Dois irmaos

237 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
237
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dois irmaos

  1. 1. Dois IrmãosFADE IN:AEROPORTO DO RIO DE JANEIRO - DIACENA 1NARRADOR(V.O)Quando Yaqub chegou do Líbano,o pai foi buscá-lo no Rio deJaneiro.Halim acena com as duas mãos para o filho e Yaqub demora areconhecê-lo, apreensivos os dois se entreolham.YAQUBBaba?Dão quatro beijos no rosto, um abraço demorado e algumassaudações em árabe e saem abraçados, Halim abaixa a cabeça,pensa em falar do outro filho e hesita.HALIMTua mãe..Halim cala-se.NARRADOR(V.O)O que mais preocupava Halimera a separação dos gêmeos,ele nunca deixou de pensarno reencontro dos filhos.CORTA PARA:AEROPORTO DE MANAUS – DIACENA 2
  2. 2. Zana os espera quando avista o bimotor atravessa a sala deembarque e corre ate o avião, sobe a escada e entra nacabine com um buquê de flores e o deixa cair ao abraçar ofilho.ZANAMeu querido, meus olhos,minha vidaZana choraZANAPorque tanta demora? O quefizeram contigo?Zana beija-lhe o rosto, o pescoço, a cabeça. Enquanto outrospassageiros observam a cena.HALIMChega! Agora vamos descer,o Yaqub não parou de provocarsó faltou pôr as tripaspara fora.Zana não cessa os afagos sai abraçada ao filho Yaqubcaminhando ate a sala de desembarque.CORTA PARA:CAMINHO DO AEROPOSTO PARA CASA - DIACENA 3NARRADOR(V.O)Agora ele estava de volta,falava pouco, frases curtas;calava quando podia e asvezes quando não devia.Yaqub reconhece um pouco de sua infância se demonstraemocionado ao avistar as paisagens e olha para o paibalbuciando sons embaralhados.
  3. 3. ZANAO que aconteceu? Arrancaram atua língua?YAQUBLa, não, mama.Yaqub continua a olhar as paisagens que lembram suainfância.Inserir paisagens de ManausCORTA PARA:CASARÃO DOS BENEMOU - NOITECENA 4NARRADOR(V.O)Eles tinham treze anos, e , paraYaqub era como se a infânciativesse terminado no último baileno casarão dos Benemou.Inserir imagem de um casarãoOs adultos entram fantasiados cantando, pulando e enxotandoa garotada. Yaqub quis ficar até meia-noite, Lívia tambémpara brincar até a manhã. Quando está se aproximando deLívia sua mãe Zana ordena.ZANALeva tua irmã para casa.Podes voltar depois.Yaqub obedece. Leva Rânia até o quarto e espera ela dormir .Ao chegar fica trêmulo ao perceber que lívia dançava com seuirmão Omar no canto da sala quietos, abraçados. Yaqub ficatriste.
  4. 4. CORTA PARA:CASA DOS GÊMEOS – TARDECENA 5Yaqub fala num tom de tristeza para Domingas.YAQUBOdiei as músicas daquela noite,os mascarados, e odiei a noite.NARRADOR(V.O)Foi seu último baile. Quer dizera última manhã que viu o irmãochegar de uma noitada. Não entendiaporque ele e não Omar viajou para oLíbano dois meses depois.CORTA PARA:CHEGADA NA CASA DOS GÊMEOSCENA 6Zana desce do jipe procura em vão Omar, Rânia o avista delonge e indaga por seu irmãoRÂNIAEle chegou?Meu irmão chegou?Rânia corre para abraçar Yaqub que correspondeu como sefosse a primeira vez que a via, Rânia o observa procurandoalgumas diferenças para Omar e percebe que era o silêncio.NARRADOR (V.O)Rânia observava Yaqub,queria notar algumacoisa que o diferenciassedo caçula e percebeu que adiferença estava no silêncio
  5. 5. YAQUBOnde está Domingas?Yaqub caminha para o quintal e abraça Domingas. Os doisentram no quartinho em que brincavam e Yaqub observou osdesenhos de sua infância colados na parede, seu primeirolápis e caderno. Logo após visitou cada aposento da casa atéentrar no quarto onde domira, na parede uma fotografia comseu irmão, sobre escrivaninha uma fotografia do irmão, omesmo se aproxima para olhar quando escuta uma voz.ZANAO Omar vai chegar de noitinha,ele prometeu jantar conoscoCORTA PARA:CASA DOS GÊMEOS - NOITECENA 7Omar assobia e o rosto de Zana se ilumina, ele se dirige amãe e a abraça. Yaqub demonstra ciúme e Halim inquietação.Omar fala em tom de cinismo.OMARObrigado pela festaSobrou comida pra mim?Zana beija os olhos do filho.ZANAMeu Omar é brincalhãoYaqub , vem cá, vemabraçar o teu irmãoOs dois se olham e se encaram, Yaqub levanta e sorri semvontade e tem uma cicatriz no lado esquerdo do rosto e Halimtenta disfarçar.HALIMAnos de sepração, mas de
  6. 6. agora em diante a vidavai melhorar tudo melhoradepois de uma guerraCORTA PARA:CASA DOS REINOSO - TARDECENA 8NARRADOR (V.O)Foi Domingas quem me contou ahistória da cicatriz de Yaqubela pensava que um ciuminhotivesse causado a agressãoA minha história depende delaDomingasLívia sorri tanto pra Omar quanto para Yaqub, dessa vez Omarque fica enciumado, faz cara feia e bufa.OMARVamos dar uma volta no quintal?LÍVIAMas vai chover OmarEscuta só as trovoadas.Lívia retira um selo do álbum e ofereci a Yaqub. O caçuladetesta a cena. Um relógio bate quatro vezes, uma correria egritos, cadeiras sendo disputadas. Yaqub reserva uma cadeirapra Lívia e Omar desaprova com um olhar. Uma pane apaga asimagens e alguém abre a janela e todos veem Lívia beijar norosto de Yaqub. Depois, barulho de cadeira atirada e garrafaestilhaçada, uma estda certeira, rápida e furiosa do caçula.Silêncio por uns segundos e então o grito de pânico de Líviaao ver o rosto de Yaqub rasgado. Os Reinosos descem para oporão e a voz de Abelardo abafa a situação.ABELARDOChega, acalmem-seOmar esta ofegante encostado na parede com um caco de vidrona mão direita olhando fixado para o rosto do irmão.Estelita sobe com Yaqub e pede para um curumim chamarDomingas.
  7. 7. ESTELITACorre até a casa de Zanae chame Domingas mas nãofale nada sobre issoCORTA PARA:CASA DOS GÊMEOSCENA 9ZANA CONVERSA COM HALIMZANAVocê que é o culpado,não teve mão firmena criação de nossos filhosHALIMNada disso, você que trataOmar como se fosse nossoúnico filhoNARRADOR (V.O)Um filho silencioso,temiam a violência dentro de casaentão Halim decidiu a viagem ,a separação, uma esperança de apagaro ódio e o ciúmeCORTA PARA:APÓS CINCO ANOSCENA 10NARRADOR (V.O)Cinco anos de palavrasnenhuma resposta. Zana ameaçaHalim de viajar para o Líbano durantea guerra, e ele manda o dinheiro
  8. 8. da passagem a YaqubHalim fala orgulhoso.HALIME para isso, não é preciso línguasó cabeça, Yaqub tem desobra o que falta no outroNARRADOR (V.O)Omar ouvia essa frase etornou a ouvi-la durante anosquando Yaqub comunicou que haviaingressado na escola politécnicaZana sorri e Halim repetiHALIMEu não disse?Só cabeça, só inteligênciae isso nosso Yaqub tem de sobraCORTA PARA:COLÉGIO LICEU RUI BARBOSA - DIACENA 11Omar grita na presença de HalimOMARDane-se! Danem-se todos, vivoa minha vida como eu queroOmar desafia seu pai, rasgando a farda e dizendoOMARAcertei em cheio o professorde matemática, o mestre do teu filhoquerido, o que só tem cabeçaZana e Domingas são chamadas a sala do diretor, Domingas aabana, ele entrega boletim de notas e a cópia da expulsão deOmar e mostra-lhe também o boletim médico do professorBolislau,o professor de matemática
  9. 9. DIRETORAqui está o boletim d notas, a cópiada ata de expulsão e o boletim médicodo professor de matemática, padre BolislauFica um silêncio e então ele dizDIRETORO Yaqub continuará no colégio?Zana gagueja confusa e adia sua resposta.NARRADOR (V.O)Poderia ter sidomenos melancólica, ela repetiuvárias vezes a Domingas, e a mim,sem me olhar, sem se importarcom a minha presençaCORTA PARA:CASA DOS GÊMEOS/ ANIVERSÁRIO - DIACENA 12NARRADOR (V.O)Inflexível, Yaqub enfrentoua resistência de Zana quando informa queno natal de 1949 ia embora de ManausO caçula pedi dinheiro e uma bicileta eYaqub pedi uma farda de gala para desfilarna independência, foi sua despedidaCORTA PARA:CASA DOS GÊMEOS/DESPEDIDA DE YAQUBCENA 13YAQUBNão, baba, não vou precisar de nadadessa vez eu quem quis ir embora
  10. 10. Halim o abraça e chora bastanteZANATeus estudos?Nem um centavo?!Escutam um ruído é Omar ,ele larga a bicicleta e arma a redevermelhaNARRADOR (V.O)Ele foi esquecido, por uma vezOmar dormira sem a proteçãodas duas mulheresHalim esta no quarto, Domingas arruma a mala, Omar continuasentado olhando para o prato. Sofria com a decisão de YaqubNARRADOR (V.O)Omar ia reinar na casamas o outro tivera coragemde partir. O destemido, o indômitoestava murcho, feridoZana vigia a arrumação de Domingas, a campainha toca cominsistência e Omar corre para a porta.ZANAQuem é Omar?Ouve-se um bate boca, a porta se fecha e mais uma vez o somda campainhaZANAPor onde o Omar se meteu?Domingas, vai lá ver o queesta acontecendoDomingas fecha a mala e vai apressada até a porta. Depoisfala com a voz alta e petulanteDOMINGAS
  11. 11. Ele vai viajar daquia pouquinhoEstalos de salto alto no corredor, Zana lança um olhardesdenhoso a mulher que procura Yaqub com os olhos.ZANAA querida veio se despedirdo meu galã?Lívia se afasta e sai da sala, atraindo Yaqub para oquintal. Sussurram com alguns risos e somem no matagal dosfundos. Zana inquieta fez um sinal a Domingas que osencontraram perto da cerca. Os dois se acariciavam, Domingasficou calada e ofegante torce com raiva os galhos da planta.Lívia não apareceu, Yaqub entra sozinho na sala, o pescoçocom arranhões e marcas de mordidas.NARRADOR(V.O)Viajou assim mesmo calado deixoua lembrança de duas cenaso desfile com a farda de gala e o encontrocom a mulher que ele amava
  12. 12. ROTEIROÍdeias: Utilizamos o capítulo 1 do livro “Dois irmãos” deMilton Hatoum para elaboração do roteiro, mantendo anarração da história e selecionando as principais cenas paradesenvolver as filmagens de um modo objetivo e claro.Cenas: As cenas escolhidas para realizar as filmagens foramCena 1 – Aeroporto do Rio de janeiroCena 2 – Aeroporto de ManausCena 3 – Caminho do aeroporto para casaCena 4 – Casarão dos BenemouCena 5 – Casa dos gêmeosCena 6 – Chegada na casa dos gêmeosCena 7 – Casa dos gêmeosCena 8 – Casa dos ReinosoCena 9 – Casa dos gêmeosCena 10 – Após cinco anosCena 11 – Colégio Liceu Rui BarbosaCena 12 – Casa dos gêmeos/ AniversárioCena 13 – Casa dos gêmeos/ Despedida de YaqubLocais: Sala de aula da Universidade Nilton Lins
  13. 13. “Dois irmãos”Um roteiro deGrace Anne Siza Bastosgracesiza@hotmail.com

×