Avaliação Heurística:       SpotifyAline Bertoldi – A10 – Ergonomia e Usabilidade – Instituto Faber-Ludens
Problema 1: Propagandas mudam de posição na interface conforme o uso.Consequência: O usuário pode ficar confuso e ser indu...
Problema 2: Ajuda é fora do programa.Consequência: As informações de ajuda ficam fora do programa, levando o usuário aenco...
Problema 3: Organização da biblioteca do usuário é confusa.Consequência: O acesso à própria biblioteca de músicas não é co...
Problema 4: Mensagens de erro têm pouco destaque.Consequência: O usuário pode dar pouca importância a elas ou ignorá-las.C...
Problema 5: Layouts diferentes para ouvir músicas para a mesma ação.Consequência: A consistência de padrões não é forte o ...
Problema 6: Algumas funcionalidades são escondidas e não apresentam atalhos.Consequência: O usuário não lembrará da funcio...
Problema 7: A função “sair do programa” é diferente do que o usuário espera.Consequência: Devido aos conceitos utilizados,...
Problema 8: Funcionalidades estendidas através de aplicativos.Consequência: O usuário pode se confundir com as funções ofe...
Problema 9: Funções reduzidas no modo off-line.Consequência: O usuário tem limitadas as ações durante a realização da tare...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Avaliação heurística

731 visualizações

Publicada em

Avaliação heurística do Spotify para a disciplina Ergonomia e Usabilidade para o curso de pós-graduação em Design de Interação pelo Instituto Faber-Ludens.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
731
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
78
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Avaliação heurística

  1. 1. Avaliação Heurística: SpotifyAline Bertoldi – A10 – Ergonomia e Usabilidade – Instituto Faber-Ludens
  2. 2. Problema 1: Propagandas mudam de posição na interface conforme o uso.Consequência: O usuário pode ficar confuso e ser induzido à erros, podendo abri-los porengano, interferindo na realização da tarefa.Criticidade: médiaRecomendações: padronizar o formato e a localização dos banners.
  3. 3. Problema 2: Ajuda é fora do programa.Consequência: As informações de ajuda ficam fora do programa, levando o usuário aencontrar informações irrelevantes durante o caminho, levando à perda de foco narealização da tarefa.Criticidade: baixaRecomendações: Integrar a ajuda ao software e disponibilizar um atalho na seção “MAIN”.
  4. 4. Problema 3: Organização da biblioteca do usuário é confusa.Consequência: O acesso à própria biblioteca de músicas não é completo, pois nem sempreas ações que ele pode desempenhar são visíveis, não há diferenciação das músicas que elepossui no computador ou adicionou a uma playlit. Algumas funcionalidades só sãomostradas quando o usuário clica com o botão direito em determinada música.Criticidade: altaRecomendações: Tornar mais simples ao usuário organizar a própria biblioteca através doSpotify, sem precisar do auxilio de outros players.
  5. 5. Problema 4: Mensagens de erro têm pouco destaque.Consequência: O usuário pode dar pouca importância a elas ou ignorá-las.Criticidade: médiaRecomendações: Mensagens de erros mais visíveis e bem destacadas.
  6. 6. Problema 5: Layouts diferentes para ouvir músicas para a mesma ação.Consequência: A consistência de padrões não é forte o suficiente para que o usuáriorealize a tarefa rapidamente, já que o layout muda conforme o modo como o usuárioescolhe ouvir músicas, pois o layout é diferente para rádios, biblioteca, página de artistas emúsicas marcadas com estrela.Criticidade: altaRecomendações: Manter um padrão para que a experiência do usuário seja fluida, nãoexigindo que ele se adapte a cada novo local.
  7. 7. Problema 6: Algumas funcionalidades são escondidas e não apresentam atalhos.Consequência: O usuário não lembrará da funcionalidade e terá pouco ou nenhuminteresse por ela. Embora algumas funções têm atalho por comando de teclado, o usuáriopode ser induzido ao erro, pois o comando escolhido representa funções diferentes emoutros programas.Criticidade: médiaRecomendações: Avisar o usuário sobre a existência daquela função e agrupá-la às funçõesrelacionadas.
  8. 8. Problema 7: A função “sair do programa” é diferente do que o usuário espera.Consequência: Devido aos conceitos utilizados, o usuário clicará no X para fechar oprograma, porém, essa ação apenas minimiza o Spotify, enquanto a música continuatocando. Para fechar definitivamente o programa, o usuário precisa fazer um caminho umpouco mais longo.Criticidade: altaRecomendações: Adaptar a função sair de acordo com o sistema conhecido pelo usuário.
  9. 9. Problema 8: Funcionalidades estendidas através de aplicativos.Consequência: O usuário pode se confundir com as funções oferecidas pelos aplicativos,além de precisar escolher e adicionar os que ele tem preferência individualmente. Cadaaplicativo apresenta interfaces ligeiramente diferentes das que o usuário se acostumou.Criticidade: médiaRecomendações: Padronizar as interfaces e oferecer ao usuário uma lista com melhoresdescrições dos aplicativos, além da opção desabilitar um aplicativo diretamente nessa lista.
  10. 10. Problema 9: Funções reduzidas no modo off-line.Consequência: O usuário tem limitadas as ações durante a realização da tarefa em modooff-line, como funciona por streaming, as músicas do banco de dados não estãodisponíveis.Criticidade: baixaRecomendações: oferecer a opção para o usuário salvar as músicas favoritas em listas quepossibilitem executá-las no modo off-line.

×