Quotidiano na idade média

3.867 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.867
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
66
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Quotidiano na idade média

  1. 1. Que povos queinvadiram a Europaentre os séculos VIIIe X?
  2. 2. Um dos povos mais temidos eram osVIKINGS ou NORMANDOS
  3. 3. queriam expandir a sua fé -o ISLAMISMO queriam expandir oseu IMPÉRIO
  4. 4. Quais os efeitos destanova vaga deinvasões?
  5. 5. Esta segunda vaga de invasões provocou uma crisena actividade agrícola e comercial daEuropaAs zonas de cultivoforam praticamentedestruídas
  6. 6. = RURALIZAÇÃO daeconomiaECONOMIA DEECONOMIA DESUBSISTÊNCIASUBSISTÊNCIA
  7. 7. = aqui procuramprotecção e segurançanos castelos dos grandessenhores
  8. 8. Em troca de protecção esegurança, os pequenoscamponeses submetem-se aosgrandes senhoresAUMENTA O PODER EPRESTÍGIO DOS GRANDESSENHORES
  9. 9. SÉCULOS XI, XII eXIII(IDADE MÉDIA)
  10. 10. O casamento real era um contrato ou negócio deestado e a prestação de vassalagem pelos nobresao REI, um ato obrigatório.
  11. 11. A sociedade estava organizada em três grupos sociais,cada um com o seu papel e a sua importância:Clero,nobrezaepovo.
  12. 12. Sociedade organizada com base na posse da terra ena agricultura.
  13. 13. ReiCleroRegulare SecularNobrezaPovoPPovo
  14. 14.  Chefe Militar Juiz Supremo Cunhava moeda Legislador (leis válidas em todo oreino)Recebe impostos do povo nas suasterras (reguengos) e nos concelhos
  15. 15. A justiça real
  16. 16. O poder do Rei é hereditário- monarquia hereditária -mas deve ser aceite pelos nobres.A nobreza deve-lhe fidelidade
  17. 17. Corte – Ambiente em que vivia o rei e a sua família(criados e nobres que ajudavam o rei nas funções degoverno e chefia militar – Corte itinerante (Lisboa,Coimbra, Santarém,…)Cortes – Reunião do Rei com a Nobreza, oClero e representantes dos Concelhos (Povo)Para:LANÇAR MOEDAFAZER GUERRA
  18. 18. Cobrança de impostos devidos ao rei
  19. 19. A NOBREZACOMBATIA... A Nobreza, à qualpertencia o rei, era aclasse social maispoderosa, rica eprivilegiada.Desempenhava aquelaque era na época afunção mais relevante- a actividadeguerreira e a defesado território e daspopulações.
  20. 20.  Privilegiados Não pagavam impostos Aplicavam justiça e cobravam impostosnas suas terras, concedidas pelo Rei(Senhorios ou Honras)
  21. 21. As caçadas, os festinsque se lhes seguiam ea administração dassuas terras, OSSENHORIOSocupavam-lhes oresto do tempo.
  22. 22. Castelo ou Paço
  23. 23.  Nos castelos ouresidências senhoriaisacasteladas, os quartoseram amplos e frios e,o mobiliário escasso epouco confortável. Osalão onde a famílianobre comia, recebia eentretinha as visitasera aquecido por umaenorme lareira. Em ocasiõesespeciais, aíorganizavam grandesfestas e banquetes,animados por poetas,trovadores, bobos,
  24. 24. UM TROVADOR na Idade Média
  25. 25. Damasbordando e fiandoBanquetes
  26. 26. Vestuário
  27. 27. O quarto de uma mulher nobre
  28. 28. Caça
  29. 29. Justas e Torneios
  30. 30. Vivendo do trabalhodaqueles quecultivavam as suasterras, os nobres,quando nãocombatiam,exercitavam assuas capacidadesem torneiosdesafiando-seentre si,procurando asvitórias queacrescentavamprestígio e valentiaà sua reputação.
  31. 31. CasamentoDançaTrovadores
  32. 32.  Trabalhar na agricultura, pecuária, …. Pagar impostos Servir o Senhor no castelo e na Guerra (serviçomilitar).
  33. 33. A vida quotidiana de um senhorio
  34. 34.  Ligadas aos trabalhos agrícolas Desfolhadas Religiosas Procissões Arraiais
  35. 35.  A sua função social é rezar pela salvação das almas ecuidar da vida espiritual da sociedade. Alto Clero – Nobreza Baixo Clero – Povo A Igreja, representada por seus membros, possuiDIREITOS SENHORIAIS, podendo cobrar impostos eaplicar a justiça nas suas terras (Coutos).
  36. 36.  Clero Regular– Vive em Mosteiros Clero Secular Vive nas Catedrais (cidades/concelhos)
  37. 37.  Vive nas cidades e concelhos- Rezar- Proteger os pobres e os enfermos- Ensinar
  38. 38. VEJAMOS ESTE EXEMPLO:
  39. 39.  Rezar Ensinar Cultivar Assistência Pobres Doentes Peregrinos
  40. 40. O mosteiro eraconstituído por váriasdependências :A IgrejaO ClaustroA CozinhaO DormitórioA EnfermariaA AlbergariaA BibliotecaA BoticaAs CavesEm redor, situavam-se as terrascultivadas por camponesesque pagavam rendas e
  41. 41. O CLERO REZAVA… O clero era também um grupo socialabastado, e o mais influente junto daspopulações. Para além de assegurar os serviçosreligiosos e a tranquilidade das almas,o clero: Prestava assistência aos doentes Ensinava Copiava e conservava livros edocumentos antigos (monges –copistas, bibliotecários) Praticava a caridade Eram também monges os autores daschamadas Iluminuras.As Iluminuras eram livros escritos epintados manualmente empergaminho, sendo a tinta de ouro umdos elementos decorativos utilizados.
  42. 42. NESTE PEQUENO VÍDEO EXEMPLIFICA-SE ALGUMASDAS ATIVIDADES NUM MOSTEIRO, NO SÉCULO XIII
  43. 43. Biblioteca - copistasOraçãoEnsino Manuscritos/Iluminuras
  44. 44. O ensino nos conventos
  45. 45. Assistência a doentes,pobres e peregrinosTrabalhar no campoOrdens Militares
  46. 46. A HORA DE REFEIÇÃO NUM CONVENTO
  47. 47.  O rei ou um grande senhor concedia Carta de Foral a uma comunidadede “vizinhos” (“homens bons”) - vilas/cidades - reconhecendo-lhesautonomia política e estabelecendo impostos a pagar. Carta de Foral documento que definia os direitos e obrigaçõesdos habitantes do concelho. Assembleia de Homens-Bons Legislativa (leis locais) Judicial (pequenas penas. A pena de morte só o rei decretava)Carta de ForalPelourinhosímbolo da justiça
  48. 48.  A partir do século XII, com odesenvolvimento do comércio os reiconcederam Cartas de Feira. Atravésdas Feiras o Rei desenvolvia o concelhoe recolhia mais impostos. Na maiorparte das vezes, a realização das feirascoincidiam com os festejos de umSanto padroeiro e como tal, tambémera uma ocasião de divertimento. A elaacorriam mercadores (uns de perto,outros vindo de paragens maislongínquas), saltimbancos, jograis,etc…
  49. 49. Carta de FeiraBragançaD. Afonso III
  50. 50. Uma FEIRA MEDIEVAL
  51. 51.  Os habitantes dos concelhos/burgos – osburgueses – estavam agora libertos dodomínio e poder senhoriais, e protegiam-seeconómica e socialmente através docorporativismo
  52. 52. ComércioArtesanato
  53. 53.  Ofícios Sapateiros Carpinteiros Alfaiates Correeiros Oleiros Pedreiros Padeiros Carniceiros
  54. 54. A importante profissão de ferreiro na idade Média
  55. 55.  Feiras Procissões/Festas Religiosas (…)
  56. 56. Uma festa popular
  57. 57.  Desenvolvimento do Comércio InternoAlmocreves Externo Importações Exportações Burguês – Habitante de uma cidade (burgo),comerciante ou artesão que devido à sua riquezase destaca do Povo
  58. 58.  Fixação das fronteiras – Tratado deAlcanizes Desenvolvimento das vilas (Cartas de Foral e de Feira) Agricultura (florestamento, secagem depântanos, …) Cultura (Universidade, literatura, poesia, oportuguês torna-se a língua oficial, …)
  59. 59. Um serão na corte

×