1. Cambriano
• Primeira divisão da Era Paleozóica: durou cerca de 40 milhões de anos, sendo o mais longo
período do Fanero...
Tommotiano: o início
• As primeiras formas com esqueleto no Cambriano Inferior eram pequenas e poucas tinham
mais do que 1...
Os braquiópodes
Características gerais dos braquiópodes:
Filo Brachiopoda.
Cambriano Inferior-Recente.
Cerca de 4.500 gêne...
• Cada uma das três divisões do Cambriano tem seus gêneros característicos de trilobitas.
Dentro de cada divisão, zonas bi...
Os trilobitas nos demais períodos do Paleozóico
Os trilobitas: distribuição estratigráfica
Os moluscos: os monoplacóforos
• No Cambriano surgiram os moluscos mais primitivos, os monoplacóforos e as
rostroconchas, ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aula 9 o cambriano

164 visualizações

Publicada em

Roteiro de aula sobre a era paleozóica, focando no período Cambriano.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
164
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 9 o cambriano

  1. 1. 1. Cambriano • Primeira divisão da Era Paleozóica: durou cerca de 40 milhões de anos, sendo o mais longo período do Fanerozóico. • Origem do nome: o Sistema Cambriano foi denominado em 1833 por Adam Sedgwick a partir do nome Cambria, denominação romana para o norte do País de Gales (Wales). • Limite inferior: passou a ser definido pelo aparecimento dos organismos com esqueletos mineralizados. Possibilitou pela primeira vez a correlação de rochas com base no conteúdo fossilífero. O Cambriano é marcado pela presença dos invertebrados. Divisões do Cambriano D olgelliano Superior F estiniogiano M aentw rogiano M édio M eneviano Solvano L enano Inferior A tbaniano T om m otiano
  2. 2. Tommotiano: o início • As primeiras formas com esqueleto no Cambriano Inferior eram pequenas e poucas tinham mais do que 1 cm de comprimento. Estas formas são conhecidas em inglês como “small shelly fossils ou SSFs”. • Os mais antigos fósseis com partes duras - a assembléia Anabarites-Protohertzina (A-P): • Anabarites: tubos calcários com três paredes ou quilhas, por vezes enroladas em espiral, produzidas por organismos desconhecidos, provavelmente originários de uma fauna ediacariana. • Protohertzina: espinhos curvos de fosfato de cálcio semelhantes às garras de vermes atuais predadores. Seriam os mais antigos predadores do registro fossilífero. • A zona A-P contém também diversas escavação verticais, simples ou em forma de U, as quais teriam sido produzidas por vermes ou artrópodes. • Os arqueociatídeos: grupo exclusivo do Cambriano Inferior e Médio, os arqueociatídeos eram organismos típicos de águas rasas, tendo originado recifes de várias centenas de metros de comprimento, resultando em grandes depósitos calcários.
  3. 3. Os braquiópodes Características gerais dos braquiópodes: Filo Brachiopoda. Cambriano Inferior-Recente. Cerca de 4.500 gêneros fósseis, dos quais 900 somente no Devoniano. Com menos de 120 gêneros vivendo atualmente. Principais elementos da “Fauna Paleozóica típica”. Organismos solitários. Concha dotada de duas valvas. Portadores de lofóforo, destinado à alimentação. Maioria com simetria bilateral através das duas valvas, e não entre elas, como nos moluscos bivalves. Predominantemente marinhos, bentônicos, suspensívoros, sem locomoção, podendo ser fixos ou não ao substrato. Maioria de águas rasas. Os trilobitas • Muito comuns a partir do Atdabaniano, os trilobitas são os fósseis guias mais importantes do Cambriano, razão pela qual o período é conhecido como a “Idade dos Trilobitas”.
  4. 4. • Cada uma das três divisões do Cambriano tem seus gêneros característicos de trilobitas. Dentro de cada divisão, zonas bioestratigráficas podem ser identificadas por determinadas espécies de trilobitas. Os trilobitas no Cambriano Cada uma das três divisões do Cambriano tem seus gêneros característicos de trilobitas.
  5. 5. Os trilobitas nos demais períodos do Paleozóico Os trilobitas: distribuição estratigráfica
  6. 6. Os moluscos: os monoplacóforos • No Cambriano surgiram os moluscos mais primitivos, os monoplacóforos e as rostroconchas, que possivelmente originaram os moluscos bivalves, raros como fósseis até o Ordoviciano. • Os primeiros moluscos a aparecer foram os monoplacóforos como Scenella, seguidos quase exclusivamente pelos gastrópodes, raros como fósseis. • Os cefalópodes não amonóides surgiram no final do Cambriano, sendo alguns dos principais predadores do período. As extinções do final do Cambriano • O final do Cambriano foi marcado por uma extinção em massa de quase 75% das famílias de trilobitas, 50% das de esponjas, muitos braquiópodes e gastrópodes. • As causas, catastróficas ou não, são ainda desconhecidas.

×