Alcoolismo petrobras

4.680 visualizações

Publicada em

1 comentário
5 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.680
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
155
Comentários
1
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Alcoolismo petrobras

  1. 1. Alcoolismo. Aline Braúna
  2. 2. ÁLCOOLÉ um liquido, incolor volátil, com cheiro esabor caractéristico, obtido porfermentação de substancias açucaradasou amiláceas ( com amido), em processosintéticos utilizado para diversos fins,dentre eles o fabrico e produção dediversas bebidas alcoólicas. É umasubstância tóxica ao figado, o queacarreta com o tempo como cirrosehepática, câncer de esôfago entreoutros. Droga depressora do SistemaNervoso Central.
  3. 3. Alcoólatra: É utilizado para designar aqueles indivíduos que bebiam abusivamente e que, por conta disto, tinham uma série de problemas decorrentes do álcool. Alcoolista: Foi proposto pelos pesquisadores como estigmatizante, visto que, o termo coloca o indíviduo como álguem que tem afinidade pelo álcool.Forma de utillização é: dependente do álcool.
  4. 4. Como uma pessoa se torna um alcoolista? Primeira fase: A pessoa bebe para relaxar; usa o álcool para se socializar; mente à respeito de seus hábitos em relação à bebida Segunda fase: A pessoa precisa de cada vez mais álcool; surge a tolerância Terceira fase: A pessoa não consegue mais se controlar, não consegue parar; começa a ter amnésia; surgem problemas familiares, financeiros, no trabalho, relacionados com a própria saúde
  5. 5. Você sabia que ...O álcool é um agente depressor O álcool é capaz de causar dependência O alcoolismo é uma doença A intoxicação pelo álcool pode levar à morte
  6. 6. O que o alcoolismo causa no organismo?Em primeiro lugar causa tolerância cada vez maior no organismo sem sentir os efeitos prejudiciais. Com o tempo o álcool afeta a memória, perda do controle sobre a bebida, quanto mais bebe mais precisa beber e não consegue mais parar.O álcool afeta o sistema nervoso central deixando a pessoa menos produtiva no trabalho, mais ansiosa, irritada e tensa, perdendo seu poder de concentração. Com isso prejudicando sensivelmente o desempenho profissional.Com o aumento das quantidades provoca intoxicação, envenenamento, coma alcoólico, podendo levar a morte.
  7. 7. O efeito individual do álcool naspessoas depende de ... Velocidade com que o álcool é consumido Quantidade Presença de alimento no estômago Peso da pessoa Sexo Tipo de personalidade Consumo de outras drogas
  8. 8. Quais as causas do alcoolismo? É causado por vários fatores: herança genética - de pais, avós ou bisavós alcoólatras; fatores psicológicos - baixa auto-estima, conflitos amorosos, vida estressante, aceitação social do vício.
  9. 9. Os efeitos do álcool dependem defatores como: a quantidade de álcoolingerido em determinado período,uso anterior de álcool e aconcentração de álcool no sangue. Ouso do álcool causa desde umasensação de calor até o coma e amorte dependendo da concentraçãoque o álcool atinge no sangue. Ossintomas que se observam são
  10. 10.  Doses até 99mg/dl: sensação de calor/rubor facial, prejuízo de julgamento, diminuição da inibição, coordenação reduzida e euforia; Doses entre 100 e 199mg/dl: aumento do prejuízo do julgamento, humor instável, diminuição da atenção, diminuição dos reflexos e incoordenação motora; Doses entre 200 e 299mg/dl: fala arrastada, visão dupla, prejuízo de memória e da capacidade de concentração, diminuição de resposta a estímulos, vômitos; Doses entre 300 e 399mg/dl: anestesia, lapsos de memória, sonolência; Doses maiores de 400mg/dl: insuficiência respiratória, coma, morte.
  11. 11. Efeitos imediatos do álcool Após a absorção no intestino, ocorre uma dilatação nos vasos do organismo Essa vasodilatação faz com que mais sangue chegue à pele A ação no cérebro demora poucos minutos para ocorrer – os movimentos, os reflexos, a fala e a visão ficam comprometidos O álcool ingerido passa por metabolismo no fígado – o metabolismo é lento (cerca de 1 dose de bebida é metabolizada em 90 minutos) A ingestão de uma quantidade maior leva à intoxicação
  12. 12. Efeitos do Álcool a longo prazo No cérebro: Leva à morte das células e à perda de memória Nos pulmões: o alcoolismo agudo aumenta o risco de pneumonias No fígado: Destrói os tecidos do fígado e causa a cirrose No coração e sistema cardiovascular: Lesa o músculo cardíaco, podendo causar insuficiência cardíaca; favorece a hipertensão arterial, que é uma das causas de derrames cerebrais
  13. 13. Um curto período (8 a 12 horas) apósa ingestão de grande quantidade deálcool pode ocorrer a "ressaca", quecaracteriza-se por: dor de cabeça,náusea, tremores e vômitos. Issoocorre tanto devido ao efeito diretodo álcool ou outros componentes dabebida. Ou pode ser resultado deuma reação de adaptação doorganismo aos efeitos do álcool
  14. 14. Teor álcoolico Bebida Porcentagem de Álcool Cerveja 5% Cerveja "light" 3,5% Vinho 12% Vinhos fortificados 20%Uísque, Vodka, Pinga 40%
  15. 15. Como prevenir o alcoolismo? Pelo exemplo na família Pela educação na sociedade, na escola Pela religião realçando o respeito ao corpo e a valorização da vida. Providências que devem ser tomadas para ajudar um alcoólatra: Fazendo-o admitir que perdeu para o álcool. Fazendo-o admitir que tem que dar o primeiro passo para o tratamento.
  16. 16. Tolerância e Dependência ao álcool O uso regular do álcool torna a pessoa tolerante a muitos dos seus efeitos, sendo necessário maior consumo para o indivíduo apresentar os mesmos efeitos iniciais. A dependência física ocorre em consumidores de grandes doses de álcool. Como já estão adaptados à presença do álcool, esses indivíduos podem sofrer sintomas de abstinência quando param de beber. Os sintomas de abstinência são: nervosismo ou irritação, sonolência, sudorese, diminuição do apetite, tremores, convulsões e alucinações. Pode-se desenvolver a dependência psicológica com um uso regular do álcool, mesmo que em pequenas quantidades. Nesse tipo de dependência há um desejo persistente de consumir álcool e sua falta pode desencadear quadros ansiosos ou mesmo de pânico.
  17. 17. Álcool e Gravidez O consumo de álcool durante a gravidez expõe a criança aos efeitos do álcool. O mais grave desses efeitos é a Síndrome Fetal pelo Álcool, cujas características incluem: retardo mental, deficiência de crescimento, deformidade facial e de cabeça, anormalidades labiais e defeitos cardíacos.
  18. 18. Fatos Interessantes Sobre o Álcool1) Epidemiologia do uso (quem usa,onde, situação)2) Acidentes de trânsito relacionadosao uso de álcool3) O álcool e o trabalho4) Custos hospitalares creditados aouso do álcool5) Leis sobre o uso do álcool6) Fontes de dados
  19. 19. Quando a taxa de álcool atinge: 5%  provoca acidentes no trânsito, no trabalho e no lar por falta de reflexos; 15%  vira palhaço, faz macaquices; 20%  surge a fase da valentia, vira brigão; 30%  a fase do porco, cai e se suja todo; 40%  torna-se inconsciente, insensível, entra em coma e sofre de apagamento; 50%  morre.
  20. 20. Tratamento para o alcoolismo Grupos de Alcoólicos Anônimos,  mas o alcoólatra precisa dar o primeiro passo. Rua : Menino Jesus na Igreja São Francisco Toda a família precisa se tratar, pois o alcoólatraadoece, em média, dezesseis pessoas a sua volta que precisa de tratamento, se tornam coodependente.
  21. 21. VEJA BEM!!
  22. 22. FIM!!

×