O impulso sexualDo espírito para a matéria, da matéria para o espírito, vice e versa                            ou não nec...
Em busca do(a) parceiro(a) ideal• Teoria do GENE EGOÍSTA• O impulso sexual animal
686. É lei da Natureza a reprodução dos seres  vivos?“Evidentemente. Sem a reprodução, o mundo  corporal pereceria.”Livro ...
Energia sexual“O instinto sexual é força poderosa de atração, unindo os corposfísicos, reencontrando as almas, para resgat...
O que é viver bem praticando o sexo para oEspiritismo?“É amar. Quando o indivíduo ama o fenômenosexual é um complemente na...
Excessos e abusos•O que interessa são os lucros a seremarrecadados, ao invés de cultivarmos os valoresmorais sublimes que ...
Neste plano de baixas vibrações ondepredomina ainda a semi-brutalidade, muitasinteligências admiráveis preferem demorarem-...
Amor livreA Doutrina Espírita condena o amor livre?O Espiritismo não se situa como um tribunal. Apenasnos informa quanto à...
Sexo e casamentoNão se deve buscar o sexo antes do casamento?Na atual conjuntura, pretender que os jovensesperem pelo casa...
Isso não fica complicado quando a disposição é apenas deum dos parceiros? A moça, por exemplo, cujo namoradoinsiste em tra...
Bom uso do tempoE quando o jovem não consegue passar sem o sexoPromíscuo?Experimente ocupar seu tempo em atividadesproduti...
Quando o Espiritismo entende o sexo como umaobsessão?“Quando ele apresenta determinadosdistúrbios, quando o indivíduo perd...
A união sexual entre criaturas que já atingiramgrandes elevações é muito diferente, traduz apermuta sublime de energiasper...
Papel da mulher“Mesmo em seus magníficos derivados, o amor ésem-pre um esforço para a beleza. Nem sequer o amorsexual, o d...
HomossexualidadeComo situar o homossexual?Um Espírito que ao reencarnar não conseguiuconciliar a morfologia com a psicolog...
Por que isso acontece?Geralmente é problema expiatório. São Espíritos que secomprometeram em determinados desajustes em vi...
O impulso sexual
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O impulso sexual

1.411 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.411
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
52
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O impulso sexual

  1. 1. O impulso sexualDo espírito para a matéria, da matéria para o espírito, vice e versa ou não necessariamente nesta ordem.
  2. 2. Em busca do(a) parceiro(a) ideal• Teoria do GENE EGOÍSTA• O impulso sexual animal
  3. 3. 686. É lei da Natureza a reprodução dos seres vivos?“Evidentemente. Sem a reprodução, o mundo corporal pereceria.”Livro dos Espíritos
  4. 4. Energia sexual“O instinto sexual é força poderosa de atração, unindo os corposfísicos, reencontrando as almas, para resgates de débitos, dirigindoos homens para conquistas e objetivos da Lei Suprema: O AMOR, AFELICIDADE E A HARMONIA. (...). Não podemos confundir sexo eamor, pois, enquanto o sexo é força instintiva e inconsciente, oamor é energia consciente e espontânea.O homem em experiências afetivas, costuma confundir energiainstintiva sexual como sendo "AMOR", que tem promovido quasetodas as uniões de homens e mulheres na terra.Observamos, constantemente, muitos lares desfeitos, porque sótinha energia instintiva sexual e nenhum "AMOR".Visão Espírita da Sexualidade – Encontro de Estudos Espíritas deUberaba
  5. 5. O que é viver bem praticando o sexo para oEspiritismo?“É amar. Quando o indivíduo ama o fenômenosexual é um complemente natural dessa comunhãoem que se busca essa plenitude.”Divaldo Pereira Franco
  6. 6. Excessos e abusos•O que interessa são os lucros a seremarrecadados, ao invés de cultivarmos os valoresmorais sublimes que ainda não conseguimosenxergar.•A relação sexual entre a maioria dos homens emulheres terrestres, aproxima-se demasiadamentedas manifestações dessa natureza entre osirracionais, sem nenhuma obediência às LeisDivinas.
  7. 7. Neste plano de baixas vibrações ondepredomina ainda a semi-brutalidade, muitasinteligências admiráveis preferem demorarem-se em baixas correntes evolutivas.Visão Espírita da Sexualidade – Encontro deEstudos Espíritas de Uberaba
  8. 8. Amor livreA Doutrina Espírita condena o amor livre?O Espiritismo não se situa como um tribunal. Apenasnos informa quanto às conseqüências de nossos atos enos ensina que o amor nunca é livre, porqüanto éimpossível exercitá-lo em plenitude sem cogitar dafelicidade e do bem estar do ser amado.O que é então, o amor livre?Apenas libertinagem sexual, em que se confunde amarcom transar, nos domínios da inconseqüência.
  9. 9. Sexo e casamentoNão se deve buscar o sexo antes do casamento?Na atual conjuntura, pretender que os jovensesperem pelo casamento para exercitar osexo, seria o mesmo que tapar o sol com a peneira.Mas deveriam colocá-lo no lugar certo: depois doamor. Não exercitá-lo antes da certeza de que háentre os parceiros uma ligação afetiva legítima.
  10. 10. Isso não fica complicado quando a disposição é apenas deum dos parceiros? A moça, por exemplo, cujo namoradoinsiste em transar?Se tal orientação não serve para o parceiro, o parceiro nãoserve para ela.Tal comportamento pode parecer fácil na teoria. Na práticanão é assim, porqüanto há um estímulo, quase uma induçãoà promiscuidade.É um problema de consciência, um caminho a seguir. Nuncafoi fácil remar contra a correnteza. Jesus dizia que tudo épossível àquele que cre. Se estivermos convictos de que esseé o caminho, chegaremos lá.
  11. 11. Bom uso do tempoE quando o jovem não consegue passar sem o sexoPromíscuo?Experimente ocupar seu tempo em atividadesprodutivas, relacionadas com estudo, realizaçãoprofissional, atividade religiosa, exercício do Bem.Pensamento vazio é forja do demônio —diz o velhoditado. Saem dela as brasas mais ardentes dodesejo sexual.Não pise na bola – Richard Simonetti
  12. 12. Quando o Espiritismo entende o sexo como umaobsessão?“Quando ele apresenta determinadosdistúrbios, quando o indivíduo perde o equilibriode si mesmo, quando faz patologias, quandocomeça a ficar fixado apenas na sua função adeserviço das outras finalidades da vida.”Divaldo Pereira Franco
  13. 13. A união sexual entre criaturas que já atingiramgrandes elevações é muito diferente, traduz apermuta sublime de energiasperispirituais, simbolizando o alimento Divinopara a inteligência e para o coração e, forçacriadora não somente de filhos carnais, mastambém de obras e realizações generosas daalma para a vida eterna. Lembra-nos ANDRÉLUIZ, que se refere ao objetivo Santo daCriação e não apenas ao trabalho procriador.Visão Espírita da Sexualidade – Encontro deEstudos Espíritas de Uberaba
  14. 14. Papel da mulher“Mesmo em seus magníficos derivados, o amor ésem-pre um esforço para a beleza. Nem sequer o amorsexual, o do homem e da mulher, deixa, por maismaterial que pareça, de poder aureolar-se de ideal epoesia, de perder todo o caráter vulgar, se, de misturacom ele, houver um sentimento de estética e umpensamento superior. E isto depende principalmente damulher. Aquela que ama, sente e vê coisas que ohomem não pode conhecer, possui em seu coraçãoinexauríveis reservas de amor, uma espécie de intuiçãoque pode dar idéia do Amor Eterno.”O problema do ser, do destino e da dor – Léon Dennis
  15. 15. HomossexualidadeComo situar o homossexual?Um Espírito que ao reencarnar não conseguiuconciliar a morfologia com a psicologia. Sente-semulher num corpo masculino, ou homem numcorpo feminino. Daí o impulso de relacionar-seafetivamente com parceiros do mesmo sexo.
  16. 16. Por que isso acontece?Geralmente é problema expiatório. São Espíritos que secomprometeram em determinados desajustes em vidasanteriores.Sempre envolve pagamento de débitos?Nem sempre. Há Espíritos evoluídos que, em face das tarefasque se propõem a realizar, optam por essa inversão.Canalizam suas forças genésicas para realizações na Arte, naCiência, na Filosofia, na Religião, impondo-se uma solidãoafetiva, já que, em face de suas conquistasespirituais, jamais cogitariam em ligar-se a parceiros domesmo sexo. Não poderíamos nem mesmo situá--los comohomossexuais. porqüanto cultivam rígida abstinência sexual.Não pise na bola – Richard Simonetti

×