Nomes:Nathan Vincenzi e Ronaldo Júnior
8º A
Professora:Flavia Carvalho
 O inicio
A França estava dividida em 3 estados:
O primeiro estado era constituído pelo clero,proprietário de 10% das ter...
 Assembleia criada pelo terceiro estado com objetivo de formar uma
constituição para a França.A Assembleia Nacional decre...
 Após a proclamação da república,os revolucionários dividiram-se em:
 Girondinos:Representantes da alta burguesia;
 Jac...
 Em 1795,foi promulgada outra constituição,que instalou um novo
governo:O Diretório.O poder executivo foi dado a cinco di...
 O início
 Ao governar a França, Napoleão Bonaparte deu início a consolidação das
conquistas da burguesia no país. Além ...
 No consulado, o poder executivo era exercido por três cônsules , e o legislativo
ficava a cargo das assembleias . Napole...
 Em 1804, Napoleão fez realizar um novo plebiscito , no qual a maioria dos
votantes confirmaram a instituição do regime p...
 O bloqueio não dá certo, pois a Inglaterra intensifica o comércio com suas
colônias e a França e seus países aliados são...
 Logo depois da primeira derrota de Napoleão, as forças tradicionais
absolutistas retomaram o antigo modelo de governo. M...
 A Rússia, a Áustria e Prússia formaram a Santa Aliança. O objetivo era
defender as monarquias absolutistas, em nome dos ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Revolução Francesa e Império Napoleônico

2.286 visualizações

Publicada em

A História da Revolução Francesa e o Império Napoleônico, contada por Nathan e Ronaldo

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.286
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
41
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revolução Francesa e Império Napoleônico

  1. 1. Nomes:Nathan Vincenzi e Ronaldo Júnior 8º A Professora:Flavia Carvalho
  2. 2.  O inicio A França estava dividida em 3 estados: O primeiro estado era constituído pelo clero,proprietário de 10% das terras da França,não pagavam impostos. O segundo estado era formado pela nobreza,proprietário de mais de mais de 20% das terras do pais,gozava de amplos privilégios. O terceiro estado era formado pelos burgueses,trabalhadores urbanos e camponeses.Viviam na miséria e representavam 80% da população. A revolução francesa começa quando surge uma crise econômica e meteorológica na França,assim o Rei resolveu então convocar os Estados Gerais para uma assembleia para discutir sobre esse problema. Na Assembleia dos Estados Gerais,os estados não chegaram em um acordo pois o primeiro e o segundo estado defendiam o voto por ordem social,já o terceiro estado reivindicava o voto por cabeça.Com isso o terceiro estado se retira da assembleia formando a Assembleia Nacional Constituinte.
  3. 3.  Assembleia criada pelo terceiro estado com objetivo de formar uma constituição para a França.A Assembleia Nacional decretou novas leis e aprovou a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão,proclamando que os homens nascem livres e iguais em direitos.O terceiro estado consegue formar a Monarquia Constituinte,fazendo com que Luis XVI jurasse respeitar a constituição. Mas os membros republicanos da assembleia acusaram o rei Luis XVI de estar traindo a revolução.A família real foi presa.A Assembleia depôs o Rei e elegeu a Convenção Nacional,assembleia eleita por voto universal masculino.No dia 22 de setembro,foi proclamada a República
  4. 4.  Após a proclamação da república,os revolucionários dividiram-se em:  Girondinos:Representantes da alta burguesia;  Jacobinos:grupo radical liderado por Robespierrre, Danton e Marat, representantes da média e pequena burguesia;  Planície: também representantes da alta burguesia. Os Girondinos governavam, mas eles governavam muito mal.A república francesa começou com uma série de crises. Nesse ambiente de crise interna e externa, a Convenção governou de forma ditatorial. Instalou-se o período conhecido como terror, chefiado por Robespierre, no qual houve violenta perseguição aos girondinos, com a morte de muitos deles. Em 27 de julho de 1794,Robespierre foi preso e guilhotinado pelos Girondinos,terminando o Terror.Os girondinos,retornaram ao poder,elaboraram uma nova Constituição e instalaram um governo chamado Diretório
  5. 5.  Em 1795,foi promulgada outra constituição,que instalou um novo governo:O Diretório.O poder executivo foi dado a cinco diretores escolhidos por uma Assembleia eleita por voto censitário. Mas essa constituição era muito fraca e incompetente. Então Napoleão (que era um jovem general vitorioso),foi chamado de volta a França por alguns políticos do Diretório.Retirou-se secretamente do Egito e,no dia 18 Brumário(9 de novembro) de 1799 deu um golpe de Estado junto com seu exército e apoio da alta burguesia,instalando na França um governo chamado Consulado.Esse fato ficou conhecido como golpe do 18 Brumário.A Revolução Francesa chegava ao fim.
  6. 6.  O início  Ao governar a França, Napoleão Bonaparte deu início a consolidação das conquistas da burguesia no país. Além disso, empreendeu campanhas militares que provocaram a desorganização das monarquias absolutistas da Europa, favorecendo os movimentos liberais. A chamada Era Napoleônica envolveu dois períodos:  Consulado-caracterizado pela recuperação econômica da França e também pela estabilização do poder político.  Império-Napoleão Bonaparte desenvolveu sua corrida imperialista e dominou grande parte da Europa.
  7. 7.  No consulado, o poder executivo era exercido por três cônsules , e o legislativo ficava a cargo das assembleias . Napoleão era o primeiro cônsul e tinha em suas mãos amplos poderes. Napoleão promoveu a reforma do Direito, elaborando o código Civil Napoleônico, o que consolidou as conquistas da burguesia ocorridas durante a Revolução Francesa. Com o apoio da burguesia, em 1802, Napoleão fez um plebiscito e tornou se cônsul vitalício.
  8. 8.  Em 1804, Napoleão fez realizar um novo plebiscito , no qual a maioria dos votantes confirmaram a instituição do regime político monárquico, e ele se tornou imperador da França. No plano interno, ocorreu o incentivo á agricultura e a indústria. No plano externo, Napoleão disputou com a Inglaterra a hegemonia política e econômica da Europa. Para derrotar a Inglaterra, em 1806, Napoleão promulgou o Decreto de Berlim , fechando todos os portos europeus aos navios e as mercadorias que vinham da Inglaterra, ato conhecido como Bloqueio Continental. Os países que não aderiram ao bloqueio sofreram intervenção de Bonaparte.
  9. 9.  O bloqueio não dá certo, pois a Inglaterra intensifica o comércio com suas colônias e a França e seus países aliados são prejudicados economicamente, em razão da falta de produtos manufaturados e da paralisação dos portos. Em 1812, a Rússia rompe o Bloqueio. Como reação, em 1812, Napoleão empreendeu a Campanha da Rússia, mobilizando um exército de quase 600 mil homens para invadir esse país. A desastrosa Campanha da Rússia(por causa que o exército de Napoleão sofreu uma emboscada, pois ao chegarem a Moscou não tinha mais nada, tudo foi destruído por czar, então o exército teve que voltar para a França, mas enquanto voltava passou por um inverno rigoroso, fazendo muitos homens morrerem) estimulou os países europeus a se rebelar contra a dominação francesa . Formou uma nova coligação contra a França, constituída por Áustria, Prússia, Rússia e Inglaterra. Em 1813, Napoleão é derrotado e assinou o Tratado de Fontainebleau, abdicando do trono francês. Luís XVI foi convidado a retomar o poder. Napoleão é preso na ilha de Elba. Mas em 1815 conseguiu fugir da ilha com a ajuda da burguesia, foi para Paris e retomou o poder, sendo novamente aclamado imperador. Napoleão realizou o Governo dos Cem Dias. Foi definitivamente derrotado na batalha de Waterloo. Aprisionado, foi deportado para ilha de Santa Helena, onde faleceu. Com a derrota definitiva de Napoleão, a monarquia absolutista foi restaurada na França, sob o governo de Luís XVIII.
  10. 10.  Logo depois da primeira derrota de Napoleão, as forças tradicionais absolutistas retomaram o antigo modelo de governo. Monarcas e ministros reuniram-se no Congresso de Viena, com a finalidade de restabelecer o antigo equilíbrio político europeu, anterior a Revolução Francesa, e reorganizar o mapa político da Europa que havia sido bastante alterado com as conquistas napoleônicas . Ao principais países envolvidos eram: Rússia, Prússia, Áustria, Inglaterra e França. Três princípios nortearam o Congresso: Restauração, legitimidade e solidariedade. O Princípio da Legitimidade, defendia que as nações européias voltariam aos limites geográficos anteriores á Revolução Francesa e que as dinastias derrubadas retornariam ao poder.
  11. 11.  A Rússia, a Áustria e Prússia formaram a Santa Aliança. O objetivo era defender as monarquias absolutistas, em nome dos princípios cristãos. Matternich introduziu na Santa Aliança o direito de intervenção. Segundo ele, a Santa Aliança teria o direito de intervir nos países onde houvesse revoluções liberais e tentativas de emancipação política. A Inglaterra, entretanto, defendeu o Princípio de não-intervenção.

×