A PERSONALIDADE E O AMBIENTE DE TRABALHO *
Porque certas pessoas são calmas e passivas e outras agressivas e agitadas?
Há ...
O Teste Myers-Briggs:
 100 questões avaliam ações ou sentimentos em determinadas situações.
As pessoas recebem a classifi...
Estabilidade emocional:
Estabilidade positiva indica calma, autoconfiança e segurança.
Estabilidade negativa indica nervos...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A Personalidade e o Ambiente de Trabalho

25 visualizações

Publicada em

A PERSONALIDADE E O AMBIENTE DE TRABALHO

Publicada em: Recrutamento e RH
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
25
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A Personalidade e o Ambiente de Trabalho

  1. 1. A PERSONALIDADE E O AMBIENTE DE TRABALHO * Porque certas pessoas são calmas e passivas e outras agressivas e agitadas? Há relação entre as características pessoais e adaptação aos tipos de atividade profissional? A Personalidade refere-se a um conceito dinâmico que descreve o crescimento e o desenvolvimento de todo o sistema psicológico de um indivíduo. Personalidade: “É a organização dinâmica interna daqueles sistemas psicofísicos do indivíduo que determinam seu ajuste individual ao ambiente.” (Allport) No contexto organizacional é “A soma total das maneiras como uma pessoa reage e interage com as demais, descrita com base mensuráveis exibidos por um indivíduo.” (Robbins e outros, 2010) Os testes de personalidade tem sido um instrumento útil para decidir uma contratação e para prever a melhor escolha para a vaga disponível. Esses testes são usados para melhor entender e administrar as pessoas no ambiente profissional. Há riscos pela possibilidade do candidato forjar respostas e omitir sua verdadeira posição diante do teste e passar uma falsa impressão. O estado emocional do candidato no dia da aplicação do teste pode interferir no resultado tornando-o menos preciso e isso prejudicá-lo. Apesar das pesquisas apontarem para a personalidade ser resultado da hereditariedade, parece receber influência também do ambiente. Resultado da hereditariedade: Perfis biológico, fisiológico e psicológico, porque está na estrutura molecular dos genes nos cromossomos. A genética é responsável por:  cerca de 50% das semelhanças de personalidade entre gêmeos  mais de 30% das semelhanças em seus interesses ocupacionais e de lazer. A personalidade é mais passível de transformação na adolescência e mais estável na vida adulta. Por quê? A adolescência é um período de grandes descobertas e mudanças. A timidez, agressividade, submissão, preguiça, ambição, lealdade e a extroversão quando exibidas num grande número de situações configuram-se nos traços de personalidade. Quanto mais consistentes e frequentes maior a importância para a descrição do indivíduo. Teste usados: Myers-Briggs e Big Five.
  2. 2. O Teste Myers-Briggs:  100 questões avaliam ações ou sentimentos em determinadas situações. As pessoas recebem a classificação de:  Extrovertidas ou introvertidas  Sensoriais ou intuitivas  Racionais ou emocionais  Julgadoras ou perceptivas Traços/Atitudes Extrovertidos (E): Expansivos, sociáveis e assertivos. Obtém sua energia pela ação; realizam várias atividades; agem primeiro e pensam depois. Quando inativos, sua energia diminui. Introvertidos (I): Quietos e tímidos. Obtém sua energia com ideias; preferem refletir antes de agir e refletir de novo. Usam o tempo para pensar e recuperar sua energia. São pouco sociáveis. Sensoriais (S): pragmáticos e preferem ordem e rotina Confiam mais em coisas palpáveis, concretas, informações sensoriais. Focam os detalhes e fatos. Precisam de muitas informações. Intuitivos (N): Confiam em processos inconscientes, são mais criativos e têm uma visão ampla. Preferem informações abstratas e teóricas, associadas com outras informações. Interpretar os dados com base em suas crenças. Trabalham com informações incompletas e imperfeitas. Emocionais: Decidem com base nas suas emoções e sentimentos. Racionais: Decidem objetivamente, de uma forma fria, tentam ser lógicos e consistentes. São sistemáticos. Estilo de Vida (J-P) O Julgador tentará controlar o mundo e um Perceptivo tentará se adaptar a ele (são aventureiros). Julgadores: Gostam de ter o controle, ter o mundo estruturado e organizado, da rotina. Odeiam surpresas. Perceptivos: São flexíveis e espontâneos. Sentem-se ansiosos e inseguros para tomar decisões. Gostam de se arriscar e de mudanças. O teste Big Five – os cinco fatores: Extroversão:  Os extrovertidos são agregadores, assertivos, e sociáveis.  Os introvertidos são reservados, tímidos e quietos. Amabilidade:  Os amáveis são cooperativos, receptivos e confiáveis.  As pouco amáveis são frias, desagradáveis e confrontadoras. Conscienciosidade: Muito conscienciosa é responsável, organizada, confiável e persistente. Pouco conscienciosa é distraída, desorganizada e pouco confiável.
  3. 3. Estabilidade emocional: Estabilidade positiva indica calma, autoconfiança e segurança. Estabilidade negativa indica nervosismo, ansiedade, depressão e insegurança. Abertura para experiência Muito abertas: são criativas, curiosas e sensíveis artisticamente. Pouco abertas: são convencionais, conservadoras, sentem-se melhor com coisas já familiares. Influência do Big Five no Comportamento Organizacional Estabilidade Emocional: Importância: Menos pensamento e emoções negativas e menor hipervigilância Afeta: Maior satisfação pessoal e no trabalho, e menores níveis de estresse. Extroversão: Importância: Melhores habilidades interpessoais, maior dominância social, Mais expressão emocional. Afeta: Melhor desempenho, Aumento da liderança, maior satisfação na vida e no trabalho. Abertura para experiência: Importância: Aumento do nível de aprendizagem, mais criatividade, maior flexibilidade e autonomia. Afeta: desempenho no treinamento, aumento da liderança, maior adaptabilidade a mudança. Amabilidade: Importância: Pessoa é mais amada, menos contestadora e mais conformada. Afeta: melhor desempenho, níveis menores de desvios de conduta. Conscienciosidade: Importância: Maior esforço e persistência, mais energia e disciplina, mais organizado e planejador. Afeta: melhor desempenho, Maior liderança, maior longevidade. * ROBBINS, JUDGE; SOBRAL. Comportamento Organizacional – Personalidade e Valores – Capítulo 5. 14ª edição. SP: Pearson Prentice Hall, 2010, pp.125-157.

×