Tabagismo

1.491 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.491
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
58
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tabagismo

  1. 1. Palestrante: Aline Braúna
  2. 2. Aspectos Históricos do Tabaco • O uso do tabaco (fumo) surgiu no ano 1.000 a.C, em sociedades indígenas da América Central, em rituais mágicos-religiosos e de curandeirísmo. •Século XVI - uso disseminou-se pela Europa, através de Jean Nicot, para fins medicinais. • Sec. XIX - passou a ser industrializado sob forma de cigarro. • Sec. XX - uso se espalhou pelo mundo. Publicidade e marketing. • 1960 – Tabagismo passou a ser encarado como Dependência à nicotina.
  3. 3. • A planta cientificamente chamada NICOTIANA TABACUM, chegou ao Brasil pela migração de tribos Tupis-Guaranis. • Princípio ativo: NICOTINA *Substância cassificada como (droga) ESTIMULANTE do SNC. *Causa dependência, tolerância, abstinência, aumenta vontade de fumar. *Reduz Apetite e ansiedade DADOS CIENTÍFICOS DO TABACO • O Tabaco pode ser inalado, aspirado ou mascado. Todas as formas fazem mal à saúde, mesmo os cigarros aromatizados e com baixo alcatrão.
  4. 4. SUBSTÂNCIAS DA FUMAÇA DO CIGARRO 4.800 substâncias tóxicas diferentes ( sendo 68 provocam câncer)
  5. 5. •Aquele que não fuma, mas absorve a inalação da fumaça, através do convívio com fumantes. •Pode apresentar irritação nos olhos, tosse, dor de cabeça, problemas alérgicos e outros. •A longo e médio prazo pode ter diminuição da capacidade respiratória, câncer, infarto
  6. 6. TABAGISMO NO MUNDO • Mata anualmente 3 milhões de pessoas no mundo; • Mata mais que a soma de mortes por AIDS, outras drogas, suicídio e acidentes de trânsito. • É considerado pela OMS a principal causa de morte evitável em todo o mundo. Estima-se que 1/3 da população mundial adulta seja fumante.
  7. 7. Aproximadamente 200.000 mortes/ano (23 mortes por hora) decorrentes do tabagismo. 90% dos fumantes ficaram dependentes antes dos 19 anos; Gastos com adoecimento de fumantes e fumantes passivos são maiores que o recolhimento de impostos que incide sobre o cigarro. -Falta no trabalho -Ausência constante para fumar -Queda na produtividade -Acidentes de trabalho e trânsito TABAGISMO NO BRASIL
  8. 8. Doenças cardiovasculares: infarto (5 x chance), AVC (2 x chance) e morte súbita Doenças respiratórias: Bronquite crônica (5 x chance), asma, enfisema pulmonar (5 x chance), doença pulmonar obstrutiva Câncer: pulmão (10 x chances), boca, faringe, laringe, esôfago, estômago, pâncreas, bexiga, útero, rim) Úlcera Impotência sexual no homem Redução da fertilidade DOENÇAS CAUSADAS PELO FUMO
  9. 9. SITUAÇÃO DO PULMÃO DO FUMANTE
  10. 10. FUMO NA GRAVIDEZ Aborto espontâneo (70%) Nascimento prematuro (40%) Bebê com baixo peso (200%) Mortes fetais e de recém-nascidos (30%) Complicações com placenta Hemorragia da gestante OBS: Futuramente criança de mãe fumante na gravidez pode ter atraso na aprendizagem e batimentos cardíacos acelerados. ALEITAMENTO Nicotina passa para o leite materno Pode causar no RN agitação, vômito, diarréia, taquicardia, palidez, cianose e crises de parada respiratória.
  11. 11. CIGARRO X JUVENTUDE • Fumar como exercício de autonomia, liberdade e desafio às normas •Influência de grupos e da publicidade •Busca de novas emoções •Falta de informação •Baixo preço •Exemplos familiares •Falsa imagem (bom desempenho sexual e esportivo)
  12. 12. PERFIL DO FUMANTE • Maioria sexo masculino • Região Sul (Porto Alegre) – 42% • 33% população adulta • Faixa etária ± 25 anos • Zona Rural • Baixa renda • Ensino Fundamental incompleto
  13. 13. A recaída não é um fracasso. Comece tudo novamente e procure ficar mais atento ao que fez você voltar a fumar. Dê várias chances a você, até conseguir. A maioria dos fumantes que conseguiram parar de fumar fizeram em média, 3 a 4 tentativas até parar definitivamente. DA RECAÍDA
  14. 14. FORMAS DE PARAR DE FUMAR OU REDUZIR O USO DE CIGARRO Parada Imediata (1ª. Opção) *Você marca uma data e nesse dia não fumará mais nenhum cigarro. Parada Gradual • Reduzindo o número de cigarros gradativamente ou •Retardando a hora de fumar o primeiro cigarro DEPENDÊNCIA PSICOLÓGICA •Ansiedade •Situações de estresse •Hábito de fumar quando bebe café ou álcool DICAS

×