URBANIZAÇÃO:MEGACIDADES E CIDADES GLOBAIS
Luzes das cidades, vistas em uma montagem feita
utilizando imagens de um sistema de satélites
militares dos Estados Unidos...
Imagem de satélite de Tóquio.
O Censo de 2000 (IBGE) mostra uma população
predominantemente urbana no Brasil, que denota
uma nova forma de migração inte...
O “Novo Rural” brasileiro produz mudanças no
modo de vida e uma nova organização sócioespacial do homem do campo. Processo...
AS MEGALÓPOLES DOS ESTADOS UNIDOS

SANSAN

CHIPITTS
BOSWAS
A megalópole californiana,
situada numa das regiões
mais ricas do mundo, é
integrada pelas
metrópoles de San
Francisco, Lo...
TÓQUIO-KITAKIUSHU
A divisão Norte e Sul
Regiões metropolitanas mais populosas e
MEGACIDADES:
País

População estimada

Tóquio

Japão

30.000.000

Cidade do México...
POPULAÇÃO DAS GRANDES CIDADES
Fonte: Folha de S.Paulo. São Paulo, 2 maio 1999. Caderno Especial Ano
2000: cidades, p. 7.
Região Metropolitana de São Paulo
Região Metropolitana de Natal
A Região Metropolitana de Natal foi criada
pela Lei Complementar Estadual 152/97, de
16/01/1...
Região Metropolitana de Natal
Localização das
Regiões
Metropolitanas no
Brasil
Fonte: EMPLASA
(2002)
REDE URBANA
Classificação das cidades
1- Quanto à origem
•Espontânea
•Planejada
2- Quanto ao sítio urbano
•Planície
•Planalto
•Acrópol...
Classificação das cidades
3- Quanto à função urbana
•Turística
•Comercial
•Político-administrativa
•Industrial
•Religiosa
...
Classificação das cidades
4- Quanto à HIERARQUIA URBANA
GLOBAL CITY
CIDADES GLOBAIS
Algumas características básicas de cidades globais são:
Influência
e
ativa
participação
em
eventos
intern...
•Um sistema avançado e eficiente de transportes. Isto
inclui vias expressas, auto-estradas e sistemas de
transporte públic...
Cidades globais alfa
12 pontos: Londres, Nova Iorque, Paris, Tóquio
10 pontos: Chicago, Frankfurt, Hong Kong, Los Angeles,...
AS GLOBALS CITIES
Londres
Paris
Nova Iorque
Pequim
Cidade do México

Tóquio

ALFA
BETA
GAMA

São Paulo
Buenos Aires

Cidad...
NOVA IORQUE
CHICAGO
SÃO PAULO
GENTRIFICAÇÃO

Operação Limpa no bairro da Luz, Rua Amaral Gurgel:
moradores de rua buscam outro lugar para dormir | 2005
Reformas nas áreas urbanas precisam sempre lidar com o
problema delicado da remoção de populações. O desafio é
respeitar o...
/
A CIDADE DUAL

Favela de Paraisópolis, em São Paulo. Esta é uma das conseqüências da rápida
urbanização em países subdesen...
A cidade dual:
os dois lados
da cidade
PROBLEMAS AMBIENTAIS URBANOS
CHUVAS ÁCIDAS
As chuvas normais têm um pH de
aproximadamente 5,6, que é levemente ácido.
Essa acidez natural é causada pela
dissociação...
CHUVA ÁCIDA
A Chuva ácida é caracterizada por um pH
abaixo de 4,5. É causada pelo enxofre
proveniente das impurezas da que...
Uma possível reação de formação da
chuva ácida é a que se segue:
DETERIORAÇÃO DE
MONUMENTOS (Câncer
de Pedra) E DANOS À
SAÚDE
ILHA DE CALOR
TORONTO
INVERSÃO TÉRMICA
CAMADA DE OZÔNIO
O ozônio é uma substância química formada por três
átomos de oxigênio. O oxigênio, o gás que respiramos,
...
CONSEQUÊNCIAS
Urbanização
Urbanização
Urbanização
Urbanização
Urbanização
Urbanização
Urbanização
Urbanização
Urbanização
Urbanização
Urbanização
Urbanização
Urbanização
Urbanização
Urbanização
Urbanização
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Urbanização

699 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
699
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
24
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Urbanização

  1. 1. URBANIZAÇÃO:MEGACIDADES E CIDADES GLOBAIS
  2. 2. Luzes das cidades, vistas em uma montagem feita utilizando imagens de um sistema de satélites militares dos Estados Unidos.
  3. 3. Imagem de satélite de Tóquio.
  4. 4. O Censo de 2000 (IBGE) mostra uma população predominantemente urbana no Brasil, que denota uma nova forma de migração interna a pendular/diário considerado um movimento urbanourbano do tipo intra-regional.
  5. 5. O “Novo Rural” brasileiro produz mudanças no modo de vida e uma nova organização sócioespacial do homem do campo. Processo este chamado de “Rurbanização”.
  6. 6. AS MEGALÓPOLES DOS ESTADOS UNIDOS SANSAN CHIPITTS BOSWAS
  7. 7. A megalópole californiana, situada numa das regiões mais ricas do mundo, é integrada pelas metrópoles de San Francisco, Los Angeles e San Diego. É informalmente conhecida como San-San. Diferente da megalópole BosWash nesta o grau de conurbação é bem menor; no entanto as cidades que a compõem estão fortemente integradas por modernas redes de transportes e telecomunicações.
  8. 8. TÓQUIO-KITAKIUSHU
  9. 9. A divisão Norte e Sul
  10. 10. Regiões metropolitanas mais populosas e MEGACIDADES: País População estimada Tóquio Japão 30.000.000 Cidade do México México 22.800.000 Seul Coréia do Sul 22.300.000 Nova York EUA 21.900.000 São Paulo Brasil 21.000.000 Bombaim Índia 19.850.000 Nova Deli Índia 19.700.000 Xangai China 18.150.000 Los Angeles EUA 18.000.000 Osaka Japão 16.800.000 Jakarta Indonésia 16.550.000 Cidade principal
  11. 11. POPULAÇÃO DAS GRANDES CIDADES
  12. 12. Fonte: Folha de S.Paulo. São Paulo, 2 maio 1999. Caderno Especial Ano 2000: cidades, p. 7.
  13. 13. Região Metropolitana de São Paulo
  14. 14. Região Metropolitana de Natal A Região Metropolitana de Natal foi criada pela Lei Complementar Estadual 152/97, de 16/01/1997, compreendendo os municípios de Natal, Ceará-Mirim, Extremoz, Macaíba, Monte Alegre, Nísia Floresta, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante e São José de Mipibu, sendo Nísia Floresta e São José de Mipibú incluidos na RMN desde 10/01/2002 e Monte Alegre em 2006. A população da RMN está estimada em pouco mais de 1.240 mil habitantes (est. 2005).
  15. 15. Região Metropolitana de Natal
  16. 16. Localização das Regiões Metropolitanas no Brasil Fonte: EMPLASA (2002)
  17. 17. REDE URBANA
  18. 18. Classificação das cidades 1- Quanto à origem •Espontânea •Planejada 2- Quanto ao sítio urbano •Planície •Planalto •Acrópole •Montanha
  19. 19. Classificação das cidades 3- Quanto à função urbana •Turística •Comercial •Político-administrativa •Industrial •Religiosa •Tecnológica •Militar
  20. 20. Classificação das cidades 4- Quanto à HIERARQUIA URBANA
  21. 21. GLOBAL CITY
  22. 22. CIDADES GLOBAIS Algumas características básicas de cidades globais são: Influência e ativa participação em eventos internacionais. Por exemplo, a cidade de Nova Iorque sedia a ONU, e Bruxelas sedia a sede da OTAN. •Uma grande população, onde a cidade global é centro de uma área metropolitana de pelo menos um milhão de habitantes, muitas vezes, tendo vários milhões de habitantes. •Um aeroporto internacional de grande porte, que serve como base para várias linhas aéreas internacionais.
  23. 23. •Um sistema avançado e eficiente de transportes. Isto inclui vias expressas, auto-estradas e sistemas de transporte público. •Sedes de grandes companhias, como conglomerados e multinacionais. •Uma bolsa de valores, economia mundial. que possua •Presença de redes multinacionais financeiras de grande porte. influência e na instituições •Infra-estrutura avançada de comunicações. Presença de grandes instituições de artes como museus . Multiculturalismo
  24. 24. Cidades globais alfa 12 pontos: Londres, Nova Iorque, Paris, Tóquio 10 pontos: Chicago, Frankfurt, Hong Kong, Los Angeles, Milão, Cingapura Cidades globais beta 9 pontos: São Francisco, Sydney, Toronto, Zurique 8 pontos: Bruxelas, Madrid, Cidade do México, São Paulo 7 pontos: Moscou, Seul Cidades globais gama 6 pontos: Amsterdam; Boston; Caracas; Dallas; Dusseldorf; Genebra; Houston; Jacarta; Johannesburg; Melbourne; Osaka; Praga; Santiago; Taipé ; Washington, DC 5 pontos: Bangkok, Estocolmo, Montreal, Pequim, Roma, Varsóvia 4 pontos: Atlanta, Barcelona, Berlim, Buenos Aires, Budapeste, Copenhague, Hamburg, Istanbul, Kuala Lumpur, Manila, Miami, Minneapolis, Munique, Shanghai
  25. 25. AS GLOBALS CITIES Londres Paris Nova Iorque Pequim Cidade do México Tóquio ALFA BETA GAMA São Paulo Buenos Aires Cidade do Cabo Sidnei
  26. 26. NOVA IORQUE
  27. 27. CHICAGO
  28. 28. SÃO PAULO
  29. 29. GENTRIFICAÇÃO Operação Limpa no bairro da Luz, Rua Amaral Gurgel: moradores de rua buscam outro lugar para dormir | 2005
  30. 30. Reformas nas áreas urbanas precisam sempre lidar com o problema delicado da remoção de populações. O desafio é respeitar o patrimônio histórico e os moradores da região
  31. 31. /
  32. 32. A CIDADE DUAL Favela de Paraisópolis, em São Paulo. Esta é uma das conseqüências da rápida urbanização em países subdesenvolvidos.
  33. 33. A cidade dual: os dois lados da cidade
  34. 34. PROBLEMAS AMBIENTAIS URBANOS
  35. 35. CHUVAS ÁCIDAS
  36. 36. As chuvas normais têm um pH de aproximadamente 5,6, que é levemente ácido. Essa acidez natural é causada pela dissociação do dióxido de carbono em água, formando o ácido carbônico, segundo a reação:
  37. 37. CHUVA ÁCIDA A Chuva ácida é caracterizada por um pH abaixo de 4,5. É causada pelo enxofre proveniente das impurezas da queima dos combustíveis fósseis e pelo nitrogênio do ar, que se combinam com o oxigênio para formar dióxido de enxofre e dióxido de nitrogênio. Estes se difundem pela atmosfera e reagem com a água para formar ácido sulfúrico e ácido nítrico, que são solúveis em água.
  38. 38. Uma possível reação de formação da chuva ácida é a que se segue:
  39. 39. DETERIORAÇÃO DE MONUMENTOS (Câncer de Pedra) E DANOS À SAÚDE
  40. 40. ILHA DE CALOR
  41. 41. TORONTO
  42. 42. INVERSÃO TÉRMICA
  43. 43. CAMADA DE OZÔNIO O ozônio é uma substância química formada por três átomos de oxigênio. O oxigênio, o gás que respiramos, começou a se acumular na atmosfera há aproximadamente 400 milhões de anos. Mas as moléculas de oxigênio, sob a ação constante dos raios ultravioletas (UV) do Sol, quebravam e depois se recombinavam, dando origem ao ozônio. A camada de ozônio situa-se numa faixa de 25 a 30 km da estratosfera - a parte da atmosfera que vai de 12 a 40 km. O oxigênio absorve o excesso de radiação ultravioleta. Foi graças a esta capa protetora que a vida pôde evoluir em nosso planeta. Diminuindo a intesidade da chegada dos UV à superfície, o ozônio evita feridas na pele, câncer e mutações degenerativas. Ele funciona como um agente do sistema imunológico do planeta.
  44. 44. CONSEQUÊNCIAS

×