Alcoo

344 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
344
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Alcoo

  1. 1. I Fórum Sobre Drogas do Vale do Paranhana Isabel Cristina StorckPsicóloga com especialização em Dependência Química pela UNIFESP Isabelstorck@hotmail.com
  2. 2. Visão Geral O álcool é a substância química maisutilizada pela humanidade. Está presente namaioria das festas e rituais religiosos. Quasetodos os países do mundo, onde o consumo éaceito, possuem uma bebida típica da qual seorgulham os seus habitantes. Alcoolismo é uma doença caracterizada porproblemas associados à ingestão de etanol(álcool etílico). Esses problemas se referem adiferentes áreas: familiares, educacionais, legais,financeiras, médicas e operacionais. Em 1935 os Alcoólicos Anônimos - AAdefiniram como alcoolista "toda pessoa vencidapelo álcool e cuja vida começa a serincontrolável".
  3. 3. Conceito de dependência: A dependência do álcool (alcoolismo) é uma doença crônica e freqüentemente progressiva que é caracterizada por:  Uma compulsão pelo álcool Uma dependência física do álcool (desenvolvimento de sintomas físicos quando uma pessoa deixa de beber) Uma necessidade continuada do álcool apesar dos problemas psicológicos, interpessoais e físicos relacionados ao álcool. 
  4. 4. Foi em 1976 que Griffith Edwards e MiltonGross propuseram um conceito de “síndromede dependência alcoólica”, que utilizamos atéhoje.
  5. 5.   O que realmente define a doença do alcoolismo é a dependência - o fato que o paciente venha a depender ou confiar psicológica e emocionalmente no álcool em sua vida cotidiana. Além disso, em um nível puramente físico, o corpo do paciente torna-se dependente da presença do álcool quando faz suas reações químicas normais, inclusive as reações químicas no cérebro. Isto significa que quando o uso do álcool é interrompido subitamente, o ambiente interno do corpo acostumado muda drasticamente, causando sintomas de abstinência como tremores, taquicardia, respiração rápida, febre, insônia, alucinações e ataques epiléticos.
  6. 6. Causas Na origem do alcoolismo se encontramfatores biológicos, psicológicos e sociais.
  7. 7. O alcoolismo é uma doença incurável, dedeterminação fatal e progressiva até mesmo emperíodo de abstinência, entretanto, existemtratamentos para interromper o crescimento dadoença.
  8. 8. É preciso saber que o álcool é a porta de entrada das drogas!   
  9. 9. Situação do Álcool na Europa A Organização Mundial de Saúde - OMS calcula que naEuropa o consumo alcoólico per capita seja o dobro em relação àmédia mundial, assim como a ocorrência de doenças relacionadasao álcool. As mulheres européias representam de 20% a 30% doconsumo total de álcool na Europa, a taxa mais alta domundo.jaiosjoisajsoisjoisjaoisjasoijsoijsoijsoisjasoijsoijsa Ainda de acordo com os dados da OMS, "os homensapresentam uma mortalidade e uma ocorrência de doenças ligadasao álcool maiores do que as mulheres. Os jovens sãoparticularmente atingidos, sendo que mais de um terço daocorrência de doenças nos homens e cerca de 14% nas mulheres,entre os 15 e os 30 anos de idade, é resultado do consumo deálcool".
  10. 10. Segundo  estimativas  da  Comissão  Européia, até 195 mil pessoas morrem a cada  ano  vítimas  do  consumo  de  álcool.  Com  11  milhões  de  litros,  ou  1.400  copos  de  cerveja  por ano, o continente lidera a lista mundial de  consumo per capita. Estima-se que haja cerca  de  23  milhões  de  dependentes  de  álcool  na  UE e a idade com que se começa a beber não  pára  de  cair,  em  alguns  casos  chegando  aos  12 anos.    
  11. 11. Influência Cultural:   A  Oktoberfest  voltou  a  transformar  Munique  na  capital  mundial  da  cerveja.  É  hora  de  curtir  a  maior  festa  popular  do  mundo.  E  pouco  importa  se  o  preço  da  cerveja continua subindo... A  Oktoberfest  é  também  ponto  de  encontro de diversas nacionalidades. Cerca  de  15%  do  total  de  turistas  que  passeiam  pelo  Theresienwiese  são  estrangeiros.  Isto  representa  cerca  de  1  milhão  de  pessoas.  São  elas  que  contribuem  para  dar  um  toque especial ao evento, que hoje já virou  produto  de  exportação  e  conta  com  diversas "cópias" mundo afora.    
  12. 12. "Existem cerca de 2 mil grandes Oktoberfestpelo mundo. A maior delas é a de Blumenau, noBrasil", afirmou Gabriele Weishäupl, da central deTurismo da Baviera.
  13. 13. Epidemiologia O alcoolismo é a terceira doença que mais matano mundo. Além disso, causa 350 doenças (físicas epsiquiátricas) e torna dependentes da droga um de cada dezusuários de álcool.
  14. 14. O Brasil detém o 1° lugar do mundo no consumo dedestilados cachaça. Os jovens estão começando a beber cada vez mais cedo. O álcool interfere no processo de concentração notrabalho e os alcoolistas estão justamente na faixa de maiorprodutividade do individuo - entre 25 e 45 anos. O alcoolismo é uma doença crônica, incurável eprogressiva, que mina o organismo, atacando todos os órgãos.
  15. 15. O álcool é responsável pela maioria dos acidentesde trânsito, porque altera a percepção do espaço, dotempo e a capacidade de enxergar bem. O álcool tem contribuído intensamente para oaumento da violência doméstica, abusos e criminalidade. O índice de câncer entre os bebedores é alarmante,quer por ação tópica do próprio álcool sobre asmucosas, quer por conta dos aditivos químicos, de açãocancerígena,que entram no processo de fabricação dasbebidas. O alcoolismo é 11 vezes mais freqüente em homensdo que em mulheres.
  16. 16. ConseqüênciasComplicações físicas;Complicações psiquiátricas;Complicações sociais;
  17. 17. Tratamento A chave para o tratamento da dependência do álcool édeixar de beber permanentemente. O primeiro passoneste processo é a desintoxicação (retirada imediata doálcool). Dependendo de seus sintomas e do grau dedependência, a desintoxicação pode ser feita de formaambulatorial ou não. O segundo passo é o acompanhamento psicoterápicodo paciente e de seus familiares (grupos multifamiliares),que serve de apoio para a manutenção da abstinência ecompreensão da problemática envolvida no uso dedrogas. Como rede de apoio, pode-se contar ainda com oauxílio dos vários grupos que se encontram disponíveis.
  18. 18. Prevenir; Organizar serviços;Organizar políticas públicas efetivas;Capacitar profissionais para atuar na abordagem preventiva;
  19. 19. isabelstorck@hotmail.com

×