Revolução Francesa
A Revolução Francesa foi a grande revolução, a qual consolidou o poder
político da burguesia na França....
A sociedade Francesa era dividida em três estados:
O primeiro Estado era constituído pelo Clero, proprietário de 10% das t...
A ASSEMBLEIA NACIONAL CONSTITUINTE
• Foi a primeira fase da Revolução Francesa. Durou de 1789 a 1791.
Foram decretadas e a...
A REPÚBLICA
Na República, os revolucionários dividiram-se em:
• Girondinos: Representantes da Alta Burguesia.
• Jacobinos:...
O DIRETÓRIO
No Diretório foi mantido o regime Republicano, abolindo as instituições criadas no antigo regime.
• O poder Ex...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Revolução francesa

170 visualizações

Publicada em

Revolução Francesa - História

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
170
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revolução francesa

  1. 1. Revolução Francesa A Revolução Francesa foi a grande revolução, a qual consolidou o poder político da burguesia na França. E também referencia para marcar a passagem da Idade Moderna para Contemporânea. Instituto Teresa Valse Ana Luiza Ramos – 8°A Uberlândia – 11/05/2015
  2. 2. A sociedade Francesa era dividida em três estados: O primeiro Estado era constituído pelo Clero, proprietário de 10% das terras da França, não pagava impostos. O segundo Estado era formado pela nobreza, proprietária de mais de 20% das terras da França. O terceiro Estado era formado por burgueses, baixo clero, trabalhadores urbanos e camponeses. Eram 80% da população. Viviam na miséria, com sofrimento agravado por secas e períodos de más colheitas. Em 1788 a França passava por uma longa seca, período de falta de alimentos e altos preços. A burguesia estava descontente. A França enfrentava uma crise. O rei não sabia mais o que fazer, e para tentar encontrar uma solução, convocou os Estados Gerais, assembleia formada por representantes dos 3 estados. Assim fez. Já na Assembleia, nascia m conflito. Os 1° e 2° estado defendiam um voto social ( por classe ), e o 3° defendia o voto por cabeça, cada um com o objetivo de ser privilegiado. Não chegando a uma conclusão, o 3° estado resolveu se retirar dos Estados Gerais proclamando uma nova assembleia, a Assembleia Nacional Constituinte, com o objetivo de elaborar para a França uma constituição. O Rei já não sabia o que fazer, e pressionado convocou o exército para dissolver assembleia. Em 14 de julho uma multidão invadiu a Bastilha ( símbolo do poder absolutista ). A queda da Bastilha. O absolutismo chegava ao fim.
  3. 3. A ASSEMBLEIA NACIONAL CONSTITUINTE • Foi a primeira fase da Revolução Francesa. Durou de 1789 a 1791. Foram decretadas e aprovadas novas leis, entre elas a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, que afirmava que os homens nascem livre iguais em direitos. Porém Luís, o antigo rei absolutista não aceitou que essas medida fossem tomadas. Revoltado por essa atitude , o povo invadiu o Palácio de Versalhes, e obrigou a retirada do monarca. Em 1970, a Assembleia votou a Constituição Civil do Clero,, estabelecendo o confisco do bens da igreja e transformação dos membros do Clero em funcionários do Estado. Em 1971, a Constituição que estabelecia como forma de governo a monarquia constitucional foi promulgada. Houve a divisão de poderes em: Executivo (rei), Legislativo (Assembleia), e Judiciário (por juízes eleitos). Em setembro de 1791 o Rei absolutista jurou respeitar a constituição. No outro mês foi eleita a nova assembleia legislativa, com o predomínio da burguesia. O voto era por renda. Luís logo foi acusado de traição à revolução. A Família Real foi presa, e assim foi proclamada a República.
  4. 4. A REPÚBLICA Na República, os revolucionários dividiram-se em: • Girondinos: Representantes da Alta Burguesia. • Jacobinos: Representantes da média e baixa burguesia. • Planície: Outros representantes da alta burguesia. Os girondinos começaram governando, mas logo fracassaram, pois a França passava por crise interna e externa. Por esse mesmo motivo a Convenção passou a governar de forma ditatorial. Aí veio o periodo conhecido como Periodo do Terror, comandado pelos jacobinos e marcado pela perseguição aos girondinos. Em 27 de julho de 1794 Robespierre ( representante do governo jacobino) foi preso e guilhotinado pelos girondinos. Os quais retomam o poder, elaborando um nova Constituição e instalando um governo chamado Diretório.
  5. 5. O DIRETÓRIO No Diretório foi mantido o regime Republicano, abolindo as instituições criadas no antigo regime. • O poder Executivo foi dado a 5 representantes, os quais eram eleitos por voto censitário. A burguesia, maior parte no Diretório, defendia seus interesses. Napoleão ( um jovem que estava se destacando no cenário Europeu ) foi chamado de volta à França pelo Diretório. Napoleão se retirou do Egito, e em 9 de novembro ( 18 Brumário ) de 1799, efetuou na França um golpe de Estado, e instalou m governo chamado Consulado. O fato ficou conhecido como Golpe do 18 Brumário. A Revolução Francesa chegava ao fim.

×