Relatório ava

494 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
494
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Relatório ava

  1. 1.   1    Universidade Aberta | Portugal Mestrado em Pedagogia do Elearning - 7ª Edição UC – Ambientes Virtuais de Aprendizagem Exploração de Ambientes Virtuais de Aprendizagem Docente Responsável: Professora Lina Morgado Pesquisa realizada pelas Alunas: Ana Freire e Josi Cazzola Número estudante: 1300996 e 1302679 23 de junho de 2014 Ambientes Virtuais de Aprendizagem Prof. Lina Morgado
  2. 2.   2  Relatório da exploração dos Ambientes Virtuais de Aprendizagem 1. Plataformas LMS Trata-se de um sistema de gestão de aprendizagem, traduzido como Learning Management System – LMS. Este sistema gerencia cursos, disponibilizando inúmeras ferramentas síncronas e assíncronas. Dentre as existentes e que tentamos ou efetivamente conseguimos acessar e atuar encontram-se na sequência:      Moodle É um software livre que serve de apoio à aprendizagem. É utilizado em contextos de e-learning ou b-learning, possibilitando a criação de cursos online, páginas informativas para Instituições educacionais, grupos de trabalho e comunidades de aprendizagem. Estando disponível em 75 línguas diferentes, no Brasil tem larga utilização com soluções diferenciadas e customizadas. Apesar de ser um recurso aberto, para sua hospedagem será necessário o pagamento e, os interessados em desenvolver um curso neste ambiente necessariamente deverão obter o domínio. obs: Antes de descobrirmos tais informações e depois de muito navegar o aprendizado passou1 pelas seguintes dificuldades: para baixar o software ao computador, além de muitos passos que levaram a diversos aplicativos agregados para serem instalados, no momento exato de começar a usar a plataforma em si, depois de muitas horas de tentativas, via login, a informação era de que os dados não conferiam. Resultou na inviabilidade de seguir a programação do curso. O pedido de reemissão de senha foi executado e o processo conferido, entretanto na entrada da programação em si, no login, novamente a informação de que os dados não conferiam. Dado o tempo limitado para a execução e descoberta de tantas ferramentas ficou em em standby. O que fica a parecer que é existe um pouco de “publicidade dúbia” na divulgação do recurso, ao ser explicitado que se trata de um software de fácil instalação, gratuito e ao alcance de usuários indistintos. Ocorre que para profissionais que não dominam aspectos ou linguagem mais aprofundada de informática isto não se mostra acessível ao nível da publicidade expressada. Julgamos ser usuárias, com certo grau de conhecimento em navegação, mas infelizmente o que se expressa como fácil nos levou a um caminho desgastante e a sensação de que as facilidades referem-se aos profissionais da área de Tecnologias Informacionais e não ao público em geral (docentes a criar espaços para seus estudantes), com literacia mínima em termos de programação. E, por fim, um passo-a-passo literal seria de mais valia, pois o excesso de informações acaba por desviar da conclusão do objetivo para um tempo restrito. 1  Mestrandas Josi Baioto e Ana Freire  Ambientes Virtuais de Aprendizagem Prof. Lina Morgado
  3. 3.   3  Google Sites É uma forma de publicar conteúdos on-line. Pode ser utilizada como ferramenta didática de aprendizagem, portfólio digital ou espaço de debate assíncrono. Podendo ser utilizada como plataforma de gestão de aprendizagem, de forma gratuita, também é bastante intuitiva, com o resultado advindo da prática do erro e acerto, possibilitando o design gráfico personalizado, com disposição de inúmeras opções para sua adaptação. Em relação ao seu status de LMS é bastante dubia, dado que está num interin entre um blog ou um site convencional. Se analisarmos, o wordpress também entra nesta esfera. No todo é uma ferramenta ajustável à necessidade de seus idealizadores, embora como LMS tenha alguns aspectos limitados, como é o caso da rastreabilidade das ações do aluno no seu interior. O Google Sites diferente do Moodle, que sua complexidade atrela-se ao seu conceito de plataforma formatada para a educação. apresenta a facilidade no seu uso, sobretudo pelo aspecto de já estar disponível na web para utilização direta, bastando ter uma conta de usuário para a sua programação. Dentro dele a possibilidade de agregar seus respectivos serviços (Google Docs, Groups, Comunidade G+, Drive, YouTube, entre outros). Embora sua semelhança ao ambiente LMS básico, esta ferramenta apresenta limitação para acesso . Isto não pode ser comprovado dado a ausência de público para o exercício em voga.2 Além disso, dada a limitação no entendimento acerca da gestão em si de plataformas LMS, há que se pensar que não faria sentido um produto ter as mesmas características técnicas que outro e ter um custo. Fatalmente o que teria custo tenderia a ser eliminado. Logo, o que se percebe é que o próprio GoogleSites, embora suas facilidades parece ser um projeto sem prioridade na pauta da Google dado a desatualização em relação aos recursos gráficos e afins que foram surgindo nestes últimos tempos e que ainda não estão disponíveis dentre do mesmo. Por tal razão mantemos o entendimento de que é possível estabelecer soluções para aprendizagem via googlesites, mas que certamente em relação à gestão da mesma pode ser perdido teor e qualidade em comparação a um LMS. Tudo dependerá do projeto a ser desenvolvido e do investimento a ser realizado. Lore Inicialmente conhecida como Coursekit, a plataforma Lore, livre, co-fundada por Joseph Cohen, e no formato atual desde 2012, traz no seu design facilidades para 2  Disponível em: http://wiobyrne.com/use­google­sites­for­educators­to­build­your­own­digital­learning­hub/. Acesso em: 13 de  junho de 2014.       Ambientes Virtuais de Aprendizagem Prof. Lina Morgado
  4. 4.   4  professores e estudantes no sentido de gestão de arquivos acadêmicos. Existe uma integração entre as características de outros aplicativos, como exemplo em relação ao perfil, que traz elementos gráficos do About.me, Facebook, Linkedin e o Google mais. Nesta plataforma, que traz características da Udacity e Coursera a possibilidade de criar portfólios, curriculuns, agregar enlaces a outros sites, blogs e comunidades educativas. Além disso, criar cursos abertos com fácil utilização de suas ferramentas, hoje utilizada em várias instituições pelo mundo. O timeline foi divido em duas páginas: discussão e calendário (reuniões, exames, trabalhos). A barra da esquerda comanda a navegação na plataforma, tornando-a mais clara. A forma de comunicação pode ser feita pela plataforma através de e-mails, bastando que acesse o perfil do aluno ou do professor e clique em mensagem. Aspectos observados pelas mestrandas: A plataforma se mostrou inacessível em algumas tentativas de registro, quando, após várias incursões se deu o acesso sem problemas. O layout prático e envolvente traz de fato muita similaridade às ferramentas descritas pelo autor Santamaría (2012), o que a torna mais confortável a sua interface. Também, igualmente ao Edmodo e ao Schoology, solicita no registro se aluno ou professor. Ambientes Virtuais de Aprendizagem Prof. Lina Morgado
  5. 5.   5  Schoology Como conceito a plataforma possibilita o estabelecimento de conexões via multiciplicidade de ferramentas que estimulam o envolvimento dos alunos. Isto gera eficiência e eficácia, independente do número de usuários. A Schoology nomina-se para além de seu conceito de gestora de aprendizagem como uma comunidade educativa que cresce pautada na aprendizagem colaborativa. Assim, classificada como uma plataforma de aprendizagem educacional, de acesso gratuito e de fácil utilização, possibilita criar e organizar cursos; materiais diversos, com expansão do ambiente acadêmico on-line através da agregação de aplicativos personalizados que vai enriquecer o conhecimento. Também pode funcionar como uma rede social de professores e estudantes e nisto tem muitas características com o Edmodo, a começar pela entrada do registro que solicita se o usuário é professor, estudante ou parente. É possível agregar conteúdos diretamente de outros links, além da opção de criar ferramentas de avaliação, fóruns de debate, incluir recursos de outras plataformas como Google Drive, Academy, Dropbox, etc. Com necessidade de registro, pode ser acessada em diversos idiomas, sendo o inglês o oficial. Parecer das mestrandas: de fácil acesso e sem dificuldades para desenvolvimento e adaptação de ferramentas e recursos.   LearnDash      O apoio que você recebe para o seu sistema de gestão de aprendizagem é segundo a nenhum. Imediatamente após a compra você terá acesso imediato ao exclusivo portal de apoio ao cliente . No site de suporte, você terá acesso à documentação, tutoriais em vídeo, um fórum, e help desk para que você possa começar rapidamente - sinta-se livre para escrever ou ligar também se você já se sentiu preso. Ah, e ele também é o lugar onde você pode acessar todas as integrações GRÁTIS! A plataforma learndash oferecem ferramentas importantes para instituições educacionais, desenvolvedores, organizações sem fins lucrativos e organizações de treinamento. Os recursos são compatíveis com o celular e oferecem um suporte técnico com especialistas. É possível criar e vender cursos nesta plataforma. Dificuldades das mestrandas: Efetivamente o acesso à plataforma de design não foi aberta. Ou seja, existe informação, mas para usuários com menor literacia (ou que não são da área de TI) chegar até o ponto de criar cursos requer um tempo especial de descoberta e aprendizagem pelo erro e acerto. Isto, dado o tempo limitado nos faz deixar a exploração em aberto. Dentre os logros, a possibilidade de acessar aos cursos gratuitos oferecidos pela plataforma. Talvez seja uma prática publicitária da área de divulgar acerca das facilidades, bem como o ter que passar por um curso a respeito de marketing (o que também não deixa de ser importante e interessante). Ocorre que, neste caso, se a plataforma se diz intuitiva, Ambientes Virtuais de Aprendizagem Prof. Lina Morgado
  6. 6.   6  para poder comecar a utilizar a criação de cursos na plataforma. Novamente ressaltamos que o excesso de agregações nas informações disponibilizadas acaba por tirar o foco e o tempo para a descoberta da plataforma em si. Na poluição visual (considerando uma bagagem intelectual voltada ao clean) fica dificil identificar onde está o acesso à plataforma em si. Importante destacar que após várias tentativas, resultou na necessidade de efetivamente participar do curso, como meio de aprender pelo erro e acerto e tentar chegar à plataforma. Mas ao finalizar os cursos a opção para a programação da plataforma seguiu indisponível, sendo que abria-se a opção de registro a pagamento, momento em que o processo foi deixado em standby. Em discussão com os colegas na plataforma da UC Avampel7 a conclusão de que o plugin Learndash pode ser baixado dentro do wordpress.org e não wordpress.com, como é o caso do blog acadêmico em registro e uso, e que por tal razão o não encontrar a viabilidade para sua instalação.       2. Plataformas de Social Learning Elgg A plataforma Elgg, criada em 2004, é uma rede social aberta e que pode ser visitada em vários idiomas, bastando para isso, selecionar qual deles você prefere. Ela oferece a possibilidade de ter um blog, recolher informação de RSS feeds e compartilhar documentos. Todos os documentos podem ser compartilhados, contando com uma privacidade. Os itens são catalogados com uma palavra-chave, a fim de facilitar a navegação. O acesso à plataforma requer um registro prévio através do link http://www.iscap.ipp.pt/elgg/. Existem 4 menus que permitem o desenvolvimento de diferentes ações na plataforma. São eles: Seu blog, seus arquivos, sua rede, seu agregador e seu perfil. Edmodo A plataforma (social de aprendizagem) é de fácil acesso e utilização. Para ingressar é necessário registro como professor, como estudante, ou como parente. Para os últimos dois casos pedirá um código. Este é fornecido ao professor no seu registro. Isto se faz necessário para poder ingressar na sala ou espaço do respectivo professor. Neste ambiente a possibilidade arquivo e debate assíncrono, tal como um fórum. Com características que lembram o Facebook, está interligada ao Linkedin e, no seu espaço fechado oferece segurança e privacidade. Como não foi possível testar a sua funcionalidade no todo, o inconveniente é que a comunicação pode ser estabelecida apenas entre professores e alunos e não, aluno para aluno. Ambientes Virtuais de Aprendizagem Prof. Lina Morgado
  7. 7.   7  Trata-se de uma rede de aprendizagem social, de caráter livre, com vínculo ao Linkedin (www.linkedin.com). É uma rede social parecida com o Facebook e foi criada para fins educativos. A plataforma é bastante atraente para b-learning. Como é um ambiente fechado, oferece segurança aos usuários. Outras plataformas exploradas Plataforma que oferece soluções de aprendizagem on-line adaptáveis a pequenos e grandes volumes de demanda é totalmente livre e particularmente interessante para as corporações na gestão de recursos humanos em relação a aprendizagem, treinamento, gestão de currículos, bem como seus recursos de fácil manuseio, personalizáveis, e com recursos gráficos envolventes para a construção e distribuição de cursos elearning. A um pequeno custo também pode ser hospedado, sendo que existe uma limitação para o número de cursos gratuitos. Possibilita reuniões síncronas, comentários registrados, que vem a ser o debate assíncrono, bem como a interatividade dos usuários nos conteúdos, com ramificação de simulações, estudos de casos, questionários e avaliações mais complexas. A Udemy é uma plataforma para aprender e ensinar, mas com limitação na interatividade. Embora seja o mais básico que possa existir cremos ser importante despertar para a riqueza deste tipo de ferramenta para efeitos de estimular estudantes a serem empreendedores e autores de seus próprios aprendizados, quando a parte técnica de design gráfico e tecnologias informacionais possa ser o problema. Ou seja, sua praticidade, gratuidade e simplicidade está ao alcance de todos, sem dificuldades. Na plataforma a aprendizagem de como montar, passando desde o planejamento, a criação e a publicação do curso, com respectiva assessoria ao final para a divulgação do mesmo. Como limitação está a questão da interatividade, mas isto pode ser superado com a agregação de outros meios das redes sociais, criando-se grupos de discussão, por exemplo no interior do Facebook. Tudo isto com acesso gratuito, sendo que a própria empresa desenvolve soluções ajustáveis de LMS, neste caso sob custo. Ambientes Virtuais de Aprendizagem Prof. Lina Morgado
  8. 8.   8  Drupal É um gestor de conteúdos de código aberto. com inúmeras possibilidades. O Drupal pode ser usado para controlar o site, ao adicionar conteúdos, imagens, e até receber reservas on-line. Ele é facilmente operado para aqueles que tem habilidades para processamento de texto básico, pois sua interface é muito simples. Drupal suporta quase todas as funcionalidades necessárias a uma boa navegação. Ele utiliza o Apache mod_rewrite a fim de personalizar as URLs que são fáceis de usar. Budy Press A plataforma BuddyPress 2.0 possui um ambiente de desenvolvimento sandbox disponível, pede-se que faça um download do zip 2.0-beta 1 ou obtenha uma cópia via Subversion e comece a testar. As ferramentas administrativas disponíveis são: ● perfil de usuários editável em painel; ● instalações multisite locais podem realizar ações contra spam; ● painel - ferramentas - BuddyPress contém uma série de ferramentas para correção de dados; ● Registros e logins foram reformulados. 2.1 Individuais Bloggings Dentre os inúmeros blogs, os mais usuais entre os mestrandos em Pedagogia do E-learning tem-se o Wordpress, Blogspot e o G+. Todos com grande penetração no mercado da web. Em relação ao wordpress, suas funcionalidades aproximam-se ao que é necessário para a gestão da aprendizagem, como se fosse um LMS, com algumas limitações e, claro, seu conceito é mais voltado para o uso pessoal. Para suprir este viés, existe um “casamento” com o LearnDash, no qual a parceria pode ser customizada ao ponto de efetivamente ser uma plataforma LMS nos moldes mais tradicionais de gestão da aprendizagem. Na sua interface o blog traz a possibilidade de publicação, compartilhamento, agregação via RSS, Feedly, dentre tantos outros. Além disso, permite a interação via comentários, que vem a funcionar como um fórum assíncrono se assim se desejar. Sua plataforma permite, tal como o blogger, a personalização de aplicativos de rede social no seu interior, como o Facebook, Ambientes Virtuais de Aprendizagem Prof. Lina Morgado
  9. 9.   9  Twitter, G+, dentre outros. Já em relação ao Blog G+ trata-se de uma abreviação de Google Plus, rede social mantida pelo Google, existente desde 2011. Ela foi construída para agregar serviços do Google, incluindo grupos de amigos, sugestões de conteúdo, chats individuais e em grupo e transmissões ao vivo via YouTube. Social Bookmarking No decorrer do mestrado tivemos contato com o Diigo e Delicious, que possibilitam a marcação de informações que desejamos e entram para um espaço de favoritos, facilitando a localização e organizando nosso percurso percorrido, sendo possível acessar seu conteúdo de qualquer computador, via login na respectiva ferramenta. Além disso, ao instituir Tags (etiquetas) para os conteúdos, a facilidade em classificar o arquivamento por temas de interesse. Ferramentas Colaborativas No Google Drive (ou Docs) o compartilhamento de arquivos e possibilidade de trabalho conjunto. Remete ao conceito de wiki, embora no Drive não exista a riqueza de estatísticas e comparativos de ações nesta colaboração. A facilidade está no seu acesso, que a partir de uma conta de usuário no Google o acesso a um grande número de recursos, de fácil utilização e ao alcance de todos. Além disso, a possibilidade de conversação no mesmo ambiente, que enriquece e facilita a colaboração síncrona. Outra vantagem em relação ao Wiki está na possibilidade de incluir comentários sem incluir ou alterar o corpo da atividade em si. O Twitter é uma rede social de fácil acesso e caracterizada pela troca rápida de informações. Nela a facilidade de leitura, sendo que o aprofundamento da mesma não está descartado (com a opção de hiperligação). Esta ferramenta é bastante útil se pensarmos no estar junto virtual (característica da abordagem conectivista de Siemens e Downes, pois ao lermos uma informação podemos redistribuir e os contatos que nos seguem ter acesso a tal informação, bem como em no máximo 140 caracteres posicionar, criticar e significar o que está em distribuição, enriquecendo o conhecimento. Este processo no ambiente de aprendizagem é muito importante, pois estimula à colaboração e, ao mesmo tempo, nos remete a maior exposição de informações, com velocidade instantânea. Ambientes Virtuais de Aprendizagem Prof. Lina Morgado
  10. 10.   10  Considerações finais: Explorar as plataformas e ferramentas disponíveis na web enriqueceram o saber, dado que na comparação em relação aos respectivos serviços a constatação de que atributos e formatos estamos em plano de usuárias ou de residentes. Embora a atividade tenha chego após todo o trabalho da UC ppel7 estar projetado em termos de ferramentas, a volta e a reavaliação aos respectivos serviços veio corroborar para incrementar e ou alternar recursos selecionados. A eleição do Googlesites foi reflexo deste trabalho, dado que a plataforma em exploração para a realização da respectiva atividade comentada pairava entre a Udemy e a Udutu. Com a exploração do Googlesites a conclusão de que por se tratar uma ferramenta com ampla penetração da marca (google) para efeitos estratégicos da facilidade de agregação de interessados ao nosso curso, por certo o apelo publicitário facilitaria no sucesso do curso. Referências: Santamaría, F. (2012). Nuevas plataformas de aprendizaje en el contexto de educación superior global (I). Acedido em jun, 16, 2012 em http://fernandosantamaria.com/blog/2012/11/nuevas-plataformas-de-aprendizaje-en-el-cont exto-de-educacion-superior-global-i/ Udutu. Disponível em: http://www.udutu.com/solutions_udutu.html. Acesso em 14 de junho de 2014. Schoology. Disponível em: https://www.schoology.com/home. Acesso em 14 de junho de 2014. Udemy. Disponível em: https://www.udemy.com/home/my-courses/#/teaching. Acesso em 14 de junho de 2014. Schoology. Disponível em: http://enmarchaconlastic.educarex.es/listado-de-categorias-2/244-nuevo-emt/herramientas- 2-0/1287-schoology-una-plataforma-gratuita-de-aprendizaje. Acesso em 14 de junho de 2014. Conhecendo a plataforma Elgg. (2012). Disponível em: file:///C:/Users/Ana/Downloads/apostilaRede%20Social.pdf. Acesso em 13 de junho de 2014. Manual de utlização. (2007). Disponível em: http://www.iscap.ipp.pt/elgg/celia/files/-1/32/Manual+ELGG.pdf. Acesso em 13 de junho de 2014. Texto: Disponível em: http://portalsme.prefeitura.sp.gov.br/Projetos/ie/Documentos/EDMODO.pdf. Acesso em 16 de junho de 2014. Ambientes Virtuais de Aprendizagem Prof. Lina Morgado
  11. 11.   11  Drupal. Disponível em: http://www.navegabem.pt/drupal.html. Acesso em 18 de junho de 2014. Learndash. Disponível em: http://www.learndash.com/. Acesso em: 12 de junho de 2014. Vídeo:Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=4RCf-X6jNHA. Acesso em 13 de junho de 2014. Vídeo: Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=uqc1xE2H9Wg. Acesso em 15 de junho de 2014. Video: Disponível em:http://demo.learndash.com/. Acesso em 17 de junho de 2014. Vídeo: Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=KvakhMBDgxo. Acesso em 15 de junho de 2014.     Ambientes Virtuais de Aprendizagem Prof. Lina Morgado

×