Tres vezes joanna

769 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
769
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tres vezes joanna

  1. 1. TRÊS VEZES JOANNA...
  2. 2. <ul><li>“ ...e andavam com ele os doze, e algumas mulheres que tinham sido livradas de espíritos malignos e de enfermidades: Maria, chamada Madalena, da qual tinham saído sete demônios, e Joana, mulher de Cusa, procurador de Herodes, e Susana...” </li></ul><ul><li>Lucas 8:1-3 </li></ul>
  3. 3. <ul><li>“ E as que referiam aos Apóstolos estas coisas eram Maria Madalena, e Joana, e Maria (mãe) de Tiago, e as outras que estavam com elas.” </li></ul><ul><li>Lucas 24:10. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>“ Joana, só há um Deus, que é o Nosso Pai, e só existe uma fé para as nossas relações com o Seu amor. Todos os Templos da Terra são de pedra; eu venho, em nome de Deus, abrir o templo da fé viva no coração dos homens.” </li></ul><ul><li>Francisco Cândido Xavier, Irmão X, Boa nova, cap. 15. </li></ul>
  5. 5. <ul><li>“ Vai, filha!... Sê fiel!” </li></ul><ul><li>Francisco Cândido Xavier, Irmão X, Boa nova, cap. 15. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>A Roma dos Césares... </li></ul>
  7. 7. <ul><li>27 de agosto de 68... </li></ul><ul><li>Nas proximidades das águas termais de Caracala, no Monte Aventino, Joana, junto a outros 500 cristãos, foi levada ao poste do martírio. </li></ul>
  8. 8. <ul><li>“ Repudia a Jesus, minha mãe!... Não vês que nos perdemos?! Abjura!...por mim, que sou teu filho!...” </li></ul><ul><li>Francisco Cândido Xavier, Irmão X, </li></ul><ul><li>Boa nova, cap. 15. </li></ul>
  9. 9. <ul><li>“ O teu Cristo soube apenas ensinar-te a morrer?” </li></ul><ul><li>Francisco Cândido Xavier, Irmão X, Boa nova, cap. 15. </li></ul>
  10. 10. <ul><li>“ Não apenas a morrer, mas também a vos amar!” </li></ul><ul><li>Francisco Cândido Xavier, Irmão X, Boa nova, cap. 15. </li></ul>
  11. 11. <ul><li>“ Joana, tem bom ânimo! Eu aqui estou!” </li></ul><ul><li>Francisco Cândido Xavier, Irmão X, Boa nova, cap. 15. </li></ul>
  12. 12. <ul><li>Quando, no século XII, o Sol de Assis brilhou entre os homens... </li></ul>
  13. 13. <ul><li>No século XVII... </li></ul><ul><li>1651... uma cidadezinha a 81km da cidade do México, San Miguel Nepantla... </li></ul><ul><li>Juana de Asbaje y Ramirez de Santillana. </li></ul>
  14. 14. <ul><li>a Monja da Biblioteca... </li></ul><ul><li>poemas, </li></ul><ul><li>ensaios, </li></ul><ul><li>dramas, </li></ul><ul><li>peças religiosas, </li></ul><ul><li>cantos de Natal </li></ul><ul><li>e música sacra </li></ul><ul><li>pintora miniaturista </li></ul>
  15. 15. <ul><li>competente em Teologia moral, </li></ul><ul><li>Dogma, </li></ul><ul><li>Medicina, </li></ul><ul><li>Astronomia </li></ul><ul><li>e Direito Canônico. </li></ul>
  16. 16. <ul><li>Morreu em 1695, aos 44 anos de idade, durante uma epidemia de peste na região, após socorrer durante dias inteiros as suas irmãs religiosas enfermas. </li></ul>
  17. 19. <ul><li>Sessenta e seis anos depois renasceu na cidade de Salvador (BA)... </li></ul>
  18. 20. <ul><li>Ingressando no Convento da Lapa, como franciscana, atestando o seu “amor de ternura infinita por aquele que é o irmão da natureza” , tomou o nome de Sóror Joana Angélica de Jesus. </li></ul>
  19. 22. <ul><li>Em 1815 tornou-se Abadessa do Convento </li></ul>
  20. 23. <ul><li>20 de fevereiro de 1822, morreu “defendendo corajosamente o Convento, a casa do Cristo, assim como a honra das jovens que ali moravam(...)”, sendo “(...) assassinada por soldados que lutavam contra a Independência do Brasil.” </li></ul>
  21. 25. <ul><li>5 de dezembro de 1945 </li></ul><ul><li>Divaldo Pereira Franco </li></ul><ul><li>1949... ensaio psicográfico junto ao médium. </li></ul>
  22. 26. <ul><li>mensagens na revista O Reformador da Federação Espírita Brasileira, em 1956, todas assinadas por “Um espírito amigo” . </li></ul>
  23. 27. <ul><li>1956 se revela e passa a assinar Joanna de Ângelis </li></ul>
  24. 28. <ul><li>primeira obra psicografada em 1964, Messe de Amor </li></ul>
  25. 29. Mansão do Caminho
  26. 30. <ul><li>Bahia - uma cópia imperfeita da Comunidade onde ela estagia no Plano Espiritual, deu origem à Mansão do Caminho, iniciada em 1947 </li></ul>
  27. 31. <ul><li>Século XIX - Integra a Equipe do Espírito de Verdade </li></ul><ul><li>O evangelho segundo o espiritismo – cap. IX item 7 – A paciência </li></ul><ul><li>– cap. XVIII item 15 – Dar-se-á àquele que tem </li></ul>
  28. 32. <ul><li>Por fim... </li></ul>
  29. 33. <ul><li>A vida é difícil, bem o sei. </li></ul>
  30. 34. <ul><li>Compõe-se de mil nadas, que são outras tantas picadas de alfinetes, </li></ul><ul><li>mas que acabam por ferir. </li></ul>
  31. 35. <ul><li>Se, porém, atentarmos nos deveres que nos são impostos, nas consolações e compensações que, por outro lado, recebemos, </li></ul>
  32. 36. <ul><li>havemos de reconhecer que são as bênçãos muito mais numerosas do que as dores. </li></ul>
  33. 37. <ul><li>O fardo parece menos pesado, quando se olha para o alto, do que quando se curva para a terra a fronte. </li></ul>
  34. 38. <ul><li>Coragem, amigos! </li></ul>
  35. 39. <ul><li>Tendes no Cristo o vosso modelo. </li></ul>
  36. 40. <ul><li>Mais sofreu ele do que qualquer de vós e nada tinha de que se penitenciar, </li></ul>
  37. 41. <ul><li>ao passo que vós tendes de expiar o vosso passado e de vos fortalecer para o futuro. </li></ul>
  38. 42. <ul><li>Sede, pois, pacientes, sede cristãos. </li></ul>
  39. 43. <ul><li>Essa palavra resume tudo. </li></ul>
  40. 44. <ul><li>Um espírito amigo </li></ul><ul><li>Havre, 1862 </li></ul><ul><li>O evangelho segundo o espiritismo, cap. IX, item 7 </li></ul>

×