Padre António Vieira (1608-1697) 
Os índios tratavam-no 
por Payassu/ Paiaçu, 
que significa Pai Grande.
SERMÃO DE SANTO ANTÓNIO 
AOS PEIXES(1654) 
Pregado em S. Luís do 
Maranhão, três dias 
antes de se embarcar 
ocultamente p...
Não confundir 
 Padre António Vieira 
 Santo António
Um sermão é um discurso religioso feito de um púlpito. 
Um sermão é um texto argumentativo. 
TEXTO 
ARGUMENTATIVO 
SERMÃO ...
Estrutura do sermão 
 Estrutura externa: 6 capítulos. 
 Estrutura interna: partes do sermão.
Conceito predicável 
CONCEITO PREDICÁVEL – expressão 
retirada das Sagradas Escrituras que 
encerra uma determinada verdad...
Sermão de Santo António aos Peixes 
Cap.I – Exórdio 
Conceito predicável 
VOS ESTIS SAL TERRAE S.Mateus, 5, 13. 
VÓS SOIS ...
Alegoria 
Partindo de um conceito predicável, o 
Sermão de Santo António aos Peixes é 
um sermão alegórico no qual os colo...
Sermão de Santo António aos Peixes 
Cap.I – Exórdio 
1ª Questão: A causa da corrupção 
PREGADORES (SAL) 
o sal não salga 
...
Sermão de Santo António aos Peixes 
Cap.I – Exórdio 
2ª Questão: Que se há-de fazer a este sal (A) e que se 
há-de fazer a...
A RETÓRICA - Os processos de estilo 
 Paralelismo anafórico (simetria) 
 Metáfora 
 Comparação (analogia) 
 Interrogaç...
Sermão de Santo António aos Peixes 
Cap.II – Exposição e Confirmação 
LOUVORES EM GERAL 
 Qualidades dos peixes 
 Propri...
Sermão de Santo António aos Peixes 
Cap.II – Exposição e Confirmação 
LOUVORES EM GERAL 
 VIRTUDES DOS PEIXES 
 são obed...
Sermão de Santo António aos Peixes 
Cap.III – Exposição e Confirmação 
LOUVORES EM PARTICULAR 
Louvores 
em particular 
PE...
Sermão de Santo António aos Peixes 
Cap.IV – Exposição e Confirmação 
REPREENSÕES EM GERAL 
 REPREENSÕES AOS PEIXES 
 1ª...
Sermão de Santo António aos Peixes 
Cap.V – Exposição e Confirmação 
REPREENSÕES EM PARTICULAR 
As repreensões, dirigidas ...
Sermão de Santo António aos Peixes 
Cap.VI – Peroração 
Com esta última advertência vos 
despido, ou me despido de vós, me...
Anexos 
 O que é um conceito predicável? 
Os conceitos predicáveis consistem em «figuras» ou alegorias 
pelas quais se po...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Sermodesantoantnioaospeixes

355 visualizações

Publicada em

Sermão

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
355
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
160
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sermodesantoantnioaospeixes

  1. 1. Padre António Vieira (1608-1697) Os índios tratavam-no por Payassu/ Paiaçu, que significa Pai Grande.
  2. 2. SERMÃO DE SANTO ANTÓNIO AOS PEIXES(1654) Pregado em S. Luís do Maranhão, três dias antes de se embarcar ocultamente para o Reino. (a 13 de junho, dia de St. António)
  3. 3. Não confundir  Padre António Vieira  Santo António
  4. 4. Um sermão é um discurso religioso feito de um púlpito. Um sermão é um texto argumentativo. TEXTO ARGUMENTATIVO SERMÃO Introdução Desenvolvimento Conclusão TESE ARGUMENTAÇÃO e EXEMPLOS SÍNTESE EXÓRDIO (INVOCAÇÃO) EXPOSIÇÃO e CONFIRMAÇÃO PERORAÇÃO
  5. 5. Estrutura do sermão  Estrutura externa: 6 capítulos.  Estrutura interna: partes do sermão.
  6. 6. Conceito predicável CONCEITO PREDICÁVEL – expressão retirada das Sagradas Escrituras que encerra uma determinada verdade, e que vai servir de mote ao sermão.
  7. 7. Sermão de Santo António aos Peixes Cap.I – Exórdio Conceito predicável VOS ESTIS SAL TERRAE S.Mateus, 5, 13. VÓS SOIS O SAL DA TERRA ↓ ↓ ↓ Pregadores Mensagem Ouvintes (colonos) evangélica N.B. Ideias expressas em metáforas, em analogias.
  8. 8. Alegoria Partindo de um conceito predicável, o Sermão de Santo António aos Peixes é um sermão alegórico no qual os colonos são criticados indirectamente, através de ásperas censuras dirigidas aos peixes.
  9. 9. Sermão de Santo António aos Peixes Cap.I – Exórdio 1ª Questão: A causa da corrupção PREGADORES (SAL) o sal não salga 1º Os pregadores não pregam a verdadeira doutrina. 2º Os pregadores dizem uma coisa e fazem outra. 3º Os pregadores pregam-se a si e não a Cristo. OUVINTES (TERRA) a terra se não deixa salgar 1º Os ouvintes não a querem receber. 2º Os ouvintes querem imitar o que eles fazem e não o que eles dizem. 3º Em vez de servirem a Cristo, servem a seus apetites.
  10. 10. Sermão de Santo António aos Peixes Cap.I – Exórdio 2ª Questão: Que se há-de fazer a este sal (A) e que se há-de fazer a esta terra (B)? A. Cristo o disse logo (…) é lançá-lo fora como inútil para que seja pisado de todos. B. Cristo o não resolveu, mas sim Santo António que dirigiu o seu sermão aos peixes. O capítulo termina com uma Invocação a Maria, Senhora do mar.
  11. 11. A RETÓRICA - Os processos de estilo  Paralelismo anafórico (simetria)  Metáfora  Comparação (analogia)  Interrogação retórica  Apóstrofe/ Invocação  Interjeição  Exclamação  Antítese  Hipérbole  Gradação  Ironia  …
  12. 12. Sermão de Santo António aos Peixes Cap.II – Exposição e Confirmação LOUVORES EM GERAL  Qualidades dos peixes  Propriedades do sal  Propriedades de um bom pregador  Estrutura do sermão ouvem e não falam conservar o são e preservá-lo para que se não corrompa louvar o bem e repreender o mal Divisão em duas partes: Louvores das virtudes e Repreensões dos vícios.
  13. 13. Sermão de Santo António aos Peixes Cap.II – Exposição e Confirmação LOUVORES EM GERAL  VIRTUDES DOS PEIXES  são obedientes  são livres – não se domam nem domesticam
  14. 14. Sermão de Santo António aos Peixes Cap.III – Exposição e Confirmação LOUVORES EM PARTICULAR Louvores em particular PEIXE DE TOBIAS O fel sara a cegueira; o coração expulsa os demónios; RÉMORA Tão pequeno no corpo e tão grande na força e no poder; QUATRO-OLHOS Dois olhos voltados para cima para se vigiarem das aves; dois olhos voltados para baixo para se vigiarem dos peixes. TORPEDO Descarga eléctrica que faz tremer o braço do pescador;
  15. 15. Sermão de Santo António aos Peixes Cap.IV – Exposição e Confirmação REPREENSÕES EM GERAL  REPREENSÕES AOS PEIXES  1ª  Os peixes comem-se uns aos outros Vos comeis uns aos outros  Os peixes grandes comem os pequenos os grandes comem os pequenos  2ª  Os peixes são ignorantes aquela tão notável ignorância e cegueira
  16. 16. Sermão de Santo António aos Peixes Cap.V – Exposição e Confirmação REPREENSÕES EM PARTICULAR As repreensões, dirigidas aos peixes, são, em alegoria, a crítica aos vícios dos colonos do Brasil:  o orgulho → roncador  o parasitismo → pegador  a ambição → voador  a traição → polvo
  17. 17. Sermão de Santo António aos Peixes Cap.VI – Peroração Com esta última advertência vos despido, ou me despido de vós, meus peixes. E para que vades consolados do sermão, que não sei quando ouvireis outro, quero-vos aliviar de uma desconsolação mui antiga, com que todos ficastes desde o tempo em que se publicou o Levítico.
  18. 18. Anexos  O que é um conceito predicável? Os conceitos predicáveis consistem em «figuras» ou alegorias pelas quais se pode realizar uma pretensa demonstração de fé, ou verdades morais, ou até juízos proféticos. O processo, como notou António Sérgio, deriva da interpretação do Velho Testamento como conjunto de «prefigurações» do que narra o Novo Testamento. Depois, os passos bíblicos tornaram-se pretexto para construções mentais arbitrárias, em que brilha o virtuosismo do orador. (Jacinto do Prado Coelho, DICIONÁRIO DA LITERATURA)

×