor tsadquid shubu anpanonbi aid nainshunbcodo caquin sten bedanshun codo caunbi adoshombic pëdato anpanquin caic nëuëshquio choanoadebi. Adashi acte anisenidobi aden anistanec chobi aucbidi adshunbic nuëcquid bedec dectanequid dadauanec chedo chonoadebi Quixito yacnoësh adec dectatonec cuenshobic anisunonbi piush icsho bednuen anisunonbi. Tëshë nuambi buemsho bedshunnoen chedo nëshunquio anisunquin naimbi. Dacuënquioc quin chotac anisunombi nëshunquio Quixito yacnoshon. Shubu anbes caquin pied putu besquin catsëqui nëuëshquio chonoadec nebi. Adshunbic badiad budnu café chuaquin. Adashic ëchëshën tsadec badiashic chonoadec. Adec nëuëshquio chonoadobi Quixito yacno uësh. Aidtedi dadauanu
  15. 15. Matses Tsidambocquido chiaid Imitsipaden tantiec badedquio tsidte bunenquio = iquec nepec: Adembidi tsidte bunenquio icsho chotaquën mitsipaden. Tantiecpec bëdanboecquien nechitec nëmane= queashien nec = quequim tantiendac. Adquio icquequien bëdanbo iquec. Nimëduc bëdanbo icquec nënenquio icque nimëducciesh. Adec nënenquio iccomdaidi tsidash comapenec nënquido = yantsiah quequin tantiec. Aden tamtiaquinbidi nidaid tsicatiomdash aido cudasquin ma aton nidaidënbi tabadpanueshun. Aden naomdadënbi abi tabadec curuboyec maiaiec quiec utsibotsen dadpenquio tsidanbocquido icque nëid nidaidën. Aido adecbidi nënenquio iccuededec aton nënaidënbi nënec. Aido chotaquën nënaidenpenquio. Adec bidi nënsho bëdametequid icque aton nenaid = Bëdametabi. Chotaquien nënaid bëdash bëdanenquio ictsiash. Dacpenquio chotaquën nënaid icquec. Adebidi chotaquën nasho isash adenbidi natebunquid ictsiash . Paënbocquid acte bunec anpodshudte bunec. Paënbocquid acbededec damsate bunquido yantsiash ambi naid nainquio yec bëshuntsiash anbi makun acquec cuëdënomdaidi cuëdënenquio ictsiash chotac isash piayec cantiyec sianteyec bushcate yec quec nibëdquio yantsiash chotac isun naimquio yantsiash quequin tantiec chotaquën. Atonambi ictiadquidi bëshuntsiash . Adecbidi chidotsen bëshunendac matsu=uitsun sedquidtoshcodocaquin cainquio yantsiash quequin tantie: Adec chotac isash beshuntsiash. Pade aidtsëqui dada uaombi.
  16. 16. Nënaid tantiaquin matses tsidabicquidën chotac cuesun secaquin naimdac.. Ambi isacmaid isenquio istebunenquioc quin naindac matsesën. Adec cuesante bunquidi chotaquën tsinmiac. Atoda quetequid icpec. Ambi nimëducshun naid secatequidtsen iquendac tsidabicquidon. Tedtambo naimquio yantequid iquec nëidted chidona naimquio yantequid iquec. Uitsun, secte,matsu totedaëdcaid aidted chido bëshuntequid iquendac. Adashic abi aton bënë chedo ismec nocosh quiedo bëshuntequid iquec. Adecbidi dada ambi naid tedi bëshuntequid iquaindac nëidted. Bushcate tsitsan neste bescate utsi utsiec bëshuntequid dada iquendac. Mida padec iquec nënenquio tantiadec matses iquec nepec chotac isenquio iquec nec. Chotac isbenquiash adecbidi – chotac yacnot- sen buncuentequid iquec adonboen isash chotacbinboec icnu quiash – dashcute chucanbotsen datonquiante iquendac matses. Nëidted chotoquëna buncuenendac paënbocquid anpushudte – adashic chotaquën pete chedo buncuentequid iquendac. Aidtedi dada uanu matses tsidabicquid chuiquin.
  17. 17. Matses Tsidambocquido chiaid Sobre os isolados Não pode fazer contato com isolado porque leva doença. Ficar isolado é bom porque não tem doença de branco. É bom ficar no mato sem doença. Quando tem branco também tem doença e malária. Antes quando o Mayoruna era isolado não tinha doença, mas agora tem muita doença que é ruim. O posto da Base e do Quixito são bons porque cuidam da terra do isolado e da Terra Indígena. Tem muito isolado na Terra Indígena, como Korubo e Maia. O isolado não tem doença de branco, só tem doença deles que curam com remédio do mato. Quando pega doença de branco o remédio do mato não cura. O branco tem muita doença. Quando pega malária só remédio de branco. Hoje o parente Mayoruna gosta de beber cachaça, fumar tabaco e pega doença de branco. Não quer fazer cultura, agora que bebe cachaça. Esqueceu cultura. Não quer fazer lança e flecha. Todo mundo quer ficar como branco. Bom ficar no mato como isolado. Fu- nai e a Frente cuidando da Terra Indígena.
  18. 18. O índio isolado não conhece o branco e mata o branco porque não quer doença, não quer morrer. Antigamente o índio queria matar e agora está bom. Antes, quando o matsés era isolado tinha muita cultura, fazia cultura e agora todo mundo esqueceu.
  19. 19. Quando matsés era isolado no mato, a mulher fazia panela, pulseira, muita cultura e agora esqueceu. O homem também tinha muita cultura quando estava isolado. Agora o jovem não faz. Só o mais velho que sabe remédio do mato, a cultura, panela, vassoura. Todo jovem esqueceu, só quer andar na cidade e não quer fazer cultura. Antes estava sem doença, lá no mato, sem conhecer cidade. Agora quer ficar na cidade pega doença. Vai morrer todo mundo de doença que pega na cidade. Os brancos ensinaram coisas e os matsés querem ser igual branco, com roupa nova e sapato. Não quer mais fazer cultura. Quer tabaco, quer só comer arroz, comida de branco. Todo mundo quer açúcar e bolacha, só comida de branco. Assim pega doença e fica fraco.
  20. 20. Terça-feira uëshën soles yacnouësh puduanobi adash unbo ushtuidobi. Ushanec ëndën puduanec nidec 5 ted ushobi adec ushane choqiun uëshëbuctsan istuidonbi. Istuicshun isnunacac dacuëdosh dacuëdsho isun uan noshon isac aton shubu ëctash quiosh matses utsi aton shëcuë ëctash quesho isonbi isbidanec ushtuidobi ushtuid shun flechera tanbude choquin Curuçá buctuidobi buctuic shun niste acconbi aid acanec badiadanec pudua nobi curuçan dectatobi adash mananuc pudundo quin niste nebidanec nide abentsec ushobi ushcuidan shon Terrinha iacno três hora icnuc istuicshon ubinec nid caunbi Terrinha yacno istuidobi choson matsés ubi nec nid caunbi. Nëid tedshun isonbi ubibi. Saímos do Soles Terça- feira. Andamos muito longe. Saímos seis horas e andamos cinco dias até o igarapé Flecheira. Fui procurar índio, a casa do matsés isolado. Todo mundo ficou escondido e viu a casa deles. Todo mundo andou cinco horas da tarde para ver o índio isolado. Ficamos escondidos para ver os isolados e depois saímos para terra firme para dormir. Acordamos cinco horas e descemos o igarapé Flecheira e encontraram o rio Curuçá. Achamos paxiúba grande e Shinin derrubou para subir o Curuçá. Subiu o rio achou terra firme e foi andar. Andamos muito e achamos caminho de Mayoruna que vai para a comunidade Terrinha. Chegamos no Terrinha três horas e as pessoas da comunidade levaram todo a gente para a comunidade Nova Esperança de péc-péc. Nós vimos índio isolado.
  21. 21. Nëid tedshun isonbi ubibi Nós vimos índio isolado
  22. 22. ACTE QUIXITO ANISTANAID Badiad Namëdquid, 6 de setembro de 2007 Seis uëshën puduanobi quixito yacnoësh dëbiatemi dectatobi. Três tedquio motorën nidobi nëidtedniobi Raminho Kanamary. Utsi Adilson Kanamary bidi aidtedshun dëbiatemi istanombi. Matsesën nidaidën cute tequido puduedacsho istan cac niobi. Badiadnuc seis icnuc puduanobi adec nidquimbi moco choquequid tapa istuidombi aid istuidshum cano abuc buamquin maninaccombi. Aden maninacbidanec nidquimbi chotac nuadsho istuidombi aton nidaidëmbi niosh matsesën nidaidënpenquio. Aid datanbidanec dëbiatemi nidobi acte nua icnuebi . Badedquio nidtsenoc bëdiactsëcquio nidobi acte pistsëcquio icnuc.
  23. 23. Adec nidnubi uedapa chosh nuambo abi nidnubi abi mëduqui nidobi adec nidequi. Iquiendoectsen yanobi adec iquiendosh natianbonoc mëmuntianbo yansho isash shubumpin tsadquidën. Manuatsëcombi pistsëcquio adcuidanec uditsëc dëbidiadnu que nidobi: cheshemquio yec capobi matsesën nidaidën cudasnuque com adecbidi com matses. Tsidambo icquid cudasecbidi niobi adash anbobi. Nidtuidobi doze icnuc dëbidiadobi adash Quixito yacno. Quatro icnuc chobi: com chuiquid Ananda icosh. Aidtedtsëqui chuiquin dada uaonbi padi
  24. 24. ACTE QUIXITO ANISTANAID Chonuartemaid, 11 de agosto de 2007 Bëiuc Badiad uëshën chonoadquin bedanonbi quixito yacno uësh chonoadquin. Nëmbo choash sëuëcnecquio chonoadquiobi icsapanbo yacnonbo sëuënec. Aidnainshunbic uesin tsen macuesonbi cinco icnuc ëmbudnec Quixito yacno uësh chonoadebi. Aidnainbic tied tacuesonbi aid nainshunbic cute cuëshcuëshaid tsen bëbëbiec chonoadobi. Aidnashunbic motor tsadquid shubu anpanonbi aid nainshunbcodo caquin sten bedanshun codo caunbi adoshombic pëdato anpanquin caic nëuëshquio choanoadebi. Adashi acte anisenidobi aden anistanec chobi aucbidi adshunbic nuëcquid bedec dectanequid dadauanec chedo chonoadebi
  25. 25. Quixito yacnoësh adec dectatonec cuenshobic anisunonbi piush icsho bednuen anisunonbi. Tëshë nuambi buemsho bedshunnoen chedo nëshunquio anisunquin naimbi. Dacuënquioc quin chotac anisunombi nëshunquio Quixito yacnoshon. Shubu anbes caquin pied putu besquin catsëqui nëuëshquio chonoadec nebi. Adshunbic badiad budnu café chuaquin. Adashic ëchëshën tsadec badiashic chonoadec. Adec nëuëshquio chonoadobi Quixito yacno uësh. Aidtedi dadauanu.
  26. 26. Unbi isbued chuiquin dada uanu. Ënden isucunshun cunta iuca dashuimeshun pianec 6 horas icnuc puduanec nicshun flechedon isonbi. Uesnid insho tantiatidonbi chuaunbi chuabidanec nidec pudundobi pudundoshon matsesën tsescaic istuidonbi aden istuidash matsesën da naque isnu quec cuenadobi cuenad quin shuinte cuesash badecquio chobi uëshë cuenbo icnuc. Choshon isac cunta iuca chiquec nidacsho istuidonbi adec iuca chictanec chosho cunta bundoquiobi caunbi. Adoac cunta chita codocanu queshun badecquio codocac cosh adoshon pequin cunta unbi isbuec chionbi aden chiac cunta matses utsin nash quiosh aidënben naccosh caunbi. Manoel Manini Mayoruna anbi isaid chuisho dada uashun nobi Benë Mayoruna.
  27. 27. Eu Vi e vou contar Eu vi e vou contar. Minha mãe acordou e fez macaxeira e comi. Escutei Mutum cantando cedo e fui caçar. Não acertei o Mutum. Andei mais, vi quebrada e segui. Achei quebrada e pensei que fosse “ outros índios” e queria achar eles, mas tinha só caminho. Fui mais longe e meu tio achou preguiça e voltamos meio-dia. Eu voltei para a minha casa( t apiri) e minha mãe não estava, porque foi buscar macaxeira na roça. Esperei e ela voltou com macaxeira. Voltei escondido para ver caminho da quebrada. Minha mãe disse para voltar rápido porque a comida ia cozinhar rápido. Voltei e fiquei na rede e contei à minha mãe que vi caminho de outro índio e minha mãe disse que é outro índio mesmo, isolado. Minha mãe disse que tem gente lá. Comi e meu pai chegou e queria ver quebrada, mas eu estava com febre, à noite, não queria ir. Eu achei que era malária. Manoel Manini Mayoruna falou e Benê Mayoruna escreveu

×