A Prece De Julinha

843 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
843
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
105
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A Prece De Julinha

  1. 1. Leonardo Martins Gonçalves A Prece de Julinha Coleção Fábulas para o Terceiro Milênio
  2. 2. A prece de Julinha Leonardo Martins Gonçalves A Prece de Julinha Distribuição Gratuita www.espiritismobr.com.br contato@espiritismobr.com.br 2
  3. 3. Coleção Fábulas para o Terceiro Milênio Dedicado a minha priminha Julia e a todas as crianças. Agradecimento especial a minha esposa Daniela que carrega meu filho Gabriel em seu ventre. Agradeço a meu amigo Ricardo Lacerda pelo interesse e pela revisão. "Trouxeram-lhe também criancinhas, para que ele as tocasse. Vendo isto, os discípulos as repreendiam. Jesus, porém, chamou-as e disse: Deixai vir a mim as criancinhas e não as impeçais, porque o Reino de Deus é daqueles que se parecem com elas. Em verdade vos declaro: quem não receber o Reino de Deus como uma criancinha, nele não entrará." (Lucas 18,15-17) Sobre este livro: Este livro nos conta sobre como o mundo espiritual age em nosso amparo devido as nossas preces, de forma tão sutil que às vezes nem nos damos conta. A forma como a prece é atendida se baseia em uma experiência real. 3
  4. 4. A prece de Julinha Julinha morava com sua vovozinha Jurema e sua mãe Nice. Dona Jurema arrumava a casa enquanto Nice trabalhava o dia todo. Quando Julinha ainda era quase um bebê, sua vovozinha lhe contou uma história sobre Deus, o criador de todas as coisas, criador das plantas, dos animais e dos lugares onde eles vivem. Dona Jurema lhe disse que quando ela se sentisse alegre agradecesse a Deus e quando estivesse triste pedisse ajuda a Ele. 4
  5. 5. Coleção Fábulas para o Terceiro Milênio Dona Jurema disse também que toda pessoa faz uma viagem para encontrar com Deus uma única vez na vida, e vai para um lugar melhor se foi uma boa pessoa ou um lugar nem tão bom se não foi uma pessoa tão boa. Muito tempo passou, todos os dias Julinha brincava e se divertia muito e sempre agradecia a Deus. Um dia Dona Jurema fez a grande viagem que todos farão para encontrar Deus e foi para um lugar muito melhor. 5
  6. 6. A prece de Julinha Julinha e sua mãe passaram a viver sozinhas e a mãe de Julinha acordava mais cedo para arrumar a casa. A mãe de Julinha ficava muito mais cansada porque estava trabalhando muito. No inverno, todas as tardes, um forte vento espalhava os papéis e objetos mais leves da casa de Julinha. Quando Nice, mãe de Julinha chegava em casa, encontrava Julinha brincando feliz no jardim, mas quando entrava em casa e via os papéis espalhados logo pensava que Julinha tinha bagunçado tudo e mandava Julinha para o quarto, de castigo. 6
  7. 7. Coleção Fábulas para o Terceiro Milênio Por vários dias a mãe de Julinha chegou em casa e colocou Julinha de castigo. Um destes dias em que Julinha estava triste, ela se lembrou de sua vovozinha Jurema e da história que ela tinha contado. Ela se lembrou que sua vovozinha disse para ela pedir ajuda a Deus quando estivesse triste. Julinha então pediu a Deus para que sua mamãezinha não a colocasse de castigo porque ela não tinha feito nada e não sabia porque é que sua mamãezinha sempre a colocava de castigo. 7
  8. 8. A prece de Julinha Então um anjo escutou o pedido de Julinha e foi atender porque sabia que Julinha tinha razão em pedir que sua mãe não lhe castigasse. O anjo sabia que a mãe de Julinha gostava muito dela, mas quando chegava em casa e via os papéis espalhados achava que Julinha tinha esparramado tudo. O anjo então esperou a mãe de Julinha dormir e fez a mãe de Julinha sonhar com a sua própria casa. Sonhou que era de tardinha e que o vento estava soprando e espalhando os papéis. 8
  9. 9. Coleção Fábulas para o Terceiro Milênio Quando a mãe de Julinha acordou pela manhã não se lembrava do sonho, mas sabia que o vento é que espalhava os papéis e não Julinha. Nunca mais a mãe de Julinha colocou a menina de castigo por espalhar os papéis pela casa. Julinha não ficou sabendo que o anjo de Deus lhe ajudou, mas percebeu que Deus atendeu a sua prece. 9

×