Workshop sobre Métricas para Aplicativos Mobile

1.289 visualizações

Publicada em

Workshop sobre métricas para aplicativos mobile realizado na Papaya Ventures. Apresentação de Amure Pinho, Dir. Executivo da Sync

0 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.289
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
36
Comentários
0
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Workshop sobre Métricas para Aplicativos Mobile

  1. 1. WORKSHOP GOOGLEANALYTICS MOBILEPapayaVentures
  2. 2. PORQUE GOOGLE?
  3. 3. PORQUE MÉTRICAS?• Sem elas, tudo é achismo• Instinto e feeling é achismo• Confusão entre DADOS e INFORMAÇÃO• Pensar em respostas antes de pensar perguntas• Você não quer estatisticas, você querinformação
  4. 4. O QUE É UMA BOA MÉTRICA• FOCO. Menos é mais, em métricas também.• Boas métricas focam em resultados de negócios. Elas vão te dizero que fazer no próximo passo.• As métricas precisam refletir as mudanças que você tem feito noseu app. Se não refletirem, voce mudou errado ou mediu errado• Medir coisas que você pode controlar. Caso contrário, estáperdendo tempo.• As métricas que você implementar precisa estar de acordo com oque outros membros da equipe pensam como sucesso do app.
  5. 5. RESUMO DA FERRAMENTA• Qual canal de está trazendo mais vendas de app• Qual área do seu app está sendo mais vista• Qual área do app é mais propensa a clique de banner e in apppurchase• Qual device está dando crash e em que tela• Quais versoes de sistema  e hardware estao sendo maisusados
  6. 6. O MAIS IMPORTANTE• Defina suas metas de sucesso antes de definir o que trackear• Existem tantas métricas para acompanhar no mobile que oresultado delas pode acabar escondendo o que é relevante.• A melhor forma de começar isso é definindo quais são asmétricas importantes pro seu negócio.• Dessa forma, após o aplicativo no ar, a tarefa fica mais fácil:você só precisa medir e otimizar pois já sabe as consequenciasdessas métricas.
  7. 7. O SEGUNDO IMPORTANTE• Métricas mobile não são atualizáveis sem updateDiferente da Web, onde você pode criar métricas em tempo real, nomobile app o que está publicado é o que vai ser recolhido. Então vocêprecisa pensar muito bem antes de submeter o seu aplicativo poisessas métricas só poderão ser mudadas após um update. E talvezalguns usuários não façam o update.• Não se preocupe com tudo!Muitas empresas erram ao trackear absolutamente tudo no aplicativo.Dessa forma, você acaba de perdendo no universo de números.
  8. 8. MÉTRICAS DE INSIGHT/AQUISIÇÃO• Essas métricas vão ajudá-lo a entender o tamanho da suaaudiencia e elas são importantes quando você está focandoem aquisição de usuário
  9. 9. MÉTRICAS DE INSIGHT/AQUISIÇÃO• Numero de Downloads• Tipos de Devices• Tipos de SO• Frequencia de uso• Tempo em app(pode ser poderosa para você correlacionar com os principais objetivosdo usuario no app. Se a media fica menos de 1 minutos, o que épossível fazer nesse tempo dentro do app?)
  10. 10. MÉTRICAS DE INSIGHT/AQUISIÇÃO• Usuários ativos• Localização de uso(pode ser poderosa se a região de uso do seu app é importante, porexemplo, se o mercado internacional é importante, você usa métricasde localização para identificar aonde seu app é mais usado e à partirdaí, fazer traduções do seu app para a língua local)
  11. 11. MÉTRICAS DE USO• As métricas mais importantes são relacionadas a retenção deusuários e valor de usuário no longo prazo. O foco nessasmétricas mostra um amadurecimento poisvisam a lucratividade no longo prazo eprincipalmente, como está a relação entre o custo deaquisição de novos usuários e o quanto dinheiro eles rendempara você.
  12. 12. MÉTRICAS DE USO• Retenção DayOneÉ uma métrica importante, similar ao bounce rate no mundo web.Mostra se o seu app consegue ser util/facil/atrativo para o usuarionovo. Se esse numero for muito alto, PERIGO.• Retenção SevenDayAlgumas pessoas consideram essa a metrica oficial de ATIVAÇÃO. Ouseja, se o usuário reabriu seu app após uma semana, ele é um usuárioconquistado.• Análise de túnelIsso vai nos ajudar a entender porque os usuários falharam emcompletar as conversões que queremos, como transações, in-apppurchases, cliques em banners etc
  13. 13. ATENÇÃO AOTÚNEL• O mais importante de uma análise de túnel é saber emQUE PASSO da conversão seu usuário caiu fora.Isso vai ajudá-lo a melhorar cada etapa da sua linha deprodução, diminuindo os gargalos e aumentando a produçãofinal.• Geralmente, como métrica base, 50% dos usuários é perdidoem cada fase. (por esse motivo que UX/UI sempre reforça oconceito de diminuir os passos do usuário)
  14. 14. MÉTRICAS DE USO• Compartilhamento socialCom isso podemos ver quais pontos do nosso app estão acertando ocoração dos nossos usuários, não apenas os olhos.• User Behavior e Dados DemográficosCorrelacionando esses dois, podemos entender um pouco mais docomportamento do usuário. Conhecem o efeito "Fraldas e Cervejas"?Um supermercado viu que o numero de venda de cervejas aumentavajunto com o da venda de fraldas. Isso acontecia pois os pais estavamficando em casa ao invés de sair e para se divertirem/relaxar, tomavamuma cerva de noite. Que tipo de comportamento/consequencia vocêconsegue identificar do seu usuario?
  15. 15. MÉTRICAS DE USO• Tempo e LocalizaçãoEssas duas métricas, combinadas, nos darão informações do contextoem que o nosso app é usado. Se um usuário se comporta de formadiferente durante a semana, seus banners de publicidade ou conteúdosno app podem acompanhar isso.• Push Notification SubscribersÉ uma métrica importante pois será muito útil na reativação deusuários sumidos.A média de aceite de push é entre 35 a 40%.• Cliques em propagandasSe você tem um aplicativo baseado em publicidade, ter as métricas declique é importante. Cada pageview é uma rodada de poker e se vocênão mensura isso, está deixando o dinheiro na mesa.
  16. 16. MÉTRICAS DE USO• Hierarquia de TelasHierarquia de telas - Interfaces mobile são hierarquicas por natureza eos usuários não irão navegar por todas elas. Não existe espaço na telapara mostrar tudo então é importante entendermos como esta o fluxode uso do app e saber se estamos ajudando o usuário a encontrar oqueijo no final do labirinto (objetivos do negócio)
  17. 17. ATENÇÃO À NAVEGAÇÃO• Parque de diversãoPor exemplo, se você criasse um parque de diversão e ao invés decalçada você colocasse grama, depois de 1 mês saberia com precisãoqual o caminho que a maioria dos usuários gosta de fazer.• A mesma coisa vale para o app. Pense em como colocar a grama noapp (um bom exemplo é fazer uma navegação padrão, sem chamadasdiferenciadas) e após medir você vai saber o que eles estão procurandoe como você vai direcioná-los para seu objetivo de negócio.
  18. 18. MÉTRICAS DE USO• Emergent BehaviorOs maiores casos de pivoteamento, features fantásticas e produtosapaixonantes nasceram assim. Por exemplo, a hashtag que é usada notwitter, não foi inventada por eles. Mas um crescente número depessoas começou a usar eles perceberam que isso poderia ser umaforma importante de criar categorias dinamicas para os tweets. De lápara cá, grande parte do twitter se tornou isso.As pessoas divulgamassuntos semelhantes usando uma hashtag comum, assim comoeventos e os trending topics.
  19. 19. ATENÇÃO AO BEHAVIOR• Maior Carnaval do mundoEssa é a forma mais dífícil de entender, pois é preciso estar muitoatento. Mas um exemplo é o Globo Carnaval. Muitos usuáriosrelataram no review da Apple que não gostam de facebook tomandoconta de suas vidas. Mas em nenhum momento nós publicávamos algosem a autorização do usuário. Qual o problema? Nós colocamos umícone de facebook no login e no marcar bloco e isso deixou o usuáriocom medo.Talvez a melhor forma fosse colocar alguns radio buttonsdizendo:Autorizo isso, autorizo aquilo, bla bal e depois sim, botão deFacebook Connect.
  20. 20. BUGS, QUITS E FAILS• Métricas de BUGSUma das métricas mais importante do Google é a de Bugs. O Googlenão é a melhor forma de acompanhar isso mas ele informa o númerode crashes e bugs por versão.App com bug é review negativo e isso éescrito à tinta e não pode ser apagado.• Quit RateQuanto mais pessoal e invasivo uma campanha, maior é a taxa deódio do usuário. Se estamos falando de mobile, estamos no ambientemais hostil do mundo. (nem tanto)• Imagine um SMS ou um PUSH. O quanto isso é invasivo e incomodo?Você precisam traquear quantos usuários apagam seu app depois dereceberem um push.Você está dando uma opção fácil de opt-out?
  21. 21. OBRIGADO!• Amure Pinhoamure.pinho@syncmobile.com.br@amurepinho

×