Portfolio Impressos

18.151 visualizações

Publicada em

Publicada em: Design, Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
18.151
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
151
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Portfolio Impressos

  1. 1. AC
  2. 2. Rádio em Revista Impressos Realizado na CRIA UFMG Jr. | 2008 Cliente: Departamento de Comunicação Social-UFMG Produto: Projeto Gráfico e Capa Justificativa: a Rádio em Revista é uma publicação que fala de assuntos ligados ao rádio, seu ouvinte e sua relação com o mun- do. Completando a 4ª edição, sentiu-se a necessidade de refor- mulação do projeto gráfico para modernização e normatização da publicação. 2
  3. 3. Impressos Para o projeto gráfico, suavidade, clareza e sintonia foram conceitos utilizados para definir o modo de apresentação visual da revista. Para a capa desta edição, utilizou-se a idéia de que o rádio é feito pelo som, que por sua vez é transformado em emoções e em imagens através das palavras. Assim, temos um aparelho totalmente composto por tipogra- fia. Trechos dos artigos contidos na revista foram utilizados, bem como uma ambientação familiar e aconchegante. 3
  4. 4. Fica Vivo! Impressos Realizado na CRIA UFMG Jr. | 2008 Cliente: Secretaria de Estado de Defesa Social -Governo de Minas Gerais Produto: Projeto Gráfico, Capa e Ilustrações Justificativa: Por ocasião da divulgação do Programa de Controle de homicídos, a Sec- retaria demandou uma revista da Intervenção estratégica. O conceito que regeu a criação foi a intervenção estratégica fazendo a diferença. A ambien- tação recorre à elementos das comunidades onde o projeto se insere. 4
  5. 5. Impressos 5
  6. 6. Folder institucional CRIA Impressos Realizado na CRIA UFMG Jr.| 2009 Cliente: CRIA UFMG Jr. Produto: Folder e Ilustrações Justificativa: A CRIA é uma empresa júnior formada por jovens que cursam comuni- cação social na UFMG. Pelas características do cliente optou-se por um folder que dialogasse com as invenções que mudaram a história, boas idéias que mudaram a hu- manidade. Do mesmo modo, o folder representa que as boas idéias da CRIA também podem mudar a história dos seus clientes.O formato difer- enciado e as dobras sugerem o caráter inovador da agência. As ilustra~ções foram feitas a partir de formas que lembram o vento, já que ologo da em- presa é um catavento. 6
  7. 7. Impressos 7
  8. 8. Folder RH Jr. Impressos Realizado na CRIA UFMG Jr.| 2009 Cliente: RH Jr. Produto: Folder Justificativa: Compreendemos as pessoas de uma organização como seu recusro mais impor- tante e também o mais frágil. Sendo assim, a gestão de pes- soas deve ser feita por pros- sionais. O intuito do folder é estimular o público a procurar a RH Jr entendendo a necessi- dade desse serviço.Quando o assunto é gerir pessoas, deixe trabalhar quem conhece do assunto. Qu a dei ndo o xe t rab assun alh t ar o é ge que r m c ir pes on s hec oas, ed oa Quand ssu o nto deixe t o assunto é . rabalh g ar quem erir pessoas, conhec e do assunt o. 8
  9. 9. Impressos serviç os O recrut de uma amento vaga que é a fase inicial pa processo está em ra o pree TO de seleç aberto. Ele nchimen O Diagnó o máxim ão e nece dá subsídi to stico Orga o de pess ssita de os para coleta de nizacional oas com criativida o informaç é um TAMEN processo de para conhecer ões da seletivo. Para ta o perfil de sejado a atrair sua reali empresa, instrumento de detalhada l, deve-se participar organizaç dade int com o int do carg ão er uit necessár o, com pré-requis fazer a descrição do empresár e estipular um pla na, traçar o pe o de nal ias. io tome co no de an rfi O recrut itos e co mpetênc envolvida nhecimen álise, para l da O diagn amento ias s. Visa to de toda que o compree óstico óstico descobrir RECRU • Recrut pode ser empresa NAL s as dim ndido co de clim izacio amento feito de du para ind a situaçã ensões mo um co a orga contrata interno: at as formas dos resu icar soluç o presen empregad nhecimen nizacional do pela em raindo e ltados. ões adeq te da os têm so to da pe presa pa remaneja uadas à a determ bre seu é ORGAN STICO • Recrut ndo pess O Diagnó rcepção IZACIO amento ra outra melhoria inadas ca o grau de que os ma externo: s vagas; oal já stico Orga racteríst sa de traba lho. busca de •Detecta r possíve nizacional organizaç ão onde icas do am tisfação em relaç candidato is fatore tem atuam. biente de ão s limitant como objetivos: Diagn organizaç Organ de Cli s no mer ão; A pesquis trabalho cado •Avaliar es da efi realizado a de clim da cácia da a organiz Ó a estru de forma acional é reconhec tura da e implant interativa um proc DIAGN im or ação de , buscan •Analisar ento de suas pote ganização visan e desem melhorias do alterna esso os com ncialidade do o penho do pa tivas de produtivi portamen s e dificu s funcioná ra o perfeito de ação dade no tos, a ldades; rios e da senvolvim pessoas tra empresa. ento envolvida balho e também motivaçã o, a •Buscar s na orga a satisfa A seleção alternativ nização; ção das escolher, de pessoa soluções as de s tem a para o m aç revelarem entre os candidato finalidade elhor dese ões e implant s recrut central de mpenho ação de recrutam mais qualificad da empr AL ados, aq esa. ento. Em os na ueles qu daqueles geral, a triagem e se O O mais ap seleção inicial do tos para constitui DE PESS trabalho SELEÇÃ de Rel lvimento , classific a execuç a cada um ando-os ão de de escolha . conform terminado e o grau Identificar de aptid e localiza ão de ssoais candidato r as cara Práticas Quanto exige um cterística Interpe ões das repe conhecim s pessoa negativo inadequad trabalhe mais um rcussões ento da is do na saúd as podem m em co a ativida na repercut e física levar a um njunto, m de exige que as de vid de que a ta refa impõ tureza humana trabalh o indo inclus e emocion relação al dos em impacto vo de traba ais impo pessoas aç e à pess e ive na ár an Sendo as lho que o oa que irá a sim, as es ea finan pregados interação é apenas se estabe rtante é o tipo qualidade tratégias ceira da , lece. Mes de Qualid Desen de vida no utilizadas s empres interpess periférica mo quan um ambie em um pr as. oal pode à ativida do a trabalho ograma frustraçã se tornar de, a re nte que têm com de o e assim um motivo lação empresa estimule o intuito relevante afetar to de satisfa além de e dê supo pr dessas co rte ao ind omover . Boas re do o tra ção ou de estratégia nscientizar a to ivíduo e sucesso e produt lações int er balho de maneira produtivi dade no s para a garant dos da impo à ividade do pessoais contrib uem para A descriç trabalho . ia da qu rtância trabalho . o ão de um alidade em enum cargo é e erar as ta um proc DE CAR ÃO refas ou métodos atribuiçõe esso que consist GOS em periodicida pregados para a DESCR E s que o co e mpõem, IÇ de e se execução SE distinto us objet das mes os de todo ivo mas, sua s os ou s, de maneira ANÁLI organizaç tros ca a torná-l ão. Entre rgos ex o aumento as vantag istentes O treinam da produt ens dest na ento e o gica organizaç ividade, a e serviço visto co ão dentro manuten , estão A avaliaç ão psico mo estra aperfeiçoamento de pess lvimento ção do eq o Psicoló o das resp do ambie uilíbrio da coleta de lógica é um organizaç tégia co de pessoa onsabilida nte empr processo ão atra mpetitiva s qu visa melh ando çã des. esarial e dados, es técnico-ci colaborad vés do desenv ento e a definiçã avaliar - tudos e entífico de ores. aprendiza orar a o no s interpret do cont a dinâmica entido de analisa •Treinam Avalia ações qu ento – ínuo de dos proc r, compr e visam cargo at É orienta seus um indiví es eender, do para duo. É um sos psicológicos esclarec er - relacionad ual e busc ando melh o presen oal aplicada a ferram represen as ao de orar habil te, focan em cam enta ba tativos de do o m processo sempenh idades e o concurso pos tais stante sig de aprend o imediat capacidad s público como pr nificativa, es Treina s, perícias ocessos •Desenvo izagem. o do ca judiciais, seletivos, lvimento rgo. É um dentre ou ocupados de pessoa tros. fut s– capacidad uramente na orga Foca os cargos es que nização, a serem processo se novas ha de aprend rão requeridas. bilidades e izagem. Também é um 9
  10. 10. Exercicio - Líber Impressos Realizado para a aula de Análise Semiótica da Publicidade | 2008 Cliente: Liber Produto: Anúncio para revista Justificativa: A proposta do trabalho da disciplina era criar um anúncio para uma cerveja sem álcool por ocasião da lei seca. A cerveja escolhida foi a Líber, sendo ressaltado seu diferencial em relação às con- correntes. A brincadeira com o faça o quatro e os demais números (100 e 0) marcam a peça que é ambientada na mesa de um bar. 10
  11. 11. Mediação de Conflitos Impressos Realizado na CRIA UFMG Jr. | 2008 Cliente: Secretaria de Desenvolvimento Social - Governo do Es- tado de Minas Gerais Produto: Banner, Ilustração e Slogan Justificativa: O programa mediação de Conflitos busca soluções através do diálogo e compreensão. A seta que retorna ao início mostra um ciclo que não tem fim, representando o contínuo processo da busca por soluções amigáveis. O slogan ressalta o caráter popular e pessoal do programa, que se coloca próximo aos atendidos. A ilustração busca aproximar os personagens de pessoas comuns, atendendo a requisitos de diversidade de gêne- ro e raça. 11
  12. 12. Zurich Minas Brasil Impressos Realizado na Elevado a3 | 2009 Cliente: Zurich Minas Brasil Produto: Papelaria Justificativa: A Seguradora Mi- neira Minas Brasil foi comprada por uma das maiores segura- doras do mundo, se tornando em Zurich Minas Brasil. Todas as peças de utilização da Minas Brasil necessitaram ser refeitas visando-se adequação ao guide embalagem para cd line da marca Zurich. Ponto-de-venda para carros carta de renovação para clientes 12
  13. 13. MJM Ambiental Realizado na Elevado a3 | 2009 Impressos Cliente: MJM Ambiental Produto: Folder Institucional/portfólio Justificativa: a empresa sentiu a necessidade de um folder que pudesse funcionar como portfólio, demostrador de seus serviços. O projeto gráfico prezou pela harmonia dos elementos, clareza do texto e facilidade para encontrar as informações. As abas deslocadas dividem o conteúdo e a peça permanece em formato econômico. As imagens de projetos e o mosaico da capa valori- zam os serviços da empresa. 13
  14. 14. AforALMAdentro Impressos Realizado para a aula de Artes Gráficas B | 2009 Cliente: Ana Cláudia Nunes Produto: Livro-CD Justificativa: A proposta da aula era produzir um pro- jeto gráfico. O Produto feito a partir de fragmentos do meu universo visam revelar e organizar um pouco de meus próprios pensamentos através de canções. Por isso denomi- nei de uma viagem afora alma adentro. O projeto é marcado por singeleza e pessoalidade. 14
  15. 15. AforALMAdentro Impressos 15
  16. 16. Exercício - Campanha Glamour Impressos Realizado para o Laboratório de Criação | 2009 Cliente: MTV Produto:Campanha Publicitária (VT, impresso e ação de guerrilha) Justificativa: Para a proposta de campanha escolhemos a MTV como cliente para brincarmos com a idéia que o Glamour é um livre direito de todos. Para isso a figura emblemática de Marilyn Mon- roe é convocada para um contexto de situações domésticas causando impacto visual e desmistifi- cando a possibilidade do glamour. Para este trabalho foram realizados o trabalho de conceituação da peça, escolha de modelo, figurino e maquiagem e execução da fotografia, produção da peça e texto. 16
  17. 17. Campanha Glamour Impressos 17

×