A ameaça otomana à europa

203 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
203
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A ameaça otomana à europa

  1. 1. Séculos XV – XVII
  2. 2. Tribos nómadas que se formaram na Anatólia e que, posteriormente, se dividiram em principados – Sögüt.  Atacados pelos Mongóis e influenciados pelo Império Bizantino.  Osman I (1280 – 1324) – Vence aos Mongóis e trava a Batalha de Bafeu, em 1302. Em 1304 controlava já uma vasta porção do oeste da Anatólia.  Orhan I – Conquista a Nicomedia, Bursa, Nicéia e Karesi, em 1345, marcando presença em território europeu.  Mohammed, o Conquistador, toma Constantinopla a 29 de Maio de 1453.  Os sucessores alastram-se pelos Balcãs até chegarem às portas da Europa – Viena, que cercaram pela primeira vez em 1529 e, uma última, em 1683.
  3. 3. Tolerância religiosa e étnica (desde 1300) para com as várias religiões com que estavam em contacto; Todos os grupos religiosos podiam praticar a sua fé e erigir os seus monumentos religiosos; Todos os grupos religiosos e étnicos podiam exercer cargos públicos; edificar escolas e outros edifícios; falar a sua língua e praticar os seus costumes livremente; eram reconhecidos como parte do Império a partir dos miletos.  Permitiu que os Otomanos invadissem as regiões europeias, asiáticas e regiões do Norte de África – Exército Janízaro e vingança dos povos descriminados.  Causou uma grande perda de população à Europa intolerante da Idade Média e da Idade Moderna. [Espanha, Portugal e outros Estados europeus com minorias religiosas.]
  4. 4.  Na Idade Moderna os Habsburgos e os Otomanos eram os dois grandes Impérios mundiais;  França e Alemanha consideravam que este choque significava a hegemonia de Habsburgo na Europa, anulando a influência dos dois primeiros. (Século XVI);  Carlos V foi, no entanto, quem mais sofreu nesta “guerra santa” contra a Cristandade, sendo ele o Rei mais católico;  Solimão, o Magnífico, foi visto como uma ameaça poderosa, vindo a conquistar Belgrado, Rodes, e cercando Viena pela primeira vez, em 1529 e, uma segunda em 1532.  Criou também desunião política e religiosa na Europa do século XVI, com as várias alianças criadas entre os Estados europeus inimigos dos Habsburgos com os Sultões Otomanos, nomeadamente Solimão, o Magnífico.
  5. 5.  Espanha encontrou-se numa grave crise económica, quando as suas rotas comerciais entre a Sicília, Sardenha e Tunísia foram bloqueadas pelos Turcos;  Perde o Egipto, as capitais de Tunes e Argel, e diversos outros territórios no Norte de África;  No continente, Málaga, Cádis e Gibraltar eram atacadas por corsários;  Filipe II de Espanha, I de Portugal, dá uma resposta aos muçulmanos em 1560 mas, contudo, acaba por ser derrotado;  Espanha desenvolve uma rota alternativa para alcançar a Ásia. Todavia, em 1492 Cristóvão Colombo acaba por alcançar o Novo Mundo – a América. Portugal. As rotas comerciais foram cortadas no Mediterrâneo. Paradoxalmente, este corte fê-lo tomar o 1º lugar nas navegações no século XVI. Em 1498, Vasco da Gama dobra o Cabo da Boa Esperança e descobre o caminho marítimo para a Índia.  Portugal divide o Mundo com a Espanha – Tratado de Tordesilhas.
  6. 6. O perigo à Europa acabaria no final do século XVII, aquando da Batalha de Viena de 1683; Nesse mesmo ano João Sobieski assinou uma aliança cristã com o Imperador Leopoldo; Esta vitória libertou a Europa das garras dos Otomanos e assegurou a Cristandade como religião principal de toda a Europa – Um conflito que resultou numa união europeia. Em 1699 foi assinado o Tratado de Karlowitz que encerrou a Guerra Austro-Otomana, dando início ao declínio do Império Otomano e fazendo com que a Áustria se tornasse na potência dominante no sudeste da Europa.

×