O surgimento da filosofia

20.691 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
1 comentário
46 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
20.691
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
1
Gostaram
46
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O surgimento da filosofia

  1. 1. O SURGIMENTO DA FILOSOFIA
  2. 2. GRÉCIA ANTIGA (VII a. C. – VI a. C.) REGIÃO DA JÔNIA MILETO ANAXIMANDRO TALES ANAXÍMENES (610 – 545 a. C.)(642 – 546 a. C.) (585 – 525 a. C.)
  3. 3. MITO E FILOSOFIA O que é um Mito? O Mito é uma narrativa que busca explicar a origem de algo. Essas narrativas possuem a presença de deuses, e forças sobrenaturais em suas composições.A origem da palavra vem do Grego Mythos = Narrar,designar, apontar.
  4. 4. AS DIFERENÇAS ENTRE MITO E FILOSOFIA MITO FILOSOFIA• Busca explicações atravésgenealogias, rivalidades ou •Exige explicação coerente,alianças entre divindades. lógica e racional.•Não há preocupação com •Explica a produção naturalcontradições das coisas através da observação dos elementos•Existe grande presença de naturais.concepções cosmológicasem suas interpretações. •Não admite contradições.
  5. 5. A DIVISÃO DA HISTÓRIA DA FILOSOFIA Período de investigação do surgimento do Período Pré-socrático (VII – V a. C.)  Cosmológico Cosmos (universo)através da Arché ( principio originário). Inaugurada por Protágoras e Sócrates, surge a Filosofia Moral. Inaugura a Período Socrático (IV a. C)  Antropológico Investigação de questões acerca das relações humanas (moral / ética) Período teosófico ou decadente. Marcado pela Pós-Socrático (IV a. C. - VI d. C.)  Ontológico desvalorização do pensamento grego e a ascensão da era cristã.
  6. 6. São caracterizados pelo pensamento que PRÉ-SOCRÁTICOS antecede o humanismo inaugurado por Sócrates.Natureza, mundo externo ?Buscaram, através da physis, ? Do que é feitoencontrar uma unidade física as coisas?responsável pela ordem docosmos: arché ? ? Substância primeira; princípio iniciador; fundamental e originário.
  7. 7. Os Jônios Assim chamados por habitarem a região da Jônia, atual Turquia. Fundador da filosofia cosmológica. •Observou que todos os eram compostos de água. Tales •A água é responsável pela vida. (625-558 a.C.) •Assim, a água é o princípio de todas as coisas. “tudo é água”.Anaximandro Para este pensador o princípio Princípio puramente (610-547 a. C.) do universo é o Ápeiron racional. “Separação dos contrários” Indeterminado; infinito-ilimitado; imutável. Gerou os opostos: quente / frio Seco / úmido fogo / água
  8. 8. Anaxímenes Afirmou ser o ar princípio ativo de(585-525 a.C.) todas as coisas “O ar governa o mundo e todos os seres que nele habitam”. •O ar é essencial a vida •É encontrado em todos seres. •Da terra sobem vapores e se  Rarefazendo-se = Fogo tornam ar.  Condensando-se = Água “o homem é resultado do sopro divino”
  9. 9. Escola iniciada por Pitágoras na Os Pitagóricos região de Samos, localizada na costa da Turquia. Pitágoras “O Universo é uma exatidão numérica” (580-500 a. C.) Pode ser dividido em porções numéricas, cada vez menores.Tinha um aprofunda relação coma religião. Limitados = Ímpares: Principio feminino do cosmos. NÚMEROS Ilimitados = Pares: Principio masculino do cosmos. Nº 1 – Deus Elemento central
  10. 10. Heráclito “tudo flui, tudo passa, se mover sem cessar” Sua idéia mestra é o (540-480 a. C.) devir eterno. Constante Para esse pensador a arché é o fogo. transformação das coisas.“guerra dos contrários” Gerador da vida; transformador da matéria •Temperatura do corpo.Para Heráclito de Efésio, o devir se dá EX.:através da constante disputa entre os •Temperatura da terra.contrários, um buscando superar o outro. •Os benefícios dos raios solares.As coisas quentes, esfriam.As úmidas, secam.O dia, torna-se noite.
  11. 11. Buscaram Habitaram a cidade de Eléia compreender a Os Eleatas no sul da atual Itália. essência do ser e não a matéria. Coisa pensada Parmênides “O Ser é algo imutável, eterno e indivisível”. (515-450 a. C.) •Algo absolutoÈ considerado o fundadorda lógica e da Ontologia •Onipresentepor Aristóteles. •Princípio único Não sofre alterações pois, deixaria de ser, não existiria. Os sentidos, a percepção nos enganam = Ilusão

×